Salário para o cargo de Maquinista de embarcações
CBO 8621-10 > Operadores de máquinas a vapor e utilidades

Maquinista de embarcações - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Preparam máquinas e equipamentos para operação e controlam o funcionamento das caldeiras e a qualidade da água ou do combustível. Operam sistemas de bombeamento e compressores de ar e controlam o funcionamento de máquinas e instalações fixas. Efetuam atividades para produção de gás de hulha e distribuem utilidades, identificando redes de distribuição, interpretando fluxograma de distribuição, elaborando procedimentos operacionais. Realizam operações de abastecimento e destanqueio de aeronaves. Realizam manutenção de rotina em máquinas e equipamentos e trabalham segundo normas e procedimentos de segurança.

Quanto ganha um Maquinista de embarcações

Um Maquinista de embarcações trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.178,38 e R$ 4.893,55, com a média salarial de R$ 2.088,51 e o salário mediana em R$ 1.701,80 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Maquinista de embarcações

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.088,51 25.062,10 522,13 9,69
1º Quartil 1.178,38 14.140,50 294,59 5,47
Salário Mediana 1.701,80 20.421,60 425,45 7,90
3º Quartil 3.732,03 44.784,35 933,01 17,32
Teto Salarial 4.893,55 58.722,58 1.223,39 22,70


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Operadores de produção, captação, tratamento e distribuição (energia, água e utilidades)
      • Operadores de utilidades
        • Operadores de máquinas a vapor e utilidades

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Luís - MA 1.572 - 2.190 1.732,04 1.571,52 1.795,55 1.808,15 2.190,09
São Paulo - SP 1.660 - 3.638 2.385,00 1.659,50 2.513,00 3.003,89 3.638,40
Itajaí - SC 1.542 - 7.964 4.138,36 1.541,53 4.697,77 6.574,85 7.963,65
Curitiba - PR 1.500 - 2.422 1.674,13 1.500,00 1.500,00 2.000,00 2.422,46
Rio de Janeiro - RJ 1.435 - 2.462 1.581,98 1.434,83 1.445,74 2.032,35 2.461,64
Guarujá - SP 1.200 - 2.147 1.364,46 1.199,77 1.242,94 1.772,20 2.146,55
Barcarena - PA 1.443 - 3.688 1.902,53 1.442,52 1.747,04 3.044,77 3.687,91
Rio Grande - RS 2.144 - 3.053 2.241,13 2.143,81 2.187,76 2.520,54 3.052,95
Nova Prata do Iguaçu - PR 1.045 - 1.453 1.131,74 1.045,00 1.100,00 1.200,00 1.453,48
Manaus - AM 1.045 - 4.945 1.479,44 1.045,00 1.045,65 4.082,80 4.945,21
Macaé - RJ 1.426 - 6.460 3.338,59 1.425,97 2.666,67 5.333,33 6.459,89
Serra dos Aimorés - MG 1.150 - 1.392 1.149,50 1.149,50 1.149,50 1.149,50 1.392,31
Cáceres - MT 1.057 - 1.476 1.116,61 1.057,16 1.105,90 1.218,90 1.476,37


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.319 - 3.634 2.194,13 1.319,08 2.513,00 3.000,11 3.633,83
Maranhão 1.572 - 2.190 1.732,04 1.571,52 1.795,55 1.808,15 2.190,09
Santa Catarina 1.542 - 7.964 3.947,16 1.541,53 4.697,77 6.574,85 7.963,65
Paraná 1.112 - 2.433 1.524,29 1.112,24 1.500,00 2.008,80 2.433,12
Rio de Janeiro 1.437 - 4.472 2.139,71 1.436,99 1.491,38 3.692,36 4.472,30
Pará 1.237 - 4.220 2.068,14 1.236,81 1.803,37 3.484,28 4.220,26
Rio Grande do Sul 2.144 - 2.919 2.222,05 2.143,81 2.187,76 2.409,61 2.918,59
Mato Grosso 1.090 - 1.809 1.286,86 1.089,65 1.350,00 1.493,18 1.808,58
Minas Gerais 1.144 - 1.993 1.317,29 1.144,00 1.149,50 1.645,77 1.993,40
Amazonas 1.045 - 4.945 1.479,44 1.045,00 1.045,65 4.082,80 4.945,21
Ceará 1.045 - 1.272 1.048,00 1.045,00 1.050,00 1.050,00 1.271,79


Principais locais de trabalho

Operadores de máquinas a vapor e utilidades atuam na fabricação de produtos de madeira, de pastas, papel e derivados, de minerais não-metálicos e de fabricação de coque, refino de petróleo, elaboração de combustíveis nucleares e produção de álcool. Atuam no recebimento, armazenamento, controle de qualidade e distribuição de combustível de aviação. São empregados com carteira assinada, trabalham em equipe, sob supervisão ocasional, em ambiente fechado ou a céu aberto ou em veículos, nos períodos diurno e noturno e em rodízio de turnos. Permanecem em posições desconfortáveis durante longos períodos, trabalham sob pressão e podem atuar em condições especiais de trabalho tais como em grandes alturas, ambiente subterrâneo ou confinado. No desenvolvimento de algumas atividades podem permanecer expostos à ação de materiais tóxicos, radiação, ruído intenso e altas temperaturas.


O que é preciso para trabalhar na área dos Operadores de máquinas a vapor e utilidades

Para o exercício desse cargo requer-se, predominantemente, ensino médio incompleto e curso básico de qualificação profissional com até duzentas horas-aula. Para as ocupações operador de estação de bombeamento, maquinista de embarcações e operador de abastecimento de combustível de aeronave requer-se ensino médio concluído. Ao operador de estação de bombeamento e ao maquinista de embarcações, é exigido curso técnico em áreas correlatas requer- se curso básico de mais de 400 horas, curso de Brigada de Incêndio e curso MOPP para o operador de abastecimento de combustível de aeronave. O pleno desempenho das atividades pode ocorrer entre um e quatro anos de experiência profissional, dependendo da ocupação. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Maquinista de embarcações

Operadores de máquinas a vapor e utilidades devem:

  • realizar manutenção de rotina;
  • controlar o funcionamento de caldeiras;
  • preparar máquinas e equipamentos para entrar em operação;
  • operar sistemas de bombeamento;
  • efetuar atividades para produção de gás de hulha;
  • trabalhar com segurança;
  • controlar o funcionamento de máquinas / instalações fixas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar operações de abastecimento e destanqueio de aeronave;
  • operar compressores de ar;
  • distribuir utilidades;
  • controlar qualidade da Água ou combustível;

  • Atividades

    • limpar tubulações da caldeira;
    • demarcar área de risco;
    • efetuar descarga de fundo;
    • inspecionar instalações fixas;
    • completar nível de água e óleo;
    • armazenar amostras;
    • limpar válvulas;
    • abastecer instalação frigorífica com amônia;
    • avaliar tensão das correias;
    • abastecer fornalha com combustível;
    • preparar amostras para análise química / armazenamento;
    • alinhar bombeio (recebimento de combustível);
    • acionar bico de combustível (sobre a asa da aeronave);
    • verificar vazão da água;
    • configurar máquinas e equipamentos;
    • avaliar condições da bateria (acumulador de energia);
    • controlar pressão da caldeira;
    • vistoriar tubulações da caldeira;
    • controlar quantidade de combustível na fornalha;
    • armazenar resíduos em condições seguras;
    • controlar níveis de produtos bombeados;
    • demonstrar capacidade de comunicação verbal e escrita;
    • controlar a pressão e vazão de óleo nos queimadores;
    • solicitar a manutenção de máquinas e equipamentos;
    • controlar temperatura e umidade de câmaras e túneis de congelamento;
    • inspecionar sistema de segurança do compressor de ar;
    • inspecionar válvulas e elementos filtrantes;
    • efetuar análises granulométrica do carvão;
    • destanquear aeronave;
    • usar equipamentos de proteção individual;
    • demonstrar capacidade de cumprir normas e procedimentos;
    • interpretar relatórios da produção;
    • inspecionar combustão da fornalha;
    • programar máquinas;
    • realizar preaquecimento de máquinas e equipamentos;
    • acionar máquinas e equipamentos;
    • receber dados de abastecimento;
    • trocar filtros de óleo;
    • controlar nível de água no tanque de alimentação;
    • acionar compressores de ar;
    • medir ph, condutividade e índice de sílica da água;
    • controlar distribuição de vapor;
    • estar comprometido com a preservação do meio ambiente;
    • adaptar-se a situações adversas;
    • lubrificar máquinas e equipamentos;
    • zelar pelo patrimônio da empresa;
    • medir densidade, temperatura e condutividade do combustível;
    • elaborar relatórios de funcionamento;
    • realizar testes a frio nas baterias;
    • revisar bombas de amônio;
    • conectar cabo de aterramento;
    • registrar dados sobre funcionamento da caldeira;
    • ajustar dimensões;
    • trabalhar sob pressão;
    • controlar vazão do sistema de bombeamento;
    • demonstrar senso de organização;
    • identificar defeitos;
    • identificar condições inseguras;
    • elaborar procedimentos operacionais;
    • contabilizar movimentações ocorridas (entrada e saída de combustível);
    • controlar umidade do carvão;
    • trabalhar com atenção;
    • trocar óleo de máquinas e equipamentos;
    • acionar sistema aeroportuário em caso de emergência;
    • interpretar fluxograma de distribuição de utilidades;
    • verificar disponibilidade de material de apoio (rádio comunicador, kit de controle de qualidade, comprovante de entrega, etc);
    • iniciar queima de combustível na fornalha;
    • manusear válvulas;
    • demonstrar senso de responsabilidade;
    • controlar temperatura do vapor superaquecido;
    • auxiliar na análise preliminar de riscos;
    • anotar dados sobre sistema de bombeamento;
    • posicionar veículo de abastecimento;
    • dirigir veículos da frota abastecedora (cta / srv);
    • identificar tipo de combustível;
    • inspecionar máquinas e equipamentos;
    • realizar controle de estoque dos tanques abastecedores;
    • elevar a pressão do gás para distribuição;
    • controlar demanda do ar comprimido;
    • comunicar acidentes e incidentes no trabalho;
    • monitorar manutenção de máquinas e equipamentos;
    • inspecionar remoção dos equipamentos após abastecimento da aeronave;
    • controlar refrigeração do compressor de ar;
    • conectar cabo antiestático;
    • registrar condições de funcionamento dos equipamentos de abastecimento;
    • controlar vazão e pressão dos caminhões de abastecimento;
    • interpretar normas de segurança e de meio ambiente;
    • detectar presença de água e impurezas no combustível;
    • verificar nível de óleo e água dos equipamentos;
    • limpar queimadores;
    • trocar elementos filtrantes;
    • controlar tiragem de gases da fornalha;
    • limpar filtros de óleo combustível e de óleos lubrificantes;
    • controlar pressão de condensação e evaporação;
    • elevar a pressão nos vasos, por meio de compressor de gás;
    • trabalhar em equipe;
    • aplicar normas de segurança, saúde, higiene e meio ambiente;
    • efetuar degelos em câmaras e túneis de congelamento;
    • inspecionar carregamento de carvão nas baterias;
    • demonstrar capacidade de concentração;
    • controlar temperatura e pressão;
    • identificar redes de distribuição de utilidades;
    • limpar fornalhas;
    • conectar válvulas de abastecimento (sob a asa da aeronave);
    • drenar óleo da instalação frigorífica;
    • calibrar máquinas e equipamentos;
    • testar o funcionamento de máquinas e equipamentos;
    • verificar estoque de combustível;
    • controlar entrada de ar nos queimadores;
    • verificar pressão do ar comprimido;
    • demonstrar predisposição para atualização profissional;
    • utilizar compressor de gás para separação de produtos (gasolina e glp);
    • interpretar normas técnicas operacionais;
    • ajustar máquinas e equipamentos;
    • operar painel de instrumentos da aeronave (quando previsto em contrato);
    • carregar baterias com carvão;
    • receber autorização de abastecimento do cliente;
    • identificar aeronave no pátio (prefixo, posição, destino, número do voo);
    • requisitar materiais e insumos;
    • conferir quantidades de carvão na torre das baterias;
    • efetuar testes de millipore nos filtros dos equipamentos fixos e móveis (colorimétrico e gravimétrico);
    • emitir comprovante de venda;
    • controlar tiragem de vapor da caldeira;
    • recolher equipamentos de abastecimento;
    • demonstrar iniciativa;
    • preparar soluções de produtos químicos, conforme orientações do fornecedor e responsável técnico.;
    • coletar amostras;
    • conservar praça de máquinas;
    • controlar dosagem de soluções de produtos químicos;
    • alterar configurações;
    • conectar tubulações flexíveis;
    • extrair ar do sistema de bombeamento;
    • realizar testes bacteriológicos;
    • realizar pequenos reparos;
    • registrar dados sobre o funcionamento de compressores de ar;
    • bloquear equipamentos em situação de risco;
    • efetuar drenagem de equipamentos;


    Setores que mais contratam Maquinista de embarcações no mercado de trabalho

    • Navegação de apoio portuário
    • Navegação de apoio marítimo
    • Pesca de peixes em água salgada
    • Obras portuárias, marítimas e fluviais
    • Transporte por navegação de travessia, intermunicipal
    • Transporte marítimo de cabotagem - carga
    • Transporte por navegação de travessia, municipal
    • Transporte por navegação interior de carga, intermunicipal, interestadual e internacional, exceto travessia
    • Fabricação de conservas de peixes, crustáceos e moluscos
    • Transporte aquaviário para passeios turísticos




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: