Salário para o cargo de Auxiliar de processamento de fumo
CBO 8421-20 > Cigarreiros e beneficiadores de fumo

Auxiliar de processamento de fumo - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Compram fumo, interpretando portaria de classificação, identificando tipos e classes de fumo, verificando impurezas e negociando a qualidade com o produtor. Classificam fumo, estimando qualidade e quantidade da safra, interpretando padrões de classificação, distinguindo tipos e elaborando amostras. Fermentam manocas de fumo, identificando classes, montando e desmontando pilhas, monitorando temperatura de pilhas, acondicionando manocas contentores e transportando-os para o estoque. Preparam o blend, avaliando estoques, identificando, controlando percentuais e programando classes de fumo, preparando amostras de blend e demonstrando-as aos clientes. Processam e monitoram processos de beneficiamento e armazenam fumo. Auxiliam na manutenção e instalação de máquinas e equipamentos para o beneficiamento de fumo. Trabalham seguindo normas de higiene, segurança no trabalho, qualidade e preservação ambiental.

Quanto ganha um Auxiliar de processamento de fumo

Um Auxiliar de processamento de fumo trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.182,37 e R$ 2.031,26, com a média salarial de R$ 1.306,93 e o salário mediana em R$ 1.253,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Auxiliar de processamento de fumo

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.306,93 15.683,17 326,73 5,96
1º Quartil 1.182,37 14.188,39 295,59 5,40
Salário Mediana 1.253,00 15.036,00 313,25 5,72
3º Quartil 1.549,13 18.589,51 387,28 7,07
Teto Salarial 2.031,26 24.375,13 507,82 9,27


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da fabricação de alimentos, bebidas e fumo
      • Operadores na preparação de fumo e na fabricação de charutos e cigarros
        • Cigarreiros e beneficiadores de fumo

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Santa Cruz do Sul - RS 1.202 - 1.885 1.314,81 1.201,88 1.253,00 1.556,18 1.884,89
Venâncio Aires - RS 1.204 - 1.778 1.297,07 1.203,70 1.269,40 1.467,79 1.777,83
Vera Cruz - RS 1.205 - 1.523 1.218,36 1.205,16 1.205,60 1.257,13 1.522,67
Rio Negro - PR 1.252 - 2.359 1.446,19 1.252,45 1.290,89 1.947,23 2.358,54
Araranguá - SC 1.274 - 1.832 1.385,54 1.274,42 1.383,80 1.512,83 1.832,39
Arapiraca - AL 1.045 - 1.409 1.074,43 1.045,00 1.045,00 1.163,19 1.408,89
Rio Pardo - RS 1.192 - 1.513 1.216,66 1.191,84 1.205,60 1.248,89 1.512,70
Candelária - RS 1.195 - 1.460 1.203,01 1.195,17 1.205,60 1.205,60 1.460,26
Bebedouro - SP 1.160 - 1.512 1.183,87 1.160,21 1.163,55 1.248,18 1.511,83
Timbó - SC 1.371 - 2.725 1.604,72 1.370,79 1.399,30 2.249,48 2.724,64
Duque de Caxias - RJ 1.261 - 1.597 1.293,40 1.260,61 1.296,94 1.318,84 1.597,41
Curitiba - PR 1.335 - 2.085 1.484,74 1.334,77 1.443,32 1.721,13 2.084,69
Canoinhas - SC 1.399 - 2.271 1.564,69 1.398,97 1.474,00 1.875,33 2.271,45
Rio Azul - PR 1.358 - 2.322 1.532,41 1.357,77 1.401,40 1.917,30 2.322,29
Araraquara - SP 1.474 - 1.875 1.516,99 1.474,00 1.547,70 1.547,70 1.874,62
Itaiopolis - SC 1.325 - 1.823 1.427,16 1.325,20 1.443,20 1.504,80 1.822,66
Rio do Sul - SC 1.657 - 2.242 1.760,72 1.657,48 1.744,60 1.851,08 2.242,08
Quitandinha - PR 1.437 - 1.740 1.436,60 1.436,60 1.436,60 1.436,60 1.740,05
Sinimbu - RS 1.239 - 1.524 1.249,38 1.238,89 1.250,00 1.258,62 1.524,48
Irati - PR 1.518 - 2.352 1.745,69 1.517,95 1.744,60 1.942,05 2.352,27


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio Grande do Sul 1.203 - 1.797 1.290,39 1.202,52 1.232,00 1.483,35 1.796,68
Paraná 1.246 - 2.347 1.449,19 1.245,52 1.315,00 1.937,38 2.346,62
Santa Catarina 1.290 - 2.052 1.445,13 1.290,09 1.383,80 1.694,32 2.052,22
Alagoas 1.045 - 1.408 1.074,39 1.045,00 1.045,00 1.162,58 1.408,15
São Paulo 1.161 - 1.893 1.288,87 1.161,34 1.163,55 1.563,27 1.893,48
Rio de Janeiro 1.255 - 1.596 1.291,94 1.255,47 1.296,94 1.318,05 1.596,47
Minas Gerais 1.073 - 2.269 1.296,06 1.072,96 1.112,64 1.873,04 2.268,68
Distrito Federal 1.068 - 1.663 1.164,82 1.068,33 1.115,00 1.373,33 1.663,42
Bahia 1.045 - 1.310 1.054,17 1.045,00 1.045,00 1.081,67 1.310,15


Principais locais de trabalho

Cigarreiros e beneficiadores de fumo atuam nas colônias de preparação e tratamento do fumo cru ou nas indústrias de fabricação que debulham, fragmentam e preparam o fumo para fábricas de cigarros e cigarrilhas. São empregados com carteira assinada. Os titulares trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, os auxiliares atuam individualmente sob supervisão permanente. No período de entressafra, podem desenvolver atividades de manutenção de equipamentos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Cigarreiros e beneficiadores de fumo

Para o exercício da ocupação processador de fumo requer-se ensino médio incompleto e curso básico de qualificação profissional com até duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre três e quatro anos de experiência profissional. Para o auxiliar de processamento do fumo requer-se ensino fundamental e prática profissional no posto de trabalho. Nesse caso, o pleno desempenho das atividades é alcançado com aproximadamente um ano de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Auxiliar de processamento de fumo

Cigarreiros e beneficiadores de fumo devem:

  • classificar fumo;
  • participar de processos administrativos e operacionais;
  • desmanchar cigarros;
  • reconstituir fumo;
  • trabalhar com segurança;
  • preparar blend;
  • processar fumo;
  • preparar essências e melados;
  • demonstrar competências pessoais;
  • operar máquinas;
  • fermentar manocas de fumo;
  • produzir fumo desfiado;

  • Atividades

    • trabalhar em equipe;
    • monitorar temperatura das pilhas de manocas de fumo;
    • aplicar melado;
    • preencher planilha de produção da máquina;
    • acondicionar fumo cru em contentores;
    • demonstrar apuro olfativo;
    • secar fumo;
    • desmontar pilhas de manocas de fumo;
    • isolar áreas de risco;
    • limpar máquinas, equipamentos e ambientes;
    • controlar percentuais das composições de classes de fumo;
    • demonstrar capacidade de análise;
    • identificar tipos e classes de fumo;
    • alimentar máquina com fumo;
    • pegar no estoque classes para composição da corrida;
    • emitir relatórios de produção;
    • alimentar com fumo as máquinas de corte;
    • separar classes de fumo;
    • participar de diálogos prevencionistas sobre segurança no trabalho;
    • detectar defeitos de máquinas e equipamentos;
    • torrar fumo;
    • emitir etiquetas de melados e essências;
    • misturar matéria-prima para reconstituição do fumo;
    • demonstrar acuidade visual;
    • envasar essências e melados;
    • regular equipamentos da linha de destala mecânica;
    • regular equipamentos de secagem;
    • conferir matéria-prima;
    • monitorar especificações do fumo processado (lâmina e talo);
    • emitir etiqueta de identificação do fumo processado;
    • aplicar produtos aglutinadores;
    • aplicar essências;
    • realizar pequenos reparos nas máquinas;
    • identificar necessidades de treinamento;
    • armazenar essências e melados;
    • demonstrar versatilidade;
    • montar pilhas de manocas de fumo;
    • demonstrar concentração;
    • transportar fumo para linha de produção;
    • coletar amostras de melados e essências;
    • trocar componentes de máquina de consumo imediato;
    • participar do processo seletivo de trabalhadores temporários;
    • controlar rastreabilidade das matérias primas;
    • controlar funcionamento das máquinas;
    • demonstrar destreza manual;
    • separar fumo do papel e filtro;
    • pesar refugos das máquinas de cigarros;
    • avaliar estoque de fumo;
    • dispor fumo em silos para homogeneização da mistura;
    • pesar resíduos (pó, fumo e papéis);
    • transportar contentores para estoque;
    • selecionar refugo de cigarro por mistura;
    • verificar características do fumo (textura, cor, maturidade, umidade, etc);
    • conferir etiquetas dos produtores;
    • destalar folhas de fumo (destala manual);
    • abastecer linha de produção de fumo;
    • demonstrar sensibilidade táctil;
    • verificar prazo de validade dos produtos;
    • verificar calibração de balança;
    • regular prensa;
    • negociar classes de fumo com produtores;
    • agendar corrida da composição das classes de fumo;
    • acondicionar filtros em reservatórios;
    • participar de treinamentos de segurança no trabalho;
    • separar produtos para preparação de essências e melados;
    • controlar temperatura e vapor dos equipamentos;
    • identificar classes de fumo reconstituído;
    • controlar estatísticas de produção de cigarros, filtros e carteiras;
    • acondicionar fumo processado em pallets;
    • inspecionar visualmente cigarros, filtros e carteiras;
    • solicitar reposição de produtos para preparação de essências e melados;
    • pesar contentor de fumo;
    • separar refugo de cigarros e carteiras;
    • abastecer máquinas com máteria-prima;
    • estimar qualidade da safra do fumo;
    • registrar dados de qualidade do produto;
    • usar equipamentos de proteção individual e coletiva (epi e epc);
    • comunicar riscos de acidentes e incidentes no trabalho;
    • recondicionar o fumo;
    • elaborar amostras do fumo;
    • conferir blend com cliente;
    • expandir fumo;
    • demonstrar iniciativa;
    • demonstrar proatividade;
    • demonstrar agilidade decisória;
    • armazenar o fumo em caixas ou sacos;
    • operar sistemas de informática;
    • auxiliar no controle administrativo de pessoal;
    • misturar produtos para a preparação de essências e melados;
    • interpretar fórmula;
    • cortar fumo;
    • auxiliar na manutenção de máquinas e equipamentos;
    • preparar amontras do blend para clientes;
    • verificar impurezas do fumo;
    • identificar matéria-prima para reconstituição do fumo;
    • abastecer máquina com refugo da máquina de desmanchar;
    • verificar consecução das metas de produção;
    • acondicionar manocas em contentores;
    • contornar situações adversas;
    • pesar produtos para preparação de essências e melados;
    • requisitar peças de reposição para máquinas e equipamentos;
    • acompanhar realização das tarefas;
    • capacitar colegas de trabalhos;
    • preparar mistura do fumo;
    • coletar cigarros e filtros na esteira para amostra;
    • retirar amostra do fumo para análise;
    • demonstrar flexibilidade;


    Setores que mais contratam Auxiliar de processamento de fumo no mercado de trabalho

    • Processamento industrial do fumo
    • Cultivo de fumo
    • Fabricação de outros produtos do fumo, exceto cigarros, cigarrilhas e charutos
    • Fabricação de cigarros
    • Comércio atacadista de fumo em folha não beneficiado
    • Comércio atacadista de fumo beneficiado
    • Comércio atacadista de cigarros, cigarrilhas e charutos
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Comércio atacadista de matérias-primas agrícolas
    • Fabricação de cigarrilhas e charutos




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Operador de reator nuclear
    Operadores de instalações de geração e distribuição de energia elétrica, hidráulica, térmica ou nuclear

    Operador de reator nuclear

    Salário para o cargo de Astrônomo
    Profissionais das ciências atmosféricas e espaciais e de astronomia

    Astrônomo

    Salário para o cargo de Educador de rua
    Trabalhadores de atenção, defesa e proteção a pessoas em situação de risco e adolescentes em conflito com a lei

    Educador de rua