Salário para o cargo de Confeccionador de escovas
CBO 7764-10 > Confeccionadores de artefatos de madeira, móveis de vime

Confeccionador de escovas - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Fabricam móveis de junco, vime, bambu e rústico, confeccionam cestos e montam vassouras, pincéis e escovas. Preparam fibras para fabricação, controlam a qualidade e realizam serviços de acabamento em artefatos de madeira, móveis de vime e afins. Operam máquinas tais como furadeiras, serras elétricas, lixadeiras. Trabalham seguindo normas de segurança, higiene, qualidade e proteção ao meio ambiente.

Quanto ganha um Confeccionador de escovas

Um Confeccionador de escovas trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.074,37 e R$ 2.278,04, com a média salarial de R$ 1.360,09 e o salário mediana em R$ 1.296,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Confeccionador de escovas

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.360,09 16.321,10 340,02 6,19
1º Quartil 1.074,37 12.892,42 268,59 4,89
Salário Mediana 1.296,00 15.552,00 324,00 5,90
3º Quartil 1.737,33 20.848,00 434,33 7,91
Teto Salarial 2.278,04 27.336,52 569,51 10,37


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores das indústrias de madeira e do mobiliário
      • Trabalhadores artesanais da madeira e do mobiliário
        • Confeccionadores de artefatos de madeira, móveis de vime

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Bento do Sul - SC 1.399 - 2.079 1.494,04 1.398,50 1.420,00 1.716,67 2.079,28
Riversul - SP 1.045 - 1.491 1.159,31 1.045,00 1.230,76 1.230,76 1.490,73
Carrancas - MG 1.045 - 1.332 1.052,86 1.045,00 1.045,00 1.100,00 1.332,35
São Paulo - SP 1.056 - 3.905 1.526,90 1.055,70 1.081,56 3.224,00 3.905,01
Porto Alegre - RS 1.329 - 1.662 1.358,51 1.328,80 1.361,80 1.371,76 1.661,52
Nova Roma do Sul - RS 1.217 - 1.474 1.216,60 1.216,60 1.216,60 1.216,60 1.473,58
Guarulhos - SP 1.147 - 1.389 1.146,78 1.146,78 1.146,78 1.146,78 1.389,01


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.056 - 2.312 1.356,33 1.055,50 1.230,76 1.908,88 2.312,09
Santa Catarina 1.399 - 2.079 1.494,04 1.398,50 1.420,00 1.716,67 2.079,28
Rio Grande do Sul 1.195 - 1.952 1.345,73 1.195,00 1.272,00 1.611,50 1.951,90
Minas Gerais 1.045 - 1.299 1.051,11 1.045,00 1.045,00 1.072,50 1.299,04


Principais locais de trabalho

Confeccionadores de artefatos de madeira, móveis de vime atuam em pequenas equipes cooperativas como autônomos, exceto o confeccionador de escovas, pincéis e produtos similares (a máquina) que geralmente é empregado com carteira assinada. Este profissional e o vassoureiro trabalham com supervisão permanente, os demais, com supervisão ocasional. Podem atuar a céu aberto ou em locais fechados e expostos a materiais tóxicos. O vassoureiro permanece em posições desconfortáveis durante longos períodos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Confeccionadores de artefatos de madeira, móveis de vime

Para o exercício desse cargo requer-se a quarta série do ensino fundamental e curso básico de qualificação profissional de até duzentas horas-aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com até um ano de experiência profissional, exceto o vassoureiro, que requer de um a dois anos. A(s) ocupação(ões) elencada(s) nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Confeccionador de escovas

Confeccionadores de artefatos de madeira, móveis de vime devem:

  • realizar serviços de acabamento em artefatos de madeira, móveis de vime e afins;
  • confeccionar cestos;
  • fabricar móveis de junco, vime e bambu;
  • preparar fibras para fabricação de artefatos de madeira, móveis de vime e afins;
  • controlar qualidade de artefatos de madeira, móveis de vime e afins;
  • demonstrar competências pessoais;
  • montar vassouras, pincéis e escovas;
  • operar máquinas;

  • Atividades

    • raspar cipós;
    • prensar vassouras;
    • prender fios de náilon e piaçava;
    • pentear palhas;
    • demonstrar criatividade;
    • definir modelos e medidas de bases de cestos;
    • demonstrar perseverança;
    • encabar vassouras;
    • envernizar cestos e móveis;
    • limpar garrafas;
    • dar provas de habilidade motora fina;
    • lixar móveis e cestos;
    • umedecer fibras de ratan;
    • conferir acabamento de móveis;
    • interpretar modelos de móveis;
    • dar provas de agilidade manual;
    • abastecer máquinas com matéria-prima;
    • conferir fixação de fios de náilon (pincéis e escovas);
    • controlar funcionamento das máquinas (furadeiras, serras elétricas, lixadeiras e outras);
    • controlar pedais das máquinas;
    • inspecionar componentes de vassouras;
    • desenrolar palhas;
    • manifestar dinamismo;
    • acionar equipamentos hidráulicos;
    • selecionar fibras (cipó, palha, vime, junco, sisal, náilon);
    • arrematar sobras de armações;
    • pintar bocais de vassouras;
    • conferir diâmetro de cestos;
    • trançar fibras;
    • pintar cepos de pincéis;
    • enroscar pincéis e vassouras;
    • costurar contornos de esteiras;
    • cortar bases de acordo com modelo;
    • encaixar armações nas bases;
    • entrelaçar vime, cipó ou ratan na armação;
    • entrelaçar vime, cipó e ratan nas armações de cestos;
    • evidenciar paciência na execução do trabalho;
    • furar bases;
    • fixar anéis em cabos de vassouras;
    • aparar excesso de palha, náilon, piaçava;
    • verificar arremates de esteiras;
    • bater folhas de sisal;
    • evidenciar capacidade de concentração;
    • esboçar modelos de móveis;
    • serrar bambus;
    • cortar junco e ratan;
    • secar fibras de sisal (sol);
    • cortar fibras (cipó, palha, vime, junco, sisal, náilon);
    • argolar piaçava e garrafas;
    • cortar garrafas;
    • amarrar palhas;
    • cozer vime;
    • desfiar garrafas plásticas;
    • separar sobras de materiais;
    • conferir medidas de móveis;
    • montar armações de cestos;
    • selecionar garrafas;
    • realizar pequenas manutenções;
    • montar armações de móveis;
    • desfibrar fibras de vime e ratan;


    Setores que mais contratam Confeccionador de escovas no mercado de trabalho

    • Fabricação de escovas, pincéis e vassouras
    • Fabricação de artefatos diversos de madeira, exceto móveis
    • Fabricação de artefatos de material plástico para outros usos não especificados anteriormente
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Fabricação de laminados planos e tubulares de material plástico
    • Fabricação de acessórios do vestuário, exceto para segurança e proteção
    • Fabricação de artefatos de tanoaria e de embalagens de madeira
    • Fabricação de produtos de trefilados de metal, exceto padronizados
    • Fabricação de outros produtos têxteis não especificados anteriormente
    • Comércio atacadista de resíduos e sucatas não-metálicos, exceto de papel e papelão




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: