Salário para o cargo de Chefe de contabilidade (técnico)
CBO 3511-10 > Técnicos em contabilidade

Chefe de contabilidade (técnico) - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Realizam atividades inerentes à contabilidade em empresas, órgãos governamentais e outras instituições públicas e privadas. Para tanto, constituem e regularizam empresa, identificam documentos e informações, atendem à fiscalização e procedem consultoria empresarial. Executam a contabilidade geral, operacionalizam a contabilidade de custos e efetuam contabilidade gerencial. Administram o departamento pessoal e realizam controle patrimonial.

Quanto ganha um Chefe de contabilidade (técnico)

Um Chefe de contabilidade (técnico) trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.668,83 e R$ 12.222,24, com a média salarial de R$ 4.335,97 e o salário mediana em R$ 3.006,28 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Chefe de contabilidade (técnico)

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 4.335,97 52.031,67 1.083,99 20,29
1º Quartil 1.668,83 20.025,90 417,21 7,81
Salário Mediana 3.006,28 36.075,36 751,57 14,07
3º Quartil 9.321,20 111.854,42 2.330,30 43,62
Teto Salarial 12.222,24 146.666,88 3.055,56 57,19


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nivel médio nas ciências administrativas
      • Técnicos das ciências administrativas
        • Técnicos em contabilidade

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 2.237 - 15.784 6.471,06 2.236,51 5.008,05 13.031,03 15.783,58
Brasília - DF 1.147 - 4.722 2.396,20 1.146,81 2.394,00 3.898,43 4.721,89
Belo Horizonte - MG 2.039 - 10.546 4.256,24 2.039,45 2.924,25 8.706,76 10.545,88
Recife - PE 1.754 - 8.553 4.036,27 1.754,35 4.103,00 7.061,47 8.553,07
Rio de Janeiro - RJ 1.834 - 22.800 6.722,29 1.833,62 3.571,72 18.823,94 22.800,12
Goiânia - GO 1.808 - 6.764 3.184,35 1.808,00 2.600,71 5.584,03 6.763,54
Curitiba - PR 1.800 - 6.379 3.241,00 1.800,00 3.200,00 5.266,67 6.379,14
Porto Alegre - RS 2.047 - 17.097 5.095,87 2.046,50 2.860,00 14.115,30 17.096,87
Campo Grande - MS 1.098 - 6.467 2.854,09 1.097,60 2.835,00 5.338,91 6.466,64
Campinas - SP 1.900 - 8.176 3.933,36 1.900,00 3.581,00 6.750,00 8.175,80
Blumenau - SC 2.871 - 9.127 4.608,55 2.870,94 4.190,91 7.535,73 9.127,50
Fortaleza - CE 1.124 - 3.685 2.102,66 1.124,25 2.100,00 3.042,00 3.684,56
Joinville - SC 2.265 - 15.276 4.663,46 2.265,00 3.680,04 12.612,00 15.276,03
Manaus - AM 1.800 - 12.652 5.182,69 1.800,00 5.000,00 10.445,72 12.652,17
Natal - RN 1.250 - 3.634 2.148,98 1.250,00 2.054,28 3.000,00 3.633,69
Teresina - PI 1.139 - 2.867 1.908,91 1.138,56 2.000,00 2.367,00 2.866,98
Cariacica - ES 2.090 - 2.531 2.090,00 2.090,00 2.090,00 2.090,00 2.531,47
Osasco - SP 4.629 - 14.632 9.566,29 4.629,00 10.344,36 12.080,00 14.631,66
Nova Iguaçu - RJ 2.481 - 10.378 4.035,14 2.480,92 3.000,00 8.568,00 10.377,82
Guarulhos - SP 2.500 - 7.510 3.912,40 2.500,00 3.862,00 6.200,00 7.509,63


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 2.008 - 14.162 5.595,20 2.007,92 4.225,00 11.692,12 14.161,84
Minas Gerais 1.598 - 7.455 3.153,07 1.598,20 2.347,21 6.155,11 7.455,26
Paraná 1.866 - 7.254 3.475,37 1.865,76 3.029,25 5.989,32 7.254,44
Santa Catarina 1.927 - 10.181 4.627,60 1.926,71 4.162,20 8.405,49 10.180,98
Rio Grande do Sul 1.636 - 18.423 5.530,21 1.636,10 2.800,00 15.210,45 18.423,35
Rio de Janeiro 1.646 - 15.300 5.119,08 1.645,63 3.200,00 12.631,60 15.299,77
Pernambuco 1.674 - 9.666 3.974,18 1.673,69 3.320,00 7.979,91 9.665,51
Goiás 1.835 - 8.711 3.894,73 1.834,82 3.296,03 7.191,51 8.710,58
Distrito Federal 1.147 - 4.722 2.396,20 1.146,81 2.394,00 3.898,43 4.721,89
Mato Grosso do Sul 1.146 - 5.411 2.682,82 1.146,30 2.750,00 4.466,95 5.410,51
Bahia 1.228 - 6.127 2.532,61 1.228,24 2.210,24 5.058,46 6.126,96
Espírito Santo 2.090 - 4.871 2.718,25 2.090,00 2.283,13 4.021,73 4.871,24
Pará 1.227 - 5.055 2.479,23 1.226,90 2.100,00 4.173,25 5.054,76
Ceará 1.124 - 4.086 2.199,48 1.124,25 2.100,00 3.373,75 4.086,39
Mato Grosso 1.924 - 5.905 3.119,73 1.923,68 3.000,00 4.874,97 5.904,70
Piauí 1.119 - 2.800 1.735,27 1.119,28 1.934,89 2.311,57 2.799,84
Rio Grande do Norte 1.375 - 3.403 2.141,61 1.375,00 2.072,14 2.809,65 3.403,13
Amazonas 1.600 - 11.171 4.709,86 1.600,00 3.962,97 9.222,86 11.171,00
Rondônia 1.200 - 6.662 2.175,43 1.200,00 1.538,00 5.500,00 6.661,77


Principais locais de trabalho

Técnicos em contabilidade trabalham em escritórios de contabilidade, em departamentos de contabilidade de empresas agrícolas, comerciais, industriais e de serviços e em órgãos governamentais, como estatutários, empregados assalariados ou como autônomos (consultor contábil). O trabalho é presencial ou à distância, pode ser realizado de forma individual sem supervisão, ou em equipe, sob supervisão. Os profissionais trabalham em ambiente fechado, no período diurno. O chefe de contabilidade e o técnico de contabilidade permanecem, durante longos períodos, em posições desconfortáveis e trabalham sob pressão, o que pode levá- los à situação de estresse constante.


O que é preciso para trabalhar na área dos Técnicos em contabilidade

O exercício desse cargo requer curso técnico em contabilidade (nível médio). O exercício pleno das atividades ocorre após quatro anos de experiência.


Funções e atividades do Chefe de contabilidade (técnico)

Técnicos em contabilidade devem:

  • operacionalizar a contabilidade de custos;
  • efetuar contabilidade gerencial;
  • executar a contabilidade geral;
  • proceder consultoria empresarial;
  • atender À fiscalização;
  • demonstrar competências pessoais;
  • constituir empresa;
  • identificar documentos e informações;
  • regularizar empresa;
  • administrar o departamento pessoal;
  • comunicar-se;
  • realizar controle patrimonial;

  • Atividades

    • acompanhar os resultados finais da empresa;
    • executar o planejamento tributário;
    • relacionar custos operacionais e não operacionais;
    • formar peças contábeis das empresas;
    • demonstrar disciplina;
    • reorganizar a contabilidade;
    • elaborar o balanço social;
    • controlar férias;
    • manter-se atualizado;
    • efetuar contrato de trabalho;
    • distinguir os atos dos fatos administrativos;
    • encaminhar os atos constitutivos ao arquivo na junta comercial e ou cartório;
    • utilizar meios e veículos de comunicação;
    • contatar os órgãos competentes;
    • apurar impostos;
    • refazer obrigações fiscais de natureza acessória;
    • demonstrar postura profissional;
    • calcular juros sobre patrimônio em formação;
    • aplicar a legislação relativa ao objeto da empresa;
    • inventariar o patrimônio;
    • resolver problemas administrativos;
    • disponibilizar documentos e livros;
    • definir centro de custos;
    • raciocinar logicamente;
    • liderar equipes de trabalho;
    • aprontar pedidos de parcelamento;
    • estudar as mudanças da legislação trabalhista;
    • analisar comportamento das contas;
    • fornecer subsídios aos administradores da empresa;
    • dominar grandezas numéricas;
    • controlar a entrada de ativos imobilizados;
    • estudar a documentação contábil;
    • compilar informações contábeis;
    • demonstrar organização;
    • gerar guias de encargos sociais;
    • reestruturar plano de contas;
    • examinar documentos fiscais e legislação;
    • atender a obrigações fiscais acessórias;
    • apresentar boa aparência;
    • preparar relatórios;
    • levantar estoque;
    • visitar regularmente o cliente;
    • prestar esclarecimentos;
    • implantar plano de cargos e salários;
    • dar baixa ao ativo imobilizado;
    • interpretar a legislação;
    • atualizar a contabilidade;
    • reavaliar bens;
    • assessorar auditoria;
    • contabilizar custo orçado ou incorrido;
    • "assessorar o desenvolvimento de ""software"" contábil";
    • classificar documentos fiscais;
    • acompanhar o programa de controle médico de saúde ocupacional;
    • demonstrar flexibilidade;
    • enviar boletins informativos;
    • administrar os benefícios sociais do empregado;
    • recalcular tributos;
    • verificar os termos dos dissídios coletivos;
    • proceder equivalência patrimonial;
    • corrigir bens;
    • providenciar defesa administrativa;
    • preparar rescisão e homologação;
    • demonstrar dinamismo;
    • efetuar análises comparativas;
    • efetuar lançamentos contábeis;
    • criar relatório de custo;
    • depreciar bens;
    • demonstrar custo incorrido e ou orçado;
    • encaminhar os documentos aos setores competentes;
    • emitir memorandos internos;
    • diagnosticar os problemas da empresa;
    • supervisionar o trabalho;
    • fornecer consultoria na constituição da empresa;
    • registrar a empresa junto aos órgãos públicos competentes;
    • alterar os atos constitutivos;
    • dominar noções de informática;
    • utilizar corretamente as ferramentas de trabalho;
    • desenvolver plano de contas;
    • emitir diário, razão e livros fiscais;
    • conciliar contas;
    • analisar contas patrimoniais;
    • fazer balancetes de verificação;
    • computar folha de pagamento dos empregados, empregadores e terceiros;
    • trabalhar em equipe;
    • preparar fluxo de caixa;
    • escriturar o livro de apuração do lucro real (lalur);
    • elaborar ato constitutivo;
    • transparecer objetividade;
    • ministrar cursos e palestras;
    • demonstrar segurança;
    • preparar todos os livros pertinentes a empresa para autenticação;
    • fazer previsão orçamentária;
    • enviar documentos para serem arquivados;
    • amortizar os gastos e custos incorridos;
    • solicitar documentação para admissão;
    • demonstrar criatividade;
    • analisar documentação societária;
    • identificar custo gerencial e administrativo;
    • enquadrar a empresa na atividade;
    • inventariar documentação trabalhista e legislação;
    • responder a consulta de cliente;
    • delegar competência;
    • distribuir tarefas;
    • extinguir empresas;
    • codificar documentos contábeis;
    • apurar o resultado da alienação;
    • eliminar documentos do arquivo após prazo legal;
    • efetuar balanço de abertura;


    Setores que mais contratam Chefe de contabilidade (técnico) no mercado de trabalho

    • Atividades de contabilidade
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Fabricação de medicamentos alopáticos para uso humano
    • Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica
    • Educação superior - graduação
    • Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas
    • Fabricação de óleos vegetais refinados, exceto óleo de milho
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Tratamento de dados, provedores de serviços de aplicação e serviços de hospedagem na internet
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Cartunista
    Artistas visuais, desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais

    Cartunista

    Salário para o cargo de Chefe de bilheteria
    Supervisores dos serviços de transporte, turismo, hotelaria e administração de edifícios

    Chefe de bilheteria