Salário para o cargo de Leiloeiro
CBO 3544-05 > Leiloeiros e avaliadores

Leiloeiro - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Captam, avaliam, oficializam, divulgam, administram e organizam leilões de bens móveis e imóveis, novos ou usados e semoventes. Emitem pareceres técnicos e comerciais sobre os bens a serem leiloados ou comercializados.

Quanto ganha um Leiloeiro

Um Leiloeiro trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.689,55 e R$ 5.642,64, com a média salarial de R$ 2.786,52 e o salário mediana em R$ 2.800,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Leiloeiro

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.786,52 33.438,19 696,63 13,41
1º Quartil 1.689,55 20.274,55 422,39 8,13
Salário Mediana 2.800,00 33.600,00 700,00 13,48
3º Quartil 4.303,32 51.639,85 1.075,83 20,71
Teto Salarial 5.642,64 67.711,72 1.410,66 27,16


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nivel médio nas ciências administrativas
      • Técnicos de nivel médio em operações comerciais
        • Leiloeiros e avaliadores

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Luís - MA 3.000 - 7.267 3.428,57 3.000,00 3.000,00 6.000,00 7.267,38
São Paulo - SP 1.219 - 5.524 2.709,57 1.218,75 2.968,35 4.560,75 5.524,12
Rio de Janeiro - RJ 1.237 - 1.877 1.424,93 1.237,33 1.550,00 1.550,00 1.877,41


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.671 - 4.299 2.578,62 1.671,38 2.968,35 3.549,42 4.299,16
Maranhão 3.000 - 7.267 3.428,57 3.000,00 3.000,00 6.000,00 7.267,38
Rio de Janeiro 1.237 - 1.877 1.424,93 1.237,33 1.550,00 1.550,00 1.877,41


Principais locais de trabalho

Leiloeiros e avaliadores prestam serviços a pessoas, instituições públicas e privadas. Atuam em atividades imobiliárias, de extração de minerais, empresariais e artísticas, podendo, os leilões, serem feitos para indústrias, comércio ou serviços. Trabalham em empresas ou por conta-própria, em equipe e, ocasionalmente, com supervisão. O local de trabalho varia de ambientes fechados a céu aberto ou em veículos e os horários costumam ser irregulares. Podem trabalhar em posições desconfortáveis por longos períodos e sob pressão. Em algumas situações, o avaliador de bens móveis é exposto a materiais tóxicos e à radiação e o leiloeiro à agressão de pessoas durante leilão.


O que é preciso para trabalhar na área dos Leiloeiros e avaliadores

O exercício profissional é aberto a brasileiros, maiores de vinte e cinco anos que cumpram exigências de legislação específica. Os trabalhadores que exercem essas ocupações possuem escolaridade variada. Em geral, complementam sua formação com cursos cuja duração variam entre duzentas e quatrocentas horas. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Leiloeiro

Leiloeiros e avaliadores devem:

  • administrar leilões;
  • divulgar leilões de bens móveis, imóveis e semoventes;
  • oficializar leilões e pareceres técnicos;
  • armazenar bens;
  • demonstrar competências pessoais;
  • captar leilões de bens móveis, imóveis e semoventes;
  • organizar leilões de bens móveis, imóveis e semoventes;
  • avaliar bens móveis, imóveis e semoventes;

  • Atividades

    • preparar recinto;
    • redigir regulamento do leilão;
    • evidenciar capacidade oratória;
    • coletar informações com a vizinhança do imóvel;
    • pré-avaliar viabilidade de leilão;
    • declarar vendido ao proponente do melhor lance;
    • manifestar perspicácia;
    • demonstrar habilidade em extrair informações;
    • demonstrar noções de cálculo financeiro;
    • pesquisar o mercado;
    • apresentar portfólio da proposta;
    • receber pagamentos dos bens arrematados;
    • sugerir preço dos bens;
    • exigir o cumprimento das condições de venda;
    • fotografar e filmar bens avaliados;
    • exigir caução do arrematante;
    • prestar contas dos leilões aos órgãos oficiais;
    • elaborar ordem de entrada dos bens;
    • demonstrar habilidade no trato com o público;
    • expor os lotes;
    • disponibilizar informações sobre os leilões na mídia;
    • captar lances;
    • registrar evidências do bem avaliado;
    • emitir recibo provisório;
    • controlar recepção e armazenagem dos bens;
    • demonstrar capacidade de persuasão;
    • comunicar o leilão aos órgãos oficiais;
    • demonstrar acuidade auditiva e visual;
    • transmitir credibilidade ao público;
    • contratar pessoal de apoio;
    • demonstrar conhecimento básico sobre os produtos a serem leiloados;
    • elaborar catálogo de vendas;
    • aferir os preços com o mercado;
    • elaborar o relatório final do leilão;
    • demonstrar agilidade de raciocínio;
    • definir local e data do leilão;
    • publicar editais de leilões na forma da lei;
    • enviar mala direta;
    • avaliar o público-alvo;
    • verificar procedência dos bens;
    • consultar tabelas de preço relacionadas aos bens;
    • atrair interessados ao leilão;
    • manifestar desinibição;
    • manter site na internet;
    • contratar apoio logístico para o evento;
    • dar publicidade aos leilões;
    • determinar formas de armazenamento;
    • emitir notas de venda;
    • emitir notas de venda aos compradores;
    • vistoriar bens a serem leiloados;
    • examinar autenticidade dos bens por meio de testes e provas;
    • zelar pela integridade dos bens móveis;
    • registrar entrada e saída de bens em livros próprios;
    • informatizar as operações;
    • obter carta de autorização do comitente vendedor;
    • garantir guarda e segurança dos bens móveis;
    • avaliar as tendências de ocupação do solo ao redor do imóvel;
    • averiguar documentação dos bens;
    • apresentar para o público as condições e normas do leilão;
    • propor venda de bens em leilão ao comitente vendedor;
    • discriminar bens;
    • avaliar localização e posição geográfica dos bens imóveis;
    • elaborar laudo de vistoria;
    • consultar histórico de vendas;
    • comunicar os leilões aos sindicatos da categoria;
    • oferecer lotes;
    • fornecer orientação e informação aos interessados;
    • descrever os lotes;
    • analisar a origem, características e o estado dos bens;
    • prestar contas do leilão ao cliente comitente-vendedor;
    • separar lotes;
    • divulgar as condições de venda do leilão;
    • disponibilizar documentação conforme normas dos órgãos fiscalizadores;
    • captar futuro cliente-vendedor;
    • emitir laudo técnico;
    • pagar taxas e emolumentos;
    • movimentar estoques;
    • fechar contratos de prestação de serviços;
    • entregar os bens;
    • determinar local da guarda dos bens;
    • providenciar o transporte dos bens;
    • emitir laudo comercial;
    • quantificar lotes;
    • identificar lotes;


    Setores que mais contratam Leiloeiro no mercado de trabalho

    • Atividades de apoio à gestão de saúde
    • Estacionamento de veículos
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas
    • Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida
    • Atividades associativas
    • Leiloeiros independentes
    • Manutenção e reparação de máquinas e aparelhos de refrigeração e ventilação para uso industrial e comercial
    • Captação, tratamento e distribuição de água




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Técnico petroquímico
    Técnicos de produção de indústrias químicas, petroquímicas, refino de petróleo, gás

    Técnico petroquímico