Salário para o cargo de Mergulhador profissional (raso e profundo)
CBO 7817-05 > Trabalhadores subaquáticos

Mergulhador profissional (raso e profundo) - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam e realizam operações subaquáticas. Inspecionam instalações subaquáticas e realizam manutenção corretiva nas suas estruturas. Prestam socorro, buscam e resgatam objetos, pessoas e corpos submersos. Elaboram documentação de operações subaquáticas. Trabalham seguindo normas de segurança, saúde, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.

Quanto ganha um Mergulhador profissional (raso e profundo)

Um Mergulhador profissional (raso e profundo) trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.425,94 e R$ 3.530,57, com a média salarial de R$ 1.833,40 e o salário mediana em R$ 1.554,46 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Mergulhador profissional (raso e profundo)

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.833,40 22.000,85 458,35 8,76
1º Quartil 1.425,94 17.111,24 356,48 6,81
Salário Mediana 1.554,46 18.653,52 388,62 7,43
3º Quartil 2.692,56 32.310,75 673,14 12,87
Teto Salarial 3.530,57 42.366,82 882,64 16,87


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores de funções transversais
      • Operadores de robôs e equipamentos especiais
        • Trabalhadores subaquáticos

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Macaé - RJ 1.476 - 3.647 1.918,25 1.475,58 1.506,00 3.011,34 3.647,42
Santos - SP 1.505 - 2.790 1.735,76 1.505,09 1.562,64 2.303,28 2.789,81
Rio de Janeiro - RJ 1.523 - 3.063 1.816,78 1.522,97 1.566,00 2.528,62 3.062,74
Rio das Ostras - RJ 1.492 - 2.652 1.784,91 1.492,06 1.809,25 2.189,46 2.651,94
Simões Filho - BA 1.446 - 3.178 1.867,65 1.446,49 1.751,80 2.624,10 3.178,39
Niterói - RJ 1.428 - 2.407 1.619,08 1.428,05 1.554,45 1.987,02 2.406,74
Rio Grande - RS 1.543 - 2.237 1.711,24 1.543,01 1.715,00 1.846,97 2.237,11
Vila Velha - ES 1.467 - 3.318 1.818,74 1.467,03 1.554,45 2.739,05 3.317,62
Ilha Solteira - SP 1.693 - 2.578 1.849,18 1.693,09 1.793,41 2.128,19 2.577,73
Porto Alegre - RS 1.506 - 3.101 1.787,53 1.506,00 1.506,00 2.560,03 3.100,78
São Sebastiao - SP 1.433 - 2.720 1.734,19 1.433,19 1.564,66 2.245,46 2.719,77
Paranaguá - PR 1.485 - 2.721 1.923,89 1.484,91 2.000,00 2.246,51 2.721,04
Curitiba - PR 1.495 - 2.166 1.587,26 1.494,75 1.554,45 1.788,00 2.165,68
Divinópolis - MG 1.635 - 3.313 1.991,40 1.635,42 1.735,08 2.735,59 3.313,43
Pontal do Paraná - PR 1.505 - 2.079 1.561,17 1.505,09 1.505,09 1.716,83 2.079,47
Salvador - BA 1.487 - 2.391 1.595,38 1.487,47 1.505,09 1.974,17 2.391,17
Jau - SP 1.505 - 2.916 1.733,68 1.505,09 1.505,09 2.407,38 2.915,89
Nova Iguaçu - RJ 1.505 - 2.333 1.595,39 1.505,09 1.505,09 1.926,47 2.333,40
Guapimirim - RJ 1.452 - 2.624 1.645,56 1.452,23 1.505,09 2.166,63 2.624,29
Aracruz - ES 1.508 - 2.374 1.704,25 1.508,00 1.555,00 1.960,20 2.374,25


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio de Janeiro 1.472 - 3.409 1.869,83 1.472,43 1.554,45 2.814,57 3.409,10
São Paulo 1.477 - 2.884 1.780,83 1.477,19 1.564,66 2.381,37 2.884,39
Paraná 1.495 - 2.597 1.713,74 1.495,03 1.554,45 2.144,08 2.596,97
Bahia 1.437 - 2.862 1.765,11 1.437,08 1.653,13 2.362,69 2.861,76
Espírito Santo 1.483 - 2.792 1.728,30 1.482,98 1.554,45 2.305,43 2.792,41
Rio Grande do Sul 1.496 - 2.611 1.744,19 1.496,22 1.715,00 2.155,92 2.611,32
Minas Gerais 1.363 - 3.861 1.988,54 1.363,45 1.668,35 3.187,56 3.860,86
Goiás 1.070 - 1.636 1.193,05 1.070,09 1.184,50 1.350,67 1.635,97
Pernambuco 1.045 - 1.904 1.267,76 1.045,00 1.233,41 1.571,72 1.903,71
Pará 2.028 - 2.784 2.090,68 2.028,32 2.028,32 2.298,57 2.784,09
Santa Catarina 1.128 - 3.588 1.992,24 1.128,22 1.645,14 2.962,17 3.587,86
Mato Grosso do Sul 1.584 - 3.839 2.485,79 1.584,29 2.594,63 3.169,63 3.839,14


Principais locais de trabalho

Trabalhadores subaquáticos atuam em empresas que prestam serviços à indústria de extração de petróleo e gás natural. Atuam também nas empresas de eletricidade, gás e água quente, de construção, de defesa e de transporte aquaviário. São empregados com carteira assinada, trabalham em equipe, sob supervisão permanente, em horários irregulares e em ambientes confinados. Trabalham sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse, podem permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos a ruído intenso, água poluída, baixa temperatura e pressão atmosférica.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores subaquáticos

Para o exercício desse cargo requer-se ensino médio concluído e curso de qualificação profissional básica entre duzentas a quatrocentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática profissional no posto de trabalho. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Mergulhador profissional (raso e profundo)

Trabalhadores subaquáticos devem:

  • inspecionar instalações subaquáticas;
  • trabalhar com segurança;
  • resgatar objetos, pessoas e corpos submersos;
  • prestar socorro;
  • elaborar documentação de operações subaquáticas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • planejar operações subaquáticas;
  • realizar operações subaquáticas;
  • realizar manutenção corretiva em instalações subaquáticas;
  • buscar objetos e corpos submersos;

  • Atividades

    • extrair recursos minerais e espécimes marinhas;
    • montar estruturas subaquáticas;
    • derrocar estruturas subaquáticas com explosivos;
    • selecionar equipamentos e ferramentas;
    • construir instalações subaquáticas;
    • dar provas de coordenação motora;
    • substituir elementos das instalações subaquáticas;
    • descomissionar estruturas subaquáticas;
    • encaminhar o acidentado para o médico;
    • localizar objetos ou corpos submersos;
    • acionar o sistema de mergulho;
    • demonstrar aquacidade;
    • verificar as condições dos sistemas de mergulho;
    • avaliar o estado da proteção catódica das estruturas subaquáticas;
    • cortar acessórios e estruturas;
    • redigir relatórios técnicos;
    • interpretar projetos e informes de execução das operações subaquáticas;
    • limpar estruturas subaquáticas;
    • emitir parecer técnico;
    • soldar acessórios e estruturas;
    • comunicar por escrito passagem de serviço;
    • instalar peças e equipamentos em estruturas subaquáticas;
    • organizar planilhas de acompanhamento dos serviços subaquáticos;
    • interpretar inspeções remotas;
    • identificar o acidentado;
    • disseminar informações;
    • trabalhar em equipe;
    • simular situações de emergência e de resgate;
    • retirar o objeto ou corpo;
    • comunicar-se através de códigos ou sinais sonoros;
    • detectar defeitos internos e externos em estruturas subaquáticas;
    • tratar vítima de acidente hiperbárico;
    • instalar acessórios de proteção;
    • ancorar objeto ou corpo encontrado;
    • elaborar procedimentos de operações subaquáticas;
    • demonstrar condicionamento psico-físico;
    • testar ferramentas e equipamentos calibrados;
    • desmobilizar sistemas de mergulho;
    • analisar viabilidade de execução das operações subaquáticas;
    • demonstrar capacidade de orientação espacial;
    • definir o método de resgate;
    • avaliar condições meteorológicas;
    • revestir as estruturas e acessórios das instalações subaquáticas;
    • evidenciar acuidade audiovisual;
    • derrocar estruturas subaquáticas com dispositivos mecânicos;
    • verificar visualmente a integridade das estruturas;
    • dimensionar recursos humanos e materiais;
    • elaborar laudos técnicos;
    • definir método de busca;
    • elaborar cronograma de execução das operações subaquáticas;
    • demarcar área de busca;
    • analisar o suprimento de gás;
    • comparar o local inspecionado com o projeto de execução das operações subaquáticas;
    • especificar recursos humanos e materiais;
    • aplicar primeiros socorros;
    • ligar o cabo ancorado à superfície;
    • avaliar estado do acidentado;
    • fotografar as instalações inspecionadas;
    • registrar ocorrências;
    • demonstrar senso tátil;
    • manifestar iniciativa;
    • realizar análise preliminar de risco;
    • interpretar mapa de risco;
    • mobilizar sistemas de mergulho;
    • sinalizar objeto ou corpo encontrado;
    • filmar as instalações inspecionadas;


    Setores que mais contratam Mergulhador profissional (raso e profundo) no mercado de trabalho

    • Escafandria e mergulho
    • Manutenção e reparação de embarcações e estruturas flutuantes
    • Obras portuárias, marítimas e fluviais
    • Serviços de engenharia
    • Extração de areia, cascalho ou pedregulho e beneficiamento associado
    • Aluguel de máquinas e equipamentos para construção sem operador, exceto andaimes
    • Outras obras de engenharia civil
    • Atividades de agenciamento marítimo
    • Comércio varejista de artigos esportivos
    • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: