Salário para o cargo de Valeteiro - exclusive na agropecuária
CBO 7151-20 > Trabalhadores na operação de máquinas de terraplenagem e fundações

Valeteiro - exclusive na agropecuária - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam o trabalho, realizam manutenção básica de máquinas pesadas e as operam. Removem solo e material orgânico bota-fora, drenam solos e executam construção de aterros. Realizam acabamento em pavimentos e cravam estacas.

Quanto ganha um Valeteiro - exclusive na agropecuária

Um Valeteiro - exclusive na agropecuária trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.382,94 e R$ 3.537,81, com a média salarial de R$ 1.920,96 e o salário mediana em R$ 1.774,86 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Valeteiro - exclusive na agropecuária

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.920,96 23.051,47 480,24 8,79
1º Quartil 1.382,94 16.595,30 345,74 6,33
Salário Mediana 1.774,86 21.298,32 443,72 8,12
3º Quartil 2.698,09 32.377,03 674,52 12,35
Teto Salarial 3.537,81 42.453,73 884,45 16,19


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da indústria extrativa e da construção civil
      • Trabalhadores da construção civil e obras públicas
        • Trabalhadores na operação de máquinas de terraplenagem e fundações

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Frutal - MG 1.668 - 2.197 1.729,34 1.667,61 1.718,05 1.813,64 2.196,74
São Paulo - SP 1.220 - 3.584 1.882,66 1.220,09 1.664,24 2.958,74 3.583,71
Araraquara - SP 1.864 - 2.368 1.928,26 1.863,86 1.946,00 1.954,63 2.367,50
Paraguaçu Paulista - SP 1.601 - 2.148 1.678,53 1.601,00 1.677,00 1.773,73 2.148,39
Ribeirão Preto - SP 1.380 - 2.565 1.589,72 1.380,18 1.402,00 2.117,36 2.564,61
Belo Horizonte - MG 1.383 - 2.342 1.648,90 1.383,48 1.612,00 1.933,50 2.341,91
Cajuru - SP 1.732 - 2.531 1.814,69 1.732,26 1.732,26 2.089,47 2.530,83
Brasília - DF 1.173 - 2.876 1.566,62 1.172,84 1.281,20 2.374,43 2.875,98
Itatiaiuçu - MG 1.630 - 3.255 2.170,86 1.630,00 2.350,00 2.687,50 3.255,18
Manaus - AM 1.421 - 16.123 4.361,52 1.420,68 1.505,63 13.311,08 16.122,78
Itaboraí - RJ 2.800 - 3.913 3.030,41 2.800,13 3.039,00 3.230,38 3.912,73
Campo Grande - MS 1.266 - 3.312 1.643,85 1.266,00 1.349,06 2.734,49 3.312,10
Bragança Paulista - SP 1.923 - 2.329 1.922,61 1.922,61 1.922,61 1.922,61 2.328,72
Porto Alegre - RS 1.198 - 1.662 1.240,51 1.198,06 1.200,00 1.372,08 1.661,90
Mendes - RJ 1.450 - 3.028 2.017,29 1.449,80 2.132,42 2.500,00 3.028,08
Parauapebas - PA 1.926 - 2.908 2.248,38 1.926,30 2.346,83 2.401,20 2.908,40
Macaé - RJ 2.070 - 2.822 2.228,75 2.070,24 2.277,50 2.329,60 2.821,68
Fazenda Rio Grande - PR 1.816 - 2.592 2.008,92 1.815,60 2.000,00 2.140,08 2.592,12
Lauro de Freitas - BA 2.042 - 2.620 2.067,19 2.041,60 2.041,60 2.163,15 2.620,07
Barcarena - PA 2.056 - 2.524 2.062,14 2.056,00 2.056,00 2.083,65 2.523,78


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.433 - 3.120 1.931,81 1.433,32 1.882,02 2.575,92 3.120,03
Minas Gerais 1.425 - 2.468 1.724,96 1.424,90 1.718,05 2.037,26 2.467,59
Paraná 1.457 - 2.681 1.870,66 1.457,30 1.943,00 2.213,76 2.681,37
Rio de Janeiro 1.650 - 3.760 2.400,90 1.649,61 2.425,28 3.104,14 3.759,82
Rio Grande do Sul 1.199 - 2.644 1.635,34 1.199,49 1.578,50 2.182,97 2.644,07
Goiás 1.295 - 2.457 1.658,48 1.294,94 1.633,50 2.028,38 2.456,83
Santa Catarina 1.491 - 3.769 2.148,72 1.491,43 1.886,96 3.111,82 3.769,12
Pará 1.623 - 2.860 1.998,55 1.623,14 2.056,00 2.361,29 2.860,07
Mato Grosso 1.476 - 4.021 2.045,24 1.476,27 1.719,23 3.320,00 4.021,28
Bahia 1.377 - 2.676 1.911,15 1.377,35 2.041,60 2.209,42 2.676,12
Distrito Federal 1.173 - 2.876 1.566,62 1.172,84 1.281,20 2.374,43 2.875,98
Mato Grosso do Sul 1.217 - 3.194 1.726,53 1.217,38 1.495,00 2.637,16 3.194,21
Espírito Santo 1.320 - 2.674 1.671,35 1.320,21 1.603,80 2.207,83 2.674,19
Pernambuco 1.336 - 2.739 1.722,98 1.336,35 1.606,00 2.261,02 2.738,62
Amazonas 1.421 - 16.123 4.361,52 1.420,68 1.505,63 13.311,08 16.122,78
Maranhão 1.789 - 2.915 2.031,40 1.789,00 2.064,00 2.406,68 2.915,04
Paraíba 1.402 - 2.032 1.526,08 1.401,75 1.516,91 1.677,94 2.032,37
Rio Grande do Norte 1.594 - 3.029 1.914,67 1.593,73 1.710,77 2.500,92 3.029,19
Piauí 1.434 - 1.810 1.449,08 1.433,64 1.434,40 1.494,37 1.810,02
Alagoas 1.045 - 2.679 1.409,36 1.045,00 1.200,00 2.211,55 2.678,70
Sergipe 1.788 - 3.547 2.270,04 1.787,62 1.850,18 2.928,81 3.547,46
Rondônia 1.731 - 4.211 1.990,15 1.730,93 1.730,93 3.476,42 4.210,74
Roraima 1.823 - 2.579 1.915,08 1.822,74 1.859,19 2.129,26 2.579,02


Principais locais de trabalho

Trabalhadores na operação de máquinas de terraplenagem e fundações atuam nas indústrias de construção. São assalariados com carteira assinada que trabalham em equipes especializadas nas diversas etapas da construção: sinalização, obra de arte e terraplenagem, pavimentação, capa e topografia, topografia de solos, entre outras. O trabalho é presencial.Todos são submetidos a supervisão permanente, exceto o operador de bate-estaca que tem supervisão ocasional. O trabalho é realizado no período diurno, a céu aberto e em veículos, exceto para o operador de bate-estaca. Este, trabalha em condições especiais: suas atividades são subterrâneas, confinadas, expostas a materiais tóxicos e a ruído intenso.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores na operação de máquinas de terraplenagem e fundações

Para o exercício desse cargo requer-se escolaridade entre quarta e sétima séries do ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional de até duzentas horas. O pleno exercício das atividades ocorre com um a dois anos de experiência profissional. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Valeteiro - exclusive na agropecuária

Trabalhadores na operação de máquinas de terraplenagem e fundações devem:

  • realizar manutenção básica de máquinas pesadas;
  • cravar estacas;
  • "remover solo e material orgânico ""bota fora""";
  • drenar solos;
  • planejar o trabalho;
  • executar construção de aterros;
  • acabar pavimentos;
  • operar máquinas pesadas;
  • demonstrar competências pessoais;

  • Atividades

    • estacionar máquina em local plano;
    • relatar ocorrências de serviço;
    • compactar solos;
    • identificar necessidade de escoramento de paredes e valas;
    • raspar superfície da base;
    • desligar máquina;
    • identificar pontos de lubrificação;
    • anotar informações sobre a utilização da máquina (horímetro e odômetro);
    • verificar o funcionamento do sistema hidráulico;
    • verificar o funcionamento elétrico;
    • drenar água dos reservatórios (ar e combustível);
    • aplicar capa de pavimentação;
    • espalhar o material (solo);
    • homogeneizar o solo com máquinas e equipamentos;
    • verificar a condição dos acessórios;
    • abrir valas para drenagem;
    • registrar o processo de cravação de estacas;
    • abrir valas para montagem de colchão drenante;
    • completar o volume de graxa nas articulações;
    • relatar problemas detectados;
    • instalar manilhas e canaletas para drenagem;
    • trabalhar sobre pressão;
    • verificar tipo de solo;
    • selecionar materiais de fundação, sondagem e perfuração (estacas, marteletes, brocas de perfuração);
    • analisar inclinação do terreno;
    • estimar tempo de duração do serviço;
    • analisar serviço;
    • soldar estacas;
    • zelar pelos equipamentos e máquinas;
    • compactar capa de pavimentação com rolo compressor;
    • carregar caminhão caçamba;
    • estabelecer sequência de atividades;
    • selecionar instrumentos de medição;
    • montar equipamentos de cravação;
    • descarregar materiais de fundação, sondagem e perfuração;
    • interpretar informações do painel da máquina;
    • conferir níveis de óleos, combustíveis e de água;
    • resfriar máquina;
    • transportar material (solo) para o aterro;
    • selecionar material para o aterro;
    • demonstrar responsabilidade;
    • abrir bueiros para passagem de água;
    • apoiar equipamentos hidráulicos e mecânicos no solo;
    • definir etapas de serviço;
    • completar nível de água da máquina;
    • verificar as condições do material rodante;
    • aprumar estaca;
    • demonstrar iniciativa;
    • interpretar plantas de construções;
    • remover material em aterro;
    • homogeneizar solos para execução de camadas de pavimentação;
    • selecionar equipamentos de proteção individual (epi);
    • nivelar solo conforme cota de projeto;
    • trabalhar em equipe;
    • selecionar máquinas;
    • tratar situações de emergência e acidentes;
    • verificar marcação da topografia;
    • substituir acessórios;
    • selecionar sinalização de segurança;
    • mudar marcha conforme o serviço;
    • acionar máquina;
    • demonstrar senso de organização;
    • definir acessórios;
    • deslocar equipamentos de cravação (bate-estacas, estaca h, estaca l, haste raiz, estaca straus,;
    • controlar a aceleração da máquina (rpm);
    • limpar máquina;
    • selecionar ferramentas manuais;


    Setores que mais contratam Valeteiro - exclusive na agropecuária no mercado de trabalho

    • Obras de terraplenagem
    • Construção de rodovias e ferrovias
    • Construção de edifícios
    • Cultivo de cana-de-açúcar
    • Fabricação de açúcar em bruto
    • Limpeza em prédios e em domicílios
    • Outras obras de engenharia civil
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Construção de redes de abastecimento de água, coleta de esgoto e construções correlatas, exceto obras de irrigação
    • Criação de bovinos para corte




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: