Salário para o cargo de Mecânico de manutenção de teares
CBO 9113-20 > Mecânicos de manutenção de máquinas industriais

Mecânico de manutenção de teares - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Realizam manutenção em componentes, equipamentos e máquinas industriais, planejam atividades de manutenção, avaliam condições de funcionamento e desempenho de componentes de máquinas e equipamentos, lubrificam máquinas, componentes e ferramentas. Documentam informações técnicas, realizam ações de qualidade e preservação ambiental e trabalham segundo normas de segurança.

Quanto ganha um Mecânico de manutenção de teares

Um Mecânico de manutenção de teares trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.270,79 e R$ 5.411,93, com a média salarial de R$ 2.345,51 e o salário mediana em R$ 1.974,48 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Mecânico de manutenção de teares

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.345,51 28.146,11 586,38 10,78
1º Quartil 1.270,79 15.249,44 317,70 5,84
Salário Mediana 1.974,48 23.693,70 493,62 9,08
3º Quartil 4.127,37 49.528,42 1.031,84 18,97
Teto Salarial 5.411,93 64.943,15 1.352,98 24,87


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção
    • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção mecânica
      • Mecânicos de manutenção de máquinas e equipamentos industriais, comerciais e residenciais
        • Mecânicos de manutenção de máquinas industriais

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.521 - 4.352 2.444,31 1.520,75 2.300,00 3.593,11 4.352,09
Brusque - SC 1.575 - 5.220 2.815,93 1.574,99 2.729,00 4.309,71 5.220,05
Blumenau - SC 1.953 - 4.794 2.911,88 1.952,94 2.840,20 3.957,92 4.793,95
Americana - SP 2.073 - 6.280 3.521,23 2.072,70 3.260,40 5.184,45 6.279,56
Joinville - SC 2.012 - 5.277 3.062,76 2.012,08 2.983,20 4.356,75 5.277,03
Fortaleza - CE 1.211 - 2.977 1.770,08 1.211,25 1.547,70 2.457,62 2.976,74
Jaraguá do Sul - SC 2.015 - 4.388 2.812,22 2.015,18 2.800,00 3.622,49 4.387,67
Ponta Grossa - PR 1.142 - 2.524 1.399,72 1.142,48 1.174,80 2.084,11 2.524,33
Rio de Janeiro - RJ 1.370 - 3.737 2.109,54 1.369,76 1.978,00 3.085,61 3.737,38
Sorocaba - SP 1.431 - 2.616 1.654,04 1.430,98 1.514,90 2.159,44 2.615,58
Maracanaú - CE 1.488 - 3.086 2.073,40 1.487,80 2.069,54 2.547,47 3.085,57
Montes Claros - MG 1.107 - 1.928 1.315,40 1.107,04 1.258,40 1.591,77 1.927,99
Guabiruba - SC 1.845 - 4.895 2.905,69 1.844,51 2.970,74 4.041,22 4.894,84
Santa Rita - PB 1.057 - 1.836 1.213,30 1.057,09 1.102,81 1.516,20 1.836,46
Cataguases - MG 1.213 - 2.788 1.681,10 1.212,99 1.556,78 2.301,58 2.787,74
Gaspar - SC 1.439 - 4.823 2.470,35 1.438,71 2.151,87 3.982,00 4.823,12
Itapetininga - SP 1.390 - 3.030 1.709,75 1.390,09 1.460,80 2.501,23 3.029,56
Nova Odessa - SP 1.540 - 3.381 1.999,74 1.540,00 1.600,00 2.791,26 3.380,85
Campina Grande - PB 1.145 - 2.104 1.471,88 1.144,83 1.421,20 1.737,27 2.104,23
João Pessoa - PB 1.114 - 2.395 1.497,66 1.113,65 1.521,56 1.977,29 2.394,95


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.416 - 4.608 2.410,43 1.415,76 2.165,58 3.804,48 4.608,10
Santa Catarina 1.513 - 4.648 2.594,52 1.513,43 2.504,00 3.837,49 4.648,09
Minas Gerais 1.112 - 10.245 3.157,11 1.111,83 1.525,35 8.458,46 10.245,14
Paraná 1.171 - 3.608 1.903,33 1.171,04 1.700,00 2.978,86 3.608,09
Ceará 1.282 - 2.990 1.880,21 1.282,30 1.928,15 2.468,19 2.989,54
Rio de Janeiro 1.234 - 3.385 1.899,84 1.233,89 1.762,26 2.794,73 3.385,06
Paraíba 1.071 - 2.196 1.383,57 1.071,38 1.343,90 1.812,88 2.195,81
Rio Grande do Sul 1.357 - 4.280 2.217,89 1.356,86 1.960,20 3.533,35 4.279,70
Pernambuco 1.134 - 3.679 1.816,18 1.134,18 1.550,00 3.037,80 3.679,47
Rio Grande do Norte 1.314 - 2.571 1.693,56 1.313,90 1.727,32 2.122,25 2.570,53
Bahia 1.382 - 3.103 1.920,74 1.381,52 1.908,00 2.561,88 3.103,02
Goiás 1.109 - 4.276 2.019,44 1.108,73 1.567,50 3.530,37 4.276,10
Espírito Santo 1.170 - 3.516 1.945,93 1.170,30 1.998,00 2.902,43 3.515,51
Sergipe 1.055 - 3.057 1.654,49 1.055,27 1.515,00 2.524,15 3.057,33
Mato Grosso do Sul 1.284 - 4.235 2.239,94 1.284,13 1.873,13 3.496,30 4.234,82
Amazonas 1.059 - 2.558 1.409,49 1.058,75 1.100,00 2.111,69 2.557,75
Mato Grosso 1.300 - 3.762 2.220,85 1.300,00 2.076,15 3.106,21 3.762,33
Pará 1.045 - 1.563 1.110,67 1.045,00 1.050,85 1.290,31 1.562,86
Piauí 1.100 - 2.605 1.636,86 1.100,00 1.908,00 2.150,44 2.604,68


