Salário para o cargo de Chofer de praça
CBO 7823-15 > Motoristas de veículos de pequeno e médio porte

Chofer de praça - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Dirigem e manobram veículos e transportam pessoas, cargas, valores, pacientes e material biológico humano. Realizam verificações e manutenções básicas do veículo e utilizam equipamentos e dispositivos especiais tais como sinalização sonora e luminosa, software de navegação e outros. Efetuam pagamentos e recebimentos e, no desempenho das atividades, utilizam-se de capacidades comunicativas. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente. Os condutores de ambulância auxiliam as equipes de saúde nos atendimentos de urgência e emergência.

Quanto ganha um Chofer de praça

Um Chofer de praça trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.126,47 e R$ 2.556,86, com a média salarial de R$ 1.500,17 e o salário mediana em R$ 1.448,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Chofer de praça

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.500,17 18.002,07 375,04 6,96
1º Quartil 1.126,47 13.517,61 281,62 5,22
Salário Mediana 1.448,00 17.376,00 362,00 6,72
3º Quartil 1.949,97 23.399,61 487,49 9,04
Teto Salarial 2.556,86 30.682,27 639,21 11,86


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores de funções transversais
      • Condutores de veículos e operadores de equipamentos de elevação e de movimentação de cargas
        • Motoristas de veículos de pequeno e médio porte

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Belo Horizonte - MG 1.254 - 1.968 1.368,95 1.254,00 1.318,10 1.624,84 1.968,05
São Paulo - SP 1.045 - 2.559 1.583,07 1.045,00 1.621,22 2.112,53 2.558,75
Goiânia - GO 1.408 - 1.848 1.437,16 1.407,50 1.407,50 1.526,13 1.848,49
Serra - ES 1.476 - 1.973 1.589,00 1.476,12 1.620,43 1.628,53 1.972,52
Cubatão - SP 1.642 - 2.139 1.738,84 1.642,10 1.766,00 1.766,00 2.139,03
Itajaí - SC 1.400 - 1.978 1.551,13 1.400,00 1.588,00 1.633,00 1.977,94
Niquelândia - GO 1.123 - 2.173 1.414,30 1.122,50 1.305,00 1.794,00 2.172,95
Ribeirão das Neves - MG 1.045 - 1.266 1.045,00 1.045,00 1.045,00 1.045,00 1.265,74
Aparecida de Goiânia - GO 1.555 - 1.883 1.555,00 1.555,00 1.555,00 1.555,00 1.883,46
Porto Alegre - RS 1.124 - 2.665 1.461,68 1.123,92 1.237,15 2.200,04 2.664,75
Joinville - SC 1.448 - 2.275 1.599,52 1.448,00 1.448,00 1.878,08 2.274,78
Dourados - MS 1.045 - 1.556 1.131,75 1.045,00 1.061,50 1.285,00 1.556,43
Vilhena - RO 1.128 - 2.133 1.346,14 1.128,00 1.178,00 1.761,00 2.132,98
Picarras - SC 1.494 - 1.931 1.541,00 1.494,00 1.511,00 1.594,00 1.930,70
Jaguarão - RS 2.029 - 2.668 2.152,84 2.029,02 2.202,37 2.202,37 2.667,58
Aracaju - SE 1.100 - 1.938 1.428,67 1.100,00 1.468,00 1.600,00 1.937,97
Marau - RS 1.482 - 1.886 1.544,89 1.482,26 1.557,41 1.557,41 1.886,38
Rio de Janeiro - RJ 1.230 - 1.991 1.494,60 1.229,98 1.547,74 1.643,88 1.991,12
Curitiba - PR 1.273 - 2.049 1.384,47 1.273,00 1.338,00 1.691,79 2.049,15
Araquari - SC 1.522 - 2.241 1.754,83 1.522,00 1.803,49 1.850,00 2.240,78


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Minas Gerais 1.125 - 2.061 1.360,20 1.124,96 1.318,10 1.701,43 2.060,83
São Paulo 1.236 - 2.585 1.719,45 1.235,94 1.766,00 2.134,55 2.585,43
Goiás 1.086 - 2.065 1.387,09 1.086,23 1.407,50 1.704,95 2.065,09
Rio Grande do Sul 1.245 - 2.621 1.699,43 1.245,16 1.685,12 2.164,30 2.621,47
Santa Catarina 1.428 - 2.229 1.589,31 1.427,99 1.588,00 1.840,35 2.229,08
Paraná 1.091 - 2.396 1.518,87 1.090,60 1.506,50 1.977,96 2.395,76
Espírito Santo 1.230 - 1.970 1.513,50 1.230,34 1.620,43 1.626,51 1.970,07
Bahia 1.045 - 1.935 1.309,66 1.045,00 1.390,13 1.597,33 1.934,74
Mato Grosso do Sul 1.045 - 1.705 1.180,49 1.045,00 1.119,40 1.408,00 1.705,41
Pará 1.187 - 2.604 1.666,02 1.186,83 1.618,74 2.150,28 2.604,48
Rio de Janeiro 1.215 - 1.984 1.413,06 1.214,99 1.385,00 1.637,66 1.983,58
Ceará 1.100 - 2.108 1.284,46 1.100,00 1.166,00 1.740,74 2.108,44
Rondônia 1.153 - 1.975 1.318,30 1.153,00 1.200,00 1.630,50 1.974,91
Mato Grosso 1.045 - 1.827 1.199,57 1.045,00 1.150,00 1.508,76 1.827,45
Maranhão 1.245 - 2.422 1.707,84 1.245,00 1.700,00 2.000,00 2.422,46
Sergipe 1.100 - 1.938 1.428,67 1.100,00 1.468,00 1.600,00 1.937,97
Distrito Federal 1.250 - 2.089 1.412,82 1.250,00 1.300,00 1.724,54 2.088,81


Principais locais de trabalho

Motoristas de veículos de pequeno e médio porte profissionais nessa família CBO, exercem o cargo nas atividades anexas e auxiliares do transporte, porém podem trabalhar de forma indistinta nas diversas atividades econômicas. São empregados com carteira assinada, exceto o motorista de táxi, que trabalha como autônomo ou por conta- própria. O trabalho é realizado de forma individual, em veículos, em horários irregulares, sob supervisão permanente (motorista de furgão ou veículo similar e motorista de carro de passeio) ou sob supervisão ocasional (motorista de táxi). O condutor de ambulância trabalha em equipe, em rodízio de turnos. Trabalham sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse constante, e ficam expostos a ruído intenso.


O que é preciso para trabalhar na área dos Motoristas de veículos de pequeno e médio porte

Para o exercício desse cargo requer-se a quarta série do ensino fundamental. Requer-se também curso básico de qualificação profissional com até duzentas horas-aula, especificamente para o condutor de ambulância, o motorista de táxi e o motorista de furgão ou veículo similar. O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional, para o motorista de furgão ou veículo similar, e entre quatro e cinco anos, para o motorista de carro de passeio. O condutor de ambulância não exige experiência anterior para o pleno exercício de suas atividades. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Chofer de praça

Motoristas de veículos de pequeno e médio porte devem:

  • efetuar pagamentos e recebimentos;
  • comunicar-se;
  • usar equipamentos e dispositivos especiais;
  • manobrar veículos;
  • dirigir veículos;
  • auxiliar equipe de saúde no atendimento de urgência e emergência;
  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar verificações e manutenções básicas do veiculo;
  • transportar pessoas, cargas, valores, pacientes e material biológico humano;

  • Atividades

    • prestar informações gerais aos passageiros;
    • conduzir veículo com problemas mecânicos com autorização superior;
    • recolher assinatura do recebedor da mercadoria ou serviço;
    • verificar funcionamento de equipamentos de sinalização sonora e luminosa;
    • selecionar bandeira do taxímetro;
    • controlar numeração do lacre do material transportado (biológico e de valor);
    • isolar veículo em caso de emergência ou situações anormais;
    • conduzir maca;
    • ajustar bancos e retrovisores;
    • municionar armas em local seguro;
    • notificar autoridades em casos de emergências e situações especiais;
    • demonstrar capacidade de tomar decisões rapidamente;
    • verificar estado dos pneus;
    • trocar óleos;
    • demonstrar capacidade de análise;
    • trocar cilindros de oxigênio e ar comprimido em ambulância;
    • devolver objetos esquecidos no interior do veículo;
    • detectar problemas mecânicos;
    • trabalhar sob pressão;
    • conferir quantidades dos bens a serem transportados;
    • desmunicionar armas em local seguro;
    • orientar acompanhante no transporte de paciente;
    • calcular tempo de chegada ao destino;
    • verificar equipamentos de comunicação;
    • identificar veículos com carga perigosa;
    • dirigir defensivamente;
    • receber numerário, notas promissórias, cheques;
    • relatar atrasos;
    • trocar pneus;
    • auxiliar no resgate de vítimas em situação de difícil acesso;
    • informar à central de atendimento sobre a composição da equipe de plantão (ambulância);
    • definir itinerários;
    • acionar sinais luminosos e sonoros;
    • demonstrar capacidade visual espacial;
    • liberar embarque e desembarque em local seguro e permitido;
    • colocar disco no tacógrafo;
    • avisar extravios, furtos ou avarias de carga;
    • checar indicações dos instrumentos do painel;
    • utilizar software de navegação;
    • demonstrar criatividade;
    • buscar local seguro em caso de perigo;
    • acompanhar prazos ou quilometragem para revisões periódicas;
    • trabalhar em equipe;
    • conferir equipamentos obrigatórios do veículo;
    • solicitar socorro mecânico;
    • sugerir pontos turísticos aos passageiros;
    • auxiliar na conferência de equipamentos e materiais na ambulância;
    • demonstrar capacidade de equilíbrio emocional;
    • identificar obstáculos ao redor do veículo;
    • retirar objetos dos passageiros do compartimento de bagagem;
    • manusear cargas;
    • auxiliar na aplicação dos procedimentos de primeiros socorros;
    • informar aos responsáveis sobre problemas mecânicos no veículo;
    • efetuar prestação de contas;
    • sinalizar local em caso de estacionamento emergencial;
    • preencher relatórios de controle;
    • desviar de obstáculos;
    • relatar ocorrências durante a realização do trabalho;
    • realizar manobras veiculares emergenciais com sinais sonoros e luminosos de emergência ativos;
    • testar sistema elétrico;
    • auxiliar na realização de manobra de desengasgo;
    • cumprir ordem de serviço;
    • controlar velocidade de manobra;
    • afixar no veículo autorizações legais para exercício da função;
    • reduzir velocidade em caso de chuva ou neblina;
    • utilizar equipamentos de proteção individual (epi);
    • auxiliar na contenção de paciente com alteração de comportamento;
    • acomodar ocupantes no veículo;
    • executar pequenos reparos mecânicos de emergência;
    • contratar seguro do veículo;
    • providenciar licenciamento do veículo;
    • consultar central de atendimento para orientações;
    • auxiliar na imobilização de paciente em prancha rígida para transporte;
    • alterar itinerário em caso de situações de risco ou emergência;
    • transmitir informações através de gestos;
    • manejar armamento para defesa;
    • evitar arrancadas bruscas;
    • sinalizar local de ocorrência;
    • higienizar veículos;
    • informar valor a receber;
    • identificar avarias no veículo;
    • auxiliar na imobilização da região cervical do paciente em situação de trauma;
    • evitar paradas bruscas;
    • acionar empresa seguradora;
    • localizar vaga para estacionamento;
    • testar sistema de freios;
    • auxiliar na imobilização de membros de paciente em situação em trauma;
    • abastecer veículo;
    • assinar comprovante de débito no fornecimento de combustíveis;
    • verificar armamento;
    • colocar objetos dos passageiros no compartimento de bagagem;
    • registrar ficha de entrada do paciente na unidade de saúde;
    • verificar nível do combustível;
    • demonstrar cortesia;
    • destravar portas do veículo apenas em local seguro;
    • acionar dispositivos de segurança em caso de assalto (luminosos, sonoros);
    • tratar clientes com polidez;
    • cobrar taxas de serviços agendados e não cancelados com antecedência;
    • calcular distância do local de destino;
    • acionar sinais sonoros e luminosos de emergência;
    • verificar nível do líquido de arrefecimento do reservatório;
    • providenciar revisões periódicas;
    • embarcar produtos embalados;
    • identificar sinais sonoros, luminosos e visuais;
    • zelar pela segurança dos ocupantes do veículo;
    • limpar parte interna e externa do veículo;
    • estacionar veículo;
    • auxiliar na montagem do equipo de soro;
    • conferir dados do cliente para entrega de mercadorias e execução de serviços;
    • verificar proximidade da escolta;
    • verificar condições físicas da carga;
    • emitir comprovantes de prestação de serviços ou entrega de mercadorias (recibos, boletos);
    • auxiliar na realização de manobras de reanimação cardiopulmonar básica (rcp);
    • acondicionar carga no veículo;
    • antecipar manobras de outros condutores;
    • climatizar veículo;
    • realizar ultrapassagens seguras;
    • auxiliar deficientes, gestantes, idosos e crianças no embarque e desembarque;
    • demonstrar capacidade de autocontrole;
    • custodiar valores ou objetos como fiel depositário;
    • selecionar o veículo de acordo com capacidade licenciada;
    • auxiliar no teste de equipamentos médico-hospitalares;
    • localizar veículo no pátio de estacionamento;
    • relatar problemas mecânicos do veículo;
    • auxiliar na reposição de materiais médico-hospitalares utilizados na ambulância;


    Setores que mais contratam Chofer de praça no mercado de trabalho

    • Serviço de táxi
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal
    • Serviço de transporte de passageiros - locação de automóveis com motorista
    • Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Outros transportes rodoviários de passageiros não especificados anteriormente
    • Comércio varejista de materiais de construção em geral
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - minimercados, mercearias e armazéns
    • Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para empresas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: