Salário para o cargo de Auxiliar de arquitetura
CBO 3185-05 > Desenhistas projetistas de construção civil e arquitetura

Auxiliar de arquitetura - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Auxiliam arquitetos e engenheiros no desenvolvimento de projetos de construção civil e arquitetura, aplicam as normas de saúde ocupacional nr-9, nr-15 e nr-17, apóiam a coordenação de equipes, auxiliam a engenharia na coordenação de projetos, pesquisam novas tecnologias de produtos e processos, projetam obras de pequeno porte, coletando dados, elaborando ante projetos, desenvolvendo projetos, dimensionando estruturas e instalações, especificando materiais, detalhando projetos executivos e atualizando projetos conforme obras, detalham projetos de grande porte.

Quanto ganha um Auxiliar de arquitetura

Um Auxiliar de arquitetura trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.299,34 e R$ 6.994,24, com a média salarial de R$ 2.683,07 e o salário mediana em R$ 2.000,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Auxiliar de arquitetura

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.683,07 32.196,89 670,77 12,58
1º Quartil 1.299,34 15.592,11 324,84 6,09
Salário Mediana 2.000,00 24.000,00 500,00 9,38
3º Quartil 5.334,11 64.009,32 1.333,53 25,01
Teto Salarial 6.994,24 83.930,94 1.748,56 32,79


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia
      • Desenhistas técnicos e modelistas
        • Desenhistas projetistas de construção civil e arquitetura

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.556 - 7.116 3.352,74 1.555,95 3.000,00 5.875,11 7.116,11
Rio de Janeiro - RJ 1.623 - 5.330 2.710,09 1.622,85 2.300,00 4.400,76 5.330,33
Belo Horizonte - MG 1.440 - 6.084 2.866,61 1.439,97 2.500,00 5.022,99 6.083,99
Brasília - DF 1.544 - 10.791 4.801,88 1.543,82 4.413,06 8.909,42 10.791,36
Curitiba - PR 1.401 - 5.531 2.605,84 1.400,57 2.176,70 4.566,25 5.530,78
Porto Alegre - RS 1.422 - 6.615 2.881,99 1.422,24 2.270,00 5.461,42 6.615,03
Goiânia - GO 1.115 - 3.591 1.858,82 1.115,12 1.583,75 2.965,08 3.591,39
Joinville - SC 1.452 - 3.999 2.182,61 1.452,00 2.000,00 3.301,80 3.999,24
Balneário Camboriú - SC 1.326 - 3.144 1.903,11 1.326,19 2.000,00 2.595,33 3.143,54
Nova Lima - MG 1.293 - 7.969 3.640,56 1.292,92 3.500,00 6.579,11 7.968,82
Barueri - SP 1.421 - 6.269 2.798,73 1.420,71 2.500,00 5.175,92 6.269,23
São José do Rio Preto - SP 1.421 - 3.748 2.056,28 1.421,38 1.851,00 3.094,61 3.748,28
Fortaleza - CE 1.183 - 3.898 2.088,50 1.183,13 2.000,00 3.218,44 3.898,27
Recife - PE 1.248 - 3.240 1.822,89 1.247,78 1.670,83 2.674,72 3.239,70
Ribeirão Preto - SP 1.319 - 3.194 1.780,17 1.318,81 1.500,00 2.637,14 3.194,18
Chapeco - SC 1.326 - 3.304 1.821,19 1.325,62 1.567,50 2.727,61 3.303,76
Campo Grande - MS 1.321 - 3.173 1.841,31 1.321,21 1.700,00 2.619,87 3.173,27
Campinas - SP 1.831 - 6.004 3.139,23 1.831,45 2.750,00 4.956,94 6.004,00
Cuiabá - MT 1.234 - 3.359 1.877,73 1.234,02 1.700,00 2.773,12 3.358,89
Bento Goncalves - RS 1.249 - 4.026 1.987,40 1.249,36 1.800,00 3.324,08 4.026,23


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.438 - 6.196 2.818,62 1.437,81 2.220,12 5.115,19 6.195,67
Minas Gerais 1.193 - 5.523 2.442,96 1.192,81 1.982,03 4.559,83 5.523,01
Santa Catarina 1.294 - 3.669 1.974,72 1.293,77 1.796,37 3.029,55 3.669,48
Rio Grande do Sul 1.241 - 4.451 2.094,32 1.240,81 1.713,10 3.674,99 4.451,26
Rio de Janeiro 1.530 - 7.606 3.193,98 1.529,68 2.300,00 6.279,68 7.606,13
Paraná 1.376 - 15.898 4.606,50 1.376,50 1.956,85 13.125,39 15.897,86
Goiás 1.118 - 3.611 1.851,26 1.117,77 1.675,36 2.981,12 3.610,83
Mato Grosso 1.083 - 3.194 1.732,04 1.083,37 1.500,00 2.637,17 3.194,22
Distrito Federal 1.544 - 10.791 4.801,88 1.543,82 4.413,06 8.909,42 10.791,36
Espírito Santo 1.193 - 4.485 2.125,39 1.192,68 1.643,39 3.702,95 4.485,13
Bahia 1.116 - 4.829 2.254,17 1.116,31 1.955,78 3.987,16 4.829,37
Mato Grosso do Sul 1.176 - 3.025 1.760,70 1.175,73 1.700,00 2.497,52 3.025,07
Ceará 1.154 - 3.712 1.983,94 1.153,53 1.800,00 3.064,49 3.711,80
Pernambuco 1.168 - 3.391 1.830,40 1.167,87 1.628,20 2.799,54 3.390,88
Pará 1.536 - 7.984 3.880,95 1.535,87 3.000,00 6.591,67 7.984,02
Rondônia 1.116 - 4.433 1.921,91 1.115,60 1.600,00 3.659,63 4.432,65
Maranhão 1.157 - 4.566 1.973,25 1.157,24 1.500,00 3.770,13 4.566,49
Amapá 1.229 - 1.946 1.471,03 1.228,99 1.606,50 1.606,50 1.945,84
Amazonas 1.148 - 2.360 1.528,93 1.148,33 1.500,00 1.948,69 2.360,31
Rio Grande do Norte 1.045 - 3.315 1.611,32 1.045,00 1.396,97 2.737,09 3.315,24
Piauí 1.107 - 2.244 1.420,16 1.106,72 1.502,19 1.852,64 2.243,98
Alagoas 1.053 - 3.391 1.469,55 1.052,50 1.100,00 2.800,00 3.391,44
Tocantins 1.142 - 1.938 1.382,32 1.141,57 1.420,95 1.600,00 1.937,97
Paraíba 1.101 - 4.106 1.973,45 1.100,75 1.950,00 3.390,13 4.106,22
Sergipe 1.300 - 2.422 1.649,74 1.300,00 1.549,22 2.000,00 2.422,46


Principais locais de trabalho

Desenhistas projetistas de construção civil e arquitetura trabalham na construção civil, em departamentos obras de empresas e instituições públicas e privadas, em escritórios de engenharia e arquitetura, em empresas de engenharia consultiva, dentre outras. São assalariados com carteira assinada ou autônomos, trabalham de forma individual e em equipe, na elaboração de projetos, na coordenação de equipes de trabalho e na pesquisa de novas tecnologias de produtos, com supervisão de profissionais de nível superior, geralmente engenheiros e arquitetos. Podem executar suas funções em ambiente fechado, em horário diurno e de forma presencial ou a distância. Eventualmente, trabalham sob pressão, levando a situação de estresse, podem estar expostos à radiação e ruído intenso.


O que é preciso para trabalhar na área dos Desenhistas projetistas de construção civil e arquitetura

Para ingressar nessas ocupações requer-se o ensino médio completo, complementado por curso básico de qualificação com mais de quatrocentas horas-aula, ou curso técnico de nível médio em construção civil, arquitetura e áreas afins. Para se tornar um projetista é imprescindível o conhecimento de desenho técnico e um período de experiência que varia de um a dois anos. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Auxiliar de arquitetura

Desenhistas projetistas de construção civil e arquitetura devem:

  • apoiar a coordenação de equipes;
  • projetar obras de pequeno porte;
  • pesquisar novas tecnologias de produtos e processos;
  • demonstrar competências pessoais;
  • auxiliar a engenharia na coordenação dos projetos;
  • aplicar as normas de saúde ocupacional (nr-9, nr-15 e nr-17);
  • detalhar projetos de grande porte;
  • planejar o desenvolvimento dos projetos;

  • Atividades

    • dimensionar equipe de desenhistas;
    • solicitar projetos complementares;
    • orçar serviços;
    • aplicar novas tecnologias;
    • requisitar iluminação compatível com o ambiente de trabalho;
    • demonstrar precisão manual;
    • aplicar normas e padrões da empresa e da abnt;
    • solicitar projetos básicos;
    • seguir princípios da qualidade total;
    • agir com ética profissional;
    • atualizar-se;
    • desenvolver projetos para aprovação;
    • determinar prazos para elaboração dos projetos;
    • dimensionar estruturas e instalações;
    • auxiliar arquiteto no estudo de viabilidade;
    • fazer pausa de descanso em atividades de longa duração;
    • elaborar anteprojetos;
    • elaborar croquis;
    • demonstrar raciocínio espacial;
    • seguir normas técnicas (abnt);
    • treinar equipes de desenhistas e estagiários;
    • demonstrar capacidade de comunicação para identificar as necessidades dos clientes;
    • utilizar programas de informática específicos para elaboração de projetos;
    • conferir projetos sob supervisão;
    • analisar projetos;
    • definir tarefas;
    • estimar quantitativos de pranchas de desenho;
    • distribuir tarefas;
    • dedicar-se ao trabalho;
    • fornecer dados necessários à elaboração do projeto;
    • solicitar a implantação de métodos ergonômicos e prevenção das doenças ocupacionais;
    • colaborar na definição das diretrizes dos projetos;
    • definir metodologia de trabalho;
    • propor cronograma para execução dos serviços;
    • atualizar o projeto de acordo com a obra executada;
    • analisar viabilidade de uso de materiais;
    • desenhar projetos e levantamentos topográficos;
    • demonstrar habilidade de trabalhar em equipe;
    • coletar dados no local para elaboração de projetos;
    • interpretar projetos complementares;
    • compatibilizar projetos executivos;
    • auxiliar na supervisão de metodologia de trabalho;
    • utilizar epi's quando necessário (visita à obra);
    • tomar iniciativa;
    • participar de reuniões de avaliação do projeto;
    • determinar a emissão de cat (comunicação de acidentes de trabalho);
    • especificar materiais;
    • sugerir palestras de prevenção e conscientização relacionadas às doenças ocupacionais;
    • registrar dados no local para elaboração de projeto;
    • elaborar leiaute dos projetos;
    • aplicar ginástica laboral nas paradas obrigatórias conforme nr-17;
    • obter informações básicas junto aos órgãos competentes;
    • verificar condições de uso dos equipamentos de desenho;
    • revisar alterações de projetos;
    • fazer pré-dimensionamentos de estruturas e instalações sob supervisão;
    • executar desenhos para apreciação do cliente;
    • consultar normas técnicas e padrões de desenho da empresa;
    • arquivar documentos relativos ao projeto;
    • auxiliar a compatibilização de projetos;
    • manter-se flexível;
    • desenhar projetos executivos;


    Setores que mais contratam Auxiliar de arquitetura no mercado de trabalho

    • Serviços de arquitetura
    • Serviços de engenharia
    • Construção de edifícios
    • Comércio varejista de móveis
    • Fabricação de móveis com predominância de madeira
    • Incorporação de empreendimentos imobiliários
    • Instalação e manutenção elétrica
    • Serviços de desenho técnico relacionados à arquitetura e engenharia
    • Comércio varejista de materiais de construção não especificados anteriormente
    • Agências de viagens




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: