Salário para o cargo de Xaropeiro - na indústria de bebidas
CBO 8417-45 > Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas

Xaropeiro - na indústria de bebidas - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Germinam materiais maltáveis, preparam malte e bebidas para expedição e secam malte. Elaboram mosto, realizam fermentação e maturação de cervejas, vinhos e cachaças e filtram bebidas. Preparam máquinas, equipamentos e materiais para a produção de bebidas e realizam manutenção autônoma de máquinas e equipamentos. Preenchem documentos, registros e formulários. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Quanto ganha um Xaropeiro - na indústria de bebidas

Um Xaropeiro - na indústria de bebidas trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.060,15 e R$ 7.947,50, com a média salarial de R$ 2.401,38 e o salário mediana em R$ 1.201,30 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Xaropeiro - na indústria de bebidas

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.401,38 28.816,62 600,35 10,98
1º Quartil 1.060,15 12.721,85 265,04 4,85
Salário Mediana 1.201,30 14.415,60 300,33 5,49
3º Quartil 6.061,10 72.733,23 1.515,28 27,71
Teto Salarial 7.947,50 95.370,00 1.986,87 36,34


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo
      • Operadores de equipamentos na preparação de alimentos e bebidas
        • Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Matão - SP 1.393 - 1.725 1.405,17 1.393,43 1.401,40 1.424,46 1.725,35
Aguai - SP 1.176 - 1.448 1.187,19 1.176,22 1.188,57 1.195,33 1.447,82
Sorocaba - SP 1.178 - 2.028 1.408,91 1.178,45 1.566,40 1.674,50 2.028,21
Santa Cruz Cabrália - BA 1.045 - 1.296 1.051,18 1.045,00 1.045,00 1.070,03 1.296,05
Maceió - AL 1.047 - 1.374 1.078,32 1.047,17 1.055,60 1.134,09 1.373,64
São Paulo - SP 1.084 - 2.147 1.436,00 1.084,44 1.494,52 1.772,55 2.146,97
Porto Ferreira - SP 1.327 - 1.665 1.355,23 1.326,72 1.368,40 1.374,29 1.664,58
Presidente Prudente - SP 1.551 - 1.922 1.566,67 1.550,94 1.564,40 1.586,95 1.922,16
Igarapé - MG 1.063 - 1.459 1.109,82 1.063,00 1.096,00 1.204,52 1.458,96
Fortaleza - CE 1.065 - 1.572 1.154,98 1.064,55 1.122,00 1.297,74 1.571,86
Salvador do Sul - RS 1.397 - 1.793 1.417,15 1.396,55 1.396,55 1.480,34 1.793,03
Caruaru - PE 1.088 - 1.351 1.106,26 1.088,24 1.115,05 1.115,05 1.350,58
Goiânia - GO 1.152 - 1.525 1.231,05 1.151,81 1.254,00 1.259,08 1.525,03
Piracicaba - SP 1.565 - 2.315 1.648,82 1.564,98 1.566,40 1.911,23 2.314,93
Dom Aquino - MT 1.227 - 1.600 1.258,91 1.227,09 1.238,00 1.320,82 1.599,81
Brasília - DF 1.119 - 1.781 1.252,61 1.118,90 1.128,60 1.470,09 1.780,61
Ariquemes - RO 1.080 - 1.364 1.106,97 1.079,56 1.124,00 1.125,78 1.363,58
Farroupilha - RS 2.100 - 2.544 2.100,00 2.100,00 2.100,00 2.100,00 2.543,58
Guapimirim - RJ 1.159 - 1.520 1.182,87 1.158,73 1.158,73 1.255,30 1.520,45
Alagoinhas - BA 1.064 - 1.636 1.131,62 1.064,18 1.064,18 1.350,68 1.635,98


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.175 - 15.466 4.199,35 1.175,18 1.401,40 12.769,04 15.466,24
Bahia 1.045 - 1.423 1.079,67 1.045,00 1.045,00 1.174,84 1.423,00
Minas Gerais 1.058 - 1.924 1.232,58 1.058,30 1.127,00 1.588,22 1.923,70
Rio Grande do Sul 1.261 - 2.296 1.484,90 1.261,04 1.396,55 1.895,44 2.295,81
Pernambuco 1.061 - 1.446 1.116,67 1.060,67 1.106,60 1.193,76 1.445,92
Ceará 1.046 - 9.397 2.715,80 1.045,61 1.100,00 7.757,87 9.396,56
Alagoas 1.047 - 1.374 1.078,32 1.047,17 1.055,60 1.134,09 1.373,64
Mato Grosso 1.192 - 1.744 1.282,69 1.191,83 1.238,00 1.440,20 1.744,42
Santa Catarina 1.245 - 2.570 1.534,24 1.244,55 1.391,00 2.121,94 2.570,15
Espírito Santo 1.082 - 1.761 1.236,60 1.081,52 1.200,00 1.453,51 1.760,54
Rio de Janeiro 1.152 - 2.185 1.365,87 1.152,01 1.283,73 1.803,75 2.184,76
Goiás 1.123 - 1.623 1.233,36 1.123,28 1.254,00 1.339,75 1.622,75
Pará 1.045 - 1.522 1.121,04 1.045,00 1.092,00 1.256,27 1.521,64
Rio Grande do Norte 1.045 - 1.346 1.062,00 1.045,00 1.045,00 1.110,86 1.345,51
Rondônia 1.063 - 1.466 1.123,37 1.062,66 1.123,00 1.210,38 1.466,04
Paraná 1.256 - 3.197 1.637,12 1.256,23 1.323,94 2.639,29 3.196,79
Distrito Federal 1.119 - 1.781 1.252,61 1.118,90 1.128,60 1.470,09 1.780,61
Piauí 1.045 - 1.466 1.095,50 1.045,00 1.047,00 1.210,28 1.465,93
Paraíba 1.045 - 1.398 1.093,59 1.045,00 1.100,00 1.154,38 1.398,21
Amazonas 1.068 - 1.637 1.195,36 1.067,90 1.101,60 1.351,59 1.637,08
Maranhão 1.063 - 1.883 1.346,22 1.063,15 1.496,56 1.554,33 1.882,65
Mato Grosso do Sul 1.045 - 1.419 1.072,16 1.045,00 1.045,00 1.171,76 1.419,27
Sergipe 1.045 - 1.350 1.068,69 1.045,00 1.045,00 1.114,86 1.350,35


Principais locais de trabalho

Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas atuam na fabricação de produtos alimentares e bebidas como empregados com carteira assinada. Organizam-se em equipe, sob supervisão ocasional e em ambiente fechado. Trabalham predominantemente no sistema de rodízio de turnos (diurno ou noturno), porém, nas ocupações trabalhador de fabricação de vinhos, vinagreiro e xaropeiro as atividades são desenvolvidas durante o dia. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos à ação de materiais tóxicos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas

Para o exercício desse cargo requer-se escolaridade correspondente ao ensino médio e prática profissional no posto de trabalho. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Xaropeiro - na indústria de bebidas

Trabalhadores na fabricação de cachaça, cerveja, vinhos e outras bebidas devem:

  • preparar máquinas equipamentos e materiais para a produção de bebidas;
  • realizar fermentação e maturação de vinhos e cachaças;
  • preencher documentos, registros e formulários;
  • filtrar bebidas;
  • preparar malte e bebidas para expedição;
  • secar malte;
  • demonstrar competências pessoais;
  • elaborar mosto de cervejas, vinhos e cachaças;
  • germinar cereais maltáveis;
  • realizar fermentação e maturação de cervejas;
  • realizar manutenção autônoma de máquinas e equipamentos;

  • Atividades

    • homogeneizar a secagem de malte;
    • extrair caldo de canas;
    • programar centrais de filtragem;
    • elaborar misturas de maltes de diferentes variedades;
    • prensar o bagaço de uvas;
    • separar o grão da parte lenhosa de cachos de uvas (desengaçar);
    • desbrotar malte;
    • interpretar ordens de fabricação;
    • clarificar mostos;
    • realizar inspeções sensoriais, em cereais germinados;
    • acondicionar vinhos para maturação;
    • realizar testes sensoriais (visuais, odoríferos) e medições de densidade e temperatura do mosto;
    • acondicionar cerveja para maturação;
    • discriminar sabores;
    • separar matéria-prima;
    • acrescentar açúcar (sacarose) ao mosto de uvas;
    • ajustar peças e componentes de máquinas e equipamentos;
    • demonstrar capacidade de discriminação de cores;
    • manter atenção simultânea em tarefas diversificadas (atenção difusa);
    • inspecionar as partes mecânicas e elétricas de máquinas e equipamentos;
    • requisitar manutenção de máquinas e equipamentos;
    • retirar fermento e subprodutos da fermentação e maturação;
    • selecionar meios filtrantes;
    • retirar borra de tanques de fermentação;
    • esmagar grãos de uvas;
    • realizar o carregamento de veículos de transporte;
    • demonstrar senso de orientação por detalhes;
    • auxiliar pessoal de manutenção, na troca de peças e componentes de máquinas e equipamentos;
    • realizar aeração de mostos;
    • avaliar as condições de conservação e limpeza de veículos de transporte;
    • requisitar testes laboratoriais;
    • retirar o bagaço fermentado, do tanque de fermentação;
    • controlar tempo de germinação;
    • descarregar malte de secadores;
    • controlar temperatura de cereais;
    • preparar meios filtrantes;
    • realizar assepsia de equipamentos;
    • realizar aeração de cereais;
    • evidenciar auto-organização;
    • evidenciar objetividade;
    • adicionar fermentos (levedura) ao mosto;
    • abastecer tanques e cubas com matéria-prima;
    • controlar volume de vinhos em pipas de maturação;
    • controlar grau de umidade de cereais;
    • decantar o mosto do vinho esgotado;
    • testar o funcionamento de máquinas e equipamentos e a qualidade de materiais;
    • discriminar odores;
    • diluir concentração de açúcar do mosto de caldo de cana;
    • registrar dados da avaliação de materiais;
    • ferver o mosto (carga líquida);
    • registrar dados dos processos de produção, na ordem de fabricação;
    • adicionar coadjuvantes e aditivos ao mosto;
    • controlar tempo e temperatura do mosto;
    • esgotar mosto de uvas esmagadas de tanques;
    • umidificar cereais;
    • lubrificar máquinas e equipamentos;
    • controlar tempo, temperatura e pressão de filtragem;
    • controlar volume de líquidos;
    • substituir componentes eletromecânicos;
    • agitar a massa fermentada (maceração);
    • armazenar malte seco;
    • limpar máquinas e equipamentos.;
    • avaliar grau de atenuação de açúcar do mosto em fermentação;
    • refrigerar o mosto;
    • destilar fermentados de canas e uvas;
    • controlar estoques de malte;
    • propagar fermentos;
    • descarregar matéria-prima de tanques e cubas;
    • controlar tempo e temperatura de fermentação;
    • controlar tempo e temperatura de secagem;
    • controlar a maturação de vinhos por análises sensoriais;
    • abastecer secadores com malte;
    • avaliar misturas de malte;
    • pesar matéria-prima;
    • raciocinar com rapidez;


    Setores que mais contratam Xaropeiro - na indústria de bebidas no mercado de trabalho

    • Fabricação de águas envasadas
    • Fabricação de refrigerantes
    • Fabricação de sucos de frutas, hortaliças e legumes, exceto concentrados
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Fabricação de aguardente de cana-de-açúcar
    • Serviços combinados para apoio a edifícios, exceto condomínios prediais
    • Fabricação de álcool
    • Fabricação de cervejas e chopes
    • Fabricação de vinho
    • Fabricação de outras aguardentes e bebidas destiladas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: