Salário para o cargo de Desenhista copista
CBO 3180-10 > Desenhistas técnicos, em geral

Desenhista copista - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Analisam solicitações de desenhos, interpretam documentos de apoio, tais como plantas, projetos, catálogos, croquis e normas. Observam características técnicas de desenhos, esboçam desenhos, definem formatos e escalas, sistemas de representação e prioridades de desenhos, conforme cronogramas. Desenham detalhes de projetos de desenhos. Enviam desenhos para revisão, realizam cópias de segurança e disponibilizam desenhos finais e/ou revisões para áreas afins. São classificados nessa epígrafe os desenhistas técnicos não especializados.

Quanto ganha um Desenhista copista

Um Desenhista copista trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.223,87 e R$ 4.182,38, com a média salarial de R$ 1.985,84 e o salário mediana em R$ 1.734,23 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Desenhista copista

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.985,84 23.830,05 496,46 9,17
1º Quartil 1.223,87 14.686,49 305,97 5,65
Salário Mediana 1.734,23 20.810,76 433,56 8,01
3º Quartil 3.189,66 38.275,94 797,42 14,73
Teto Salarial 4.182,38 50.188,56 1.045,59 19,31


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nível médio das ciências físicas, químicas, engenharia
      • Desenhistas técnicos e modelistas
        • Desenhistas técnicos, em geral

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.573 - 4.488 2.471,86 1.572,50 2.290,97 3.705,44 4.488,14
São João Batista - SC 1.288 - 4.106 1.982,48 1.287,71 1.600,00 3.390,21 4.106,32
Brasília - DF 1.227 - 1.824 1.331,11 1.226,94 1.289,07 1.505,84 1.823,91
Rio de Janeiro - RJ 1.688 - 4.371 2.538,67 1.688,32 2.500,00 3.608,68 4.370,95
Belo Horizonte - MG 1.347 - 3.647 2.094,41 1.346,57 2.000,00 3.011,16 3.647,21
Goiânia - GO 1.479 - 2.501 1.717,09 1.479,47 1.639,09 2.064,74 2.500,88
Curitiba - PR 1.166 - 3.401 1.716,02 1.166,18 1.500,00 2.807,81 3.400,90
Cascavel - PR 1.131 - 1.567 1.180,54 1.130,95 1.160,21 1.293,48 1.566,71
Campinas - SP 1.578 - 2.927 1.961,27 1.578,11 1.904,77 2.416,50 2.926,94
Porto Alegre - RS 1.419 - 3.362 1.954,02 1.418,65 1.800,00 2.775,69 3.362,00
Uberaba - MG 1.100 - 2.834 1.441,39 1.100,00 1.186,55 2.339,99 2.834,26
Farroupilha - RS 2.425 - 7.298 4.204,31 2.425,00 4.550,00 6.025,00 7.297,66
Florianópolis - SC 1.344 - 3.816 1.842,57 1.344,45 1.574,00 3.150,28 3.815,72
Fortaleza - CE 1.115 - 2.739 1.538,23 1.114,67 1.300,00 2.261,61 2.739,33
Ituporanga - SC 1.256 - 2.695 1.555,96 1.256,13 1.400,00 2.224,76 2.694,70
Caxias do Sul - RS 1.489 - 2.623 1.769,16 1.488,67 1.731,40 2.165,60 2.623,04
Campo Bom - RS 1.420 - 2.595 1.690,45 1.419,73 1.600,00 2.142,07 2.594,54
Rio do Sul - SC 1.237 - 3.452 1.872,93 1.237,08 1.878,10 2.850,00 3.452,01
São Bernardo do Campo - SP 1.512 - 2.963 2.053,06 1.511,95 2.214,67 2.446,00 2.962,67
Balneário Camboriú - SC 1.600 - 3.028 1.800,00 1.600,00 1.600,00 2.500,00 3.028,08


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.495 - 4.368 2.349,57 1.495,37 2.079,02 3.606,37 4.368,15
Rio Grande do Sul 1.393 - 3.810 1.995,00 1.392,89 1.652,20 3.145,67 3.810,13
Santa Catarina 1.271 - 3.283 1.781,39 1.270,61 1.572,11 2.710,41 3.282,92
Paraná 1.135 - 3.772 1.793,43 1.135,35 1.489,40 3.113,93 3.771,69
Minas Gerais 1.122 - 3.364 1.831,95 1.122,14 1.734,23 2.777,11 3.363,72
Rio de Janeiro 1.350 - 4.033 2.293,44 1.349,74 2.256,96 3.329,28 4.032,53
Distrito Federal 1.227 - 1.824 1.331,11 1.226,94 1.289,07 1.505,84 1.823,91
Goiás 1.352 - 2.747 1.738,11 1.351,91 1.639,09 2.268,35 2.747,49
Bahia 1.231 - 3.731 1.971,20 1.231,00 1.793,00 3.079,99 3.730,57
Mato Grosso 1.203 - 4.486 1.917,72 1.203,00 1.299,13 3.703,91 4.486,29
Ceará 1.136 - 2.673 1.533,74 1.136,00 1.500,00 2.206,69 2.672,81
Espírito Santo 1.108 - 2.835 1.488,18 1.107,78 1.231,88 2.340,59 2.834,99
Pernambuco 1.071 - 2.133 1.332,05 1.071,00 1.300,00 1.761,41 2.133,48
Rio Grande do Norte 1.045 - 1.308 1.075,00 1.045,00 1.080,00 1.080,00 1.308,13
Pará 1.045 - 1.817 1.297,58 1.045,00 1.242,89 1.500,00 1.816,85
Amazonas 2.500 - 3.474 2.701,81 2.500,00 2.771,32 2.868,32 3.474,20


Principais locais de trabalho

Desenhistas técnicos, em geral trabalham em indústrias de construção, de fabricação de máquinas e equipamentos, de eletricidade, gás e água quente, de captação, purificação e distribuição de água e outras atividades empresariais. São empregados com carteira assinada ou por conta própria, que trabalham individualmente com supervisão ocasional. Atuam em ambientes fechados nos horários diurnos. Estão sujeitos ao trabalho em posições desconfortáveis e, eventualmente, pressões. Há a tendência de a ocupação de desenhista projetista incorporar as atividades dos desenhistas copista e detalhista.


O que é preciso para trabalhar na área dos Desenhistas técnicos, em geral

Para o exercício dessa ocupação requer-se escolaridade de nível médio mais curso profissionalizante básico de duzentas a quatrocentas horas-aula. O exercício pleno das atividades dar-se-á após um a dois anos de experiência profissional. As atividades dos desenhistas técnicos e projetistas diferem. O desenhista técnico não projeta ele desempenha atividades junto ao desenhista projetista. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Desenhista copista

Desenhistas técnicos, em geral devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • desenhar planos e detalhes do projeto;
  • analisar solicitações de desenhos;
  • comunicação;
  • trabalhar com segurança;
  • programar ações para a realização do desenho;

  • Atividades

    • traçar linhas auxiliares de construção;
    • esboçar o desenho;
    • observar características técnicas do desenho;
    • disponibilizar desenho final e ou suas revisões para as áreas afins;
    • definir formato e escala;
    • controlar graus de luminosidade e de temperatura do local de trabalho;
    • verificar condições ergonômicas (monitor de vídeo, mouse, mesa digitalizadora, prancheta e teclado);
    • atentar para a exatidão;
    • especificar suporte para realização do desenho no papel ou no computador;
    • exercitar-se fisicamente prevenindo doenças ocupacionais;
    • expressar-se utilizando vocabulário técnico;
    • construir o desenho;
    • cotar desenho;
    • definir prioridades conforme cronograma;
    • consultar bibliografia específica;
    • trabalhar em equipe;
    • enviar o desenho para revisão;
    • interpretar terminologia técnica;
    • acordar detalhes técnicos finais do desenho com o solicitante;
    • definir períodos de trabalho e pausa;
    • receber aprovação do solicitante;
    • estimar tempo para realização do desenho;
    • identificar necessidades de autodesenvolvimento;
    • representar formas e volume no espaço;
    • propor ao solicitante alternativas para execução do desenho;
    • operar aplicativos de informática;
    • realizar back-up (cópias de segurança);
    • demonstrar domínio em geometria espacial (perspectiva, descritiva, tridimensional);
    • listar materiais e componentes;
    • atualizar-se em novas tecnologias;
    • efetuar ajuste ergonômico no ambiente de trabalho;
    • definir sistemas de representação;
    • realizar intercâmbio de informações;
    • interpretar documentos de apoio (plantas, projetos, catálogos, croquis, normas);
    • ler em língua estrangeira;


    Setores que mais contratam Desenhista copista no mercado de trabalho

    • Serviços de engenharia
    • Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida
    • Construção de estações e redes de telecomunicações
    • Construção de edifícios
    • Fabricação de calçados de material sintético
    • Serviços de arquitetura
    • Fabricação de outras máquinas e equipamentos de uso geral não especificados anteriormente, peças e acessórios
    • Fabricação de outros produtos de metal não especificados anteriormente
    • Fabricação de calçados de couro
    • Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Gerente de albergue
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Gerente de albergue