Principais locais de trabalho

Mecânicos de manutenção de máquinas industriais podem exercer suas funções em empresas do ramo de fabricação de máquinas e equipamentos, de fabricação de produtos têxteis, de fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos, entre outras. São contratados na condição de empregados com registro em carteira. Trabalham de forma individual, com supervisão ocasional, em ambientes fechados, nos períodos diurno e noturno, podendo atender ocorrências fora do horário de expediente. Podem permanecer em posições desconfortáveis e estar expostos à ação de materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas. Estão sujeitos a trabalhos sob pressão, levando-os à situação de estresse.


O que é preciso para trabalhar na área dos Mecânicos de manutenção de máquinas industriais

O exercício desse cargo requer escolaridade de ensino médio, acrescida de cursos básicos de qualificação, com mais de quatrocentas horas-aula. O exercício pleno das atividades ocorre após um período de quatro a cinco anos de experiência profissional. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Mecânico de manutenção de teares

Mecânicos de manutenção de máquinas industriais devem:

  • avaliar as condições de funcionamento e desempenho de componentes de máquinas industriais;
  • planejar atividades de manutenção;
  • lubrificar máquinas industriais, componentes e ferramentas;
  • trabalhar com segurança;
  • realizar manutenção em componentes, equipamentos e máquinas industriais;
  • documentar informações técnicas;
  • realizar ações de qualidade e de preservação ambiental;
  • demonstrar competências pessoais;

  • Atividades

    • adaptar componentes e acessórios, em função da melhoria de desempenho de máquinas industriais;
    • trabalhar em equipe;
    • detectar defeitos;
    • elaborar relatórios de ocorrências;
    • comunicar-se com clareza e objetividade;
    • identificar pontos de lubrificação;
    • limpar máquinas e ferramentas, após a manutenção;
    • completar nível e quantidade de lubrificantes, de acordo com especificações técnicas;
    • respeitar nomenclatura técnica;
    • destinar materiais e resíduos para reciclagem;
    • identificar necessidades de melhorias;
    • criar dispositivos para redução de riscos de acidentes;
    • compartilhar conhecimentos e informações;
    • priorizar a utilização de produtos químicos não-poluentes;
    • identificar áreas de risco no local de trabalho;
    • analisar resultados de testes laboratoriais;
    • calibrar equipamentos;
    • definir período de realização da manutenção;
    • coletar amostras de lubrificantes;
    • emitir pareceres técnicos;
    • respeitar limites de autoconfiança;
    • testar funcionamento de máquinas;
    • utilizar equipamentos de proteção individual e coletiva;
    • bloquear funcionamento de máquinas;
    • encaminhar amostras para ensaios laboratoriais;
    • exercer liderança;
    • demarcar área de trabalho;
    • detectar possibilidade de falhas;
    • demonstrar criatividade;
    • manter o local de trabalho limpo e organizado;
    • analisar históricos de manutenção;
    • nivelar máquinas e conjuntos mecânicos;
    • realizar ensaios físicos e mecânicos;
    • medir parâmetros dimensionais;
    • retirar excesso de lubrificantes;
    • substituir peças;
    • analisar informações do operador;
    • alinhar máquinas e conjuntos mecânicos;
    • registrar resultados de peças e materiais em teste;
    • selecionar peças e materiais para descarte;
    • interpretar desenhos técnicos;
    • verificar alinhamento e nivelamento de máquinas;
    • registrar utilização de peças e materiais;
    • recondicionar peças;
    • inspecionar máquinas em funcionamento;
    • interpretar medidas expressas em instrumentos de medição;
    • verificar disponibilidade de material e ferramental;
    • coletar informações junto a operadores, sobre características e funcionamento de máquinas e processos;
    • registrar tempo de manutenção;
    • manter asseio profissional e postura profissional;
    • interpretar manuais técnicos;
    • sinalizar equipamentos e máquinas em manutenção;
    • registrar modificações e melhorias;
    • instruir operadores sobre causas de incidência de quebras e defeitos;
    • substituir lubrificantes, segundo periodicidade definida por seu fabricante;
    • eliminar resíduos de peças e máquinas;
    • detectar irregularidades nas características aparentes de lubrificantes;
    • iluminar áreas específicas de trabalho;
    • respeitar opiniões e críticas;
    • requisitar materiais e componentes;
    • realizar análises de vibração, ruído e temperatura;
    • desmontar conjuntos mecânicos;
    • atualizar-se tecnicamente;
    • definir quantidade de mão-de-obra para manutenção;
    • elaborar croquis de peças;
    • manter ferramentas em condições de uso;
    • controlar frequência de inspeções;
    • estimar tempo de manutenção;
    • propor melhorias para redução de custos;
    • desobstruir condutos de lubrificantes;
    • montar conjuntos mecânicos;
    • reutilizar matéria-prima de peças substituídas;
    • especificar materiais e peças para compra;

    Setores que mais contratam Mecânico de manutenção de teares no mercado de trabalho

    • Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida
    • Preparação e fiação de fibras de algodão
    • Tecelagem de fios de algodão
    • Fabricação de tecidos de malha
    • Fabricação de artefatos têxteis para uso doméstico
    • Facção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas
    • Fabricação de outros produtos têxteis não especificados anteriormente
    • Confecção de roupas íntimas
    • Tecelagem de fios de fibras artificiais e sintéticas
    • Fiação de fibras artificiais e sintéticas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: