Salário para o cargo de Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo)
CBO 8115-10 > Operadores de equipamentos de produção e refino de petróleo e gás

Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo) - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Operam processos de produção e refino de petróleo e gás e suas interfaces de controle, tais como sistemas digitais de controle distribuído (sdcd), painéis e instrumentos, de acordo com normas de segurança, meio ambiente e de saúde ocupacional. Utilizam ferramentas de qualidade para controlar produtos e efluentes. Preparam equipamentos para serviços de manutenção. Elaboram relatórios de ocorrência e participam de reuniões técnicas.

Quanto ganha um Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo)

Um Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo) trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.362,26 e R$ 4.543,96, com a média salarial de R$ 2.183,94 e o salário mediana em R$ 2.030,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo)

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 2.183,94 26.207,25 545,98 10,27
1º Quartil 1.362,26 16.347,16 340,57 6,40
Salário Mediana 2.030,00 24.360,00 507,50 9,54
3º Quartil 3.465,42 41.585,00 866,35 16,29
Teto Salarial 4.543,96 54.527,51 1.135,99 21,36


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores em indústrias de processos contínuos e outras indústrias
      • Operadores de instalações em indústrias químicas, petroquímicas
        • Operadores de equipamentos de produção e refino de petróleo e gás

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio de Janeiro - RJ 1.527 - 4.376 2.464,93 1.527,27 2.726,26 3.612,80 4.375,93
Paulínia - SP 2.134 - 4.790 2.914,74 2.133,91 2.935,00 3.954,96 4.790,37
Betim - MG 2.030 - 2.645 2.114,00 2.030,00 2.184,00 2.184,00 2.645,33
São Paulo - SP 1.637 - 2.948 1.843,88 1.637,11 1.707,67 2.434,00 2.948,13
Salvador - BA 1.193 - 3.168 1.748,73 1.192,95 1.630,12 2.615,19 3.167,59
Macaé - RJ 1.400 - 4.748 2.359,99 1.400,00 2.121,80 3.920,17 4.748,22
Guarulhos - SP 1.637 - 2.250 1.681,21 1.637,11 1.637,11 1.857,60 2.249,98
Esteio - RS 2.100 - 2.869 2.278,46 2.100,00 2.312,00 2.369,00 2.869,40
Recife - PE 1.181 - 2.548 1.365,68 1.181,19 1.181,19 2.103,64 2.547,99


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio de Janeiro 1.493 - 4.355 2.420,63 1.492,94 2.400,00 3.595,45 4.354,91
São Paulo 1.637 - 4.471 2.301,02 1.637,11 1.707,67 3.691,61 4.471,39
Minas Gerais 1.722 - 3.715 2.237,69 1.722,30 2.184,00 3.066,95 3.714,78
Bahia 1.193 - 3.168 1.748,73 1.192,95 1.630,12 2.615,19 3.167,59
Rio Grande do Sul 1.541 - 2.869 2.050,59 1.541,02 2.100,00 2.369,00 2.869,40
Paraná 1.511 - 5.605 2.294,10 1.511,00 1.660,91 4.627,58 5.605,06
Pernambuco 1.181 - 2.548 1.365,68 1.181,19 1.181,19 2.103,64 2.547,99


Principais locais de trabalho

Operadores de equipamentos de produção e refino de petróleo e gás o trabalho é exercido em indústrias de extração, produção e refino de petróleo e gás. O trabalhador é assalariado com carteira assinada, atuando em equipe, em horário variável rodízio de turno, sob supervisão permanente de supervisores de primeira linha, técnicos e engenheiros. A execução de algumas atividades ocorre em ambientes de risco, com exposição a materiais tóxicos, altas temperaturas e vibrações.


O que é preciso para trabalhar na área dos Operadores de equipamentos de produção e refino de petróleo e gás

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com formação de ensino médio, com qualificação profissional em operação de produção e refino de petróleo, obtida em centros de treinamentos da própria empresa ou em convênio com instituições de formação profissional. O exercício pleno da atividade se dá após três ou quatro anos de experiência profissional, auxiliando um profissional titular. O desempenho das funções requer qualificação contínua, durante toda a vida profissional, dada as mudanças que ocorrem nos processos de produção, nos sistemas de controle e na organização do trabalho. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo)

Operadores de equipamentos de produção e refino de petróleo e gás devem:

  • operar interfaces de controle (sdcd, painéis, instrumentos de campo);
  • demonstrar competências pessoais;
  • operar processos de produção e refino de petróleo e gás;
  • comunicar-se;
  • utilizar conceitos e ferramentas da qualidade;
  • trabalhar de acordo com as normas de segurança, meio ambiente e saúde ocupacional;
  • preparar equipamentos para serviços de manutenção;
  • controlar a qualidade dos produtos e efluentes;

