Salário para o cargo de Especialista em linha de transmissão
CBO 7313-05 > Instaladores-reparadores de linhas e equipamentos de telecomunicações

Especialista em linha de transmissão - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Preparam, instalam e reparam - em estabelecimentos comerciais, industriais, residenciais, rurais, urbanos e órgãos públicos - linhas e aparelhos de telecomunicações, equipamentos de comutação e telefonia, de transmissão e telefonia e de energia em telefonia. Reparam aparelhos de telecomunicações em laboratório. Instalam e mantêm redes de cabos. Controlam resultados de funcionamento de linhas, aparelhos, redes de cabos e equipamentos instalados, testando, analisando indicadores de desempenho e registrando informações técnicas e operacionais das atividades realizadas. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.

Quanto ganha um Especialista em linha de transmissão

Um Especialista em linha de transmissão trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.135,30 e R$ 2.288,41, com a média salarial de R$ 1.370,76 e o salário mediana em R$ 1.285,21 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Especialista em linha de transmissão

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.370,76 16.449,14 342,69 6,32
1º Quartil 1.135,30 13.623,56 283,82 5,23
Salário Mediana 1.285,21 15.422,52 321,30 5,92
3º Quartil 1.745,24 20.942,86 436,31 8,05
Teto Salarial 2.288,41 27.460,91 572,10 10,55


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da fabricação e instalação eletroeletrônica
      • Montadores e instaladores de equipamentos eletroeletrônicos em geral
        • Instaladores-reparadores de linhas e equipamentos de telecomunicações

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.234 - 2.499 1.550,39 1.234,20 1.477,00 2.063,17 2.498,97
Vila Velha - ES 1.063 - 1.480 1.134,32 1.063,45 1.110,71 1.221,77 1.479,85
Rio de Janeiro - RJ 1.149 - 2.169 1.371,13 1.149,11 1.266,24 1.790,55 2.168,77
Cerquilho - SP 1.308 - 2.499 1.518,99 1.308,00 1.311,00 2.063,43 2.499,29
Sumaré - SP 1.276 - 2.016 1.555,94 1.276,36 1.640,00 1.664,71 2.016,34
Bauru - SP 1.491 - 2.845 1.836,55 1.491,28 1.711,04 2.349,09 2.845,29
Uberlândia - MG 1.103 - 2.286 1.373,11 1.102,75 1.300,00 1.887,00 2.285,59
Belo Horizonte - MG 1.045 - 2.109 1.317,56 1.045,46 1.195,00 1.741,50 2.109,36
Porto Alegre - RS 1.099 - 1.489 1.137,45 1.099,02 1.110,71 1.229,37 1.489,05
Fortaleza - CE 1.076 - 1.601 1.164,56 1.075,71 1.107,92 1.321,77 1.600,97
Ipatinga - MG 1.104 - 1.938 1.242,59 1.103,63 1.128,24 1.600,00 1.937,97
Cascavel - PR 1.181 - 2.598 1.522,68 1.180,89 1.403,48 2.145,21 2.598,35
Curitiba - PR 1.100 - 3.744 1.807,79 1.100,01 1.407,18 3.090,82 3.743,70
Votuporanga - SP 1.160 - 1.914 1.270,59 1.159,92 1.165,00 1.579,81 1.913,51
Caucaia - CE 1.049 - 1.386 1.081,70 1.049,09 1.050,00 1.144,00 1.385,65
Osasco - SP 1.074 - 1.550 1.122,06 1.073,80 1.073,80 1.280,02 1.550,39
Santo André - SP 1.387 - 2.101 1.645,92 1.387,32 1.734,60 1.734,60 2.101,00
Lucas do Rio Verde - MT 1.099 - 2.232 1.388,33 1.099,38 1.357,14 1.842,69 2.231,92
Pelotas - RS 1.312 - 1.769 1.394,44 1.312,10 1.423,19 1.460,58 1.769,09
Franca - SP 1.198 - 2.127 1.407,33 1.198,26 1.311,00 1.755,70 2.126,56


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.164 - 2.432 1.519,73 1.164,41 1.441,11 2.008,24 2.432,44
Minas Gerais 1.057 - 1.933 1.240,52 1.057,17 1.128,24 1.595,92 1.933,03
Rio Grande do Sul 1.100 - 2.102 1.348,95 1.099,50 1.300,00 1.735,56 2.102,16
Rio de Janeiro 1.158 - 1.976 1.345,15 1.158,34 1.285,33 1.631,21 1.975,77
Paraná 1.149 - 2.854 1.556,12 1.149,48 1.373,63 2.356,14 2.853,83
Espírito Santo 1.063 - 1.602 1.166,24 1.062,60 1.110,71 1.322,55 1.601,91
Mato Grosso 1.061 - 2.238 1.358,20 1.061,11 1.291,66 1.848,04 2.238,40
Santa Catarina 1.215 - 2.226 1.448,56 1.214,56 1.388,00 1.837,56 2.225,71
Ceará 1.047 - 1.600 1.141,45 1.046,88 1.100,19 1.320,65 1.599,62
Pernambuco 1.054 - 1.563 1.123,32 1.053,97 1.058,40 1.290,50 1.563,09
Bahia 1.046 - 1.921 1.233,99 1.046,49 1.149,28 1.586,12 1.921,15
Goiás 1.077 - 2.261 1.333,95 1.077,12 1.171,37 1.866,80 2.261,12
Paraíba 1.063 - 1.583 1.154,02 1.062,88 1.115,00 1.307,28 1.583,41
Maranhão 1.058 - 1.460 1.130,37 1.058,23 1.143,00 1.205,34 1.459,94
Alagoas 1.045 - 1.862 1.220,13 1.045,00 1.100,00 1.537,04 1.861,70
Mato Grosso do Sul 1.045 - 1.743 1.170,77 1.045,00 1.100,00 1.438,65 1.742,54
Amazonas 1.100 - 2.154 1.292,64 1.100,00 1.100,00 1.778,58 2.154,27
Pará 1.097 - 3.323 1.613,79 1.096,88 1.350,00 2.743,81 3.323,39
Sergipe 1.048 - 1.653 1.150,89 1.048,00 1.061,52 1.365,00 1.653,33
Distrito Federal 1.045 - 1.957 1.236,21 1.045,00 1.144,00 1.615,80 1.957,11
Rio Grande do Norte 1.045 - 2.109 1.226,66 1.045,00 1.088,02 1.741,20 2.108,99
Rondônia 1.098 - 1.531 1.179,60 1.098,25 1.178,00 1.264,13 1.531,16
Tocantins 1.136 - 1.484 1.195,85 1.136,00 1.225,54 1.225,54 1.484,41


Principais locais de trabalho

Instaladores-reparadores de linhas e equipamentos de telecomunicações atuam nos serviços de telecomunicações como empregados com carteira assinada. O trabalho é realizado em equipe, com supervisão permanente e em horários irregulares. Trabalham em ambiente a céu aberto ou subterrâneo, com exceção do instalador-reparador de aparelhos de telecomunicações em laboratório que atua em ambiente fechado. Todos trabalham sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse, e podem permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos. Podem também ficar expostos a materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas e próximos de corrente alternada (poste).


O que é preciso para trabalhar na área dos Instaladores-reparadores de linhas e equipamentos de telecomunicações

O exercício desse cargo requer escolaridade e qualificação profissional distintas. Os instaladores-reparadores de equipamentos de comutação em telefonia e de redes e cabos telefônicos devem ter o ensino fundamental concluído e curso básico de qualificação profissional entre duzentas e quatrocentas horas-aula. Para os instaladores - reparadores de equipamentos de energia em telefonia, de transmissão em telefonia e de linhas e aparelhos de telecomunicações bem como para o reparador de aparelhos de telecomunicações em laboratório requer-se ensino médio concluído e curso técnico na área de telecomunicações oferecido por instituições de formação profissional ou escolas técnicas. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática profissional no posto de trabalho. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Especialista em linha de transmissão

Instaladores-reparadores de linhas e equipamentos de telecomunicações devem:

  • reparar equipamento de transmissão e telefonia;
  • demonstrar competências pessoais;
  • preparar instalação e reparação de aparelhos de telecomunicações;
  • reparar equipamentos de energia em telefonia;
  • instalar equipamentos de comutação e telefonia;
  • controlar resultados de funcionamento;
  • instalar redes de cabos;
  • instalar linhas e aparelhos de telecomunicações;
  • manter redes de cabos;
  • reparar aparelhos de telecomunicações em laboratório;
  • trabalhar com segurança;
  • reparar linhas e aparelhos de telecomunicações;
  • reparar equipamento de comutação e telefonia;
  • instalar equipamento de transmissão e telefonia;
  • instalar equipamentos de energia em telefonia;

  • Atividades

    • aceitar ideias;
    • substituir peças e componentes em equipamentos de energia em telefonia;
    • montar equipamentos de transmissão;
    • instalar linhas privadas (lp) e linhas privadas para comunicação de dados (lpcd);
    • programar telefones públicos;
    • identificar conexões, pares, cabos e terminais;
    • levantar material gasto;
    • identificar pares em caixas terminais;
    • proteger o meio ambiente contra soluções tóxicas (baterias);
    • proteger os equipamentos de energia;
    • identificar falhas nos entroncamentos centrais analógicas digitais;
    • montar equipamentos de energia;
    • obedecer as normas de higiene e segurança no trabalho;
    • operar osciloscópio;
    • atualizar distribuidor geral (dg);
    • diagnosticar tecnologia;
    • substituir componentes em redes de cabos;
    • montar equipamentos de comutação;
    • instalar pontos terminais de redes de cabos;
    • interligar os equipamentos de energia à carga de consumo;
    • pressurizar redes de cabos;
    • jampear armário de distribuição (ard);
    • recuperar baterias de aparelhos celulares;
    • montar ferragens para equipamentos de energia em telefonia;
    • ajustar o sistema de transmissão;
    • analisar causas dos defeitos em comutação e telefonia;
    • analisar causas dos defeitos em transmissão;
    • controlar-se emocionalmente;
    • operar instrumentos de teste para equipamentos de energia;
    • instalar cabeação periférica de comutação;
    • conectar os cabos internos para equipamentos de transmissão;
    • analisar encaminhamento de chamada;
    • identificar materiais para instalação de redes de cabos;
    • testar cabos multipar;
    • alimentar o sistema de energia em telefonia;
    • instalar cabeação periférica para equipamentos de energia em telefonia;
    • conectar cabos internos para equipamentos de comutação;
    • atualizar armários de distribuição;
    • ajustar equipamentos de transmissão;
    • montar ferragens para equipamentos de transmissão;
    • operar sistema de teste e calibração;
    • identificar terminais telefônicos em redes de cabos;
    • orientar armazenagem dos equipamentos de sobressalentes;
    • reparar peças de comutação;
    • utilizar equipamentos de proteção individual e coletivo;
    • demonstrar organização;
    • encaminhar equipamentos de transmissão para laboratório;
    • resolver situações inesperadas;
    • manusear ferramentas e equipamentos de comutação;
    • fornecer suporte técnico ao usuário;
    • instalar telefones com sistemas de ondas portadoras;
    • operar microscópio;
    • aceitar materiais, serviços e equipamentos;
    • interpretar esquemas de aparelhos de telecomunicações;
    • ligar sistema de proteção elétrica para equipamentos de transmissão;
    • proteger equipamentos, peças e acessórios contra carga estática;
    • planejar a instalação e reparação de aparelhos de telecomunicações;
    • instalar peças de redes de cabos;
    • comunicar-se;
    • alimentar o sistema de transmissão;
    • alimentar o sistema para equipamentos de comutação;
    • substituir jumpers;
    • instalar telefones públicos;
    • trabalhar em equipe;
    • testar baterias de aparelhos celulares;
    • zelar pelo patrimônio;
    • prevenir-se em relação aos agentes tóxicos, gases e energia;
    • ajustar equipamentos de comutação;
    • analisar circuito eletro-eletrônicos de energia em telefonia;
    • armazenar equipamentos de energia;
    • operar equipamentos de retrabalho (smd - dispositivos de montagem de dados);
    • jampear terminais;
    • fazer folha de corte;
    • monitorar equipamentos de energia em telefonia;
    • lançar cabos;
    • interpretar projetos de instalação e reparação de aparelhos de telecomunicações;
    • remanejar contagens;
    • disponibilizar documentação técnica;
    • identificar cabos;
    • analisar circuitos eletrônicos de transmissão;
    • ligar o sistema de proteção elétrica para equipamentos de comutação;
    • monitorar equipamentos de transmissão;
    • interpretar ordens de serviço;
    • fundir fibra ótica;
    • identificar pares em caixas terminais em redes de cabos;
    • dirigir veículo, obedecendo as regras de trânsito;
    • manter equipamentos de proteção limpos;
    • carregar o software no sistema de comutação;
    • instalar cabeação periférica de transmissão;
    • identificar terminais telefônicos;
    • redirecionar ordem de serviços;
    • operar microcomputador;
    • manusear equipamentos de teste;
    • identificar as causas dos defeitos;
    • carregar o software no sistema para equipamentos de transmissão;
    • monitorar centrais de comutação;
    • ajustar componentes em equipamentos de energia em telefonia;
    • eliminar causas dos defeitos;
    • pesquisar causas dos defeitos em equipamentos de energia em telefonia;
    • analisar indicadores de desempenho;
    • apresentar soluções;
    • identificar causas dos defeitos em redes de cabos;
    • substituir componentes e peças defeituosas de comutação;
    • lidar com clientes;
    • transportar equipamentos de energia;
    • instalar equipamentos terminais de assinantes;
    • fechar ordens de serviço;
    • reparar componentes de aparelhos de telecomunicações;
    • seguir métodos e procedimentos;
    • analisar circuitos eletro-eletrônicos de comutação;
    • emendar cabos;
    • instalar fiação externa;
    • selecionar materiais, ferramentas e equipamentos;
    • instalar acessórios de aparelhos de telecomunicações;
    • montar ferragens para equipamentos de comutação;
    • substituir componentes de aparelhos de telecomunicações;
    • testar pares de redes de cabos;
    • programar equipamentos de comutação;
    • elaborar relatório final;
    • substituir peças e componentes defeituosos de transmissão;
    • elaborar planilha com dados de telefonia;
    • instalar fiação interna;
    • analisar as funções de ihm;
    • fazer aterramento;
    • programar os equipamentos de transmissão;
    • testar o funcionamentos dos equipamentos;
    • isolar estágio defeituoso;
    • testar linhas telefônicas;
    • encaminhar componentes de comutação para o laboratório;
    • manusear ferramentas e equipamentos de transmissão;
    • ajustar os equipamentos de energia;
    • ajustar componentes de aparelhos de telecomunicações;
    • jampear distribuidor geral (dg);


    Setores que mais contratam Especialista em linha de transmissão no mercado de trabalho

    • Provedores de acesso às redes de comunicações
    • Serviços de comunicação multimídia - scm
    • Outras atividades de telecomunicações
    • Construção de estações e redes de telecomunicações
    • Instalação e manutenção elétrica
    • Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação
    • Serviços de telefonia fixa comutada - stfc
    • Reparação e manutenção de equipamentos de comunicação
    • Manutenção de estações e redes de telecomunicações
    • Serviços de engenharia




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Estalageiro
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Estalageiro