Salário para o cargo de Suinocultor - criador de leitão
CBO 6132-15 > Produtores em pecuária de animais de médio porte

Suinocultor - criador de leitão - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Manejam a criação extensiva e confinada de suínos, caprinos e ovinos, gerenciam o empreendimento e comercializam a produção, controlam a produção e a qualidade de animais e produtos derivados, qualificam a mão-de-obra, projetam e implantam criatórios, beneficiam produtos derivados. Preservam meio ambiente e defendem políticas da atividade.

Quanto ganha um Suinocultor - criador de leitão

Um Suinocultor - criador de leitão trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.273,12 e R$ 2.187,75, com a média salarial de R$ 1.430,33 e o salário mediana em R$ 1.422,12 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Suinocultor - criador de leitão

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.430,33 17.163,96 357,58 6,51
1º Quartil 1.273,12 15.277,45 318,28 5,79
Salário Mediana 1.422,12 17.065,44 355,53 6,47
3º Quartil 1.668,47 20.021,63 417,12 7,59
Teto Salarial 2.187,75 26.252,97 546,94 9,95


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Produtores na exploração agropecuária
      • Produtores em pecuária
        • Produtores em pecuária de animais de médio porte

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.155 - 2.034 1.363,55 1.154,87 1.306,80 1.679,15 2.033,84
Encantado - RS 1.259 - 1.785 1.392,25 1.258,63 1.423,40 1.473,83 1.785,15
Vale Verde - RS 1.423 - 1.737 1.430,62 1.423,40 1.434,40 1.434,40 1.737,39
Mato Leitão - RS 1.434 - 1.737 1.434,40 1.434,40 1.434,40 1.434,40 1.737,39
Anta Gorda - RS 1.237 - 1.733 1.333,21 1.237,15 1.276,74 1.430,51 1.732,68
Laurentino - SC 1.303 - 5.557 2.087,53 1.302,50 1.350,00 4.588,04 5.557,17
Estrela - RS 1.228 - 1.828 1.356,42 1.228,11 1.350,21 1.509,41 1.828,25
Ituporanga - SC 1.180 - 1.759 1.339,38 1.180,00 1.350,00 1.452,50 1.759,31
Roca Sales - RS 1.509 - 1.888 1.530,54 1.509,20 1.509,20 1.559,00 1.888,31
Rio do Oeste - SC 1.255 - 3.674 1.780,50 1.255,33 1.450,00 3.033,33 3.674,06
Trombudo Central - SC 1.204 - 3.252 1.610,97 1.204,00 1.450,00 2.684,79 3.251,89
Arroio do Meio - RS 1.509 - 1.888 1.520,27 1.509,20 1.509,20 1.559,00 1.888,31
Nova Brescia - RS 1.509 - 2.059 1.573,73 1.509,20 1.559,00 1.700,00 2.059,09


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio Grande do Sul 1.276 - 1.833 1.410,01 1.275,93 1.423,40 1.513,67 1.833,40
São Paulo 1.155 - 2.034 1.363,55 1.154,87 1.306,80 1.679,15 2.033,84
Santa Catarina 1.244 - 3.776 1.779,41 1.243,60 1.350,00 3.117,14 3.775,58


Principais locais de trabalho

Produtores em pecuária de animais de médio porte são proprietários ou arrendatários de granjas de criação de cabras, ovelhas e porcos, que se organizam em equipe familiar, auxiliados ou não por outros trabalhadores.


O que é preciso para trabalhar na área dos Produtores em pecuária de animais de médio porte

O nível de escolaridade do pescador profissional é até a quarta série do ensino fundamental. O pescador industrial deverá ter o ensino fundamental concluído. Para o pleno exercício de suas atividades, o pescador profissional necessita de curso básico de até duzentas horas, ao passo que o pescador industrial necessita de duzentas a quatrocentas horas-aula. A experiência requerida para as ocupações varia de um a dois anos. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Suinocultor - criador de leitão

Produtores em pecuária de animais de médio porte devem:

  • projetar o empreendimento de criação;
  • preservar meio ambiente;
  • implantar criatório;
  • demonstrar competências pessoais;
  • comercializar produção;
  • manejar criação de suínos, caprinos e ovinos (extensivo e confinado);
  • gerenciar empreendimento;
  • controlar produção e qualidade de animais e derivados;
  • comunicar-se;
  • beneficiar produtos derivados;
  • defender políticas da atividade;
  • qualificar mão-de-obra;

  • Atividades

    • identificar preços vigentes no mercado;
    • analisar aspectos socioeconômicos e culturais da região;
    • embalar produto;
    • encaminhar amostras para análise;
    • pesar animais;
    • definir tamanho do criatório;
    • alimentar animais de acordo com categorias distintas e faixa etária;
    • construir instalações;
    • falar com objetividade;
    • cercar propriedade;
    • contratar mão-de-obra;
    • estabelecer metas de produção;
    • providenciar aspectos legais do criatório;
    • analisar viabilidade econômica do negócio;
    • mobilizar lideranças políticas em prol da atividade;
    • industrializar derivados;
    • identificar animais;
    • agir com sensibilidade;
    • higienizar animais;
    • definir preço de acordo com tipo de produto;
    • analisar índices de produção e desempenho;
    • demonstrar criatividade;
    • conservar solo;
    • controlar índices de fertilidade e mortalidade do rebanho;
    • participar de atividades associativas;
    • prover equipamentos de segurança para trabalhadores;
    • organizar produção;
    • pesquisar alternativas de mercado para produção;
    • controlar depredação de fauna e flora;
    • articular mecanismos de defesa e desenvolvimento da atividade;
    • preservar nascentes;
    • controlar superpastoreio;
    • desenvolver instrumentos de controle de qualidade do empreendimento;
    • fornecer noções básicas da atividade ao trabalhador;
    • desmamar animais;
    • acompanhar partos;
    • adquirir animais qualificados;
    • demonstrar persistência;
    • estocar em reserva estratégica alimentos e insumos para abastecer o criatório;
    • registrar dados e informações da produção;
    • avaliar satisfação do cliente;
    • buscar subsídios técnicos;
    • demonstrar senso de organização;
    • elaborar planilha de custos;
    • definir tipo de embalagem;
    • produzir alimentos para criação;
    • solicitar cursos de aperfeiçoamento;
    • padronizar produto;
    • abastecer a propriedade com insumos;
    • redigir documentos;
    • identificar alternativas para mudança de enfoque do negócio;
    • manter-se informado;
    • verificar abastecimento de água potável;
    • controlar desperdício de água;
    • treinar trabalhador;
    • controlar roedores e insetos;
    • monitorar cumprimento de metas estabelecidas;
    • programar receitas;
    • delegar funções;
    • pesar produção;
    • identificar necessidade de treinamento;
    • divulgar atividade;
    • demonstrar iniciativa;
    • definir tipo de criação e raça;
    • controlar águas poluídas;
    • distribuir produtos;
    • firmar acertos e contratos de compra e venda;
    • controlar saturamento do solo;
    • programar coberturas de animais;
    • adaptar linguagem para trabalhador;
    • filiar-se a entidades de classe;
    • estudar viabilidade de inserção no mercado;
    • proceder registro genealógico de animais;
    • preservar matas ciliares;
    • controlar fluxo de produção;
    • cuidar de recém nascidos;
    • expressar-se com clareza;
    • instalar estrutura de beneficiamento;
    • gerenciar pessoal;
    • incentivar trabalhador por produtividade;
    • controlar endo e ecto-parasitos (sarna, piolho, verme);
    • expressar liderança;
    • legalizar sistema de transformação;
    • analisar condições edafoclimáticas;
    • adequar aproveitamento dos dejetos;
    • contratar assessoria técnica;
    • adotar barreiras sanitárias;
    • criar marca;
    • preservar vegetação nativa;
    • confirmar prenhez;
    • detectar preferências do consumidor;
    • separar animais por lotes;
    • aplicar vacinas;
    • registrar controle zootécnico;
    • promover ações educativas;
    • provisionar recursos financeiros para projeto;
    • adquirir insumos;
    • informatizar rotinas de controle e procedimentos;
    • cadastrar clientes;
    • proceder seleção zootécnica;
    • providenciar coberturas de animais;
    • verificar impactos e interação com a comunidade;
    • avaliar desempenho de pessoal;
    • alocar recursos financeiros;
    • analisar vocação potencial da criação;
    • aplicar medicamentos preventivos e curativos;
    • armazenar produtos;
    • controlar descarte de embalagens de produtos químicos;
    • monitorar situação econômico financeiro do empreendimento;
    • preparar animais para exposição;
    • demonstrar afinidade com a atividade;
    • controlar estoques (insumos e produtos);
    • castrar animais;
    • adquirir máquinas e equipamentos;
    • controlar uso de produtos químicos;
    • definir sistema de criação;
    • analisar potencial da propriedade;
    • transportar produtos;
    • pesquisar cotações de mercado para insumos;
    • fornecer material didático;
    • negociar preços e condições de pagamento;
    • demonstrar paciência;
    • higienizar e desinfetar instalações;
    • divulgar produtos;
    • arborizar propriedade;
    • cuidar de reprodutores e matrizes;


    Setores que mais contratam Suinocultor - criador de leitão no mercado de trabalho

    • Criação de suínos
    • Frigorífico - abate de suínos
    • Frigorífico - abate de bovinos
    • Produção de ovos
    • Criação de bovinos para leite
    • Criação de peixes em água doce
    • Criação de bovinos para corte
    • Atividades de apoio à agricultura
    • Cultivo de café
    • Cultivo de outras fibras de lavoura temporária




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: