Salário para o cargo de Operador de colhedor florestal
CBO 6420-05 > Trabalhadores da mecanização florestal

Operador de colhedor florestal - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Dirigem máquinas pesadas de operação florestal. Preparam atividade de colheita florestal, efetuam derrubada, descasque e desgalhamento mecânico de toras e estocam madeira. Inspecionam máquinas florestais, realizam manutenção em segundo nível de máquinas florestais e empregam medidas de segurança.

Quanto ganha um Operador de colhedor florestal

Um Operador de colhedor florestal trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.636,44 e R$ 3.336,11, com a média salarial de R$ 1.999,00 e o salário mediana em R$ 1.898,87 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Operador de colhedor florestal

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.999,00 23.988,06 499,75 9,45
1º Quartil 1.636,44 19.637,33 409,11 7,73
Salário Mediana 1.898,87 22.786,44 474,72 8,97
3º Quartil 2.544,26 30.531,11 636,06 12,02
Teto Salarial 3.336,11 40.033,31 834,03 15,76


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Trabalhadores da mecanização agropecuária e florestal
      • Trabalhadores da mecanização florestal
        • Trabalhadores da mecanização florestal

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Três Lagoas - MS 1.959 - 2.979 2.262,88 1.959,19 2.316,00 2.459,79 2.979,37
Capão do Leão - RS 1.271 - 2.929 2.046,64 1.270,72 2.405,00 2.418,16 2.928,95
Turmalina - MG 1.562 - 2.366 1.713,26 1.562,33 1.570,00 1.953,27 2.365,86
Agua Clara - MS 2.116 - 3.143 2.364,14 2.116,19 2.406,79 2.594,86 3.142,98
Mogi das Cruzes - SP 1.576 - 2.315 1.792,96 1.575,76 1.836,50 1.910,97 2.314,62
Lençóis Paulista - SP 1.347 - 2.320 1.606,26 1.346,80 1.593,90 1.915,69 2.320,34
Brasilândia - MS 1.745 - 2.880 1.991,12 1.745,00 1.779,20 2.377,90 2.880,19
Teixeira de Freitas - BA 1.764 - 2.710 1.930,13 1.763,58 1.836,50 2.237,68 2.710,34
Jacareí - SP 1.707 - 3.174 2.118,01 1.707,30 1.964,03 2.620,89 3.174,50
Butia - RS 1.630 - 2.367 1.790,60 1.629,90 1.764,69 1.954,46 2.367,30
Ipatinga - MG 1.508 - 1.917 1.526,50 1.507,64 1.507,64 1.583,09 1.917,49
Sete Lagoas - MG 1.698 - 2.242 1.806,45 1.697,89 1.836,50 1.850,61 2.241,52
Araçatuba - SP 1.196 - 1.711 1.267,58 1.195,61 1.242,48 1.412,52 1.710,88
Senges - PR 1.477 - 2.977 1.941,42 1.476,68 1.900,00 2.457,82 2.976,98
Salto da Divisa - MG 2.662 - 3.349 2.686,67 2.662,00 2.662,00 2.765,18 3.349,27
Lauro de Freitas - BA 1.070 - 1.483 1.105,98 1.070,00 1.070,00 1.224,70 1.483,39
Alagoinhas - BA 1.782 - 2.899 2.104,16 1.782,33 2.166,50 2.393,52 2.899,10
Martinho Campos - MG 1.659 - 2.384 1.806,52 1.658,78 1.800,00 1.968,01 2.383,71
Araguaína - TO 1.518 - 1.952 1.569,34 1.517,95 1.569,27 1.611,48 1.951,87
Dom Eliseu - PA 1.545 - 1.926 1.568,60 1.545,24 1.569,27 1.590,38 1.926,31


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Mato Grosso do Sul 1.786 - 3.068 2.229,78 1.786,01 2.316,00 2.533,06 3.068,12
Minas Gerais 1.505 - 3.186 1.920,54 1.505,13 1.800,00 2.630,47 3.186,10
São Paulo 1.343 - 2.733 1.792,28 1.342,79 1.836,50 2.256,07 2.732,62
Rio Grande do Sul 1.444 - 2.963 1.909,89 1.444,13 1.776,10 2.446,59 2.963,39
Bahia 1.195 - 3.163 1.884,15 1.195,14 1.858,17 2.611,73 3.163,40
Paraná 1.594 - 3.601 2.213,25 1.594,22 2.146,27 2.973,20 3.601,23
Pará 1.557 - 2.858 1.926,08 1.557,41 1.910,65 2.359,55 2.857,95
Espírito Santo 1.841 - 3.019 2.035,95 1.840,99 1.898,87 2.492,78 3.019,33
Santa Catarina 1.470 - 3.972 2.296,94 1.469,84 2.122,32 3.278,93 3.971,54
Tocantins 1.519 - 2.018 1.583,35 1.518,88 1.569,27 1.665,76 2.017,62
Maranhão 1.495 - 2.270 1.628,91 1.494,86 1.569,27 1.873,97 2.269,81
Mato Grosso 1.645 - 3.831 2.492,41 1.645,30 2.650,00 3.162,91 3.831,01
Goiás 2.829 - 3.943 3.117,35 2.829,10 3.255,00 3.255,00 3.942,55


Principais locais de trabalho

Trabalhadores da mecanização florestal essas ocupações são exercidas por trabalhadores com carteira assinada, empregados em indústrias de exploração florestal. O trabalho é realizado em equipe, com supervisão permanente, em sistema de rodízio de turnos. O local das atividades é a céu aberto, sendo que o operador de colhedor florestal e o operador de trator florestal exercem suas funções em veículos. Na realização de suas atividades, os trabalhadores ficam expostos a ruído intenso, à radiação solar e a esforços repetitivos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores da mecanização florestal

O exercício desse cargo requer ensino fundamental, acrescido de cursos básicos de profissionalização em operações de máquinas florestais ou experiência equivalente. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Operador de colhedor florestal

Trabalhadores da mecanização florestal devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar manutenção em segundo nível de máquinas florestais;
  • dirigir máquinas pesadas de operação florestal;
  • preparar atividade de colheita florestal;
  • inspecionar máquinas florestais;
  • estocar madeira;
  • empregar medidas de segurança;
  • efetuar derrubada, descasque e desgalhamento mecânico de toras;

  • Atividades

    • classificar madeira;
    • analisar topografia de terreno;
    • acionar botões do painel de instrumentos;
    • encarretar máquinas para transporte;
    • checar diâmetro de árvores;
    • verificar parte elétrica de máquinas;
    • inspecionar freios;
    • posicionar altura de cabeçote;
    • substituir peças;
    • posicionar feixes de árvores;
    • ligar e desligar comandos de sinalização;
    • verificar vazamentos;
    • dimensionar volume de carga;
    • acionar alavancas;
    • vacinar-se contra doenças tropicais;
    • sinalizar área de colheita;
    • lubrificar articulações de máquinas;
    • calibrar pneus;
    • verificar trincas;
    • baldear madeira com máquina;
    • planejar acesso de baldeio;
    • acionar comandos de teclado;
    • manifestar orientação espacial;
    • checar direção de vento;
    • abastecer máquinas;
    • manifestar percepção de profundidade;
    • direcionar derrubada de árvores;
    • arrastar madeira com máquina;
    • traçar árvores com máquina;
    • verificar restrissor;
    • verificar painel de instrumentos;
    • manifestar atenção difusa;
    • regular sensores de diâmetro e comprimento;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • determinar altura de pilha de madeira;
    • solicitar serviços de apoio;
    • trabalhar em equipe;
    • empilhar madeira;
    • verificar esteiras;
    • determinar local de estoque de madeira;
    • esticar esteira;
    • utilizar soros contra picadas de animais peçonhentos;
    • verificar condições de conjunto de corte;
    • distanciar máquinas de áreas de risco;
    • carregar madeira em caminhões;
    • trocar pneus;
    • verificar condições de correia de motor;
    • retirar excesso de graxa;
    • posicionar máquinas;
    • manifestar consciência ambiental;
    • utilizar cinto de segurança;
    • conferir extintores de incêndio;
    • lavar máquina;
    • estimar tamanho de feixe;
    • verificar ajuste de parafusos;
    • verificar pneus;
    • verificar calibração de sensores de diâmetro e comprimento;
    • tomar decisões;
    • inverter sentido de operação da máquina;
    • acionar pedais;
    • girar volante;
    • verificar níveis de água e óleos;
    • retirar água do filtro decantador;
    • trocar filtros e óleos;
    • retirar resíduos de máquina;
    • trocar conjunto de corte;
    • soldar trincas;
    • ajustar banco;
    • manifestar coordenação motora múltipla;
    • registrar ocorrências, produção e consumo de máquinas;
    • manipular dispositivos de comando (joystick);
    • limpar cabine interna;


    Setores que mais contratam Operador de colhedor florestal no mercado de trabalho

    • Atividades de apoio à produção florestal
    • Fabricação de celulose e outras pastas para a fabricação de papel
    • Cultivo de eucalipto
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Seleção e agenciamento de mão-de-obra
    • Extração de madeira em florestas plantadas
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Cultivo de pinus
    • Coleta de resíduos não-perigosos
    • Carga e descarga




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: