Salário para o cargo de Montador de motores a gasolina
CBO 7254-15 > Mecânicos montadores de motores e turbo alimentadores

Montador de motores a gasolina - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Montam, testam, desmontam, protegem superfícies e armazenam motores, turboalimentadores e componentes segundo procedimentos, normas de segurança, meio ambiente e saúde. Elaboram documentação técnica tais como: fichas de serviços e relatórios de condições técnicas de motores, dentre outros.

Quanto ganha um Montador de motores a gasolina

Um Montador de motores a gasolina trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.468,64 e R$ 3.971,73, com a média salarial de R$ 2.081,64 e o salário mediana em R$ 1.825,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Montador de motores a gasolina

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.081,64 24.979,66 520,41 9,59
1º Quartil 1.468,64 17.623,73 367,16 6,77
Salário Mediana 1.825,00 21.900,00 456,25 8,41
3º Quartil 3.029,01 36.348,15 757,25 13,96
Teto Salarial 3.971,73 47.660,78 992,93 18,30


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da transformação de metais e de compósitos
      • Montadores de máquinas e aparelhos mecânicos
        • Mecânicos montadores de motores e turbo alimentadores

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.655 - 4.099 2.646,27 1.655,07 2.810,00 3.384,01 4.098,81
Sertãozinho - SP 1.529 - 2.338 1.639,93 1.529,00 1.529,00 1.930,28 2.338,01
Brasília - DF 1.681 - 2.795 2.064,62 1.681,19 2.100,00 2.307,91 2.795,41
Dourados - MS 1.060 - 1.905 1.199,26 1.060,00 1.078,10 1.572,96 1.905,21
Campinas - SP 1.725 - 3.949 2.218,59 1.725,27 1.801,80 3.260,60 3.949,34
Curitiba - PR 1.674 - 6.680 3.027,31 1.673,75 2.598,20 5.514,89 6.679,79
Goiânia - GO 1.213 - 2.588 1.481,88 1.212,90 1.259,69 2.137,01 2.588,41
Araraquara - SP 2.000 - 3.573 2.557,16 2.000,00 2.600,00 2.950,00 3.573,13
Campo Grande - MS 1.140 - 2.742 1.690,89 1.140,00 1.670,00 2.263,68 2.741,84
Rio de Janeiro - RJ 1.238 - 3.525 2.131,29 1.238,20 2.332,82 2.909,92 3.524,59
Paraná - TO 1.600 - 1.938 1.600,00 1.600,00 1.600,00 1.600,00 1.937,97
Aracruz - ES 2.251 - 3.180 2.385,54 2.250,61 2.250,61 2.625,11 3.179,61
Congonhas - MG 1.583 - 2.413 1.886,22 1.582,90 1.992,20 1.992,20 2.413,01
Pojuca - BA 1.761 - 2.221 1.812,36 1.760,80 1.825,00 1.833,58 2.220,88
Manaus - AM 1.506 - 3.903 2.322,31 1.505,84 2.376,65 3.222,00 3.902,58
Imperatriz - MA 1.713 - 3.457 2.192,72 1.712,94 1.782,35 2.853,87 3.456,70
Taubaté - SP 2.017 - 3.612 2.408,37 2.016,92 2.169,20 2.981,97 3.611,85
Leme - SP 1.438 - 4.339 2.131,76 1.437,68 1.596,44 3.582,47 4.339,19
Sete Lagoas - MG 1.124 - 4.883 1.977,03 1.123,65 1.141,00 4.031,55 4.883,14
Maringá - PR 1.551 - 4.110 2.141,12 1.551,00 1.551,00 3.393,00 4.109,70


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.471 - 4.192 2.310,15 1.471,42 2.023,00 3.460,81 4.191,84
Minas Gerais 1.110 - 3.322 1.795,02 1.109,83 1.672,00 2.742,65 3.321,98
Paraná 1.440 - 5.149 2.437,09 1.439,58 2.000,00 4.251,12 5.149,08
Mato Grosso do Sul 1.067 - 2.465 1.377,21 1.066,74 1.177,00 2.035,11 2.464,98
Rio de Janeiro 1.285 - 3.559 2.119,81 1.284,86 2.200,00 2.938,15 3.558,78
Goiás 1.218 - 2.821 1.645,92 1.217,62 1.462,50 2.329,42 2.821,46
Rio Grande do Sul 1.301 - 3.334 1.741,30 1.300,51 1.496,00 2.752,57 3.333,99
Distrito Federal 1.681 - 2.795 2.064,62 1.681,19 2.100,00 2.307,91 2.795,41
Espírito Santo 1.141 - 3.120 1.998,33 1.141,13 2.250,61 2.575,89 3.119,99
Bahia 1.643 - 3.298 1.994,86 1.642,78 1.825,00 2.722,69 3.297,81
Maranhão 1.436 - 3.407 1.966,21 1.436,38 1.782,35 2.813,03 3.407,22
Tocantins 1.170 - 1.938 1.499,66 1.169,99 1.600,00 1.600,00 1.937,97
Mato Grosso 1.221 - 4.417 2.273,93 1.220,83 2.204,69 3.646,95 4.417,30
Amazonas 1.476 - 3.903 2.288,43 1.476,40 2.376,65 3.222,00 3.902,58
Santa Catarina 1.183 - 3.338 1.848,70 1.182,75 1.657,00 2.756,25 3.338,45
Pernambuco 1.099 - 3.009 1.732,26 1.098,50 1.744,35 2.483,87 3.008,54
Pará 1.131 - 2.745 1.903,32 1.130,60 2.078,92 2.266,31 2.745,02
Ceará 1.142 - 2.570 1.568,79 1.142,33 1.500,00 2.121,58 2.569,72
Rondônia 1.087 - 4.448 2.271,77 1.086,50 2.190,51 3.672,36 4.448,07
Paraíba 1.052 - 1.817 1.274,23 1.051,60 1.255,00 1.500,00 1.816,85


Principais locais de trabalho

Mecânicos montadores de motores e turbo alimentadores atuam nas indústrias de transportes terrestre, aquaviário e aéreo, empresas de comércio e reparação de veículos automotores e de motocicletas, comércio de varejo de combustíveis e nas indústrias de fabricação e montagem de veículos automotores, reboques e carrocerias. Trabalham com registro em carteira, organizados em equipe ou time, sob supervisão permanente de profissionais de nível superior. Trabalham em locais fechados no período diurno, às vezes com rodízio de turnos, especialmente no caso dos mecânicos de aeronaves. Ocasionalmente são expostos a ruídos e material tóxico.


O que é preciso para trabalhar na área dos Mecânicos montadores de motores e turbo alimentadores

Para o acesso a essas ocupações requer-se formação técnica de nível médio em mecânica especializada em motores ou áreas afins da mecânica, além de cursos profissionalizantes ministrados na própria empresa ou em instituições de formação profissional que podem variar entre duzentas a mais de quatrocentas horas-aula.


Funções e atividades do Montador de motores a gasolina

Mecânicos montadores de motores e turbo alimentadores devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • elaborar documentação técnica;
  • montar motores e turbo alimentadores;
  • testar motores, turbo alimentadores e componentes;
  • trabalhar com segurança e com princípios de preservação ambiental;
  • armazenar motores e turbo alimentadores;
  • desmontar motores e turbo alimentadores;
  • proteger componentes;

  • Atividades

    • regular atuadores;
    • verificar indicadores de advertência do painel;
    • desenvolver criatividade;
    • interpretar mapas de risco;
    • selecionar materiais para reciclagem;
    • verificar aferição de ferramentas;
    • efetuar banho químico em componentes;
    • interpretar manuais técnicos;
    • aplicar produtos de proteção de superfície;
    • drenar fluidos;
    • verificar integridade de componentes;
    • eliminar resíduos protetores de componentes;
    • montar subconjuntos;
    • identificar causas de falhas;
    • trabalhar em equipe;
    • identificar materiais poluentes e inflamáveis;
    • abastecer motor com fluidos;
    • acondicionar componentes em local apropriado;
    • tomar decisões em situações de emergência;
    • documentar condições técnicas de recebimento de motores;
    • registrar produção;
    • agir com iniciativa;
    • selecionar peças e componentes;
    • etiquetar produtos para armazenamento;
    • manter autocontrole;
    • preparar local para montagem;
    • solucionar problemas;
    • testar acessórios em bancos de provas;
    • efetuar lavagem química de componentes;
    • acondicionar materiais poluentes e inflamáveis;
    • respeitar sinalização de segurança e delimitação de área;
    • registrar não-conformidades de produtos;
    • identificar falhas interferentes no processo de montagem;
    • embalar componentes;
    • etiquetar produtos para rastreabilidade;
    • regular motores, de acordo com especificações;
    • efetuar testes de funcionamento;
    • pintar motores e componentes;
    • realizar ensaios não-destrutivos;
    • trabalhar com atenção;
    • substituir componentes;
    • utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva (epi e epc);
    • compartilhar conhecimentos e informações;
    • preparar local para desmontagem;
    • emitir ordem de serviço;
    • reconhecer erros e limitações técnicas;
    • embalar produtos para armazenagem e transporte;
    • verificar parâmetros de funcionamento;
    • identificar condições e atos inseguros;
    • montar componentes;
    • verificar desgastes de componentes;
    • identificar necessidade de recuperação de componentes;
    • desmontar componentes;
    • manter disponibilidade para aprendizagem;
    • efetuar controle dimensional de componentes;
    • preencher fichas técnicas de serviços;
    • perceber detalhes;
    • buscar autodesenvolvimento;
    • interpretar diretiva de aeronavegabilidade e boletim de serviços;
    • balancear conjunto rotativo;
    • preservar ferramentas, componentes e instrumentos;
    • lavar motores para desmontagem;
    • efetuar ajustes de montagem;
    • valorizar oportunidades oferecidas pela empresa;
    • requisitar ferramentas, equipamentos e materiais;
    • estocar produtos;
    • trabalhar com agilidade;
    • selecionar resíduos para descarte;


    Setores que mais contratam Montador de motores a gasolina no mercado de trabalho

    • Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores
    • Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores
    • Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios
    • Fabricação de motores para caminhões e ônibus
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Recondicionamento e recuperação de motores para veículos automotores
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, municipal
    • Fabricação de máquinas e equipamentos para uso industrial específico não especificados anteriormente, peças e acessórios
    • Fabricação de obras de caldeiraria pesada




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: