Salário para o cargo de Sorveiro
CBO 6322-10 > Extrativistas florestais de espécies produtoras de gomas e resinas

Sorveiro - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Extraem gomas elásticas, não elásticas e resinas, raspando e cortando cascas de árvores, chanfrando e sangrando troncos de árvores. Preparam extração de gomas e resinas. Processam material de extração. Confeccionam instrumentos de trabalho e organizam comercialização de produtos de extração. Manejam área de extração e transportam matéria-prima e produtos.

Quanto ganha um Sorveiro

Um Sorveiro trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.120,38 e R$ 1.862,50, com a média salarial de R$ 1.246,25 e o salário mediana em R$ 1.225,91 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Sorveiro

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.246,25 14.955,05 311,56 5,84
1º Quartil 1.120,38 13.444,62 280,10 5,25
Salário Mediana 1.225,91 14.710,92 306,48 5,75
3º Quartil 1.420,42 17.045,03 355,10 6,66
Teto Salarial 1.862,50 22.349,95 465,62 8,73


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Pescadores e extrativistas florestais
      • Extrativistas florestais
        • Extrativistas florestais de espécies produtoras de gomas e resinas

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Casa Branca - SP 1.225 - 1.589 1.281,80 1.225,12 1.311,60 1.311,60 1.588,65
Vila Propicio - GO 1.045 - 1.299 1.051,47 1.045,00 1.045,00 1.072,50 1.299,04
São Paulo - SP 1.164 - 2.794 1.415,48 1.164,16 1.202,12 2.306,87 2.794,15
Porto Velho - RO 1.367 - 1.656 1.367,00 1.367,00 1.367,00 1.367,00 1.655,75
Bofete - SP 1.164 - 1.409 1.163,55 1.163,55 1.163,55 1.163,55 1.409,33


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.170 - 1.807 1.296,13 1.170,38 1.273,40 1.491,51 1.806,56
Goiás 1.045 - 1.299 1.051,11 1.045,00 1.045,00 1.072,50 1.299,04
Rondônia 1.367 - 1.656 1.367,00 1.367,00 1.367,00 1.367,00 1.655,75


Principais locais de trabalho

Extrativistas florestais de espécies produtoras de gomas e resinas trabalham na extração de gomas e resinas, predominantemente em florestas da região amazônica, realizando o trabalho por conta prória, organizados em associações e cooperativas. Trabalham individualmente, sem supervisão, a céu aberto, durante o dia. Permanecem em posições desconfortáveis por longos períodos, realizando diversas atividades em grandes alturas (árvores). Estão expostos aos ataques de animais e insetos silvestres.


O que é preciso para trabalhar na área dos Extrativistas florestais de espécies produtoras de gomas e resinas

A qualificação para essas ocupações é obtida tacitamente no exercício do trabalho. O desempenho pleno das atividades ocorre entre um e dois anos de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Sorveiro

Extrativistas florestais de espécies produtoras de gomas e resinas devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • preparar extração de gomas e resinas;
  • organizar produtos de extração para comercialização;
  • extrair gomas elásticas, não elásticas e resinas;
  • manejar Área de extração;
  • transportar matéria-prima e produtos;
  • processar material de extração;
  • confeccionar instrumentos de trabalho;

  • Atividades

    • conduzir veículos com carregamento de gomas e resinas;
    • alinhar solo para plantio;
    • amolar ferramentas;
    • abater árvores;
    • pintar peças de gomas;
    • amarrar escadas e mutás em seringueiras;
    • talhar peças de gomas;
    • suportar isolamento em matas e florestas;
    • medir diâmetro de troncos de árvores;
    • demonstrar resistência física;
    • negociar preços de produtos;
    • transportar matéria-prima e produtos nas costas;
    • defumar leite;
    • posicionar bicas e tigelas em troncos de árvores;
    • pregar sacos e latas em árvores;
    • lavar coalhada;
    • amarrar pilhas de gomas;
    • encher baldes e sacos com leite e resina;
    • confeccionar bicas e raspadeiras;
    • identificar arvores de extração;
    • resistir a variações climáticas;
    • macerar gomas não elásticas;
    • chanfrar troncos de árvores;
    • manufaturar fôrmas de peças de gomas;
    • moldar peças de madeira, erro e tecido;
    • colocar leite em fôrmas;
    • calçar botas, perneiras e esporas;
    • conduzir embarcações com carregamento de gomas e resinas;
    • trilhar área de extração;
    • selecionar mudas;
    • plantar sementes e mudas de árvores;
    • construir fumaceiras;
    • aparar peças de gomas;
    • secar coalhada;
    • confeccionar mutás e escadas;
    • sangrar seringueiras;
    • prevenir-se de doenças e picadas de insetos;
    • costurar peças de gomas;
    • prensar coalhada;
    • enrolar gomas não elásticas;
    • providenciar ingredientes de coalho;
    • modelar peças de gomas em calor;
    • pesar produtos de extração;
    • raspar cascas de árvores;
    • parafusar peças;
    • incentivar participação em associações;
    • subir em árvores;
    • construir tapiris;
    • conduzir animais com carregamento de gomas e resinas;
    • demonstrar capacidade para trabalho em alturas elevadas;
    • abrir palha;
    • aquecer pedaços de ferro;
    • ensacar matéria-prima e gomas;
    • defender-se de animais silvestres;
    • confeccionar botas e perneiras;
    • selecionar árvores para extração;
    • abrir covas;
    • solicitar licença para extração em áreas de preservação;
    • ferver leite;
    • retirar resinas com enxada;
    • demonstrar coragem;
    • preparar suprimentos para época de extração;
    • suportar fortes odores;
    • coalhar leite;
    • confeccionar jiraus;
    • confeccionar bunhão;
    • consertar instrumentos de trabalho;
    • capinar áreas de plantação;
    • confeccionar cabritas e facas de seringa;
    • confeccionar porongas;
    • manifestar sensibilidade a natureza;
    • confeccionar baldes e tigelas;
    • confeccionar sacos e paneiros;
    • cortar tecidos;
    • podar árvores;
    • demonstrar habilidade motora fina;
    • guardar materiais de extração em fumaceiras e tapiris;
    • empilhar pranchas de gomas;
    • pesquisar preços de mercado;
    • comprar suprimentos e materiais de extração;
    • coar leite;
    • carregar e descarregar matéria-prima e produtos em animais e veículos;
    • riscar palha;
    • cortar palha, madeira e cipós;
    • expor peças de artesanato;
    • providenciar combustível para defumação;
    • cortar cascas de árvores;
    • apresentar acuidade visual de perto;
    • aceirar áreas de extração;
    • adubar mudas de árvores;


    Setores que mais contratam Sorveiro no mercado de trabalho

    • Cultivo de laranja
    • Cultivo de seringueira
    • Coleta de produtos não-madeireiros não especificados anteriormente em florestas nativas
    • Atividades de jardins botânicos, zoológicos, parques nacionais, reservas ecológicas e áreas de proteção ambiental
    • Criação de bovinos para corte
    • Produção de produtos não-madeireiros não especificados anteriormente em florestas plantadas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: