Salário para o cargo de Confeccionador de acordeão
CBO 7421-10 > Confeccionadores de instrumentos musicais

Confeccionador de acordeão - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Projetam instrumentos musicais, distinguem acústicas de materiais para a fabricação dos instrumentos musicais e preparam matérias- primas para confecção dos instrumentos. Confeccionam componentes dos instrumentos, realizam acabamentos, montam, afinam, consertam e vendem instrumentos musicais.

Quanto ganha um Confeccionador de acordeão

Um Confeccionador de acordeão trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.350,39 e R$ 3.244,96, com a média salarial de R$ 1.766,11 e o salário mediana em R$ 1.584,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Confeccionador de acordeão

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.766,11 21.193,30 441,53 8,06
1º Quartil 1.350,39 16.204,62 337,60 6,16
Salário Mediana 1.584,00 19.008,00 396,00 7,23
3º Quartil 2.474,75 29.696,97 618,69 11,29
Teto Salarial 3.244,96 38.939,56 811,24 14,81


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Montadores de aparelhos e instrumentos de precisão e musicais
      • Montadores e ajustadores de instrumentos musicais
        • Confeccionadores de instrumentos musicais

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.600 - 3.946 2.286,00 1.600,00 2.147,20 3.258,19 3.946,42
Manaus - AM 1.481 - 1.795 1.481,57 1.481,37 1.481,37 1.481,87 1.794,89


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.600 - 3.946 2.286,00 1.600,00 2.147,20 3.258,19 3.946,42
Amazonas 1.481 - 1.795 1.481,57 1.481,37 1.481,37 1.481,87 1.794,89


Principais locais de trabalho

Confeccionadores de instrumentos musicais atuam na indústria de instrumentos musicais, e nos serviços de reparação de objetos pessoais e domésticos. São empregados com carteira assinada ou trabalham por conta- própria. Quando empregados, trabalham sob supervisão permanente, em horário diurno ou com rodízio de turnos. Como autônomos, têm horário livre. Executam suas atividades de forma individual e em ambiente fechado. Eventualmente, trabalham em posições desconfortáveis durante longos períodos e expostos a materiais tóxicos e ruído intenso. Estão sujeitos à pressão de trabalho que pode ocasionar estresse.


O que é preciso para trabalhar na área dos Confeccionadores de instrumentos musicais

Para o exercício desse cargo requer-se ensino médio concluído e curso básico de qualificação profissional em torno de duzentas horas- aula. O pleno desempenho das atividades ocorre com a prática no local de trabalho. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Confeccionador de acordeão

Confeccionadores de instrumentos musicais devem:

  • projetar instrumentos musicais;
  • demonstrar competências pessoais;
  • distinguir acústicas dos materiais para fabricação de instrumentos musicais;
  • preparar matéria-prima para confecção de instrumentos;
  • montar instrumentos musicais;
  • confeccionar componentes de instrumentos musicais;
  • consertar instrumentos;
  • realizar acabamentos em instrumentos musicais;
  • afinar instrumentos musicais;
  • vender instrumentos;

  • Atividades

    • soldar componentes metálicos;
    • organizar local de trabalho;
    • instalar tensores;
    • instalar proteção contra agentes externos;
    • regular componentes dos instrumentos;
    • polir superfícies de instrumentos musicais;
    • montar instrumentos de sopro-palheta simples;
    • participar da elaboração de manuais técnicos;
    • encordoar instrumentos;
    • substituir componentes da máquina;
    • classificar madeira, pele animal, sintéticos e metais;
    • divulgar produtos;
    • demonstrar instrumentos;
    • etiquetar os instrumentos com a marca;
    • operar máquinas;
    • demonstrar criatividade;
    • avaliar tempo de execução;
    • planejar etapas de fabricação;
    • confeccionar ferramentas;
    • secar madeira na estufa;
    • analisar aspecto físico dos instrumentos;
    • preencher relatórios;
    • revestir instrumentos com celulóide, fórmica, acetato e outros;
    • separar componentes;
    • avaliar a geração do som;
    • desmontar o instrumento;
    • analisar as propriedades de ressonância dos materiais;
    • manusear gabaritos;
    • orçar custos;
    • regular máquinas;
    • rebitar peças;
    • colher informações do cliente;
    • montar instrumentos de sopro-transversal;
    • limpar orifícios das flautas;
    • definir matéria-prima e seus rendimentos;
    • jatear com areia as superfícies dos instrumentos metálicos e peles sintéticas;
    • aceitar responsabilidade;
    • trabalhar com segurança;
    • demonstrar capacidade de cumprimento de prazo de entrega de produtos e serviços;
    • aceitar mudança;
    • acondicionar madeira, metais, sintéticos e outros;
    • comparar sons por audição;
    • construir peças de reposição;
    • encerar instrumentos;
    • esboçar croqui;
    • definir os tipos de cortes dos materiais;
    • transmitir confiança ao cliente;
    • aplicar banhos eletrostáticos nos instrumentos;
    • confeccionar protótipo;
    • preencher histórico dos instrumentos;
    • pesquisar mercados;
    • definir medidas;
    • trabalhar em equipe;
    • operar diapazão;
    • demonstrar aptidão para crescimento profissional;
    • armazenar instrumentos;
    • operar instrumentos de medição;
    • construir moldes;
    • pesquisar fontes fornecedoras de componentes;
    • modelar peças por meio de repuxo;
    • detectar vazão de ar nos instrumentos de sopro;
    • comunicar-se;
    • manter-se atualizado com as inovações tecnológicas;
    • limpar lâminas de madeira, metal e sintéticas;
    • calcular custos de vendas;
    • estabelecer mecanismo de cobrança;
    • calandrar madeiras e metais;
    • acompanhar as tendências do mercado;
    • instalar traste;
    • identificar diferentes timbres;
    • proceder lixamento primário em superfície;
    • pintar instrumentos;
    • calcular custos;
    • analisar a satisfação do cliente;
    • unir componentes dos instrumentos musicais;
    • colar materiais;
    • tingir lâminas de madeira;
    • demonstrar acuidade auditiva;
    • redimensionar componentes acústicos;
    • agir com paciência;
    • instalar pestana;
    • selecionar meios de transporte para entrega;
    • sapatilhar instrumentos;
    • avaliar as informações do cliente;
    • ajustar peças;
    • instalar rastilho;
    • restaurar instrumentos;
    • identificar a viabilidade da reforma;
    • regular componentes eletro-eletrônicos;
    • realizar controle dimensional dos instrumentos;
    • preparar superfícies dos instrumentos;
    • selecionar máquinas e acessórios;
    • revisar componentes mecânicos;
    • montar instrumentos;
    • prensar lâminas de madeira para compensado;
    • recozer metais;
    • montar instrumentos de sopro-bocal;
    • desdobrar madeira;
    • demonstrar destreza manual;
    • comprar peças e componentes;
    • regular tensores de instrumentos;
    • embalar os instrumentos;
    • instalar componentes eletro-eletrônicos;
    • montar instrumentos de sopro-palheta duplo;


    Setores que mais contratam Confeccionador de acordeão no mercado de trabalho

    • Instalação e manutenção elétrica
    • Aluguel de máquinas e equipamentos para escritório
    • Fabricação de artefatos de material plástico para outros usos não especificados anteriormente
    • Comércio atacadista de produtos siderúrgicos e metalúrgicos, exceto para construção
    • Fabricação de instrumentos musicais, peças e acessórios
    • Construção de edifícios




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: