Salário para o cargo de Rebaixador de couros
CBO 7622-20 > Trabalhadores do curtimento de couros e peles

Rebaixador de couros - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Controlam parâmetros físico-químicos e operam o processo de curtimento de peles e couros. Classificam couros (flor e raspa) e operam máquinas para enxugamento e rebaixamento de peles e couros. Trabalham seguindo normas e procedimentos técnicos e de qualidade, segurança, meio ambiente, higiene e saúde.

Quanto ganha um Rebaixador de couros

Um Rebaixador de couros trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.470,73 e R$ 2.819,83, com a média salarial de R$ 1.762,21 e o salário mediana em R$ 1.760,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Rebaixador de couros

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.762,21 21.146,50 440,55 8,07
1º Quartil 1.470,73 17.648,73 367,68 6,74
Salário Mediana 1.760,00 21.120,00 440,00 8,06
3º Quartil 2.150,53 25.806,30 537,63 9,85
Teto Salarial 2.819,83 33.838,00 704,96 12,92


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas
      • Trabalhadores do tratamento de couros e peles
        • Trabalhadores do curtimento de couros e peles

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Bocaina - SP 1.919 - 2.671 2.041,91 1.919,23 2.021,47 2.205,44 2.671,29
Portão - RS 1.295 - 2.537 1.705,24 1.294,70 1.725,90 2.094,95 2.537,47
Estancia Velha - RS 1.298 - 3.092 1.897,82 1.298,45 1.866,90 2.552,55 3.091,73
Restinga - SP 1.500 - 2.454 1.718,16 1.500,30 1.691,00 2.026,20 2.454,19
Novo Hamburgo - RS 1.429 - 2.694 1.775,95 1.428,80 1.690,37 2.224,20 2.694,02
Franca - SP 1.283 - 2.786 1.786,72 1.283,00 1.807,30 2.300,10 2.785,95
Ivoti - RS 1.760 - 2.438 1.886,50 1.760,00 1.886,50 2.013,00 2.438,21
Governador Edison Lobão - MA 1.273 - 1.542 1.273,00 1.273,00 1.273,00 1.273,00 1.541,90
Patrocínio Paulista - SP 1.707 - 3.132 2.172,64 1.707,20 2.329,70 2.585,77 3.131,96
Sertãozinho - SP 1.701 - 2.060 1.700,60 1.700,60 1.700,60 1.700,60 2.059,82
Nova Esperança do Sul - RS 1.325 - 1.693 1.354,00 1.324,78 1.324,78 1.397,83 1.693,09


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.539 - 2.715 1.911,15 1.538,74 1.966,80 2.241,69 2.715,20
Rio Grande do Sul 1.326 - 2.689 1.752,76 1.325,53 1.760,00 2.220,07 2.689,01
Maranhão 1.273 - 1.619 1.287,11 1.273,00 1.273,00 1.336,50 1.618,81
Minas Gerais 1.048 - 2.422 1.475,16 1.048,00 1.578,36 2.000,00 2.422,46


Principais locais de trabalho

Trabalhadores do curtimento de couros e peles atuam em curtumes como assalariados com carteira assinada. O trabalho é presencial, em ambiente fechado, com supervisão ocasional, sob regime de rodízio de turnos (diurno/noturno), exceto o classificador de couros que trabalha durante o dia.Trabalham eventualmente sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores do curtimento de couros e peles

Para o exercício desse cargo requer-se, no mínimo, a quarta série do ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional com duzentas a quatrocentas horas-aula de duração (classificador de couros e curtidor) ou prática profissional no posto de trabalho (enxugador e rebaixador de couros). O pleno desempenho das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência profissional (classificador de couros e curtidor) e com menos de um ano para as demais ocupações. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Rebaixador de couros

Trabalhadores do curtimento de couros e peles devem:

  • classificar couros (flor e raspa);
  • demonstrar competências pessoais;
  • preencher documentos;
  • curtir peles e couros;
  • controlar grandezas do curtimento de peles e couros;
  • operar máquinas para o enxugamento e rebaixamento de peles e couros;

  • Atividades

    • realizar a manutenção produtiva de máquinas e equipamentos;
    • trabalhar em equipe;
    • aceitar a avaliação de desempenho;
    • medir temperatura do banho de curtimento;
    • manter-se atualizado tecnologicamente;
    • enxugar peles e couros;
    • trabalhar com segurança;
    • receber peles e couros;
    • regular máquinas;
    • pesar peles, couros e produtos químicos;
    • adicionar peles, couros e produtos químicos no fulão;
    • conferir o grau de umidade de couros enxugados;
    • repartir peles e couros curtidos em lotes para o acabamento molhado;
    • manter o local de trabalho organizado;
    • medir volume de água do banho de curtimento;
    • aceitar responsabilidades;
    • avaliar o índice de aproveitamento de couros;
    • acionar comandos eletroeletrônicos e mecânicos de equipamentos para o curtimento;
    • registrar etapas da produção em fichas técnicas;
    • ajustar balança e medidora de peles, couros e produtos químicos;
    • aceitar ideias;
    • separar peles e couros em classes;
    • medir a espessura de peles e couros;
    • rebaixar peles e couros;
    • identificar defeitos nas peles e couros;
    • emitir relatório de medição para paletização e faturamento (romaneio);
    • demonstrar senso de valor profissional;
    • medir tempo do processo de curtimento;
    • descarregar fulão;
    • medir área de peles e couros;
    • registrar dados para a administração da produção;
    • transportar produtos químicos para o curtimento;
    • orientar a paletização de couros e peles;
    • interpretar formulação do processo de curtimento;
    • medir ph do banho de curtimento e das peles e couros;
    • zelar pela preservação do meio ambiente;
    • requisitar produtos químicos, instrumentos, ferramentas e materiais de consumo;
    • demonstrar iniciativa;
    • paletizar peles e couros;
    • avaliar a absorção dos produtos químicos pelas peles e couros;


    Setores que mais contratam Rebaixador de couros no mercado de trabalho

    • Curtimento e outras preparações de couro
    • Fabricação de artefatos de couro não especificados anteriormente
    • Comércio atacadista de couros, lãs, peles e outros subprodutos não-comestíveis de origem animal
    • Fabricação de equipamentos e acessórios para segurança pessoal e profissional
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Fundição de ferro e aço
    • Facção de roupas profissionais
    • Fabricação de calçados de couro
    • Acabamento de calçados de couro sob contrato
    • Comércio atacadista de bolsas, malas e artigos de viagem




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Caricaturista
    Artistas visuais, desenhistas industriais e conservadores-restauradores de bens culturais

    Caricaturista