Salário para o cargo de Ajustador ferramenteiro
Ajustadores mecânicos polivalentes > CBO 7250-05

Ajustador ferramenteiro - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam e organizam o local de trabalho para execução de atividades de ajustagem mecânica. Fabricam, reparam, realizam manutenção e instalam peças e equipamentos, segundo normas de qualidade e segurança do trabalho. Calibram instrumentos de medição e traçagem.

Quanto ganha um Ajustador ferramenteiro

Um Ajustador ferramenteiro trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.320,92 e R$ 3.700,34, com a média salarial de R$ 1.870,57 e o salário mediana em R$ 1.520,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Ajustador ferramenteiro

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.870,57 22.446,84 467,64 8,57
1º Quartil 1.320,92 15.851,02 330,23 6,05
Salário Mediana 1.520,00 18.240,00 380,00 6,97
3º Quartil 2.822,04 33.864,48 705,51 12,94
Teto Salarial 3.700,34 44.404,12 925,09 16,96


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da transformação de metais e de compósitos
      • Montadores de máquinas e aparelhos mecânicos
        • Ajustadores mecânicos polivalentes

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.400 - 3.810 1.940,07 1.400,45 1.551,16 3.145,75 3.810,23
Campo Grande - MS 1.500 - 1.892 1.515,35 1.500,00 1.500,00 1.562,16 1.892,13
Votorantim - SP 1.397 - 1.800 1.437,77 1.397,00 1.443,20 1.485,94 1.799,82
Sorocaba - SP 1.675 - 4.868 2.510,98 1.674,71 2.085,29 4.019,06 4.868,00
Goiânia - GO 1.103 - 2.415 1.414,35 1.103,48 1.346,20 1.994,04 2.415,24
Fortaleza - CE 1.045 - 1.456 1.085,44 1.045,00 1.050,00 1.201,94 1.455,83
Pederneiras - SP 1.350 - 2.126 1.549,18 1.350,38 1.540,00 1.755,60 2.126,44
Caxias do Sul - RS 1.414 - 5.053 2.463,69 1.414,16 2.090,00 4.172,08 5.053,35
Joinville - SC 1.611 - 4.399 2.301,31 1.610,52 1.716,00 3.631,48 4.398,56
Guarulhos - SP 1.299 - 3.371 1.777,86 1.299,00 1.508,65 2.783,04 3.370,90
Betim - MG 1.178 - 2.571 1.572,44 1.178,00 1.226,00 2.123,00 2.571,44
Tatuí - SP 2.742 - 4.685 3.196,81 2.741,98 2.871,06 3.867,61 4.684,57
Taboão da Serra - SP 1.403 - 6.057 2.578,76 1.403,48 1.513,92 5.000,60 6.056,88
Jundiaí - SP 1.286 - 3.510 1.778,30 1.286,36 1.570,00 2.897,67 3.509,74
Três Lagoas - MS 1.100 - 3.243 1.587,37 1.100,00 1.100,00 2.677,40 3.242,95
São Vendelino - RS 1.476 - 2.120 1.541,39 1.476,00 1.500,65 1.750,33 2.120,05
Santo André - SP 1.386 - 3.292 2.063,52 1.385,80 2.420,00 2.717,80 3.291,88
Brasília - DF 1.045 - 1.365 1.084,92 1.045,00 1.100,00 1.127,06 1.365,13
Contagem - MG 1.401 - 4.874 2.142,39 1.401,12 1.453,39 4.024,29 4.874,33
Aparecida de Goiânia - GO 1.045 - 2.544 1.703,18 1.045,00 2.000,00 2.100,00 2.543,58


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.320 - 4.318 2.087,47 1.320,38 1.643,40 3.565,30 4.318,40
Mato Grosso do Sul 1.320 - 2.119 1.517,03 1.320,42 1.500,00 1.749,12 2.118,59
Minas Gerais 1.174 - 3.342 1.741,32 1.174,25 1.402,24 2.759,53 3.342,43
Rio Grande do Sul 1.378 - 4.009 2.032,38 1.377,88 1.625,00 3.310,22 4.009,44
Santa Catarina 1.477 - 3.845 2.130,85 1.476,98 1.800,00 3.174,05 3.844,50
Goiás 1.069 - 2.613 1.522,78 1.069,16 1.363,04 2.157,12 2.612,76
Rio de Janeiro 1.219 - 3.872 1.885,58 1.219,11 1.473,00 3.196,71 3.871,95
Paraná 1.357 - 4.626 2.345,64 1.356,63 1.775,47 3.819,52 4.626,32
Ceará 1.045 - 1.972 1.189,18 1.045,00 1.050,00 1.627,69 1.971,50
Pernambuco 1.141 - 1.890 1.265,98 1.140,73 1.180,15 1.560,67 1.890,33
Bahia 1.089 - 2.847 1.473,82 1.088,60 1.224,79 2.350,56 2.847,06
Distrito Federal 1.045 - 1.365 1.084,92 1.045,00 1.100,00 1.127,06 1.365,13
Amazonas 1.802 - 4.535 2.553,93 1.802,38 2.480,13 3.744,50 4.535,45
Pará 1.045 - 1.493 1.185,55 1.045,00 1.232,40 1.232,40 1.492,72
Sergipe 1.062 - 1.567 1.212,33 1.062,00 1.293,58 1.293,58 1.566,82
Alagoas 1.235 - 2.180 1.368,54 1.235,22 1.294,00 1.800,00 2.180,21