  • Atividades

    • identificar produtos não-conformes;
    • manter princípios éticos;
    • prestar primeiros socorros;
    • monitorar indicadores de produção;
    • demonstrar capacidade de organização e planejamento;
    • consultar informações técnicas e gerenciais;
    • acionar mecanismos para desenergização equipamentos;
    • coletar amostras de produtos;
    • preencher formulários para recebimento de equipamentos da manutenção.;
    • controlar estoques de produtos e insumos;
    • compor e/ou dosar misturas de produtos;
    • preencher cadastros e planilhas;
    • interpretar resultados de análises químicas, físicas e biológicas;
    • realizar análises de campo de acordo com a rotina operacional;
    • demonstrar capacidade de percepção de anomalias no processo;
    • cooperar na análise de riscos;
    • realizar manobras operacionais;
    • auxiliar na revisão de procedimentos operacionais;
    • demonstrar prudência;
    • inspecionar as malhas de controle do processo;
    • emitir permissão para o trabalho (formulário padrão).;
    • identificar não conformidades (falhas) de acordo com os padrões pré-estabelecidos;
    • demonstrar senso de responsabilidade;
    • trocar experiências com outros profissionais;
    • controlar emoções em situações de risco e anormalidades;
    • utilizar recursos de informática para acompanhamento e controle do processo;
    • ajustar os equipamentos conforme os limites operacionais;
    • acompanhar a retirada de equipamentos para manutenção;
    • identificar situações de risco;
    • buscar o autodesenvolvimento;
    • propor alternativas para elaboração de procedimentos operacionais;
    • combater princípios de incêndio;
    • demonstrar criatividade;
    • solicitar serviços de manutenção;
    • identificar condições para prevenção de emanações para o meio ambiente;
    • emitir relatórios de ocorrências operacionais;
    • implementar melhorias dos procedimentos operacionais;
    • demonstrar comprometimento com resultados;
    • realizar manobras para liberação de equipamentos;
    • interpretar tendências de variáveis (pressão, vazão e temperatura).;
    • registrar situações de risco identificadas;
    • ajustar variáveis de processo (vazão, pressão...);
    • manter o fluxo de processo de produção e refino de petróleo e gás;
    • analisar a dinâmica do processo de produção e refino;
    • seguir procedimentos e padrões operacionais;
    • verificar as condições operacionais dos equipamentos;
    • armazenar produtos;
    • demonstrar atenção auditiva (saber ouvir);
    • utilizar linguagem inerente a função;
    • passar e receber por escrito e oralmente informações de turno.;
    • atualizar-se profissionalmente;
    • participar de reuniões emitindo opiniões sobre os temas abordados;
    • verificar as recomendações de segurança de acordo com as condições de trabalho;
    • testar equipamentos após manutenção;
    • demonstrar comportamento proativo;
    • trabalhar em equipe;
    • corrigir desvios do processo de produção e refino;
    • reprocessar produtos não-conformes (retornando ao início do processo de operação contínua);
    • monitorar os processos químicos de conversão da indústria de produção e refino;
    • realizar operações unitárias;
    • propor ações corretivas e preventivas;
    • comparar resultados com padrões técnicos;
    • reutilizar águas residuais industriais;
    • tomar decisões;
    • demonstrar iniciativa;
    • acionar mecanismo para energizar equipamentos;
    • condicionar equipamentos para manutenção;
    • demonstrar capacidade de comunicação oral e escrita;
    • identificar instrumentos e equipamentos críticos do processo de produção e refino;
    • controlar os processos de estocagem e movimentação de produtos;
    • interpretar normas e procedimentos técnicos;
    • manipular produtos químicos e petrolíferos para dosagem e preparo de soluções;
    • monitorar instrumentos de controle;
    • obedecer as normas e procedimentos de segurança, saúde ocupacional e meio ambiente;
    • identificar equipamentos para reparos;
    • tratar despejos industriais (físico, químico, e biológico).;
    • controlar o processo de produção em poços de petróleo;
    • participar de simulados de emergência;
    • monitorar equipamentos;
    • propor discussões sobre segurança, meio ambiente e saúde ocupacional;
    • utilizar epis (equipamentos de proteção individual);
    • redirecionar produtos não-conformes;
    • transmitir informações com clareza;
    • identificar os epis de cada atividade;
    • utilizar recursos de informática e meios de comunicação;
    • processar tratamento de água para fins potáveis, industriais e geração de vapor;
    • otimizar as variáveis do processo (vazão, pressão, temperatura, nível).;
    • demonstrar raciocínio lógico;
    • aplicar procedimentos em emergências operacionais;


    Setores que mais contratam Operador de processamento (transferência e estocagem de petróleo) no mercado de trabalho

    • Outras atividades de serviços prestados principalmente às empresas
    • Transporte marítimo de cabotagem - carga
    • Serviços combinados de escritório e apoio administrativo
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Carga e descarga
    • Formulação de combustíveis
    • Comércio atacadista de álcool carburante, biodiesel, gasolina e demais derivados de petróleo, exceto lubrificantes, não realizado por transportador re
    • Depósitos de mercadorias para terceiros, exceto armazéns gerais e guarda-móveis
    • Operações de terminais
    • Atividades de apoio à extração de petróleo e gás natural




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: