Salário para o cargo de Professor de escolinha (maternal)
CBO 3311-05 > Professores de nível médio na educação infantil

Professor de escolinha (maternal) - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Ensinam e cuidam de alunos na faixa de zero a seis anos, orientam a construção do conhecimento , elaboram projetos pedagógicos, planejam ações didáticas e avaliam o desempenho dos alunos. Preparam material pedagógico, organizam o trabalho. No desenvolvimento das atividades, mobilizam um conjunto de capacidades comunicativas.

Quanto ganha um Professor de escolinha (maternal)

Um Professor de escolinha (maternal) trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.153,10 e R$ 8.572,33, com a média salarial de R$ 2.734,20 e o salário mediana em R$ 1.567,54 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Professor de escolinha (maternal)

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.734,20 32.810,36 683,55 15,88
1º Quartil 1.153,10 13.837,25 288,28 6,70
Salário Mediana 1.567,54 18.810,48 391,89 9,10
3º Quartil 6.537,63 78.451,53 1.634,41 37,97
Teto Salarial 8.572,33 102.868,00 2.143,08 49,79


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Professores leigos e de nível médio
      • Professores de nível médio na educação infantil, no ensino fundamental e no profissionalizante
        • Professores de nível médio na educação infantil

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.308 - 23.070 6.182,68 1.308,07 2.380,72 19.046,39 23.069,56
Porto Alegre - RS 1.057 - 2.713 1.560,60 1.056,98 1.514,44 2.239,82 2.712,94
Rio de Janeiro - RJ 1.112 - 11.325 3.275,97 1.112,01 1.288,95 9.349,60 11.324,52
Caxias do Sul - RS 1.377 - 2.462 1.620,81 1.376,61 1.534,17 2.032,24 2.461,51
Juiz de Fora - MG 1.257 - 1.899 1.378,27 1.257,17 1.300,57 1.568,01 1.899,22
Belo Horizonte - MG 1.347 - 3.598 2.130,57 1.346,70 2.107,90 2.970,31 3.597,73
Campinas - SP 1.656 - 3.414 2.046,76 1.656,31 1.860,31 2.818,49 3.413,84
Osasco - SP 1.743 - 2.631 2.022,97 1.742,77 2.087,31 2.171,78 2.630,52
Curitiba - PR 1.169 - 2.635 1.579,67 1.168,82 1.505,32 2.175,76 2.635,34
Garça - SP 1.800 - 2.875 2.027,61 1.800,48 1.885,44 2.373,82 2.875,24
Videira - SC 2.580 - 4.437 3.374,23 2.580,45 3.662,95 3.662,95 4.436,67
Ipatinga - MG 1.626 - 2.473 1.803,90 1.625,59 1.783,00 2.041,33 2.472,52
Salvador - BA 1.143 - 3.283 1.803,05 1.143,06 1.650,00 2.710,66 3.283,24
Uberlândia - MG 1.160 - 2.797 1.679,04 1.160,44 1.621,28 2.308,85 2.796,54
Ponta Grossa - PR 1.628 - 10.378 4.529,12 1.627,82 4.204,46 8.567,94 10.377,75
Canoas - RS 1.350 - 2.162 1.552,87 1.350,45 1.529,01 1.784,93 2.161,96
Contagem - MG 1.422 - 2.350 1.670,11 1.422,18 1.640,00 1.940,42 2.350,29
Florianópolis - SC 1.230 - 3.370 1.891,43 1.230,23 1.647,90 2.781,91 3.369,53
Niterói - RJ 1.352 - 5.174 2.485,21 1.351,55 1.992,53 4.272,04 5.174,42
Fortaleza - CE 960 - 2.792 1.419,78 960,35 1.200,00 2.305,12 2.792,03


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.313 - 12.490 3.881,82 1.312,66 1.932,96 10.311,81 12.489,97
Rio Grande do Sul 1.146 - 3.271 1.732,18 1.145,61 1.529,01 2.700,88 3.271,39
Minas Gerais 1.188 - 8.235 2.772,84 1.188,39 1.534,00 6.798,59 8.234,65
Rio de Janeiro 1.126 - 8.662 2.761,62 1.126,25 1.344,60 7.151,05 8.661,56
Santa Catarina 1.189 - 4.644 2.125,36 1.188,96 1.700,00 3.834,50 4.644,46
Paraná 1.105 - 5.189 2.089,36 1.105,09 1.408,88 4.284,17 5.189,11
Bahia 1.031 - 2.886 1.556,49 1.031,17 1.410,00 2.382,54 2.885,81
Pernambuco 1.048 - 4.509 1.907,32 1.047,55 1.391,00 3.722,65 4.508,98
Goiás 1.118 - 3.796 1.887,53 1.117,65 1.525,17 3.134,10 3.796,12
Mato Grosso do Sul 1.144 - 6.972 2.558,99 1.144,00 1.696,13 5.756,19 6.972,07
Ceará 977 - 10.718 3.049,53 977,28 1.123,77 8.848,55 10.717,63
Mato Grosso 1.286 - 6.010 2.421,10 1.286,18 1.630,00 4.962,29 6.010,47
Maranhão 1.038 - 3.119 1.514,96 1.037,98 1.279,09 2.575,25 3.119,22
Distrito Federal 1.230 - 3.514 1.776,92 1.230,09 1.434,30 2.901,50 3.514,38
Rio Grande do Norte 1.076 - 13.049 3.594,30 1.075,59 1.260,00 10.773,10 13.048,70
Amazonas 1.045 - 2.254 1.323,63 1.045,00 1.200,00 1.861,13 2.254,25
Pará 1.138 - 5.226 2.174,98 1.138,21 1.490,10 4.314,41 5.225,75
Espírito Santo 1.090 - 2.629 1.503,95 1.089,87 1.344,01 2.170,92 2.629,48
Alagoas 1.067 - 2.266 1.298,63 1.067,32 1.147,25 1.870,91 2.266,11
Paraíba 1.052 - 2.569 1.359,41 1.052,23 1.100,00 2.120,77 2.568,74
Sergipe 1.045 - 6.934 2.289,94 1.045,00 1.124,75 5.724,89 6.934,16
Rondônia 1.199 - 4.893 2.206,86 1.199,09 1.600,00 4.039,75 4.893,07
Piauí 1.076 - 2.480 1.407,57 1.075,77 1.307,09 2.047,13 2.479,55
Tocantins 1.069 - 2.302 1.360,69 1.069,41 1.250,00 1.900,78 2.302,28
Amapá 1.098 - 1.453 1.168,57 1.098,00 1.200,00 1.200,00 1.453,48
Acre 1.120 - 1.453 1.138,46 1.120,00 1.120,00 1.200,00 1.453,48
Roraima 1.045 - 1.565 1.107,95 1.045,00 1.045,00 1.292,02 1.564,93


Principais locais de trabalho

Professores de nível médio na educação infantil trabalham em instituições de ensino das esferas pública e privada. Atuam de forma individual, com supervisão permanente, em ambientes fechados e a céu aberto, no período diurno.


O que é preciso para trabalhar na área dos Professores de nível médio na educação infantil

Para professores de nível médio na educação infantil, requer-se escolaridade de ensino médio, acrescida de curso técnico de formação para o magistério. Para a ocupação de auxiliar de desenvolvimento infantil, é desejável escolaridade de ensino médio completo,com aprendizado no local de trabalho, sob orientação da equipe escolar. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Professor de escolinha (maternal)

Professores de nível médio na educação infantil devem:

  • ensinar alunos;
  • preparar material pedagógico;
  • comunicar-se;
  • planejar ações didáticas;
  • orientar a construção do conhecimento;
  • avaliar desempenho dos alunos;
  • organizar o trabalho;
  • demonstrar competências pessoais;
  • elaborar projetos pedagógicos;
  • cuidar dos alunos;

  • Atividades

    • participar da definição do horário;
    • selecionar material didático;
    • demonstrar afetividade;
    • demonstrar capacidade de observação;
    • auto avaliar-se;
    • pesquisar materiais e recursos disponíveis;
    • dar banho nos alunos;
    • cantar músicas;
    • recortar materiais;
    • desenvolver atividades artísticas;
    • avaliar atividades dos alunos;
    • definir técnica de trabalho (estratégias);
    • ensinar culinária;
    • observar o raciocínio lógico;
    • definir métodos de avaliação;
    • orientar atividades de desenho;
    • modelar massas e argila;
    • organizar espaço para momento do sono e descanso;
    • demonstrar senso de organização;
    • elaborar relatórios;
    • demonstrar sensibilidade;
    • reciclar material;
    • servir alimentação aos alunos;
    • demonstrar versatilidade;
    • observar a socialização;
    • interagir com a comunidade;
    • orientar atividades com jogos e brinquedos;
    • demonstrar paciência;
    • auxiliar alunos na colocação de peças de vestuário;
    • supervisionar momento do sono e descanso;
    • definir atividades pedagógicas;
    • discutir resultados dos projetos;
    • administrar biblioteca circulante;
    • debater projeto com direção e coordenação;
    • apresentar projeto aos alunos;
    • supervisionar refeições;
    • estabelecer vínculos;
    • trocar fralda dos alunos;
    • atualizar-se;
    • organizar material pedagógico;
    • orientar atividades artísticas;
    • trabalhar em equipe;
    • corrigir atividades;
    • pintar;
    • confeccionar material pedagógico;
    • colar materiais;
    • organizar eventos extracurriculares;
    • organizar espaços em geral;
    • definir conteúdo pedagógico das áreas de conhecimento;
    • supervisionar entrada e saída dos alunos;
    • reunir-se com pais e responsáveis;
    • investigar interesse do aluno;
    • trabalhar dificuldades e potencialidades dos alunos;
    • observar estado geral dos alunos (higiene, saúde etc.);
    • discutir plano de aula com coordenação e direção;
    • ler textos;
    • alimentar os alunos;
    • preencher diário de classe;
    • definir objetivos da ação didática;
    • contornar situações adversas;
    • observar a linguagem;
    • especificar materiais de ensino-aprendizagem;
    • comentar filmes;
    • desenhar;
    • analisar necessidades do aluno e da comunidade;
    • participar de conselhos;
    • orientar manuseio de materiais (tesoura, lápis etc.);
    • organizar pastas de atividades dos alunos;
    • trocar roupa de cama;
    • solicitar material pedagógico;
    • planejar o roteiro de aula;
    • comprar material pedagógico;
    • desenvolver capacidades emocionais;
    • elaborar estórias com alunos;
    • limpar sala de aula e mobiliário;
    • observar higiene dos brinquedos;
    • conversar com alunos (roda da conversa);
    • selecionar eventos e atividades extracurriculares;
    • convocar pais e responsáveis;
    • criar jogos e brincadeiras;
    • elaborar cronograma;
    • brincar com os alunos;
    • demonstrar criatividade;
    • organizar eventos na escola;
    • utilizar sucata;
    • participar da associação de pais e mestres;
    • desenvolver capacidades intelectuais;
    • criar espaço para brincadeiras;
    • higienizar brinquedos;
    • desenvolver atividades com informática;
    • escrever letras e números;
    • construir regras com os alunos;
    • visitar locais para eventos extracurriculares;
    • mostrar filmes;
    • reunir-se com a coordenação e a direção;
    • organizar sala de aula;
    • observar o desenvolvimento motor;
    • acompanhar alunos em cursos extraclasses;
    • reestruturar estratégias;
    • demonstrar autocontrole;
    • servir como referencial de conduta;
    • apresentar regras da escola;
    • desenvolver capacidades motoras;
    • registrar observações;
    • preencher agenda;
    • trocar roupa dos alunos;
    • dramatizar estórias e músicas;
    • identificar material pedagógico;
    • participar de eventos de qualificação profissional;
    • encaminhar alunos para outros profissionais;
    • participar da elaboração de calendário escolar;
    • explicar atividades propostas;
    • preencher fichas de avaliação;
    • acompanhar alunos em eventos extracurriculares;
    • participar de reuniões com demais profissionais da escola;
    • conferir cadastro dos alunos;
    • contar estórias;
    • orientar higiene pessoal;
    • determinar parâmetros do projeto;
    • limpar material;
    • supervisionar recreio;


    Setores que mais contratam Professor de escolinha (maternal) no mercado de trabalho

    • Educação infantil - creche
    • Educação infantil - pré-escola
    • Ensino fundamental
    • Administração pública em geral
    • Atividades de associações de defesa de direitos sociais
    • Serviços de assistência social sem alojamento
    • Ensino médio
    • Fornecimento e gestão de recursos humanos para terceiros
    • Atividades associativas
    • Atividades de organizações religiosas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Esteticista
    Tecnólogos e técnicos em terapias complementares e estéticas

    Esteticista