Salário para o cargo de Técnico de comandos e controle
CBO 3131-10 > Técnicos em eletricidade e eletrotécnica

Técnico de comandos e controle - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam atividades do trabalho, elaboram estudos e projetos, participam no desenvolvimento de processos, realizam projetos, operam sistemas elétricos e executam manutenção. Atuam na área comercial, gerenciam e treinam pessoas, asseguram a qualidade de produtos e serviços e aplicam normas e procedimentos de segurança no trabalho.

Quanto ganha um Técnico de comandos e controle

Um Técnico de comandos e controle trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.483,58 e R$ 6.922,77, com a média salarial de R$ 2.884,09 e o salário mediana em R$ 2.322,80 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Técnico de comandos e controle

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.884,09 34.609,06 721,02 13,45
1º Quartil 1.483,58 17.802,99 370,90 6,92
Salário Mediana 2.322,80 27.873,60 580,70 10,83
3º Quartil 5.279,60 63.355,23 1.319,90 24,61
Teto Salarial 6.922,77 83.073,27 1.730,69 32,28


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia
      • Técnicos em eletroeletrônica e fotônica
        • Técnicos em eletricidade e eletrotécnica

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.826 - 5.824 2.987,83 1.825,86 2.500,00 4.808,26 5.823,91
Belo Horizonte - MG 1.570 - 7.683 3.212,61 1.569,73 2.450,00 6.343,45 7.683,38
Rio de Janeiro - RJ 1.693 - 5.385 2.872,22 1.693,11 2.542,37 4.445,86 5.384,96
Salvador - BA 1.638 - 5.191 2.600,54 1.637,50 2.200,00 4.285,91 5.191,22
Manaus - AM 1.880 - 4.765 2.607,79 1.879,67 2.180,00 3.933,79 4.764,72
Campinas - SP 2.286 - 7.565 4.499,39 2.286,29 4.526,53 6.245,46 7.564,69
São José dos Campos - SP 2.377 - 4.074 2.742,63 2.376,52 2.628,13 3.363,20 4.073,61
Betim - MG 1.593 - 3.156 1.968,83 1.593,47 1.831,50 2.605,66 3.156,05
São Borja - RS 1.150 - 1.512 1.175,43 1.150,00 1.150,00 1.248,50 1.512,22
Jaraguá do Sul - SC 2.461 - 5.446 3.159,41 2.460,57 2.704,32 4.496,03 5.445,73
Contagem - MG 1.270 - 4.541 2.337,36 1.269,76 2.270,00 3.748,88 4.540,75
Fortaleza - CE 1.155 - 2.988 1.879,10 1.155,14 2.148,68 2.467,24 2.988,40
Vitoria - ES 3.212 - 6.241 4.021,47 3.212,07 3.943,87 5.152,50 6.240,86
Macaé - RJ 1.479 - 5.990 2.559,56 1.478,84 1.984,54 4.945,07 5.989,62
Resende - RJ 2.100 - 5.032 3.036,62 2.100,00 2.900,00 4.154,25 5.031,75
Araguari - MG 1.149 - 3.428 1.757,67 1.149,11 1.200,00 2.830,31 3.428,16
Schroeder - SC 1.885 - 3.634 2.348,26 1.885,00 2.286,29 3.000,05 3.633,75
Curitiba - PR 1.565 - 5.489 2.660,33 1.564,73 2.200,00 4.531,75 5.488,99
Sertãozinho - SP 2.216 - 3.212 2.333,50 2.216,00 2.216,00 2.651,67 3.211,78
Juiz de Fora - MG 1.951 - 6.254 2.785,94 1.951,43 1.977,14 5.163,57 6.254,27


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.741 - 6.084 3.025,28 1.740,84 2.628,13 5.022,64 6.083,57
Minas Gerais 1.385 - 6.292 2.723,50 1.384,61 1.990,00 5.194,75 6.292,04
Rio de Janeiro 1.653 - 5.543 2.887,84 1.653,12 2.542,37 4.576,24 5.542,88
Santa Catarina 1.534 - 4.854 2.585,53 1.533,55 2.480,69 4.007,26 4.853,71
Rio Grande do Sul 1.152 - 17.371 4.686,86 1.152,23 1.600,00 14.341,72 17.371,12
Bahia 1.626 - 4.938 2.508,39 1.626,12 2.069,27 4.077,17 4.938,39
Paraná 1.389 - 4.536 2.283,29 1.389,20 2.000,00 3.744,63 4.535,61
Amazonas 1.880 - 4.765 2.607,79 1.879,67 2.180,00 3.933,79 4.764,72
Ceará 1.167 - 3.848 2.177,07 1.167,42 2.322,80 3.176,82 3.847,86
Pernambuco 1.826 - 5.077 2.850,34 1.825,50 2.328,69 4.191,40 5.076,75
Espírito Santo 2.439 - 6.176 3.745,81 2.439,27 3.744,48 5.099,18 6.176,28
Goiás 1.254 - 4.212 2.290,17 1.254,33 2.188,25 3.477,77 4.212,38
Mato Grosso 1.334 - 5.247 2.636,28 1.334,38 2.213,30 4.331,96 5.247,00
Paraíba 1.379 - 3.649 2.044,00 1.379,25 1.615,31 3.013,00 3.649,44
Rio Grande do Norte 1.716 - 2.550 1.913,34 1.715,61 1.878,00 2.105,15 2.549,82
Piauí 1.720 - 2.940 2.026,04 1.720,18 2.003,99 2.427,67 2.940,46
Pará 1.500 - 4.978 2.307,02 1.500,00 1.900,00 4.110,00 4.978,16
Distrito Federal 1.773 - 6.155 3.308,20 1.773,34 3.585,64 5.081,83 6.155,26
Maranhão 1.451 - 2.803 1.785,60 1.450,56 1.779,93 2.314,16 2.802,98


Principais locais de trabalho

Técnicos em eletricidade e eletrotécnica ão contratados na condição de trabalhadores assalariados, com carteira assinada. Trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, em ambientes fechados e, também, a céu aberto. Atuam de forma presencial, em períodos diurnos e noturnos e em rodízio de turnos. No desenvolvimento de algumas atividades, podem trabalhar em posições desconfortáveis durante longos períodos e atuar sob pressão, levando-os à condição de estresse. Os profissionais das ocupações eletrotécnico, eletrotécnico (produção de energia) e técnico eletricista podem executar algumas atividades em grandes alturas e, também, na condição de trabalho subterrâneo e confinado. Os profissionais das ocupações técnico de manutenção elétrica de máquina e técnico de manutenção elétrica podem estar expostos à ação de materiais tóxicos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Técnicos em eletricidade e eletrotécnica

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de ensino médio completo, acrescida de curso de formação profissional em nível médio - curso técnico em eletricidade, eletrotécnica ou área correlata. O desempenho pleno das funções ocorre após um ano de experiência profissional.


Funções e atividades do Técnico de comandos e controle

Técnicos em eletricidade e eletrotécnica devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • executar manutenção;
  • assegurar a qualidade de produto e serviços;
  • aplicar segurança no trabalho;
  • elaborar estudos e projetos;
  • atuar na Área comercial;
  • realizar projetos;
  • participar no desenvolvimento de processo;
  • gerenciar pessoas;
  • planejar atividades do trabalho;
  • operar sistemas elétricos;
  • treinar pessoas;

  • Atividades

    • fazer levantamento de custos;
    • atender requisitos de proteção ambiental;
    • agir proativamente;
    • fixar metas do planejamento;
    • demonstrar criatividade;
    • valorizar talentos;
    • participar do desenvolvimento de produtos;
    • realizar medições;
    • determinar escopo do projeto;
    • executar esboços e desenhos;
    • definir software apropriado às atividades;
    • preparar treinamentos e palestras;
    • elaborar o programa de manobra dos sistemas;
    • cumprir cronogramas de manutenção;
    • desenvolver clientes;
    • orientar quanto ao uso dos equipamentos de proteção individual e coletivo;
    • fixar parâmetros do processo;
    • assumir responsabilidades;
    • definir prioridades;
    • coletar dados para elaboração de relatórios;
    • coletar dados para o projeto;
    • avaliar a relação custo-benefício, referente às alterações;
    • identificar necessidades de manutenção;
    • realizar suporte técnico;
    • interpretar normas;
    • interagir com órgãos normativos e de regulamentação;
    • supervisionar a execução das tarefas;
    • avaliar treinamento;
    • supervisionar sistemas de geração, transmissão e distribuição;
    • trabalhar com indicadores da qualidade;
    • seguir normas, instruções e procedimentos;
    • coordenar o restabelecimento dos sistemas, em função das ocorrências;
    • dimensionar componentes do projeto;
    • determinar os meios (máquinas e equipamentos);
    • aplicar tecnologias adequadas no processo;
    • analisar viabilidade econômica e financeira;
    • supervisionar o funcionamento dos equipamentos;
    • manobrar equipamentos do sistema;
    • diagnosticar o desempenho dos equipamentos;
    • elaborar material didático-pedagógico;
    • envolver a área de segurança do trabalho em todas atividades;
    • propor melhorias no processo;
    • identificar riscos de acidentes;
    • ministrar cursos, treinamentos e palestras;
    • propor melhorias;
    • liderar equipe de trabalho;
    • revisar o planejamento;
    • motivar equipes;
    • cumprir a legislação vigente;
    • demonstrar relacionamento interpessoal;
    • elaborar procedimentos;
    • manter atualizados os conteúdos dos cursos;
    • elaborar cronogramas do planejamento e das atividades;
    • desenvolver fornecedores;
    • realizar manutenção preventiva e corretiva;
    • realizar testes conforme procedimentos e normas;
    • seguir normas e instruções;
    • cumprir cronograma;
    • participar das atividades desenvolvidas pela cipa;
    • trabalhar em equipe;
    • colocar em operação (startup);
    • avaliar a capacidade do processo;
    • identificar necessidades de treinamento;
    • fornecer informações para a manutenção;
    • atualizar a base cadastral;
    • definir recursos humanos e materiais;
    • estabelecer procedimentos, normas e padrões;
    • elaborar especificações técnicas do projeto;
    • analisar desempenho funcional;
    • propor alterações, tendo em vista a agregação de valor ao produto;
    • avaliar índices de qualidade;
    • elaborar orçamento;
    • interpretar instruções técnicas em outro idioma;
    • buscar autodesenvolvimento;
    • propor soluções visando à segurança;
    • demonstrar capacidade de discernimento;
    • atuar com ética e transparência;
    • enfrentar situações de emergência;
    • executar montagem do projeto;
    • elaborar relatórios;
    • pesquisar novos mercados;
    • realizar comissionamento;
    • analisar dificuldades para a execução do projeto;
    • determinar fluxograma do processo;
    • utilizar técnicas estatísticas na previsão de falhas;
    • seguir especificações do projeto;
    • aplicar ferramentas da qualidade;
    • avaliar a relação custo-benefício do projeto;
    • participar no recrutamento e desligamento de pessoas;
    • realizar vendas;
    • realizar compras;
    • aplicar tecnologias adequadas ao projeto;
    • realizar manutenção preditiva;
    • elaborar documentação técnica do projeto;
    • analisar o desempenho de sistemas elétricos;
    • solucionar problemas;
    • supervisionar cronograma (follow-up);
    • formar equipe de trabalho;
    • realizar ensaios;
    • aplicar normas de segurança gerais e específicas da empresa;
    • avaliar evolução de custos da manutenção;
    • utilizar softwares específicos;
    • identificar talentos;
    • dimensionar circuitos eletroeletrônicos;
    • aplicar normas e procedimentos;
    • distribuir tarefas para a equipe de trabalho;
    • aplicar normas técnicas;
    • realizar medições de grandezas elétricas;
    • providenciar primeiros socorros;
    • detalhar tarefas do planejamento;
    • estabelecer prazo de garantia de serviços;
    • elaborar relatórios de manutenção;
    • executar ensaios;
    • analisar resultados de ensaios;
    • comunicar-se com clareza;
    • demonstrar afinidade para trabalhar com informática;
    • identificar necessidades do cliente;


    Setores que mais contratam Técnico de comandos e controle no mercado de trabalho

    • Serviços de engenharia
    • Instalação e manutenção elétrica
    • Distribuição de energia elétrica
    • Manutenção de redes de distribuição de energia elétrica
    • Construção de estações e redes de distribuição de energia elétrica
    • Aluguel de outras máquinas e equipamentos comerciais e industriais não especificados anteriormente, sem operador
    • Transmissão de energia elétrica
    • Comércio varejista de material elétrico
    • Concessionárias de rodovias, pontes, túneis e serviços relacionados
    • Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: