Salário para o cargo de Auxiliar de contas a pagar
Auxiliares de contabilidade > CBO 4131-10

Auxiliar de contas a pagar - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Organizam documentos e efetuam sua classificação contábil, geram lançamentos contábeis, auxiliam na apuração dos impostos, conciliam contas e preenchimento de guias de recolhimento e de solicitações, junto a órgãos do governo. Emitem notas de venda e de transferência entre outras, realizam o arquivo de documentos.

Quanto ganha um Auxiliar de contas a pagar

Um Auxiliar de contas a pagar trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.212,57 e R$ 3.854,65, com a média salarial de R$ 1.877,27 e o salário mediana em R$ 1.648,01 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Auxiliar de contas a pagar

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.877,27 22.527,22 469,32 8,69
1º Quartil 1.212,57 14.550,86 303,14 5,61
Salário Mediana 1.648,01 19.776,12 412,00 7,63
3º Quartil 2.939,72 35.276,65 734,93 13,61
Teto Salarial 3.854,65 46.255,80 963,66 17,85


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores de serviços administrativos
    • Escriturários
      • Escriturários contábeis e de finanças
        • Auxiliares de contabilidade

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.377 - 4.304 2.207,32 1.377,05 1.960,02 3.553,71 4.304,36
Rio de Janeiro - RJ 1.348 - 3.899 2.048,46 1.348,24 1.800,00 3.218,65 3.898,53
Belo Horizonte - MG 1.270 - 3.392 1.907,27 1.269,86 1.800,00 2.800,70 3.392,29
Goiânia - GO 1.144 - 3.020 1.693,53 1.144,24 1.529,98 2.493,47 3.020,17
Curitiba - PR 1.384 - 3.536 1.980,70 1.383,82 1.800,00 2.919,46 3.536,14
Fortaleza - CE 1.149 - 2.887 1.595,82 1.148,84 1.411,80 2.383,52 2.886,99
Porto Alegre - RS 1.371 - 4.505 2.219,67 1.371,04 1.890,00 3.719,19 4.504,80
Brasília - DF 1.246 - 3.213 1.859,07 1.245,77 1.800,00 2.652,63 3.212,95
Salvador - BA 1.123 - 2.802 1.600,18 1.123,17 1.500,00 2.313,21 2.801,83
Joinville - SC 1.316 - 3.249 1.823,62 1.315,99 1.570,68 2.682,73 3.249,40
Campinas - SP 1.415 - 3.889 2.105,46 1.414,56 1.900,00 3.210,83 3.889,05
Recife - PE 1.155 - 2.894 1.643,10 1.155,49 1.500,00 2.389,53 2.894,27
Ribeirão Preto - SP 1.378 - 3.771 2.080,73 1.377,74 1.900,00 3.113,68 3.771,38
Guarulhos - SP 1.372 - 3.413 1.911,65 1.371,78 1.700,00 2.817,59 3.412,74
Blumenau - SC 1.265 - 3.706 1.985,10 1.264,55 1.800,00 3.059,63 3.705,91
Uberlândia - MG 1.208 - 3.154 1.774,83 1.208,16 1.627,79 2.604,22 3.154,31
Maringá - PR 1.311 - 3.215 1.833,85 1.310,77 1.678,26 2.654,04 3.214,66
Cuiabá - MT 1.194 - 2.942 1.718,74 1.193,91 1.570,10 2.429,03 2.942,11
Manaus - AM 1.088 - 3.213 1.657,71 1.088,35 1.422,39 2.652,67 3.213,00
Florianópolis - SC 1.409 - 3.631 2.036,88 1.408,66 1.800,00 2.997,46 3.630,62


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.370 - 3.958 2.079,99 1.369,95 1.800,00 3.267,79 3.958,05
Minas Gerais 1.138 - 3.131 1.717,18 1.138,14 1.547,05 2.584,82 3.130,82
Santa Catarina 1.349 - 3.482 1.934,45 1.349,13 1.742,95 2.875,01 3.482,30
Rio Grande do Sul 1.316 - 4.342 2.085,31 1.315,98 1.700,00 3.584,73 4.341,94
Paraná 1.303 - 3.327 1.865,16 1.303,46 1.700,00 2.746,55 3.326,71
Rio de Janeiro 1.311 - 3.672 1.956,21 1.310,66 1.704,00 3.031,28 3.671,58
Goiás 1.097 - 2.987 1.642,28 1.096,55 1.500,00 2.465,75 2.986,59
Mato Grosso 1.154 - 3.292 1.777,95 1.154,30 1.570,00 2.717,59 3.291,62
Bahia 1.083 - 2.726 1.542,35 1.082,91 1.400,00 2.250,87 2.726,32
Ceará 1.107 - 2.777 1.546,45 1.106,69 1.392,00 2.292,32 2.776,52
Espírito Santo 1.132 - 2.903 1.642,31 1.131,87 1.500,00 2.397,05 2.903,38
Pernambuco 1.101 - 2.768 1.565,18 1.101,02 1.437,33 2.285,23 2.767,94
Distrito Federal 1.246 - 3.213 1.859,07 1.245,77 1.800,00 2.652,63 3.212,95
Mato Grosso do Sul 1.178 - 3.168 1.772,69 1.177,92 1.600,00 2.615,43 3.167,89
Pará 1.117 - 3.229 1.680,11 1.117,18 1.494,03 2.665,82 3.228,92
Tocantins 1.046 - 2.799 1.455,65 1.046,03 1.173,17 2.310,72 2.798,82
Amazonas 1.085 - 3.262 1.665,85 1.084,65 1.418,84 2.693,12 3.261,99
Rio Grande do Norte 1.048 - 2.523 1.458,89 1.048,48 1.350,00 2.082,73 2.522,67
Paraíba 1.113 - 3.176 1.620,13 1.112,94 1.363,20 2.622,10 3.175,97
Rondônia 1.118 - 2.773 1.592,11 1.117,98 1.500,00 2.289,76 2.773,42
Maranhão 1.087 - 5.216 2.041,68 1.087,12 1.350,00 4.306,10 5.215,68
Alagoas 1.069 - 2.723 1.523,23 1.068,59 1.400,00 2.248,16 2.723,03
Sergipe 1.114 - 2.558 1.508,86 1.114,24 1.413,51 2.112,17 2.558,33
Piauí 1.099 - 2.448 1.418,12 1.099,38 1.200,00 2.020,78 2.447,63
Roraima 1.064 - 9.113 2.770,15 1.063,56 1.200,00 7.523,59 9.112,80
Acre 1.091 - 2.510 1.461,51 1.091,47 1.311,27 2.072,53 2.510,31
Amapá 1.069 - 2.372 1.437,77 1.068,73 1.353,77 1.957,99 2.371,58


Principais locais de trabalho

Auxiliares de contabilidade exercem suas funções em atividades empresariais como empregados formais. Trabalham com supervisão permanente em ambientes fechados e em horário diurno. Podem trabalhar sob pressão, levando à situação de estresse.


O que é preciso para trabalhar na área dos Auxiliares de contabilidade

Embora não exista exigência legal, requer-se escolaridade de nível médio, preferencialmente com curso técnico ou superior incompleto. Não há exigência de experiência anterior. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Auxiliar de contas a pagar

Auxiliares de contabilidade devem:

  • registrar atos e fatos contábeis;
  • executar rotinas de faturamento;
  • demonstrar competências pessoais;
  • organizar documentos;
  • calcular impostos;
  • elaborar demonstrações financeiras;
  • preparar documentações;

  • Atividades

    • utilizar telefone e fax;
    • conciliar contas contábeis;
    • demonstrar capacidade de participação;
    • dar manutenção em plano de contas;
    • calcular pis-pasep;
    • registrar dados em planilha ou ficha de lançamentos contábeis;
    • elaborar declaração de imposto de renda sobre pessoa física (dirf);
    • calcular contribuição social;
    • buscar auto desenvolvimento;
    • solicitar certidões negativas junto a órgãos públicos;
    • calcular imposto de renda;
    • demonstrar empatia;
    • elaborar balancete de verificação;
    • verificar a consistência das contas;
    • levantar dados para a elaboração da demonstração de origem e aplicação dos recursos (doar);
    • preencher formulários e requerimentos;
    • auxiliar na elaboração do balanço;
    • demonstrar habilidade em cálculos;
    • depreciar bens;
    • preencher declaração de contribuições e tributos federais (dctf);
    • apurar valores referentes ao iss;
    • reunir dados e documentos para atender fiscalizações e auditorias;
    • preencher declaração de irpj;
    • demonstrar capacidade de crítica;
    • requisitar documentos junto ao arquivo;
    • levantar informações relacionadas a custos;
    • efetuar lançamentos contábeis;
    • elaborar relatórios gerenciais;
    • preencher a declaração de irpf;
    • enviar documentos para arquivo morto;
    • consultar normas e procedimentos internos;
    • cultivar a ética;
    • trabalhar em equipe;
    • elaborar a demonstração de resultados do exercício (dre);
    • utilizar recursos de informática;
    • apurar valores referentes ao ipi;
    • efetuar lançamentos nas contas de estoque;
    • digitar dados e informações;
    • controlar entrada e saída de documentos no arquivo;
    • manter-se dinâmico;
    • solicitar a verificação de empresas com o mesmo nome social;
    • emitir conhecimento de frete;
    • atualizar cadastro de clientes;
    • preparar documentação para cisão, fusão e incorporação de empresas;
    • utilizar e-mail e intranet;
    • expressar-se de forma oral e escrita;
    • arquivar documentos;
    • emitir faturas e duplicatas;
    • demonstrar iniciativa;
    • preparar documentos para obtenção de alvará de funcionamento;
    • classificar documentos segundo o plano de contas;
    • demonstrar conhecimentos técnicos específicos;
    • lançar imposto nas transações comerciais;
    • preencher guias de recolhimento;
    • desenvolver raciocínio lógico;
    • contabilizar valores referentes à folha de pagamento;
    • escriturar os livros fiscais e auxiliares;
    • calcular cofins;
    • montar processos administrativos da empresa;
    • calcular imposto de empresas classificadas no regime simples;
    • apurar valores referentes ao icms;
    • relacionar documentos;
    • elaborar demonstrações das mutações patrimônio líquido;
    • preencher contrato social;
    • emitir nota fiscal;
    • acompanhar legislação trabalhista;

    Setores que mais contratam Auxiliar de contas a pagar no mercado de trabalho

    • Atividades de contabilidade
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Atividades de consultoria e auditoria contábil e tributária
    • Atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica
    • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios - supermercados
    • Construção de edifícios
    • Comércio a varejo de automóveis, camionetas e utilitários novos




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Estalageiro
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Estalageiro