Principais locais de trabalho

Ajustadores mecânicos polivalentes as ocupações da família são exercidas na indústria, destacando-se entre os vários ramos em que podem estar presentes, o metalmecânico, o automobilístico, a metalurgia e a extração de petróleo e correlatos. Tradicionalmente essas ocupações vem sendo desempenhadas de modo individual e, mais recentemente, a partir dos processos de reestruturação industrial, podem incorporar a polivalência em termos de máquinas, produtos e materiais. O trabalho costuma se desenvolver em sistema de rodízio de turnos, com supervisão permanente e pode também se dar em ambientes subterrâneos, confinados ou em grandes alturas. Os trabalhadores podem estar submetidos à permanência prolongada em posições desconfortáveis e, eventualmente, estar expostos aos efeitos de materiais tóxicos, radiação, ruído, altas temperaturas, poluição do ar, esforço ergométrico. O vínculo de trabalho predominante é como empregado com registro em carteira.


O que é preciso para trabalhar na área dos Ajustadores mecânicos polivalentes

As ocupações requerem escolaridade de, no mínimo, o ensino fundamental completo e passagem por cursos de qualificação profissional de mais de quatrocentas horas de duração. A experiência profissional para desenvolver plenamente as atividades gira entre três e cinco anos. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Ajustador ferramenteiro

Ajustadores mecânicos polivalentes devem:

  • trabalhar com segurança;
  • realizar reparos e manutenção em peças e equipamentos;
  • organizar local de trabalho;
  • controlar a qualidade das peças e equipamentos;
  • instalar equipamentos e peças;
  • demonstrar competências pessoais;
  • fabricar peças;
  • planejar o trabalho;

  • Atividades

    • zelar pela limpeza e organização do local de trabalho;
    • traçar peças;
    • afiar ferramentas de corte;
    • escarear peças;
    • aplicar produtos antioxidantes nas peças metálicas;
    • sinalizar local de risco;
    • confeccionar gabaritos;
    • posicionar acessórios e linhas de referência;
    • ajustar acessórios e dispositivos de fixação;
    • demonstrar senso de organização;
    • serrar peças;
    • repassar rosca;
    • marcar pontos de referência;
    • demonstrar concentração;
    • desempenar peças;
    • ajustar calços rígidos e bases;
    • aferir instrumentos de medição e traçagem;
    • determinar local para ferramentas e materiais;
    • alinhar equipamentos de acordo com a referência técnica;
    • demonstrar acuidade visual;
    • conferir medidas;
    • lubrificar peças e equipamentos;
    • regular máquinas e equipamentos para execução do trabalho;
    • retificar peças;
    • definir materiais (ferrosos, não ferrosos, plásticos etc.) de acordo com referências técnicas;
    • definir equipamentos, máquinas, ferramentas e instrumentos para execução do trabalho;
    • aplicar tratamento térmico;
    • acoplar equipamentos;
    • agir de maneira responsável;
    • definir sequência de operações para execução do trabalho;
    • facear peças com máquinas operatrizes;
    • desmontar peças e equipamentos;
    • expandir tubo com mandrilhadora;
    • retirar elementos de fixação;
    • rebarbar peças;
    • retirar equipamentos ou peças;
    • testar peças e equipamentos;
    • demonstrar criatividade;
    • elaborar lista de peças sobressalentes;
    • utilizar ´epi´ e ´epc´;
    • jatear peças(micro jatos);
    • inspecionar desgaste das peças;
    • trabalhar em área de risco;
    • substituir calços rígidos e flexíveis;
    • interpretar desenhos e referências técnicas;
    • definir reparos das peças e do equipamento;
    • interpretar ordem ou lista de serviços;
    • requisitar mão-de-obra necessária para auxiliar na execução do trabalho;
    • posicionar máquinas e acessórios para execução do trabalho;
    • alargar peças;
    • demonstrar habilidade manual;
    • trabalhar em equipe;
    • furar peças;
    • limpar máquinas, equipamentos e instrumentos;
    • desenvolver resistência física;
    • chanfrar peças;
    • cumprir normas de segurança do trabalho;
    • ajustar peças com lima e esmerilhadeira;
    • conferir alinhamento do equipamento de acordo com as referências técnicas;
    • pontear peças com solda;
    • abrir roscas;
    • inspecionar visualmente;
    • desobstruir local de trabalho;
    • substituir acessórios e dispositivos de fixação;


    Setores que mais contratam Ajustador ferramenteiro no mercado de trabalho

    • Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas
    • Fabricação de outros produtos de metal não especificados anteriormente
    • Montagem de estruturas metálicas
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Serviços de usinagem, tornearia e solda
    • Comércio varejista de ferragens e ferramentas
    • Fabricação de artigos de serralheria, exceto esquadrias
    • Fabricação de ferramentas
    • Aparelhamento de placas e execução de trabalhos em mármore, granito, ardósia e outras pedras
    • Fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: