Salário para o cargo de Arador
CBO 6410-15 > Trabalhadores da mecanização agrícola

Arador - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Operam, ajustam e preparam máquinas e implementos agrícolas. Realizam manutenção em primeiro nível de máquinas e implementos. Empregam medidas de segurança e auxiliam em planejamento de plantio.

Quanto ganha um Arador

Um Arador trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.319,19 e R$ 3.553,57, com a média salarial de R$ 1.828,84 e o salário mediana em R$ 1.535,25 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Arador

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.828,84 21.946,06 457,21 8,37
1º Quartil 1.319,19 15.830,28 329,80 6,04
Salário Mediana 1.535,25 18.423,00 383,81 7,03
3º Quartil 2.710,11 32.521,26 677,53 12,41
Teto Salarial 3.553,57 42.642,86 888,39 16,27


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Trabalhadores da mecanização agropecuária e florestal
      • Trabalhadores da mecanização agropecuária
        • Trabalhadores da mecanização agrícola

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.171 - 2.971 1.683,98 1.170,81 1.550,00 2.452,80 2.970,91
Curitiba - PR 1.364 - 1.844 1.415,84 1.364,23 1.392,69 1.522,10 1.843,62
Vacaria - RS 1.512 - 1.995 1.568,08 1.511,96 1.533,40 1.646,89 1.994,76
Guaira - SP 1.484 - 2.447 1.808,56 1.483,65 2.014,35 2.020,64 2.447,46
Pitangueiras - SP 1.571 - 2.435 1.728,01 1.570,92 1.715,41 2.010,44 2.435,10
Sapezal - MT 1.690 - 3.138 2.217,57 1.689,80 2.296,00 2.590,41 3.137,58
Paraguaçu Paulista - SP 1.529 - 2.066 1.584,19 1.529,29 1.551,00 1.705,48 2.065,73
Goianésia - GO 1.539 - 2.312 1.760,03 1.538,61 1.829,04 1.908,86 2.312,07
Rio Formoso - PE 1.118 - 1.406 1.129,80 1.118,22 1.119,96 1.161,08 1.406,33
Vista Alegre do Alto - SP 1.705 - 2.089 1.715,16 1.705,36 1.715,30 1.724,68 2.088,99
Quirinópolis - GO 1.128 - 2.237 1.465,50 1.127,70 1.513,60 1.847,15 2.237,33
Sumaré - SP 1.292 - 2.018 1.399,58 1.291,87 1.342,56 1.665,80 2.017,67
Novo Horizonte - SP 1.607 - 2.261 1.749,93 1.607,38 1.770,25 1.866,73 2.261,04
Quatá - SP 1.518 - 1.941 1.551,02 1.517,68 1.542,20 1.602,17 1.940,60
Igarassu - PE 1.234 - 1.641 1.264,84 1.234,02 1.235,07 1.355,19 1.641,45
Olímpia - SP 1.483 - 2.156 1.572,16 1.482,93 1.512,72 1.780,17 2.156,19
Penápolis - SP 1.484 - 2.230 1.660,81 1.483,75 1.654,00 1.841,01 2.229,89
Valparaiso - SP 1.471 - 2.690 1.825,41 1.471,06 1.570,80 2.220,58 2.689,63
Piracicaba - SP 1.503 - 2.141 1.603,16 1.503,47 1.570,80 1.767,87 2.141,30
Barra Bonita - SP 1.418 - 1.893 1.485,57 1.418,49 1.480,60 1.562,70 1.892,79


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.229 - 4.026 1.925,42 1.228,57 1.565,35 3.323,97 4.026,09
Minas Gerais 1.143 - 5.872 2.230,30 1.143,14 1.482,00 4.847,73 5.871,72
Mato Grosso 1.418 - 3.168 1.988,00 1.417,61 1.909,44 2.615,58 3.168,07
Goiás 1.225 - 2.531 1.610,97 1.224,53 1.531,20 2.089,42 2.530,76
Paraná 1.286 - 2.225 1.514,41 1.285,52 1.450,94 1.837,28 2.225,37
Mato Grosso do Sul 1.243 - 2.421 1.568,95 1.242,77 1.500,00 1.998,61 2.420,78
Pernambuco 1.115 - 1.864 1.262,47 1.115,08 1.204,61 1.538,55 1.863,54
Bahia 1.139 - 2.457 1.487,42 1.139,05 1.343,06 2.028,18 2.456,59
Rio Grande do Sul 1.344 - 2.058 1.535,99 1.344,19 1.533,40 1.699,22 2.058,15
Pará 1.155 - 2.712 1.547,23 1.155,49 1.377,00 2.239,40 2.712,42
Rio Grande do Norte 1.094 - 1.778 1.245,89 1.094,27 1.193,27 1.467,76 1.777,80
Maranhão 1.131 - 2.175 1.476,78 1.130,94 1.563,00 1.795,40 2.174,64
Alagoas 1.091 - 1.841 1.245,31 1.090,97 1.164,61 1.519,74 1.840,75
Santa Catarina 1.163 - 2.350 1.447,88 1.163,33 1.350,00 1.940,33 2.350,18
Rio de Janeiro 1.237 - 2.092 1.414,21 1.237,32 1.315,86 1.726,86 2.091,62
Paraíba 1.049 - 1.840 1.213,32 1.049,11 1.185,79 1.519,08 1.839,95
Espírito Santo 1.093 - 2.009 1.321,49 1.092,69 1.245,43 1.658,79 2.009,18
Tocantins 1.182 - 2.567 1.593,55 1.181,86 1.519,00 2.119,09 2.566,70
Piauí 1.064 - 2.637 1.554,93 1.064,36 1.510,00 2.177,38 2.637,31
Ceará 1.095 - 1.871 1.260,86 1.094,84 1.193,27 1.545,11 1.871,48
Distrito Federal 1.257 - 2.269 1.551,42 1.256,97 1.539,54 1.873,48 2.269,21
Sergipe 1.045 - 1.654 1.162,25 1.045,00 1.100,00 1.365,24 1.653,62
Rondônia 1.207 - 2.861 1.709,59 1.206,52 1.600,40 2.362,32 2.861,31
Acre 1.045 - 2.285 1.412,01 1.045,00 1.313,00 1.886,88 2.285,44
Roraima 1.272 - 2.558 1.526,31 1.271,90 1.376,00 2.111,97 2.558,08
Amazonas 1.152 - 2.664 1.568,04 1.151,79 1.500,00 2.199,39 2.663,97
Amapá 1.045 - 3.005 1.608,09 1.045,00 1.200,68 2.480,97 3.005,03


Principais locais de trabalho

Trabalhadores da mecanização agrícola essas ocupações são exercidas por trabalhadores com carteira assinada empregados na agricultura e na pecuária. O trabalho é exercido em equipe, com supervisão ocasional. O operador de máquina de beneficiamento de produtos agrícolas trabalha em ambiente fechado, o operador de colheitadeira e o tratorista agrícola trabalham em veículos. O trabalho é realizado em rodízio de turnos, diurno e noturno. Os profissionais estão expostos a materiais tóxicos e a ruído intenso.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores da mecanização agrícola

Essas ocupações são exercidas por trabalhadores com escolaridade de até quarta série do ensino fundamental. A experiência profissional ocorre com a prática de um a dois anos. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Arador

Trabalhadores da mecanização agrícola devem:

  • demonstrar competências pessoais;
  • empregar medidas de segurança;
  • realizar manutenção em primeiro nível de máquinas e implementos;
  • ajustar máquinas e implementos;
  • preparar máquinas e implementos;
  • operar máquinas e implementos agrícolas;
  • auxiliar em planejamento de plantio;

  • Atividades

    • ligar e desligar implementos;
    • trocar peças de implementos e máquinas;
    • colocar água em pneus e baterias;
    • atentar para intempéries;
    • fixar balizas em solo;
    • colocar óculos, abafadores, máscaras e luvas;
    • manifestar atenção difusa;
    • calçar botas;
    • regular quantidade de sementes e adubos;
    • controlar painel de comandos e instrumentos;
    • manifestar iniciativa;
    • regular distância e pressão entre placas e fusos;
    • trocar óleos e filtros;
    • conferir ruídos de máquinas e implementos;
    • vestir uniformes de proteção individual;
    • inverter polias;
    • programar horários de atividades de máquinas;
    • regular cortinas, côncavo e molinete;
    • carregar e descarregar adubos e colheitas;
    • controlar barras de pulverização;
    • verificar condições de filtro de ar;
    • programar rotações de motor e turbinas;
    • calibrar pneus;
    • regular velocidade de máquinas;
    • engraxar rolamentos, engrenagens e buchas;
    • ajustar escovas e desfibrador;
    • auxiliar em planejamento de quantidade de sementes e adubos por área de plantio;
    • coletar amostra de solo;
    • regular altura de máquinas e implementos;
    • verificar nível de água e óleo;
    • testar germinação de sementes;
    • sinalizar áreas de riscos de acidentes;
    • regular vibração de colheitadeira;
    • acionar alavancas;
    • confirmar desligamento de máquinas e implementos;
    • dar prova de resistência física;
    • ajustar profundidade e largura de implementos;
    • conferir tensionamento de correias;
    • encapar correias, correntes e giratórias de motor;
    • acoplar implementos em trator;
    • trocar pneus;
    • informar dados de profundidade e umidade de solo;
    • lavar máquinas e implementos;
    • ajustar costelado e ´piking roller´;
    • regular velocidade de cilindros e ventiladores;
    • ajustar baliza de plantadeira;
    • assessorar em treinamento de colegas;
    • substituir plataformas e peneiras;
    • contar sementes germinadas;
    • guardar máquinas, implementos e equipamentos;
    • limpar filtro de ar;
    • engrenar máquinas agrícolas estacionadas;
    • propor medidas para aprimoramento de plantio;
    • manifestar coordenação motora múltipla;
    • trabalhar em equipe;
    • auxiliar em planejamento de direção de plantio de lavoura;
    • regular peneiras e bandejões;
    • misturar agrotóxicos e fertilizantes;
    • armazenar produtos químicos;
    • abastecer máquinas e implementos;
    • ligar e desligar máquinas;


    Setores que mais contratam Arador no mercado de trabalho

    • Cultivo de soja
    • Fabricação de açúcar em bruto
    • Cultivo de cana-de-açúcar
    • Criação de bovinos para corte
    • Fabricação de álcool
    • Cultivo de café
    • Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita
    • Atividades de apoio à agricultura
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Cultivo de laranja




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: