Salário para o cargo de Tecnólogo em automação industrial
CBO 2021-20 > Engenheiros de controle e automação, engenheiros mecatrônicos

Tecnólogo em automação industrial - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Elaboram,implementam,desenvolvem,aperfeiçoam sistemas,processos e equipamentos automatizados. Testam,realizam a manutenção e assessoram a comercializção dos mesmos. Elaboram documentação técnica e coordenam atividades de trabalho na área de mecatrônica.

Quanto ganha um Tecnólogo em automação industrial

Um Tecnólogo em automação industrial trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.404,17 e R$ 6.988,18, com a média salarial de R$ 2.857,00 e o salário mediana em R$ 2.277,50 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Tecnólogo em automação industrial

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.857,00 34.283,97 714,25 13,20
1º Quartil 1.404,17 16.850,04 351,04 6,49
Salário Mediana 2.277,50 27.330,00 569,38 10,52
3º Quartil 5.329,48 63.953,79 1.332,37 24,63
Teto Salarial 6.988,18 83.858,13 1.747,04 32,29


Categorias profissionais do cargo

  • Profissionais das ciências e das artes
    • Pesquisadores e profissionais policientíficos
      • Profissionais da eletromecânica
        • Engenheiros de controle e automação, engenheiros mecatrônicos

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.344 - 4.413 2.105,34 1.344,21 1.660,00 3.643,32 4.412,89
Belo Horizonte - MG 1.681 - 5.253 2.591,61 1.681,34 2.100,00 4.336,91 5.252,99
São José dos Campos - SP 1.445 - 3.856 2.025,26 1.445,06 1.834,06 3.183,43 3.855,87
Guarulhos - SP 2.913 - 9.370 5.469,63 2.912,81 5.907,00 7.736,27 9.370,40
São Bernardo do Campo - SP 1.850 - 7.729 3.289,73 1.850,00 2.675,90 6.381,44 7.729,39
Rio de Janeiro - RJ 1.100 - 9.535 3.244,70 1.100,00 2.500,00 7.872,50 9.535,41
Manaus - AM 1.178 - 3.391 2.135,66 1.178,32 2.500,00 2.800,00 3.391,44
Sorocaba - SP 1.452 - 5.753 2.639,32 1.452,33 2.114,00 4.750,00 5.753,34
Joinville - SC 1.493 - 7.873 3.358,44 1.492,50 2.600,00 6.500,00 7.873,00
Santo André - SP 1.721 - 8.040 3.074,59 1.721,17 1.969,74 6.637,72 8.039,81
Curitiba - PR 1.366 - 4.631 2.125,71 1.366,00 1.724,44 3.823,51 4.631,15
Cataguases - MG 1.489 - 6.317 3.283,75 1.488,89 4.000,00 5.215,00 6.316,56
Maringá - PR 1.923 - 2.682 2.103,81 1.923,08 2.200,00 2.214,52 2.682,29
Caxias do Sul - RS 2.000 - 3.634 2.626,67 2.000,00 2.700,00 3.000,00 3.633,69
Aracaju - SE 1.100 - 6.931 3.545,30 1.100,00 2.963,70 5.722,20 6.930,90
Mossoró - RN 1.600 - 5.007 2.396,97 1.600,00 2.174,00 4.133,83 5.007,02
Campinas - SP 2.000 - 7.994 3.933,33 2.000,00 3.750,00 6.600,00 7.994,12
São Gonçalo - RJ 3.200 - 6.931 5.123,13 3.200,00 5.722,20 5.722,20 6.930,90
Rondonópolis - MT 2.450 - 4.239 2.625,00 2.450,00 2.450,00 3.500,00 4.239,31
Itatiba - SP 1.890 - 2.862 2.110,00 1.890,00 2.100,00 2.363,00 2.862,14


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.420 - 6.069 2.640,22 1.420,17 2.000,00 5.010,83 6.069,27
Minas Gerais 1.471 - 6.731 3.009,92 1.470,73 2.300,00 5.556,83 6.730,60
Santa Catarina 1.495 - 6.610 3.370,76 1.494,58 3.445,85 5.457,58 6.610,39
Rio de Janeiro 1.600 - 8.336 3.979,74 1.599,96 3.400,00 6.882,30 8.336,04
Paraná 1.430 - 4.993 2.424,65 1.429,71 2.009,80 4.122,54 4.993,35
Rio Grande do Sul 2.419 - 6.731 3.601,29 2.418,75 3.084,47 5.556,99 6.730,79
Bahia 1.124 - 7.605 3.089,39 1.124,13 2.500,00 6.279,11 7.605,45
Amazonas 1.178 - 3.391 2.135,66 1.178,32 2.500,00 2.800,00 3.391,44
Rio Grande do Norte 1.451 - 4.139 2.275,95 1.450,87 2.100,00 3.416,92 4.138,67
Pernambuco 1.600 - 4.866 2.654,35 1.600,00 2.000,00 4.017,40 4.866,00
Mato Grosso 2.270 - 3.634 2.542,50 2.270,00 2.450,00 3.000,00 3.633,69
Sergipe 1.950 - 6.931 3.499,63 1.950,00 3.245,01 5.722,20 6.930,90
Goiás 1.045 - 4.845 2.283,17 1.045,00 1.800,00 4.000,00 4.844,92
Ceará 2.369 - 7.873 4.066,80 2.369,00 2.562,00 6.500,00 7.873,00


Principais locais de trabalho

Engenheiros de controle e automação, engenheiros mecatrônicos trabalham no setor industrial, em especial indústrias de transformação, tais como automotiva, aeronáutica e siderúrgica e na fabricação de máquinas e equipamentos. Geralmente são as empresas de médio e grande porte que absorvem esse tipo de mão-de-obra especializada. São empregados assalariados e trabalham sem supervisão. Trabalham em equipes intra e multidisciplinares, em ambiente fechado, predominantemente em horários diurno.


O que é preciso para trabalhar na área dos Engenheiros de controle e automação, engenheiros mecatrônicos

Para o exercício da ocupação de engenheiro requer-se formação superior em Engenharia de Controle e Automação ou Mecatrônica e com registro no CREA. No caso dos Tecnólogos exige-se cursode tecnologia em Controle e Automação ou Mecatrônica, também com registro no CREA. Trata-se de uma formação híbrida, tendo como base a engenharia mecânica que se integra com conhecimentos de eletrônica, robótica, informática e sistemas de automação. Há também oferta de cursos pós-universitários.


Funções e atividades do Tecnólogo em automação industrial

Engenheiros de controle e automação, engenheiros mecatrônicos devem:

  • coordenar atividades de trabalho;
  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar manutenção em sistemas e equipamentos automatizados;
  • aperfeiçoar sistemas e equipamentos automatizados;
  • desenvolver sistemas e processos;
  • assessorar comercialização de sistemas e equipamentos automatizados;
  • elaborar projetos de sistemas e equipamentos automatizados;
  • testar sistemas e equipamentos automatizados;
  • elaborar documentação técnica;
  • implementar sistemas e equipamentos automatizados;

  • Atividades

    • definir arquitetura do sistema;
    • coletar dados e requisitos do projeto;
    • elaborar relatórios técnicos;
    • verificar funcionamento do sistema;
    • elaborar especificação de contratação de mão de obra;
    • elaborar relatórios econômicos e financeiros;
    • realizar simulações;
    • desenhar equipamentos, componentes, diagramas e esquemas;
    • analisar resultados de testes;
    • demonstrar visão sistêmica;
    • desenvolver sistemas de supervisão de conjuntos de processos;
    • analisar interface entre trabalhador e máquina;
    • elaborar análise de risco;
    • alterar fluxo do processo operacional;
    • instalar sistemas de supervisão de conjuntos de processos automatizados;
    • analisar funcionalidade dos sistemas;
    • analisar processos;
    • alterar características dos equipamentos;
    • criar fluxo do processo;
    • criar ferramentas matemáticas de controle do processo;
    • criar protótipos;
    • elaborar padrões técnicos e operacionais;
    • consultar fornecedores;
    • coordenar equipe de trabalho;
    • requisitar serviços especializados;
    • selecionar equipamentos para teste;
    • corrigir falhas de funcionamento;
    • dimensionar equipamentos e componentes;
    • auditorar sistemas;
    • coordenar desenvolvimento do projeto;
    • avaliar desempenho de sistema;
    • ministrar treinamentos;
    • definir parâmetros de teste;
    • alterar componentes do sistema e equipamento;
    • criar matriz de relacionamento entre processos;
    • executar perícia em sistemas e equipamentos;
    • controlar custos;
    • coordenar serviços de terceiros;
    • trabalhar em equipe;
    • avaliar tecnologias disponíveis;
    • demonstrar criatividade;
    • monitorar sistemas e equipamentos automatizados;
    • especificar software;
    • demonstrar capacidade de síntese;
    • elaborar manuais;
    • configurar sistemas de supervisão de conjuntos de processos;
    • participar no desenvolvimento de sistemas de supervisão de conjuntos de processos;
    • elaborar especificação para compra de equipamentos;
    • configurar sistemas automatizados;
    • aprovar projetos e sistemas;
    • selecionar fornecedores;
    • demonstrar atenção difusa;
    • instalar equipamentos automatizados;
    • medir variáveis;
    • avaliar desempenho de equipe de trabalho;
    • estabelecer etapas de teste;
    • alterar software do sistema e equipamento;
    • alterar requisitos do sistema;
    • montar plataforma de teste;
    • demonstrar capacidade de organização;
    • analisar interfaces dos sistemas;
    • estabelecer resultados esperados;
    • verificar funcionamento de componentes do sistema;
    • pesquisar tecnologias disponíveis;
    • demonstrar raciocínio abstrato;
    • requisitar compra de equipamentos, software e tecnologia;
    • identificar necessidades de manutenção;
    • configurar equipamentos automatizados;
    • definir sistema de controle;
    • avaliar resultados de testes;
    • avaliar resultados de implementação;
    • elaborar orçamento;
    • elaborar programas para microcontroladores e microprocessadores (firmware);
    • orientar instalação de sistemas e equipamentos automatizados;
    • prestar consultoria técnica;
    • instalar sistemas automatizados;
    • analisar viabilidade técnica;
    • demonstrar visão espacial;
    • demonstrar dinamismo;
    • analisar viabilidade financeira;
    • supervisionar execução do teste;
    • alterar programação de sistemas e equipamentos;
    • elaborar memoriais descritivos operacionais;
    • projetar componentes mecânicos;
    • acionar equipe de manutenção específica;
    • monitorar processos automatizados;
    • simular modelagem de processo;
    • especificar equipamentos;
    • avaliar desempenho de equipamento;
    • elaborar programas para controladores industriais;
    • elaborar cronograma de trabalho;
    • elaborar planos de manutenção;
    • consultar documentação técnica;
    • demonstrar raciocínio lógico;
    • participar no desenvolvimento de sistema de controle e processo;
    • identificar falhas de funcionamento;
    • modelar matematicamente processos;
    • analisar interface entre usuário e equipamento;
    • demonstrar raciocínio analítico;


    Setores que mais contratam Tecnólogo em automação industrial no mercado de trabalho

    • Instalação e manutenção elétrica
    • Serviços de engenharia
    • Instalação de máquinas e equipamentos industriais
    • Fabricação de aparelhos e equipamentos de medida, teste e controle
    • Fabricação de aparelhos e equipamentos para distribuição e controle de energia elétrica
    • Comércio atacadista de máquinas e equipamentos para uso industrial
    • Fabricação de outros equipamentos e aparelhos elétricos não especificados anteriormente
    • Testes e análises técnicas
    • Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática
    • Manutenção de redes de distribuição de energia elétrica




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: