Salário para o cargo de Intérprete educacional
CBO 2614-25 > Filólogos, tradutores ,intérpretes

Intérprete educacional - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Traduzem, na forma escrita e/ou oral, textos e imagens de qualquer natureza, de um idioma para outro, considerando as variáveis culturais, bem como os aspectos terminológicos e estilísticos, tendo em vista um público-alvo específico. Interpretam oralmente e/ou na língua de sinais, de forma simultânea ou consecutiva, de um idioma para outro, discursos, debates, textos, formas de comunicação eletrônica, respeitando o respectivo contexto e as características culturais das partes. Tratam das características e do desenvolvimento de uma cultura, representados por sua linguagem, fazem a crítica dos textos. Prestam assessoria a clientes.

Quanto ganha um Intérprete educacional

Um Intérprete educacional trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.197,45 e R$ 4.724,27, com a média salarial de R$ 2.080,10 e o salário mediana em R$ 1.700,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Intérprete educacional

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.080,10 24.961,20 520,03 14,52
1º Quartil 1.197,45 14.369,45 299,36 8,36
Salário Mediana 1.700,00 20.400,00 425,00 11,87
3º Quartil 3.602,93 43.235,18 900,73 25,15
Teto Salarial 4.724,27 56.691,27 1.181,07 32,98


Categorias profissionais do cargo

  • Profissionais das ciências e das artes
    • Comunicadores, artistas e religiosos
      • Profissionais da comunicação e da informação
        • Filólogos, tradutores ,intérpretes

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.440 - 4.458 2.358,47 1.440,29 2.054,22 3.680,29 4.457,68
Rio Grande - RS 1.325 - 1.881 1.416,28 1.325,00 1.377,33 1.553,37 1.881,49
Campos dos Goytacazes - RJ 2.477 - 3.348 2.562,81 2.476,59 2.512,59 2.764,54 3.348,50
Belém - PA 1.528 - 3.279 2.083,11 1.528,22 1.619,48 2.706,78 3.278,53
Curitiba - PR 1.070 - 6.630 2.271,10 1.070,50 1.429,65 5.473,75 6.629,97
Fortaleza - CE 1.084 - 3.275 1.719,96 1.083,88 1.303,00 2.703,75 3.274,87
Belo Horizonte - MG 1.347 - 2.613 1.674,43 1.346,56 1.632,00 2.157,14 2.612,80
Rio de Janeiro - RJ 2.257 - 3.413 2.523,52 2.257,28 2.512,59 2.818,20 3.413,49
Brasília - DF 1.343 - 4.159 2.175,96 1.343,28 1.780,50 3.433,81 4.159,14
Botucatu - SP 1.201 - 1.455 1.201,30 1.201,30 1.201,30 1.201,30 1.455,05
Paragominas - PA 1.300 - 1.575 1.300,00 1.300,00 1.300,00 1.300,00 1.574,60
São Bernardo do Campo - SP 1.623 - 3.790 2.220,36 1.622,60 1.719,11 3.128,66 3.789,53
Itabaiana - SE 1.704 - 2.064 1.704,00 1.704,00 1.704,00 1.704,00 2.063,94
Florianópolis - SC 2.016 - 26.647 6.807,05 2.015,72 2.300,00 22.000,00 26.647,06
Natal - RN 2.393 - 3.129 2.518,83 2.392,54 2.583,30 2.583,30 3.128,97
São Borja - RS 1.711 - 2.911 1.865,01 1.711,28 1.711,28 2.403,06 2.910,65
São Luís - MA 1.167 - 2.419 1.321,81 1.167,15 1.213,14 1.996,80 2.418,58
Londrina - PR 1.102 - 2.166 1.523,00 1.102,36 1.537,45 1.788,00 2.165,68
Goiânia - GO 1.045 - 6.056 2.243,71 1.045,00 1.926,81 5.000,00 6.056,15
Porto Alegre - RS 1.314 - 2.616 1.701,42 1.313,58 1.630,68 2.160,00 2.616,26


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.224 - 4.045 2.102,67 1.224,40 1.930,00 3.339,73 4.045,18
Rio Grande do Sul 1.301 - 2.583 1.581,31 1.300,95 1.488,41 2.132,91 2.583,45
Rio de Janeiro 2.250 - 3.332 2.506,50 2.250,14 2.512,59 2.750,68 3.331,71
Paraná 1.086 - 8.367 2.701,52 1.086,48 1.437,96 6.908,18 8.367,40
Minas Gerais 1.233 - 2.352 1.566,58 1.233,14 1.551,14 1.941,45 2.351,54
Pará 1.280 - 3.232 1.863,72 1.280,46 1.619,48 2.668,57 3.232,26
Ceará 1.084 - 3.275 1.719,96 1.083,88 1.303,00 2.703,75 3.274,87
Santa Catarina 1.201 - 11.405 3.599,97 1.200,71 2.059,88 9.416,21 11.405,19
Distrito Federal 1.343 - 4.159 2.175,96 1.343,28 1.780,50 3.433,81 4.159,14
Sergipe 1.574 - 3.438 2.000,53 1.574,26 1.704,00 2.838,37 3.437,91
Rio Grande do Norte 2.393 - 3.129 2.524,48 2.392,54 2.579,33 2.583,30 3.128,97
Mato Grosso 1.383 - 4.983 2.424,16 1.382,90 2.347,58 4.113,64 4.982,56
Espírito Santo 1.139 - 2.262 1.498,21 1.138,61 1.398,87 1.867,77 2.262,30
Goiás 1.110 - 4.239 2.110,00 1.109,53 1.896,98 3.500,00 4.239,31
Maranhão 1.167 - 2.468 1.416,34 1.167,15 1.213,15 2.037,40 2.467,76
Mato Grosso do Sul 1.069 - 3.236 1.549,02 1.068,50 1.335,63 2.671,76 3.236,12
Rondônia 1.045 - 1.575 1.147,64 1.045,00 1.131,50 1.300,00 1.574,60
Amazonas 1.307 - 2.519 1.734,67 1.306,80 1.836,98 2.080,00 2.519,36
Pernambuco 1.200 - 2.180 1.339,28 1.200,00 1.255,93 1.800,00 2.180,21
Alagoas 1.088 - 2.677 1.595,83 1.088,03 1.700,00 2.210,00 2.676,82
Bahia 1.278 - 2.037 1.443,93 1.278,00 1.300,00 1.681,83 2.037,08


Principais locais de trabalho

Filólogos, tradutores ,intérpretes trabalham em serviços especializados de eventos, congressos e seminários, de atividades empresariais variadas, da administração pública, em empresas, universidades, fundações, produtoras e outras instituições, de caráter público ou privado. A maioria dos tradutores, intérpretes e audiodescritores trabalham como autônomos, seja de forma individual ou em grupos, por projetos, podendo desenvolver suas atividades também à distância. Os filólogos trabalham de forma individual, predominantemente como empregados. Os profissionais podem trabalhar em horários irregulares e, em algumas atividades, estar sujeitos a permanências prolongadas em posições desconfortáveis, a ruídos intensos, bem como a trabalhos sob pressão de prazos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Filólogos, tradutores ,intérpretes

As ocupações da família requerem formações diferenciadas: o superior completo para filólogos, linguistas e audiodescritores o ensino médio ou o diploma de técnico para tradutores e intérpretes. O desenvolvimento pleno das atividades demanda experiência superior a cinco anos, exeto para os audiodescritores onde a experiencia varia de um a dois anos.


Funções e atividades do Intérprete educacional

Filólogos, tradutores ,intérpretes devem:

  • prestar assessoria a clientes;
  • resgatar a língua como expressão de uma cultura;
  • elaborar textos;
  • traduzir textos, documentos e/ou imagens;
  • demonstrar competências pessoais;
  • pesquisar;
  • interpretar discursos orais, língua de sinais e/ou imagens;

  • Atividades

    • interpretar manuscritos;
    • demonstrar fluência e proficiência;
    • interpretar discurso simultaneamente;
    • selecionar imagens para audiodescrição;
    • organizar coletâneas;
    • revisar roteiros de audiodescrição;
    • interpretar a obra no seu contexto;
    • construir novos termos da língua de sinais;
    • aplicar técnicas de tradução inter semiótica (audiodescrição);
    • demonstrar neutralidade;
    • descrever conteúdo dos textos, documentos e/ou imagens;
    • editar coletâneas;
    • traduzir para dublagem;
    • elaborar roteiros de audiodescrição;
    • demonstrar capacidade de improvisar;
    • preparar edições críticas;
    • traduzir para legendas;
    • realizar transliteração de textos;
    • demonstrar capacidade de síntese;
    • pesquisar etimologias;
    • realizar crítica histórico-literária;
    • abordar textos sob o ponto de vista da pancronia;
    • promover divulgação das obras clássicas;
    • elaborar notas filológicas, ecdóticas e linguísticas;
    • compreender discursos;
    • atender exigências legais da junta comercial;
    • demonstrar erudição;
    • estudar temas específicos da interpretação/tradução;
    • verificar fidedignidade dos textos;
    • manter a excelência da crítica;
    • estudar a obra;
    • demonstrar capacidade de observação;
    • pesquisar necessidades de público-alvo;
    • orientar interlocutores e/ou clientes;
    • aplicar técnicas de narração;
    • descodificar textos, documentos e/ou imagens;
    • trabalhar com textos antigos;
    • realizar pesquisas de recepção junto ao público - alvo;
    • demonstrar proatividade;
    • demonstrar flexibilidade;
    • comparar tradução com original;
    • coordenar equipes de trabalho;
    • adaptar discurso ao público alvo;
    • realizar crítica genética;
    • aplicar técnicas de tradução;
    • trabalhar em registros linguísticos diversos;
    • pesquisar estrutura das línguas;
    • explicitar novas terminologias;
    • expedir cópias e certidões;
    • interpretar consecutivamente o discurso;
    • captar o discurso(ver, ouvir e/ou sentir);
    • contatar clientes;
    • descrever imagens estáticas e dinâmicas;
    • trabalhar em equipe;
    • descodificar novas expressões linguísticas;
    • transcrever gravações em diversas línguas;
    • demonstrar agilidade de raciocínio;
    • cunhar novos termos;
    • cotejar textos e documentos;
    • elaborar fontes lexicológicas e terminológicas;
    • interpretar sons do ambiente;
    • comparar textos de épocas diferentes;
    • descrever estrutura interna das línguas;
    • pesquisar fontes;
    • elaborar atlas linguísticos;
    • consultar dicionários, outras fontes escritas e orais e meios eletrônicos;
    • realizar crítica autoral;
    • trabalhar sob pressão (do tempo);
    • estudar área diversa para embasamento teórico;
    • divulgar conhecimentos da área;
    • realizar estudos sobre a história das línguas;
    • consultar especialistas;
    • descrever legibilidade do texto;
    • organizar em livros as cópias das traduções;
    • descrever o tipo de material do documento e/ou obra;
    • selecionar textos para tradução;
    • realizar crítica textual;
    • aplicar técnicas de interpretação;
    • inventariar textos existentes;
    • adequar sistema de comunicação ao cliente;
    • ministrar cursos de formação;
    • demonstrar capacidade de locução/narração;
    • traduzir em juízo e repartições públicas;
    • realizar transcrição diplomática;
    • comparar línguas;
    • pesquisar tecnologias;
    • demonstrar capacidade de leitura oral fluente;
    • interpretar em juízo e repartições públicas;
    • demonstrar acuidade visual;
    • captar clientes;
    • fazer fichas sobre os textos;
    • revisar textos e documentos;
    • orçar trabalho;
    • definir especificações técnicas;
    • ler textos e documentos;
    • utilizar técnicas de orientação e mobilidade;
    • fazer levantamento bibliográfico;
    • demonstrar acuidade auditiva;
    • realizar transcrição diplomático-interpretativa;
    • avaliar necessidades do cliente;
    • demonstrar capacidade de concentração;
    • escrever obras de referência;
    • fazer resenhas;
    • descrever o ambiente;
    • demonstrar discrição;
    • realizar estudos de usos linguísticos;
    • compreender textos, documentos e/ou imagens;
    • elaborar gramáticas;
    • formatar textos e documentos;
    • adequar roteiros de audiodescrição traduzidos;
    • verificar adequação do ambiente(instalações, equipamentos e iluminação e equipamentos);
    • acompanhar clientes;


    Setores que mais contratam Intérprete educacional no mercado de trabalho

    • Educação superior - graduação
    • Educação superior - graduação e pós-graduação
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Atividades de associações de defesa de direitos sociais
    • Atividades de contabilidade
    • Seleção e agenciamento de mão-de-obra
    • Limpeza em prédios e em domicílios
    • Outras atividades de ensino
    • Serviços de assistência social sem alojamento
    • Locação de mão-de-obra temporária




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: