Salário para o cargo de Trabalhador da caprinocultura
CBO 6232-05 > Trabalhadores na pecuária de animais de médio porte

Trabalhador da caprinocultura - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Cuidam da alimentação, gestação e lactação de suínos, caprinos e ovinos. Aplicam medicamentos e fazem curativos. Controlam a reprodução, ordenham, abatem e preparam suínos, caprinos e ovinos para exposição e venda. Beneficiam produtos da pecuária de médio porte. As atividades são desempenhadas em conformidade com normas e procedimentos técnicos, de qualidade e biossegurança.

Quanto ganha um Trabalhador da caprinocultura

Um Trabalhador da caprinocultura trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.045,00 e R$ 1.688,35, com a média salarial de R$ 1.128,43 e o salário mediana em R$ 1.052,50 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Trabalhador da caprinocultura

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.128,43 13.541,11 282,11 5,14
1º Quartil 1.045,00 12.540,00 261,25 4,76
Salário Mediana 1.052,50 12.630,00 263,13 4,80
3º Quartil 1.287,61 15.451,28 321,90 5,87
Teto Salarial 1.688,35 20.260,19 422,09 7,70


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Trabalhadores na exploração agropecuária
      • Trabalhadores na pecuária
        • Trabalhadores na pecuária de animais de médio porte

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.045 - 1.690 1.134,53 1.045,00 1.045,00 1.394,99 1.689,65
Colatina - ES 1.045 - 1.319 1.063,40 1.045,00 1.060,68 1.088,59 1.318,53


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.045 - 1.709 1.144,48 1.045,00 1.045,00 1.411,09 1.709,15
Espírito Santo 1.045 - 1.319 1.063,40 1.045,00 1.060,68 1.088,59 1.318,53


Principais locais de trabalho

Trabalhadores na pecuária de animais de médio porte trabalham em pequenas, grandes e médias propriedades rurais de criação de ovelhas, cabras e porcos. O regime de trabalho é assalariado, com carteira assinada. Trabalham a céu aberto, em horários diurno e irregulares, sob supervisão permanente.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores na pecuária de animais de médio porte

O pré-requisito mínimo de escolaridade situa-se entre quarta e sétima série do ensino fundamental. Há tendência de aumento das exigências, com ocorrência de granjas que requer em escolaridade de nível médio completo. A qualificação é obtida com o aprendizado prático no local de trabalho, com duração que varia entre um e dois anos. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Trabalhador da caprinocultura

Trabalhadores na pecuária de animais de médio porte devem:

  • aplicar medicamentos em suínos, caprinos e ovinos;
  • beneficiar produtos da pecuária de médio porte;
  • alimentar suínos, caprinos e ovinos;
  • preparar suínos, caprinos e ovinos para exposição e venda;
  • trabalhar com biossegurança;
  • controlar reprodução de suínos, caprinos e ovinos;
  • abater suínos, caprinos e ovinos;
  • ordenhar suínos, caprinos e ovinos;
  • cuidar da gestação e lactação de ovinos, caprinos e suínos;
  • demonstrar competências pessoais;

  • Atividades

    • inserir mossa em recém-nascidos;
    • construir piquete;
    • retirar esterco;
    • matar animais por sangria;
    • colocar animais para monta;
    • produzir doce de leite;
    • vestir uniforme;
    • lavar fêmeas e reprodutores;
    • monitorar temperatura e luminosidade;
    • extrair leite;
    • controlar peso de fêmea;
    • descartar jatos iniciais de leite;
    • castrar animais;
    • armazenar medicamentos e vacinas em ambiente fechado;
    • misturar leite em pó em água;
    • depurar gordura;
    • pulverizar medicamentos na pele;
    • produzir queijo;
    • transportar animais;
    • cortar cauda de recém-nascidos;
    • medicar por via oral;
    • cortar umbigo de recém-nascidos;
    • tatuar recém-nascidos;
    • embalar leite;
    • pesar animais;
    • extrair colostro para alimentação de recém-nascidos;
    • eliminar roedores, insetos e parasitas;
    • produzir iogurte;
    • tosquiar animais;
    • retirar pele;
    • injetar vacinas e medicamentos;
    • higienizar máquinas e equipamentos;
    • defumar carne;
    • pasteurizar colostro de caprinos;
    • ensilar capim, milho e sorgo;
    • moer ossos;
    • esterilizar materiais;
    • curtir esterco;
    • demonstrar agilidade em manejo de animais;
    • recolher sobra de ração;
    • embutir carne;
    • distribuir volumoso em comedouro;
    • registrar data de validade do leite;
    • marcar animais;
    • conservar couro em sal;
    • secar capim para fenação;
    • distribuir sal em comedouros;
    • triturar milho, trigo, sorgo e soja;
    • retirar vísceras;
    • demonstrar afinidade com a atividade;
    • escovar animais;
    • picar capim e cana;
    • varrer baias com cal;
    • controlar peso do macho;
    • classificar concentração de ração;
    • escolher animais para abate;
    • organizar cruzamentos;
    • conduzir animais para defecagem e alimentação;
    • higienizar instalações;
    • coletar amostras para exame;
    • desmamar recém-nascidos;
    • numerar animais;
    • espantar aves;
    • demonstrar paciência;
    • resfriar sêmen;
    • cortar dente de suínos recém-nascidos;
    • balancear peso de fêmea durante gestação;
    • induzir partos;
    • isolar animais contaminados;
    • escolher reprodutores e matrizes;
    • coar leite;
    • transportar leite;
    • levar animal para ordenha;
    • monitorar qualidade de água em bebedouros;
    • demonstrar sensibilidade com animais;
    • demonstrar responsabilidade;
    • construir apriscos;
    • matar animais por choque;
    • armazenar medicamentos e vacinas em local refrigerado;
    • distribuir água em bebedouros;
    • efetuar rodízio de pasto;
    • monitorar partos;
    • pintar baias;
    • armazenar colostro;
    • anotar peso do animal;
    • inseminar fêmea;
    • pasteurizar leite;
    • distribuir leite em bebedouros e mamadeiras coletivas;
    • guardar carne e leite em locais refrigerados;
    • aparar casco;
    • trabalhar em equipe;
    • fazer curativos;
    • manipular medicamentos conforme fórmula;
    • selecionar animais por raça e origem;
    • diluir sêmen;
    • induzir cio de fêmeas;
    • atentar para detalhes do comportamento de animais;
    • pelar suínos;
    • coletar sêmen;
    • retalhar carcaça;
    • separar descarte de animal abatido;
    • misturar componentes da ração;
    • molhar ração para suínos;
    • identificar cio de fêmeas;
    • distribuir ração em comedouros;
    • remanejar amamentação de filhotes;
    • mochar caprinos e ovinos recém-nascidos;
    • desinfetar tetas de caprinos;
    • cercar instalações com tela;
    • passar medicamentos no casco;


    Setores que mais contratam Trabalhador da caprinocultura no mercado de trabalho

    • Cultivo de batata-inglesa
    • Criação de caprinos
    • Atividades de apoio à agricultura
    • Criação de bovinos para leite
    • Cultivo de café
    • Comércio varejista de hortifrutigranjeiros
    • Criação de suínos
    • Criação de bovinos para corte
    • Criação de bovinos, exceto para corte e leite
    • Fabricação de laticínios




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Supervisor de trens
    Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

    Supervisor de trens