Salário para o cargo de Engordador de zebu - empregador
CBO 6131-10 > Produtores em pecuária de animais de grande porte

Engordador de zebu - empregador - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

rebanho e produtos derivados e administram a propriedade rural.

Quanto ganha um Engordador de zebu - empregador

Um Engordador de zebu - empregador trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.126,66 e R$ 2.695,40, com a média salarial de R$ 1.494,55 e o salário mediana em R$ 1.353,30 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Engordador de zebu - empregador

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.494,55 17.934,61 373,64 6,91
1º Quartil 1.126,66 13.519,88 281,66 5,21
Salário Mediana 1.353,30 16.239,60 338,33 6,25
3º Quartil 2.055,62 24.667,49 513,91 9,50
Teto Salarial 2.695,40 32.344,75 673,85 12,45


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Produtores na exploração agropecuária
      • Produtores em pecuária
        • Produtores em pecuária de animais de grande porte

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.068 - 2.651 1.509,02 1.068,14 1.353,30 2.188,58 2.650,88
Inimutaba - MG 1.045 - 1.277 1.047,04 1.045,00 1.045,00 1.054,17 1.276,84
Ourilândia do Norte - PA 1.800 - 2.786 1.953,85 1.800,00 1.800,00 2.300,00 2.785,83
Sapucaia - PA 1.497 - 1.899 1.544,00 1.497,00 1.567,50 1.567,50 1.898,60


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.073 - 2.619 1.508,04 1.072,99 1.374,40 2.162,00 2.618,67
Minas Gerais 1.045 - 2.506 1.301,08 1.045,00 1.045,00 2.069,33 2.506,44
Pará 1.532 - 2.786 1.824,42 1.532,25 1.800,00 2.300,00 2.785,83
Mato Grosso do Sul 1.111 - 2.534 1.540,56 1.111,00 1.482,00 2.092,00 2.533,89


Principais locais de trabalho

Produtores em pecuária de animais de grande porte o trabalho é exercido pelo empregador e por profissionais que se organizam de forma autônoma ou em cooperativas . As atividades são realizadas a céu aberto, em horários variados e o trabalhador fica exposto a uma série de agentes ambientais (sol, chuva, poeira, vento)e riscos de acidentes provocados pelos animais.


O que é preciso para trabalhar na área dos Produtores em pecuária de animais de grande porte

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional. A escolaridade dos produtores varia do ensino fundamental até o superior, com formação em veterinária e zootecnia, dentre outras. O desempenho pleno das ocupações requer cinco anos de experiência com animais de grande porte. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Engordador de zebu - empregador

Produtores em pecuária de animais de grande porte devem:

  • controlar sanidade de rebanho;
  • organizar reprodução de rebanho;
  • demonstrar competências pessoais;
  • supervisionar manejo de rebanho;
  • comercializar rebanhos e produtos derivados;
  • planejar alimentação de rebanho;
  • condicionar bovídeos e equídeos;
  • administrar propriedade rural;
  • beneficiar produtos derivados;

  • Atividades

    • tosar crina, pêlo de orelha e cauda;
    • controlar imersão em medicamentos;
    • isolar animais em quarentena;
    • controlar cura de umbigos de recém-nascidos;
    • monitorar acasalamento dirigido por inseminação artificial;
    • calcular capacidade de ocupação de área disponível;
    • pesquisar mercado consumidor de bovídeos de corte;
    • produzir queijos;
    • preparar animais para exposição;
    • domar equídeos;
    • negociar compras e vendas;
    • monitorar partos;
    • separar animais por lotes;
    • monitorar acasalamento dirigido por monta;
    • identificar animais contaminados;
    • participar de feiras, exposições e leilões;
    • controlar pulverização de medicamentos;
    • demonstrar sensibilidade no trato com animais;
    • controlar vacinação;
    • identificar bovinos e bubalinos por brinco;
    • fiscalizar rebanho;
    • produzir doce de leite;
    • comprar insumos;
    • produzir embutidos;
    • supervisionar limpeza de instalações;
    • comunicar-se;
    • determinar tipo de produção;
    • produzir charque;
    • registrar receitas e despesas;
    • providenciar manutenção de patrimônio;
    • treinar bovinos para rodeio;
    • marcar bovinos e bubalinos por assinalação;
    • dimensionar quantidade de alimento;
    • definir tipo de alimentação;
    • coordenar equipe de trabalho;
    • controlar dosagem oral de medicamentos;
    • armazenar alimentos por silagem;
    • providenciar instalações para rebanho;
    • produzir geleia de mocotó;
    • planejar plantio de forrageiras;
    • providenciar rufiões;
    • adestrar equídeos;
    • providenciar documentos de identificação de animal;
    • classificar matrizes;
    • persistir diante de dificuldades;
    • adestrar bovídeos;
    • contratar mão-de-obra;
    • identificar compradores de produtos derivados;
    • marcar animais a ferro quente e frio;
    • casquear bovinos e equídeos;
    • pesquisar mercado para venda de equídeos;
    • programar ordenha;
    • determinar destino de material orgânico;
    • marcar animais por tatuagem;
    • determinar tratamento de material orgânico;
    • examinar fêmeas para confirmação de prenhez;
    • monitorar recém-nascidos;
    • produzir iogurte;
    • monitorar castração;
    • programar trato diário de volumoso e arraçoamento;
    • monitorar observação visual de cio;
    • treinar equídeos para atividade esportiva;
    • preparar animais para comercialização;
    • providenciar atestados;
    • demonstrar objetividade;
    • monitorar gestação;
    • supervisionar distribuição de sais minerais e água;
    • providenciar manutenção de maquinários;
    • pesquisar mercado consumidor de bovídeos de leite;
    • armazenar alimentos por fenação;
    • demonstrar espírito de liderança na atividade;
    • controlar injeção de medicamentos;
    • produzir manteiga;
    • monitorar transferência de embriões;
    • domar bovídeos;
    • demonstrar visão empreendedora;
    • armazenar grãos e rações em instalações;
    • programar pesagem de animais;
    • controlar periodicidade de exames médicos;
    • avaliar custo-benefício de produção;
    • controlar aplicação lombar de medicamentos;
    • programar distribuição de animais em instalações e pastos;
    • classificar reprodutores;
    • embalar produtos derivados;
    • divulgar produtos em meios de comunicação;


    Setores que mais contratam Engordador de zebu - empregador no mercado de trabalho

    • Criação de bovinos para corte
    • Criação de bovinos para leite
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Cultivo de soja
    • Cultivo de banana
    • Criação de suínos
    • Cultivo de café
    • Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente
    • Extração de areia, cascalho ou pedregulho e beneficiamento associado
    • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: