Salário para o cargo de Montador de caixas de madeira
CBO 7741-05 > Montadores de móveis e artefatos de madeira

Montador de caixas de madeira - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Preparam o local de trabalho, montam em série ou a unidade e instalam móveis e artefatos de madeira, caixas, caixotes, paletes, engradados etc. Programam as etapas de montagem, selecionam máquinas, ferramentas e instrumentos, interpretam instruções e executam o trabalho em conformidade as normas e procedimentos técnicos, de qualidade, de segurança, meio ambiente e saúde.

Quanto ganha um Montador de caixas de madeira

Um Montador de caixas de madeira trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.093,76 e R$ 2.756,05, com a média salarial de R$ 1.482,87 e o salário mediana em R$ 1.374,19 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Montador de caixas de madeira

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.482,87 17.794,42 370,72 6,79
1º Quartil 1.093,76 13.125,14 273,44 5,01
Salário Mediana 1.374,19 16.490,28 343,55 6,29
3º Quartil 2.101,88 25.222,61 525,47 9,63
Teto Salarial 2.756,05 33.072,65 689,01 12,62


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores das indústrias de madeira e do mobiliário
      • Trabalhadores de montagem de móveis e artefatos de madeira
        • Montadores de móveis e artefatos de madeira

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.259 - 2.998 1.712,84 1.258,61 1.530,39 2.474,95 2.997,74
Uba - MG 1.143 - 2.303 1.506,56 1.143,37 1.567,17 1.901,72 2.303,42
Rio de Janeiro - RJ 1.154 - 2.662 1.527,94 1.153,64 1.359,00 2.198,17 2.662,49
Arapongas - PR 1.513 - 2.510 1.701,92 1.513,01 1.636,00 2.072,66 2.510,47
Joinville - SC 1.351 - 2.454 1.599,06 1.350,97 1.521,22 2.026,01 2.453,97
Belo Horizonte - MG 1.125 - 2.238 1.426,58 1.124,60 1.364,78 1.847,67 2.237,95
Brasília - DF 1.138 - 2.372 1.424,43 1.138,34 1.262,31 1.957,99 2.371,58
Fortaleza - CE 1.092 - 2.066 1.290,26 1.091,51 1.166,00 1.706,04 2.066,41
Curitiba - PR 1.322 - 2.692 1.660,28 1.322,01 1.536,93 2.222,37 2.691,80
Capão Bonito - SP 1.404 - 1.854 1.480,07 1.403,95 1.493,33 1.530,63 1.853,95
Votuporanga - SP 1.362 - 2.820 1.747,73 1.361,71 1.600,00 2.328,40 2.820,23
Manaus - AM 1.099 - 1.614 1.186,31 1.098,93 1.155,00 1.332,32 1.613,75
Sorocaba - SP 1.327 - 2.567 1.664,77 1.327,21 1.688,90 2.118,98 2.566,57
Goiânia - GO 997 - 2.342 1.447,26 997,29 1.400,00 1.933,24 2.341,59
Recife - PE 1.123 - 2.147 1.359,28 1.122,90 1.218,29 1.772,30 2.146,66
Rodeiro - MG 1.227 - 2.169 1.494,81 1.227,46 1.508,32 1.790,41 2.168,60
São Bento do Sul - SC 1.343 - 2.550 1.644,71 1.343,50 1.540,00 2.105,62 2.550,39
Caxias do Sul - RS 1.307 - 2.540 1.565,28 1.306,56 1.416,80 2.097,44 2.540,49
Venâncio Aires - RS 1.059 - 1.485 1.112,21 1.058,90 1.080,16 1.225,84 1.484,78
Nova Iguaçu - RJ 1.171 - 1.873 1.268,15 1.171,34 1.175,00 1.546,01 1.872,58


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.294 - 3.428 1.780,69 1.294,29 1.493,33 2.829,80 3.427,53
Minas Gerais 1.075 - 2.213 1.357,27 1.075,13 1.212,20 1.827,27 2.213,25
Santa Catarina 1.249 - 2.535 1.571,00 1.248,67 1.457,68 2.093,06 2.535,18
Rio Grande do Sul 1.208 - 2.370 1.479,52 1.208,18 1.361,40 1.956,81 2.370,15
Paraná 1.283 - 2.375 1.557,48 1.282,79 1.490,00 1.961,12 2.375,36
Rio de Janeiro 1.151 - 2.307 1.416,14 1.151,19 1.290,00 1.904,36 2.306,62
Bahia 1.044 - 1.777 1.181,33 1.043,69 1.100,00 1.466,78 1.776,61
Goiás 997 - 2.076 1.258,70 996,52 1.116,00 1.713,99 2.076,04
Mato Grosso 1.061 - 2.641 1.457,34 1.061,29 1.300,00 2.180,08 2.640,57
Ceará 1.042 - 1.780 1.192,02 1.042,20 1.130,00 1.469,45 1.779,84
Pernambuco 1.045 - 1.862 1.220,61 1.044,75 1.140,00 1.537,50 1.862,26
Pará 1.066 - 1.790 1.248,06 1.065,55 1.231,00 1.477,47 1.789,55
Espírito Santo 1.115 - 2.145 1.325,82 1.115,28 1.194,65 1.770,71 2.144,74
Maranhão 1.052 - 1.638 1.164,99 1.052,11 1.100,00 1.352,38 1.638,04
Mato Grosso do Sul 1.095 - 2.102 1.317,49 1.094,69 1.200,00 1.735,83 2.102,48
Rio Grande do Norte 1.045 - 1.717 1.157,43 1.045,00 1.065,00 1.417,40 1.716,80
Paraíba 1.062 - 2.010 1.260,72 1.062,27 1.155,00 1.659,47 2.010,00
Distrito Federal 1.138 - 2.372 1.424,43 1.138,34 1.262,31 1.957,99 2.371,58
Rondônia 1.114 - 1.930 1.284,52 1.113,50 1.200,00 1.593,29 1.929,84
Sergipe 1.068 - 1.607 1.148,70 1.068,35 1.093,00 1.326,89 1.607,17
Amazonas 1.091 - 1.624 1.185,13 1.091,12 1.155,00 1.340,93 1.624,18
Piauí 1.056 - 1.536 1.130,85 1.056,00 1.100,00 1.268,20 1.536,09
Tocantins 1.071 - 1.763 1.184,42 1.070,96 1.087,68 1.455,56 1.763,02
Alagoas 1.045 - 1.628 1.130,68 1.045,00 1.062,00 1.344,26 1.628,21
Acre 1.045 - 1.550 1.135,03 1.045,00 1.128,60 1.279,32 1.549,55
Roraima 1.073 - 1.958 1.273,84 1.072,68 1.224,00 1.616,73 1.958,23
Amapá 1.045 - 1.404 1.085,50 1.045,00 1.082,00 1.159,30 1.404,18


Principais locais de trabalho

Montadores de móveis e artefatos de madeira atuam principalmente em linhas de montagem de indústrias de madeira e do mobiliário ou em fabricação de embalagens de madeira de empresas industriais, comerciais, de serviços e cooperativas e empresas agrícolas. Podem trabalhar por conta própria ou como assalariados, em horários regulares, durante o dia, sob supervisão ocasional. Há diferenças substanciais entre o montador de móveis em linha de montagem, na fábrica e o montador-instalador.


O que é preciso para trabalhar na área dos Montadores de móveis e artefatos de madeira

Para o montador de móveis há oferta de cursos nas instituições de formação profissional. Os empregadores também fornecem treinamento no local de trabalho, de duração variada. O exercício pleno das atividades demanda de um a dois anos de prática. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Montador de caixas de madeira

Montadores de móveis e artefatos de madeira devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • preparar o local de trabalho;
  • selecionar máquinas, equipamentos, ferramentas e instrumentos de montagem;
  • assegurar a qualidade do móvel ou artefato de madeira;
  • instalar o móvel ou artefato de madeira no local definido pelo cliente;
  • montar móveis e artefatos de madeira;
  • interpretar instruções de montagem;
  • programar as etapas de montagem;

  • Atividades

    • instalar componentes de fixação dos móveis e artefatos de madeira;
    • limpar o móvel ou artefato de madeira, de acordo com a instrução do fabricante;
    • fixar as partes do móvel ou artefato de madeira;
    • utilizar epi e epc;
    • orientar o cliente quanto a instalação, ao uso e a manutenção do móvel ou artefato de madeira;
    • embalar o móvel ou artefato de madeira para o transporte;
    • movimentar as partes do móvel ou artefato de madeira;
    • providenciar acessórios sobressalentes;
    • demonstrar dedicação;
    • regular partes do móvel ou artefato de madeira;
    • demonstrar senso de responsabilidade;
    • colar peças do móvel ou artefato de madeira;
    • limpar o local de trabalho;
    • analisar o acabamento das peças do móvel ou artefato de madeira;
    • comunicar-se;
    • retocar partes do móvel ou artefatos de madeira com pequenos defeitos;
    • definir as operações de montagem;
    • verificar as medidas das peças conforme instruções de montagem;
    • dominar a aplicação do sistema métrico decimal (noções de medidas);
    • verificar as condições de uso das ferramentas;
    • verificar a funcionalidade do móvel ou artefato de madeira;
    • utilizar epi;
    • separar as ferramentas conforme as características do móvel ou artefato de madeira a ser montado;
    • providenciar a reposição das peças com defeito;
    • definir o local de instalação do móvel ou artefato de madeira;
    • identificar o tipo de móvel ou artefato de madeira a ser montado;
    • tomar iniciativa;
    • verificar as condições de funcionamento das máquinas e equipamentos elétricos;
    • verificar o espaço necessário para montar o móvel ou artefato de madeira;
    • providenciar proteção do piso e bancada para montagem do móvel ou artefato de madeira;
    • demonstrar senso de organização;
    • evitar danos nas peças no manuseio do móvel ou artefato de madeira;
    • estabelecer o tempo necessário para montar o móvel ou artefato de madeira;
    • obter a aprovação do cliente;
    • manter-se atualizado (materiais e ferramentas);
    • coordenar as tarefas de montagem;
    • interpretar esquema e desenho do móvel ou artefato de madeira;
    • conferir peças e acessórios (kit de montagem);
    • identificar as peças ou acessórios com defeito;
    • obter informações sobre a localização das redes elétrica, hidráulica e telefônica;
    • seguir padrões de qualidade;
    • instalar acessórios de acabamento (puxadores, molduras, espelho);
    • organizar os materiais necessários de montagem;
    • trabalhar com ética;
    • prever a colocação de acessórios e componentes;


    Setores que mais contratam Montador de caixas de madeira no mercado de trabalho

    • Comércio varejista de móveis
    • Fabricação de móveis com predominância de madeira
    • Fabricação de artefatos de tanoaria e de embalagens de madeira
    • Serviços de montagem de móveis de qualquer material
    • Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo
    • Fabricação de artefatos diversos de madeira, exceto móveis
    • Fabricação de colchões
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Comércio varejista de madeira e artefatos
    • Locação de mão-de-obra temporária




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: