Salário para o cargo de Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte
CBO 6224-05 > Trabalhadores agrícolas no cultivo de flores e plantas ornamentais

Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Plantam mudas, sementes, bulbos, rizomas e estacas, manejam o cultivo, colhem e acondicionam para comercialização de flores, folhagens e plantas ornamentais. Constroem estufas e telas de sombreamento e preparam local para plantio. As atividades são realizadas em conformidade a normas técnicas, de qualidade, de segurança, meio ambiente e saúde.

Quanto ganha um Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte

Um Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.070,44 e R$ 1.826,15, com a média salarial de R$ 1.193,08 e o salário mediana em R$ 1.120,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.193,08 14.317,01 298,27 5,46
1º Quartil 1.070,44 12.845,24 267,61 4,90
Salário Mediana 1.120,00 13.440,00 280,00 5,13
3º Quartil 1.392,70 16.712,36 348,17 6,38
Teto Salarial 1.826,15 21.913,75 456,54 8,36


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Trabalhadores na exploração agropecuária
      • Trabalhadores agrícolas
        • Trabalhadores agrícolas no cultivo de flores e plantas ornamentais

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.047 - 1.663 1.168,75 1.046,54 1.111,50 1.373,12 1.663,17
Igarassu - PE 1.064 - 1.332 1.073,21 1.064,00 1.064,00 1.099,93 1.332,27
Andradas - MG 1.045 - 1.415 1.081,99 1.045,00 1.045,00 1.168,24 1.415,00
Nova Petrópolis - RS 1.214 - 1.610 1.271,94 1.213,50 1.300,00 1.329,09 1.609,83
Campinas - SP 1.245 - 1.686 1.284,57 1.245,00 1.245,00 1.391,89 1.685,89
São Benedito - CE 1.052 - 2.334 1.276,64 1.051,86 1.084,78 1.926,74 2.333,73
Natal - RN 1.056 - 1.332 1.085,36 1.056,43 1.100,00 1.100,00 1.332,35
Dois Irmãos - RS 1.322 - 2.218 1.452,25 1.322,20 1.331,00 1.830,84 2.217,57
Guapiara - SP 1.164 - 1.610 1.205,50 1.163,55 1.163,55 1.329,64 1.610,50
Icara - SC 1.201 - 2.120 1.490,16 1.200,75 1.576,00 1.750,00 2.119,65
Parobe - RS 1.234 - 1.640 1.298,92 1.234,33 1.303,00 1.354,00 1.640,01
Gaspar - SC 1.500 - 3.370 1.803,68 1.500,00 1.500,00 2.782,63 3.370,40
Gravata - PE 1.139 - 1.757 1.210,67 1.138,62 1.138,62 1.450,83 1.757,28
Cabo de Santo Agostinho - PE 1.064 - 1.325 1.077,65 1.064,00 1.081,50 1.094,00 1.325,09
Belo Horizonte - MG 1.052 - 1.794 1.164,25 1.051,72 1.132,22 1.481,50 1.794,44
Crato - CE 1.045 - 1.510 1.090,85 1.045,00 1.045,00 1.246,74 1.510,09
Guarulhos - SP 1.180 - 1.808 1.374,03 1.180,04 1.493,03 1.493,03 1.808,40
Brasília - DF 1.076 - 1.367 1.095,76 1.076,00 1.100,00 1.128,93 1.367,39
Campo Bom - RS 1.342 - 1.625 1.342,00 1.342,00 1.342,00 1.342,00 1.625,47
Nova Prata - RS 1.230 - 1.986 1.356,58 1.230,00 1.278,16 1.640,00 1.986,42


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.049 - 1.708 1.185,30 1.048,73 1.133,00 1.409,85 1.707,65
Pernambuco 1.063 - 1.375 1.083,15 1.063,16 1.064,00 1.135,21 1.375,00
Rio Grande do Sul 1.222 - 1.828 1.334,39 1.221,60 1.300,00 1.509,25 1.828,05
Minas Gerais 1.045 - 1.508 1.104,61 1.045,00 1.045,00 1.245,04 1.508,03
Santa Catarina 1.299 - 2.567 1.628,20 1.298,66 1.575,20 2.119,38 2.567,05
Ceará 1.045 - 1.913 1.187,74 1.045,00 1.057,00 1.578,98 1.912,50
Rio Grande do Norte 1.056 - 1.332 1.085,36 1.056,43 1.100,00 1.100,00 1.332,35
Paraná 1.211 - 2.173 1.483,79 1.211,25 1.383,80 1.794,10 2.173,06
Goiás 1.045 - 1.621 1.138,72 1.045,00 1.102,00 1.338,21 1.620,88
Mato Grosso 1.078 - 1.576 1.213,50 1.078,00 1.215,00 1.301,50 1.576,42
Distrito Federal 1.076 - 1.367 1.095,76 1.076,00 1.100,00 1.128,93 1.367,39
Pará 1.109 - 1.343 1.109,00 1.109,00 1.109,00 1.109,00 1.343,25
Maranhão 1.045 - 1.332 1.068,57 1.045,00 1.045,00 1.100,00 1.332,35


Principais locais de trabalho

Trabalhadores agrícolas no cultivo de flores e plantas ornamentais trabalham tanto na condição de assalariado como por conta própria, geralmente em produção familiar. São homens e mulheres das mais variadas faixas etárias, incluindo várias gerações de uma mesma família, que se dedicam ao plantio de flores e plantas ornamentais. Na divisão de trabalho, freqüentemente as mulheres se dedicam mais à colheita das flores, que exige habilidade manual e delicadeza. Trabalham em equipe e, em algumas atividades, em posições desconfortáveis por longos períodos, sujeitos a materiais tóxicos, ao sol, e à poeira.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores agrícolas no cultivo de flores e plantas ornamentais

Aprendem tacitamente a profissão no próprio local de trabalho, com os produtores familiares que mantêm e repassam competências especializadas na área entre várias gerações de uma mesma família. O acesso à aprendizagem independe do nível de escolaridade. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte

Trabalhadores agrícolas no cultivo de flores e plantas ornamentais devem:

  • construir estufas e telas de sombreamento;
  • acondicionar flores, folhagens e plantas para comercialização;
  • manejar cultivo de flores, folhagens e plantas;
  • realizar atividades de manutenção e segurança;
  • demonstrar competências pessoais;
  • colher flores, folhagens e plantas ornamentais;
  • preparar local para plantio;
  • plantar mudas, sementes, bulbos, rizomas e estacas;

  • Atividades

    • embalar flores e folhagens;
    • estender plástico;
    • colocar hastes de plantas colhidas em tubetes;
    • lavar equipamentos e utensílios;
    • trabalhar em posições especiais;
    • organizar flores, folhagens e plantas de acordo com qualidade e variedade;
    • encher recipientes (vasos, sacos plásticos) com substrato;
    • instalar rede elétrica e painel de controle;
    • revestir botões de rosa com redes de proteção individual (camisinha);
    • aplicar soluções nutritivas para enraizamento de galhos e estacas;
    • contar flores, folhagens e plantas;
    • estender tela de sombreamento;
    • lubrificar máquinas;
    • inspecionar presença de animais nocivos ao cultivo;
    • podar plantas;
    • possuir acuidade visual;
    • trabalhar em equipe;
    • adubar flores e plantas;
    • irrigar flores e plantas;
    • classificar folhagens;
    • coletar amostras de mudas para análise laboratorial;
    • descartar embalagens de produtos tóxicos;
    • trabalhar em ambientes com temperatura elevada;
    • confeccionar redes de sustentação de plantas;
    • arrancar plantas ornamentais com torrões;
    • preparar canteiros;
    • hidratar flores, folhagens e plantas;
    • cultivar bulbos, rizomas e mudas através de divisão de touceiras;
    • instalar quebra-ventos naturais;
    • controlar umidade de ambiente e solo;
    • identificar produto embalado;
    • notificar falhas em equipamentos e máquinas;
    • construir mesas de sustentação de flores e plantas;
    • monitorar desenvolvimento de mudas e plantas;
    • esterilizar áreas de plantio;
    • aplicar técnicas anti-erosivas;
    • abrir sulcos;
    • verificar ponto de colheita de plantas;
    • aparar caules de flores e folhagens;
    • enxertar planta doadora em planta cavalo;
    • controlar temperatura de solo e ambiente;
    • adicionar soluções para conservação de folhagens e flores de corte;
    • fixar calhas coletoras de água;
    • inspecionar funcionamento de equipamentos e máquinas;
    • acondicionar flores, folhagens e plantas em câmaras frigoríficas;
    • manifestar iniciativa;
    • guardar equipamentos e utensílios;
    • demonstrar habilidade manual;
    • selecionar mudas para plantio;
    • dar prova de resistência física;
    • nivelar terreno;
    • arar terreno;
    • pesar flores de corte;
    • pulverizar defensivos agrícolas em flores e plantas;
    • controlar luminosidade de ambiente;
    • apanhar flores e folhagens;
    • instalar sistema de ferti-irrigação;
    • instalar sistema de pulverização;
    • retirar resíduos de mudas, bulbos e sementes;
    • remover ervas daninhas;
    • coletar amostras de solo para análise laboratorial;
    • auxiliar em escolha de áreas de cultivo;
    • desbrotar plantas;
    • classificar flores;
    • limpar mananciais de captação de água;
    • misturar produtos químicos para solução imunizadora;
    • concentrar-se em atividades de trabalho;
    • distribuir adubo em terreno;
    • repor mudas danificadas ou mortas;
    • classificar plantas ornamentais;
    • carregar flores, folhagens e plantas;
    • limpar flores, folhagens e plantas colhidas;
    • comunicar problemas de cultivo para produtor e/ou técnico agrícola;
    • abrir covas;
    • construir estruturas de sustentação para tela de sombreamento;
    • encerar flores e folhagens;
    • coletar sementes;
    • preparar substratos;
    • semear flores e plantas;
    • realizar tríplice-lavagem em embalagens de produtos tóxicos;
    • detectar pragas e doenças em cultivos;
    • realizar reparos em equipamentos e máquinas;
    • construir estruturas de sustentação para cobertura de plástico;
    • transplantar mudas e plantas;
    • fixar hastes ou redes de sustentação em plantas;
    • acondicionar flores, folhagens e plantas em veículos de transporte;
    • enraizar folhas, galhos e estacas de plantas;
    • subsolar terreno;
    • embalar plantas ornamentais;
    • higienizar galpão de seleção;


    Setores que mais contratam Trabalhador no cultivo de flores e folhagens de corte no mercado de trabalho

    • Cultivo de flores e plantas ornamentais
    • Comércio atacadista de sementes, flores, plantas e gramas
    • Comércio varejista de plantas e flores naturais
    • Cultivo de outras fibras de lavoura temporária
    • Outras atividades de atenção à saúde humana
    • Serviços de engenharia
    • Horticultura, exceto morango
    • Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente
    • Atividades paisagísticas
    • Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Gerente de pensão
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Gerente de pensão