Salário para o cargo de Diretor de centro de ensino fundamental público
CBO 1313-10 > Diretores e gerentes de instituição de serviços educacionais

Diretor de centro de ensino fundamental público - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam e avaliam atividades educacionais, coordenam atividades administrativas e pedagógicas, gerenciam recursos financeiros, participam do planejamento estratégico da instituição e interagem com a comunidade e com o setor público.

Quanto ganha um Diretor de centro de ensino fundamental público

Um Diretor de centro de ensino fundamental público trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.950,25 e R$ 8.297,07, com a média salarial de R$ 3.739,98 e o salário mediana em R$ 3.310,46 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Diretor de centro de ensino fundamental público

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 3.739,98 44.879,79 935,00 18,81
1º Quartil 1.950,25 23.402,97 487,56 9,81
Salário Mediana 3.310,46 39.725,52 827,62 16,65
3º Quartil 6.327,70 75.932,43 1.581,93 31,82
Teto Salarial 8.297,07 99.564,88 2.074,27 41,73


Categorias profissionais do cargo

  • Membros superiores do poder público, dirigentes de organizações de interesse público e de empresas, gerentes
    • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, da educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais
      • Diretores e gerentes em empresa de serviços de saúde, de educação, ou de serviços culturais, sociais ou pessoais
        • Diretores e gerentes de instituição de serviços educacionais

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 2.457 - 6.743 3.569,95 2.457,45 3.200,00 5.567,20 6.743,16
Dias D Avila - BA 1.823 - 3.028 2.210,00 1.822,73 2.100,00 2.500,00 3.028,08
Campinas - SP 4.375 - 7.148 5.306,01 4.374,52 5.583,69 5.901,44 7.148,00
Presidente Prudente - SP 4.898 - 5.932 4.897,72 4.897,72 4.897,72 4.897,72 5.932,27
Sobradinho - BA 1.900 - 2.544 2.037,50 1.900,00 2.100,00 2.100,00 2.543,58
João Monlevade - MG 5.029 - 8.456 6.179,53 5.028,58 6.283,16 6.981,29 8.455,95
Caçapava - SP 4.816 - 6.534 5.051,87 4.816,49 5.026,76 5.394,48 6.533,96
Balneário Rincão - SC 3.749 - 5.177 4.157,50 3.749,26 4.274,14 4.274,14 5.176,97
Brasília - DF 1.367 - 6.513 3.344,12 1.366,97 3.110,29 5.376,85 6.512,60
Guapiara - SP 2.055 - 2.564 2.070,58 2.055,12 2.055,12 2.116,96 2.564,12
São Bernardo do Campo - SP 2.600 - 8.182 4.416,13 2.600,00 4.000,00 6.754,80 8.181,62
Monte Azul Paulista - SP 3.193 - 4.061 3.261,90 3.193,47 3.193,47 3.353,15 4.061,44
Schroeder - SC 2.373 - 2.874 2.372,63 2.372,63 2.372,63 2.372,63 2.873,80
Porto Alegre - RS 3.000 - 11.764 5.854,91 3.000,00 5.790,05 9.712,12 11.763,61
Botucatu - SP 2.317 - 4.563 2.936,74 2.317,06 2.859,45 3.767,40 4.563,19
Uberlândia - MG 3.199 - 7.585 4.451,55 3.198,66 3.860,76 6.262,10 7.584,84
Itaquirai - MS 3.300 - 6.522 4.549,22 3.300,00 5.376,09 5.385,00 6.522,47
Itirapina - SP 3.578 - 4.862 3.665,50 3.578,28 3.578,28 4.014,40 4.862,36
Caconde - SP 1.655 - 4.190 2.737,56 1.655,36 3.459,02 3.459,02 4.189,67
Mongaguá - SP 2.344 - 2.839 2.343,60 2.343,60 2.343,60 2.343,60 2.838,64


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 2.245 - 7.945 3.986,45 2.244,54 3.476,29 6.559,64 7.945,23
Bahia 1.753 - 3.298 2.201,53 1.752,59 2.100,00 2.722,56 3.297,65
Minas Gerais 1.791 - 8.727 4.163,37 1.790,52 3.231,79 7.205,02 8.726,94
Santa Catarina 2.127 - 5.784 3.529,74 2.127,47 3.749,26 4.775,48 5.784,20
Rio Grande do Sul 2.285 - 8.584 4.144,16 2.284,75 3.850,00 7.087,31 8.584,36
Paraná 1.406 - 7.152 2.796,92 1.405,56 1.921,00 5.905,06 7.152,39
Mato Grosso do Sul 2.959 - 6.821 4.360,28 2.959,20 4.700,00 5.631,50 6.821,04
Distrito Federal 1.367 - 6.513 3.344,12 1.366,97 3.110,29 5.376,85 6.512,60
Rio de Janeiro 1.284 - 7.001 3.953,22 1.284,07 5.000,00 5.780,03 7.000,95
Espírito Santo 1.490 - 4.239 2.330,80 1.490,00 2.002,40 3.500,00 4.239,31
Ceará 1.360 - 4.225 2.870,82 1.360,00 3.244,15 3.488,31 4.225,15
Goiás 2.000 - 8.860 4.422,77 2.000,00 4.564,60 7.315,00 8.860,15


Principais locais de trabalho

Diretores e gerentes de instituição de serviços educacionais exercem suas funções em instituições de ensino, públicas e privadas, na condição de trabalhadores assalariados, desenvolvem suas atividades em equipe e atuam sob supervisão ocasional. Trabalham em ambientes fechados, em períodos diurnos e noturnos, em algumas atividades podem atuar sob pressão, estando sujeitos a estresse constante.


O que é preciso para trabalhar na área dos Diretores e gerentes de instituição de serviços educacionais

Essas ocupações são exercidas por pessoas com escolaridade de ensino superior e o tempo requerido para o desempenho pleno das atividades é de mais de cinco anos de experiência profissional.


Funções e atividades do Diretor de centro de ensino fundamental público

Diretores e gerentes de instituição de serviços educacionais devem:

  • interagir com a comunidade e setor público;
  • coordenar atividades administrativas;
  • participar do planejamento estratégico da instituição;
  • avaliar atividades educacionais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • gerir recursos financeiros;
  • planejar atividades educacionais;
  • coordenar atividades pedagógicas;

  • Atividades

    • analisar níveis de inadimplência;
    • acompanhar relatórios financeiros;
    • analisar viabilidade econômica das atividades;
    • demonstrar capacidade de trabalhar em equipe;
    • promover parcerias com instituições públicas e privadas;
    • participar na construção de visão de futuro da instituição;
    • controlar assiduidade e pontualidade de professores;
    • analisar concorrência;
    • propor novas atividades de ensino;
    • propor serviços educacionais;
    • coordenar reuniões com corpo docente;
    • participar de reuniões com secretárias e coordenadores de ensino;
    • organizar horários de cursos;
    • agir com paciência;
    • participar de comissões federais, estaduais e municipais de ensino;
    • alocar professores;
    • representar a instituição junto a organismos do poder público;
    • definir nichos de mercado;
    • propor projetos para geração de novos recursos;
    • representar a instituição junto à comunidade;
    • efetivar ações complementares de ensino;
    • aplicar normas disciplinares;
    • integrar ações pedagógico-administrativas;
    • responder por documentos escolares;
    • trabalhar com comprometimento;
    • decidir sobre contratação e demissão de professores;
    • instituir programas de treinamento e desenvolvimento;
    • evidenciar empatia;
    • autorizar despesas;
    • supervisionar registros escolares;
    • disponibilizar recursos instrucionais;
    • definir projetos prioritários;
    • decidir sobre realocação de pessoal;
    • participar na elaboração do orçamento;
    • acompanhar cumprimento do programa educacional;
    • definir processos de promoção funcional;
    • evidenciar comunicabilidade;
    • acompanhar execução de orçamentos;
    • exercer liderança;
    • efetivar a aplicação de metodologias de ensino;
    • alocar recursos audiovisuais e equipamentos;
    • manter estabilidade emocional;
    • participar da definição de estratégias de marketing;
    • avaliar as tendências da demanda por educação;
    • administrar caixa escolar e outros recursos financeiros;
    • agir com flexibilidade;
    • participar da identificação de oportunidades e riscos de mercado;
    • definir indicadores de avaliação;
    • estabelecer sistema de qualidade;
    • demonstrar capacidade de resolução de problemas;
    • analisar indicadores de qualidade, evasão e repetência;
    • participar na definição dos objetivos da instituição;
    • monitorar desempenho de professores;
    • participar da elaboração de projetos comunitários;
    • adequar cursos à legislação vigente;
    • realizar prestação de contas;
    • disponibilizar serviços da instituição para a comunidade;
    • configurar cenários institucionais;
    • organizar atividades de extensão com a comunidade;
    • supervisionar processo de admissão de alunos;
    • organizar calendário escolar;
    • avaliar disponibilidade de recursos materiais;
    • estabelecer normas de funcionamento da instituição;
    • avaliar desenvolvimento profissional do professor;
    • alocar recursos físicos;
    • avaliar disponibilidade de docentes;
    • avaliar as expectativas dos clientes;
    • participar da elaboração de propostas pedagógicas;
    • definir grade curricular;
    • estabelecer metas financeiras;
    • elaborar plano diretor;
    • supervisionar equipes técnico-pedagógicas;
    • participar na contratação de profissionais;
    • elaborar planos de contingência;
    • estabelecer metas de matrículas;
    • participar da construção da missão institucional;


    Setores que mais contratam Diretor de centro de ensino fundamental público no mercado de trabalho

    • Administração pública em geral
    • Educação infantil - creche
    • Atividades de associações de defesa de direitos sociais
    • Regulação das atividades de saúde, educação, serviços culturais e outros serviços sociais
    • Atividades associativas
    • Ensino fundamental
    • Formação de condutores
    • Educação infantil - pré-escola
    • Serviços de assistência social sem alojamento
    • Educação profissional de nível técnico




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Arte educador
    Trabalhadores de atenção, defesa e proteção a pessoas em situação de risco e adolescentes em conflito com a lei

    Arte educador