Salário para o cargo de Decorador de festas infantis
CBO 3751-20 > Designers de interiores, de vitrines e visual merchandiser (nível médio)

Decorador de festas infantis - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Projetam e executam soluções para espaços internos residenciais, comerciais, industriais visando a estética, o bem-estar e o conforto. Criam e projetam vitrines, ambientes comerciais, industriais e de eventos que destaquem e valorizem o produto, projetam programações visuais com os objetivos de estimular o consumo de produtos e de informar o consumidor.

Quanto ganha um Decorador de festas infantis

Um Decorador de festas infantis trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.095,04 e R$ 3.612,41, com a média salarial de R$ 1.654,01 e o salário mediana em R$ 1.361,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Decorador de festas infantis

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.654,01 19.848,12 413,50 7,65
1º Quartil 1.095,04 13.140,49 273,76 5,07
Salário Mediana 1.361,00 16.332,00 340,25 6,30
3º Quartil 2.754,98 33.059,76 688,74 12,75
Teto Salarial 3.612,41 43.348,94 903,10 16,72


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos em nivel médio dos serviços culturais, das comunicações e dos desportos
      • Decoradores e vitrinistas
        • Designers de interiores, de vitrines e visual merchandiser (nível médio)

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.256 - 5.773 2.547,79 1.256,50 2.080,00 4.766,54 5.773,38
Rio de Janeiro - RJ 1.163 - 5.178 2.227,99 1.162,88 1.500,00 4.275,21 5.178,26
Belo Horizonte - MG 1.178 - 2.658 1.669,95 1.178,31 1.529,87 2.194,10 2.657,56
Brasília - DF 1.116 - 3.320 1.543,84 1.115,81 1.162,00 2.741,38 3.320,44
Goiânia - GO 1.142 - 1.916 1.316,72 1.142,06 1.200,00 1.581,82 1.915,95
Joinville - SC 1.470 - 3.294 1.921,48 1.470,25 1.800,00 2.719,90 3.294,42
Salvador - BA 1.059 - 3.916 1.836,37 1.059,11 1.773,33 3.233,03 3.915,94
Niterói - RJ 1.297 - 2.906 1.556,68 1.297,00 1.297,00 2.399,33 2.906,14
Campinas - SP 1.278 - 2.555 1.656,45 1.277,99 1.646,99 2.109,19 2.554,71
Curitiba - PR 1.317 - 2.261 1.542,12 1.317,17 1.500,00 1.866,67 2.260,96
Fortaleza - CE 1.082 - 2.149 1.259,80 1.081,57 1.081,57 1.774,20 2.148,96
Pinhalzinho - SC 1.364 - 2.443 1.513,95 1.363,74 1.432,88 2.017,05 2.443,11
Balneário Camboriú - SC 1.361 - 2.368 1.488,56 1.361,00 1.361,00 1.955,00 2.367,95
Cáceres - MT 1.050 - 1.544 1.095,00 1.050,00 1.050,00 1.275,00 1.544,32
Sarandi - PR 1.483 - 1.796 1.482,64 1.482,64 1.482,64 1.482,64 1.795,82
São José do Rio Preto - SP 1.300 - 1.848 1.423,35 1.300,00 1.460,60 1.525,93 1.848,25
Porto Alegre - RS 1.500 - 3.021 1.931,87 1.500,00 1.748,00 2.494,36 3.021,24
Anápolis - GO 1.080 - 1.453 1.146,67 1.080,00 1.130,00 1.200,00 1.453,48
Gaspar - SC 1.567 - 2.665 1.770,50 1.567,25 1.600,00 2.200,00 2.664,71
Sorriso - MT 1.060 - 1.817 1.289,00 1.060,00 1.298,00 1.500,00 1.816,85


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.239 - 4.685 2.114,62 1.239,17 1.600,00 3.868,36 4.685,48
Santa Catarina 1.280 - 2.601 1.609,45 1.280,06 1.492,05 2.147,78 2.601,45
Minas Gerais 1.066 - 2.291 1.354,56 1.065,98 1.200,00 1.891,43 2.290,96
Rio de Janeiro 1.183 - 4.643 2.040,01 1.182,68 1.361,46 3.833,22 4.642,91
Paraná 1.285 - 2.466 1.550,88 1.285,29 1.482,64 2.036,14 2.466,24
Goiás 1.075 - 1.852 1.240,45 1.075,45 1.200,00 1.529,01 1.851,98
Rio Grande do Sul 1.177 - 2.534 1.533,74 1.177,05 1.400,00 2.092,07 2.533,98
Mato Grosso 1.049 - 2.347 1.342,23 1.048,75 1.101,00 1.937,50 2.346,76
Bahia 1.045 - 2.929 1.487,75 1.045,00 1.200,00 2.417,86 2.928,59
Distrito Federal 1.116 - 3.320 1.543,84 1.115,81 1.162,00 2.741,38 3.320,44
Espírito Santo 1.045 - 2.059 1.298,86 1.045,00 1.188,31 1.699,57 2.058,56
Pernambuco 1.086 - 1.850 1.248,41 1.086,25 1.177,50 1.527,13 1.849,70
Tocantins 1.045 - 1.945 1.230,80 1.045,00 1.100,00 1.605,91 1.945,13
Pará 1.045 - 1.655 1.187,05 1.045,00 1.200,00 1.366,67 1.655,35
Ceará 1.082 - 2.149 1.259,80 1.081,57 1.081,57 1.774,20 2.148,96
Piauí 1.045 - 1.332 1.055,00 1.045,00 1.045,00 1.100,00 1.332,35
Rondônia 1.178 - 1.753 1.234,85 1.178,00 1.185,00 1.447,25 1.752,95
Amazonas 1.061 - 2.422 1.302,14 1.060,70 1.125,00 2.000,00 2.422,46
Mato Grosso do Sul 1.045 - 3.028 1.381,50 1.045,00 1.207,25 2.500,00 3.028,08
Maranhão 1.063 - 3.837 1.541,43 1.063,18 1.194,65 3.168,00 3.837,18


Principais locais de trabalho

Designers de interiores, de vitrines e visual merchandiser (nível médio) os profissionais da família trabalham, basicamente, no comércio atacadista e varejista, na construção e na prestação de serviços , podendo ser encontrados também em outras atividades, como a indústria. Montam vitrines e estandes em feiras e eventos, criam e desenvolvem campanhas temáticas voltadas para a comercialização de produtos, cuidam da circulação das pessoas e da otimização da apresentação dos produtos internamente às lojas, concebem e executam projetos de design de interiores, levando em conta a estética, a funcionalidade e a ergonomia. Desenvolvem suas atividades individualmente e em equipes multidisciplinares, predominantemente por conta própria, na maioria das vezes sem supervisão. Podem trabalhar em horários variados ou irregulares, conforme as necessidades de seus clientes. Eventualmente, em algumas ocupações, alguns profissionais podem trabalhar em condições especiais, como alta temperatura ou em posições desconfortáveis por longos períodos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Designers de interiores, de vitrines e visual merchandiser (nível médio)

O exercício das ocupações da família, atualmente, não requer um nível de escolaridade determinado, pois no mercado convivem profissionais com formação na prática, cursos de curta duração, cursos técnicos de nível médio e formação universitária. Conforme a tendência de profissionalização que se verifica na área, pode-se afirmar que é desejável formação técnica de nível médio ou universitária, dependendo da ocupação. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Decorador de festas infantis

Designers de interiores, de vitrines e visual merchandiser (nível médio) devem:

  • executar o projeto;
  • interpretar as necessidades do cliente;
  • atrair o consumidor;
  • pesquisar produtos e materiais;
  • acompanhar o projeto;
  • demonstrar competências pessoais;
  • conceber o projeto (design de interiores, vitrines, espaços diversos e eventos);
  • elaborar projeto executivo;

  • Atividades

    • orçar projeto;
    • criar peças especiais;
    • criar ambiente favorável ao consumo;
    • gerenciar obra ou projeto;
    • distribuir volumes no espaço;
    • sugerir eventuais modificações ao projeto arquitetônico;
    • identificar expectativas e necessidades do cliente;
    • fazer manutenção programada do projeto;
    • definir programa de ações;
    • fazer levantamento métrico e fotográfico;
    • escolher escala cromática para o ambiente;
    • pesquisar tendências;
    • testar produtos, materiais e ferramentas;
    • apresentar em modelos e/ou maquetes soluções para o ambiente;
    • criar móveis e produtos;
    • demonstrar capacidade de persuasão;
    • acompanhar execução orçamentária;
    • adequar os elementos já existentes ao espaço;
    • indicar outros profissionais;
    • substituir o produto na vitrina já montada;
    • adaptar materiais;
    • criar ambientes temáticos e estéticos;
    • participar de exposições, mostras e feiras;
    • pesquisar preços de produtos e serviços;
    • alocar pontos de telefonia;
    • alocar pontos para informática;
    • demonstrar capacidade de administrar o tempo;
    • pesquisar linhas de produtos conforme target do cliente;
    • entrevistar cliente;
    • selecionar produtos;
    • demonstrar capacidade de trabalhar sob pressão;
    • demonstrar capacidade de comunicação;
    • conceber programação visual para espaços comerciais (merchandising);
    • demonstrar senso estético;
    • definir limites orçamentários do projeto;
    • personalizar espaço arquitetônico ou físico;
    • pesquisar mercado;
    • demonstrar trabalho in loco;
    • realizar programação visual de espaços comerciais (merchandising);
    • demonstrar capacidade de negociação;
    • avaliar viabilidade do projeto;
    • apresentar sugestões;
    • elaborar estudos preliminares;
    • adaptar projeto à vida útil de produto e materiais;
    • selecionar fornecedores;
    • elaborar planta de distribuição dos espaços internos;
    • alocar pontos de iluminação;
    • demonstrar capacidade de visão espacial;
    • providenciar atrativos sensoriais no ambiente;
    • apresentar portfolio ao cliente;
    • avaliar o resultado do projeto;
    • especificar os materiais a serem utilizados;
    • adaptar o projeto às normas;
    • supervisionar execução do projeto;
    • coordenar equipes;
    • definir leiaute da ambientação;
    • demonstrar criatividade;
    • demonstrar capacidade de objetividade;
    • estabelecer contrato de trabalho;
    • adaptar projeto às condições do ambiente;
    • colaborar no desenvolvimento de produtos e materiais;
    • contratar serviços especializados;
    • demonstrar capacidade de trabalhar em equipe;
    • planejar a circulação;
    • apresentar estudo preliminar ao cliente;
    • representar graficamente soluções para o ambiente (desenho manual, autocad etc);
    • assessorar o cliente para aprovação de produtos;
    • elaborar o cronograma;
    • alocar pontos hidráulicos;
    • alocar pontos de ar condicionado;
    • fazer ajustes ao projeto;
    • demonstrar flexibilidade;
    • demonstrar capacidade de contornar situações adversas;
    • montar espaços que destaquem o produto;
    • divulgar trabalhos na mídia;
    • alocar pontos elétricos;


    Setores que mais contratam Decorador de festas infantis no mercado de trabalho

    • Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas
    • Serviços de alimentação para eventos e recepções - bufê
    • Comércio varejista de plantas e flores naturais
    • Casas de festas e eventos
    • Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente
    • Aluguel de móveis, utensílios e aparelhos de uso doméstico e pessoal
    • Hotéis
    • Lojas de variedades, exceto lojas de departamentos ou magazines
    • Restaurantes e similares
    • Decoração de interiores




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Gerente de pensão
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Gerente de pensão