Salário para o cargo de Analisador de tráfego telefônico
CBO 3133-15 > Técnicos em telecomunicações

Analisador de tráfego telefônico - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Participam na elaboração de projetos de telecomunicação, instalam, testam e realizam manutenções preventiva e corretiva de sistemas de telecomunicações. Supervisionam tecnicamente processos e serviços de telecomunicações. Reparam equipamentos e prestam assistência técnica aos clientes, ministram treinamentos, treinam equipes de trabalho e elaboram documentação técnica.

Quanto ganha um Analisador de tráfego telefônico

Um Analisador de tráfego telefônico trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.144,69 e R$ 3.927,99, com a média salarial de R$ 1.810,68 e o salário mediana em R$ 1.552,50 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Analisador de tráfego telefônico

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.810,68 21.728,20 452,67 8,39
1º Quartil 1.144,69 13.736,26 286,17 5,31
Salário Mediana 1.552,50 18.630,00 388,13 7,20
3º Quartil 2.995,65 35.947,83 748,91 13,89
Teto Salarial 3.927,99 47.135,88 982,00 18,21


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia
      • Técnicos em eletroeletrônica e fotônica
        • Técnicos em telecomunicações

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.144 - 3.740 1.899,57 1.144,28 1.791,60 3.087,97 3.740,24
Bauru - SP 1.194 - 2.344 1.396,70 1.193,52 1.206,76 1.935,14 2.343,90
Belo Horizonte - MG 1.332 - 3.879 2.107,22 1.332,42 1.995,46 3.202,81 3.879,34
Barueri - SP 1.559 - 5.674 2.695,01 1.559,07 2.281,06 4.684,48 5.673,99
Rio de Janeiro - RJ 1.353 - 5.218 2.467,96 1.353,45 2.200,00 4.308,38 5.218,44
Brasília - DF 1.299 - 4.415 2.231,24 1.299,40 2.030,82 3.645,00 4.414,93
Curitiba - PR 1.121 - 3.016 1.640,49 1.120,96 1.444,42 2.489,63 3.015,51
Salvador - BA 1.248 - 3.615 2.126,54 1.247,92 2.234,32 2.984,36 3.614,74
Porto Alegre - RS 1.109 - 3.096 1.728,24 1.109,22 1.729,00 2.556,14 3.096,07
Cascavel - PR 1.189 - 2.439 1.502,92 1.189,26 1.424,05 2.013,30 2.438,57
Campinas - SP 1.406 - 4.496 2.220,60 1.405,81 1.831,03 3.712,19 4.496,32
São Leopoldo - RS 1.346 - 1.917 1.405,69 1.345,54 1.347,26 1.582,69 1.917,00
Goiânia - GO 1.102 - 2.904 1.635,22 1.102,47 1.496,47 2.397,35 2.903,74
Fortaleza - CE 1.103 - 2.996 1.749,25 1.102,96 1.755,00 2.473,59 2.996,08
Recife - PE 1.190 - 3.234 1.807,06 1.190,26 1.743,60 2.669,63 3.233,53
Uberlândia - MG 1.233 - 3.035 1.809,33 1.233,41 1.670,87 2.505,40 3.034,61
Maravilha - SC 1.269 - 1.629 1.308,60 1.268,57 1.331,00 1.345,28 1.629,45
Itabira - MG 1.377 - 1.850 1.443,94 1.376,90 1.436,00 1.527,33 1.849,95
São Luís - MA 1.119 - 3.779 1.777,26 1.118,93 1.223,14 3.120,26 3.779,35
Manaus - AM 1.068 - 2.586 1.427,68 1.068,32 1.289,00 2.134,74 2.585,67


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.171 - 3.569 1.807,56 1.170,94 1.640,00 2.946,58 3.568,99
Minas Gerais 1.135 - 3.452 1.813,12 1.134,87 1.552,64 2.849,89 3.451,88
Paraná 1.134 - 3.530 1.741,23 1.134,30 1.444,42 2.914,69 3.530,36
Rio Grande do Sul 1.222 - 2.677 1.583,88 1.222,07 1.347,26 2.209,98 2.676,80
Rio de Janeiro 1.329 - 5.510 2.439,11 1.328,60 1.841,64 4.549,14 5.510,06
Santa Catarina 1.274 - 2.827 1.650,77 1.273,79 1.500,00 2.333,99 2.827,00
Bahia 1.060 - 3.703 1.893,64 1.059,64 1.733,51 3.056,89 3.702,60
Distrito Federal 1.299 - 4.415 2.231,24 1.299,40 2.030,82 3.645,00 4.414,93
Goiás 1.064 - 2.963 1.583,19 1.064,13 1.365,00 2.446,45 2.963,22
Pernambuco 1.104 - 3.432 1.796,93 1.104,26 1.614,00 2.833,30 3.431,78
Ceará 1.095 - 2.942 1.710,55 1.094,98 1.740,65 2.428,67 2.941,67
Mato Grosso 1.062 - 2.825 1.550,05 1.062,17 1.500,00 2.332,41 2.825,09
Maranhão 1.062 - 3.244 1.534,31 1.061,64 1.197,62 2.678,35 3.244,10
Pará 1.050 - 4.207 1.812,12 1.050,22 1.300,00 3.472,98 4.206,58
Espírito Santo 1.129 - 2.912 1.560,27 1.128,77 1.300,00 2.404,05 2.911,85
Rio Grande do Norte 1.045 - 3.388 1.514,54 1.045,00 1.075,72 2.797,24 3.388,10
Tocantins 1.045 - 2.960 1.454,64 1.045,00 1.129,78 2.444,02 2.960,27
Amazonas 1.068 - 3.137 1.549,85 1.068,32 1.300,00 2.589,91 3.136,97
Sergipe 1.067 - 3.679 1.636,74 1.066,50 1.145,00 3.037,03 3.678,55
Piauí 1.089 - 3.467 1.544,09 1.089,43 1.117,84 2.862,56 3.467,22
Paraíba 1.045 - 3.765 1.752,75 1.045,00 1.439,83 3.108,14 3.764,67
Mato Grosso do Sul 1.132 - 3.282 1.671,72 1.131,67 1.475,00 2.709,78 3.282,16
Alagoas 1.045 - 3.107 1.424,14 1.045,00 1.060,00 2.565,19 3.107,04
Rondônia 1.120 - 3.008 1.659,31 1.120,04 1.605,14 2.483,78 3.008,43
Acre 1.097 - 3.268 1.758,69 1.096,58 1.566,15 2.698,27 3.268,23
Amapá 1.045 - 1.504 1.177,40 1.045,00 1.200,00 1.242,00 1.504,35


Principais locais de trabalho

Técnicos em telecomunicações essas ocupações são exercidas por empregados assalariados, com carteira assinada, que se organizam em equipe, sob supervisão ocasional de profissionais de nível superior. Atuam principalmente no segmento de telecomunicações e telefonia, nos correios e em outras atividades empresariais. Trabalham em locais abertos no período diurno. Eventualmente são expostos à radiação, ruídos, material tóxico e altas temperaturas no ambiente de trabalho.


O que é preciso para trabalhar na área dos Técnicos em telecomunicações

O exercício desse cargo requer formação técnica de nível médio na área de telecomunicações.


Funções e atividades do Analisador de tráfego telefônico

Técnicos em telecomunicações devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • participar na elaboração de projetos de telecomunicações;
  • prestar assistência técnica ao cliente;
  • realizar manutenções preventiva e corretiva dos equipamentos de telecomunicações;
  • testar sistemas de telecomunicações;
  • supervisionar tecnicamente processos e serviços de telecomunicações;
  • elaborar documentação técnica;
  • instalar sistemas de telecomunicações;
  • reparar equipamentos;
  • ministrar treinamento;

  • Atividades

    • demonstrar habilidade de autodesenvolvimento;
    • verificar o fornecimento de energia;
    • fixar componentes de sistemas de telecomunicações;
    • substituir componentes do sistema;
    • detectar necessidades de expansão e ou redimensionamento de sistemas;
    • programar o sistema de telecomunicações;
    • levantar o custo do projeto;
    • intermediar relações entre cliente e empresa;
    • definir plataforma de equipamentos;
    • avaliar entroncamento;
    • supervisionar o cumprimento do cronograma físico-financeiro;
    • identificar a instrumentação necessária;
    • demonstrar habilidade de comunicação;
    • absorver novas tecnologias;
    • efetuar ajustes do sistema;
    • ministrar treinamento em área específica;
    • redimensionar a rede;
    • treinar equipe de trabalho;
    • ministrar treinamento em novas tecnologias;
    • prospectar novos negócios para empresa;
    • ativar o sistema;
    • especificar equipamentos (comutação, transmissão, rede e comunicação de dados);
    • elaborar esquemas para projetos;
    • especificar mão-de-obra;
    • levantar dados e informações do projeto;
    • testar conexões;
    • elaborar rotinas de teste;
    • avaliar facilidade de rede;
    • demonstrar conhecimentos básicos de informática;
    • demonstrar poder de concentração;
    • distribuir tarefas para equipes de trabalho;
    • reprogramar o sistema de telecomunicações;
    • manter informada a empresa sobre a necessidade do cliente;
    • efetuar testes de funcionamento de acordo com especificações;
    • consultar manual de instalação;
    • trabalhar em equipe;
    • organizar o tempo;
    • demonstrar habilidade manual;
    • elaborar esquemas;
    • interpretar especificações e normas técnicas;
    • configurar os softwares do equipamento;
    • analisar relatórios técnicos;
    • trocar componentes;
    • efetuar interligações dos equipamentos;
    • demonstrar habilidade de leitura e redação;
    • capacitar na utilização de tecnologia de telecomunicação;
    • identificar falhas no sistema de telecomunicações;
    • instruir o usuário final na utilização de sistemas de telecomunicações;
    • treinar usuário final;
    • demonstrar criatividade para resolver problemas;
    • demonstrar visão espacial;
    • fornecer dados para a área de desenvolvimento tecnológico;
    • instalar cabeamento;
    • efetuar ajustes;
    • corrigir as falhas do sistema de telecomunicações;
    • avaliar desempenho de equipes de trabalho;
    • orientar sobre aplicações de soluções técnicas;
    • avaliar a necessidade de conserto;
    • configurar equipamentos no projeto;
    • verificar alimentação do sistema;
    • especificar planos de trabalho;
    • dominar terminologia técnica em outros idiomas;
    • demonstrar iniciativa;
    • avaliar as interfaces dos equipamentos e componentes;
    • consultar especificações e normas técnicas;
    • acompanhar teste de laboratório;
    • contribuir para o desenvolvimento de habilidades específicas na equipe;
    • avaliar condições de funcionamento dos equipamentos;
    • acompanhar serviços de instalação de redes telefônicas;
    • orientar equipes de trabalho;
    • elaborar relatórios de desempenho;
    • executar rotinas de teste;
    • verificar a infraestrutura;
    • medir, aferindo as condições de funcionamento através de instrumentos;
    • verificar o funcionamento dos equipamentos de telecomunicações;
    • configurar o sistema de acordo com as especificações do projeto;
    • interagir com os clientes;
    • quantificar os materiais, equipamentos e mão-de-obra;
    • redimensionar equipamentos;


    Setores que mais contratam Analisador de tráfego telefônico no mercado de trabalho

    • Manutenção de estações e redes de telecomunicações
    • Serviços de comunicação multimídia - scm
    • Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação
    • Outras atividades de telecomunicações
    • Provedores de acesso às redes de comunicações
    • Fabricação de aparelhos telefônicos e de outros equipamentos de comunicação, peças e acessórios
    • Serviços de engenharia
    • Instalação e manutenção elétrica
    • Construção de estações e redes de telecomunicações
    • Reparação e manutenção de equipamentos de comunicação




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: