Salário para o cargo de Operador de máquina de esmaltação cerâmica
CBO 7524-20 > Vidreiros e ceramistas (arte e decoração)

Operador de máquina de esmaltação cerâmica - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Desenvolvem projetos, pesquisam temas e realizam trabalhos de acabamento e decoração de vidros e cerâmicas. Fundem peças no forno de acordo com os padrões de qualidade e normas de segurança, meio ambiente e saúde ocupacional. Nos trabalhos de acabamento, preparam peças, esmerilham e lapidam vidros ou cerâmicas. Nos de decoração de vidro, pintam, enceram e tratam peças com técnicas de envelhecimento e espelhamento. Podem marmorizar, gravar peças, objetos e vidros com jatos de areia bem como construir vitrais e confeccionar esculturas em vidro. Podem, ainda, elaborar orçamentos e propostas para clientes. Trabalham em conformidade a normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, higiene, saúde e preservação ambiental.

Quanto ganha um Operador de máquina de esmaltação cerâmica

Um Operador de máquina de esmaltação cerâmica trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.351,89 e R$ 3.180,61, com a média salarial de R$ 1.794,68 e o salário mediana em R$ 1.650,67 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Operador de máquina de esmaltação cerâmica

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.794,68 21.536,12 448,67 8,25
1º Quartil 1.351,89 16.222,74 337,97 6,22
Salário Mediana 1.650,67 19.807,98 412,67 7,59
3º Quartil 2.425,67 29.107,99 606,42 11,16
Teto Salarial 3.180,61 38.167,28 795,15 14,63


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Joalheiros, vidreiros, ceramistas
      • Vidreiros, ceramistas
        • Vidreiros e ceramistas (arte e decoração)

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Porto Ferreira - SP 1.218 - 1.972 1.370,11 1.218,00 1.303,91 1.628,37 1.972,33
Rio Negrinho - SC 1.325 - 1.683 1.344,95 1.324,61 1.333,20 1.389,35 1.682,83
Cordeirópolis - SP 1.960 - 3.494 2.508,41 1.959,64 2.612,32 2.884,60 3.493,91
Santa Gertrudes - SP 1.933 - 3.128 2.159,48 1.933,34 1.938,20 2.582,36 3.127,83
Piracicaba - SP 1.921 - 2.721 2.120,36 1.920,81 2.233,92 2.246,43 2.720,94
Cacoal - RO 1.179 - 1.696 1.245,18 1.178,53 1.178,53 1.400,00 1.695,72
João Pessoa - PB 1.558 - 2.186 1.632,82 1.557,51 1.588,77 1.804,42 2.185,56
Limeira - SP 1.970 - 4.187 2.490,15 1.969,58 2.263,80 3.457,17 4.187,43
Descalvado - SP 1.342 - 1.917 1.408,54 1.341,67 1.355,00 1.582,50 1.916,77
Rio Claro - SP 1.810 - 2.582 2.021,14 1.809,87 2.089,57 2.131,37 2.581,58
Campo Largo - PR 1.417 - 2.033 1.497,26 1.416,80 1.416,80 1.678,16 2.032,64
Serra - ES 1.054 - 2.657 1.512,97 1.054,28 1.200,00 2.193,40 2.656,71
Criciúma - SC 1.604 - 2.926 1.961,57 1.604,11 1.975,81 2.415,57 2.925,81
Caruaru - PE 1.251 - 2.364 1.784,87 1.251,18 1.951,42 1.951,42 2.363,62
Sangao - SC 1.461 - 2.054 1.563,21 1.460,55 1.611,94 1.695,39 2.053,51
Recife - PE 1.400 - 2.204 1.653,33 1.400,00 1.600,00 1.820,00 2.204,44
Caucaia - CE 1.756 - 2.126 1.755,60 1.755,60 1.755,60 1.755,60 2.126,44
Poços de Caldas - MG 2.042 - 2.902 2.227,03 2.041,60 2.336,40 2.395,80 2.901,86
Dias D Avila - BA 1.321 - 2.401 1.484,57 1.320,97 1.393,71 1.982,62 2.401,41
Jaguaruna - SC 1.756 - 3.887 2.490,65 1.756,28 2.430,63 3.208,81 3.886,61


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.279 - 3.297 1.962,69 1.278,84 1.938,20 2.722,33 3.297,37
Santa Catarina 1.311 - 2.598 1.553,93 1.310,75 1.333,20 2.144,57 2.597,56
Rondônia 1.179 - 1.696 1.245,18 1.178,53 1.178,53 1.400,00 1.695,72
Paraíba 1.562 - 2.151 1.631,25 1.561,96 1.588,77 1.775,99 2.151,14
Pernambuco 1.359 - 2.442 1.772,89 1.358,92 1.853,50 2.016,37 2.442,28
Paraná 1.417 - 2.033 1.497,26 1.416,80 1.416,80 1.678,16 2.032,64
Minas Gerais 1.091 - 2.866 1.667,96 1.091,45 1.641,20 2.366,10 2.865,89
Espírito Santo 1.054 - 2.631 1.460,98 1.054,28 1.200,00 2.172,50 2.631,40
Ceará 1.160 - 2.126 1.605,89 1.160,00 1.755,60 1.755,60 2.126,44
Bahia 1.321 - 2.401 1.484,57 1.320,97 1.393,71 1.982,62 2.401,41
Rio de Janeiro 1.420 - 2.412 1.823,15 1.420,15 1.931,60 1.991,00 2.411,56


Principais locais de trabalho

Vidreiros e ceramistas (arte e decoração) atuam como empregados autônomos que trabalham por conta própria nos setores ligados à cerâmica e/ou vidro. São, majoritariamente, profissionais que se organizam de forma individual no trabalho, com total autonomia de suas funções. Podem trabalhar em ambientes abertos ou fechados, geralmente no período diurno. Eventualmente, podem ficar expostos a ruídos e materiais tóxicos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Vidreiros e ceramistas (arte e decoração)

Para o exercício desse cargo requer-se ensino médio concluído e curso básico de qualificação profissional com mais de quatrocentas horas-aula em cerâmica ou vidro. O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Operador de máquina de esmaltação cerâmica

Vidreiros e ceramistas (arte e decoração) devem:

  • realizar trabalhos de decoração e acabamento;
  • desenvolver projetos de acabamento e decoração de vidros e cerâmicas;
  • realizar arte final em peças de decoração;
  • trabalhar com segurança;
  • fundir peças no forno;
  • demonstrar competências pessoais;
  • controlar a qualidade do produto;
  • pesquisar temas de acabamento e decoração;

  • Atividades

    • pintar superfícies de vidros;
    • construir vitrais;
    • gravar peças e objetos com jato de areia (baixo e alto relevo);
    • identificar tipos de pesquisa;
    • aplicar técnica de mosaico;
    • preparar peças;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • selecionar fornecedores;
    • confeccionar esculturas em vidros;
    • manter autocrítica;
    • marmorizar peças e objetos;
    • apresentar proposta ao cliente;
    • lapidar vidros;
    • testar o produto;
    • inspecionar condições de transporte e armazenamento;
    • pintar com ar comprimido;
    • pesquisar preços de materiais;
    • desenfornar peças;
    • lixar peças;
    • grafitar peças e objetos;
    • lavar peças;
    • elaborar planilha de custos;
    • sinalizar áreas de risco;
    • decalcar esboços;
    • dar provas de responsabilidade;
    • pintar com engobe;
    • envelhecer vidros;
    • encerar peças;
    • selecionar recursos materiais e humanos;
    • firmar contrato com o cliente;
    • autodesenvolver-se;
    • verificar carga dos extintores;
    • quantificar materiais;
    • especificar técnicas e métodos a serem utilizados;
    • corrigir condições inseguras;
    • separar materiais e ferramentas conforme a técnica aplicada;
    • desenvolver pesquisa de campo;
    • demonstrar persuasão;
    • consultar acervos e bibliografias;
    • elaborar orçamento;
    • identificar expectativas do cliente;
    • gravar vidros com ácido;
    • lavar o vidro após jateamento;
    • bisotar vidros;
    • definir estratégias de marketing;
    • catalogar informações e dados pesquisados;
    • espelhar vidros;
    • limpar forno;
    • inspecionar condições das instalações dos equipamentos;
    • demonstrar criatividade;
    • liderar;
    • tratar peças e objetos com envelhecimento;
    • inspecionar o local do trabalho e viabilidade do projeto;
    • selecionar materiais de pesquisa;
    • dar provas de boa coordenação motora;
    • embalar peças e objetos;
    • demonstrar iniciativa;
    • demonstrar dinamismo;
    • analisar informações e dados da pesquisa;
    • elaborar cronograma de atividades;
    • resfriar o forno;
    • enfornar peças;
    • estampar peças e objetos (processo serigráfico);
    • demonstrar auto-organização;
    • esmerilhar vidros ou cerâmicas;
    • confeccionar moldes;
    • manter relacionamento interpessoal;
    • monitorar a queima;
    • empregar técnicas conforme padrões;
    • secar peças;
    • esmaltar peças;
    • pintar peças;
    • testar novos materiais;


    Setores que mais contratam Operador de máquina de esmaltação cerâmica no mercado de trabalho

    • Fabricação de produtos cerâmicos não-refratários não especificados anteriormente
    • Fabricação de azulejos e pisos
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Fabricação de material sanitário de cerâmica
    • Impermeabilização em obras de engenharia civil
    • Fabricação de artefatos de cerâmica e barro cozido para uso na construção, exceto azulejos e pisos
    • Extração de argila e beneficiamento associado
    • Carga e descarga
    • Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios
    • Fabricação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras para aquecimento central




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: