Salário para o cargo de Montador de máquinas (montagem em série)
CBO 7251-05 > Montadores de máquinas, aparelhos e acessórios em linhas de montagem

Montador de máquinas (montagem em série) - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Montam peças para máquinas e aparelhos e acessórios em linha de montagem. Organizam o local e revisam instruções de trabalho. Fazem manutenção preventiva em ferramentas. Confeccionam e especificam peças de montagem. Montam máquinas e aparelhos eletrônicos. Preenchem relatórios, notas, requisições e laudos técnicos.

Quanto ganha um Montador de máquinas (montagem em série)

Um Montador de máquinas (montagem em série) trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.355,62 e R$ 3.592,93, com a média salarial de R$ 1.860,35 e o salário mediana em R$ 1.551,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Montador de máquinas (montagem em série)

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.860,35 22.324,17 465,09 8,54
1º Quartil 1.355,62 16.267,49 338,91 6,23
Salário Mediana 1.551,00 18.612,00 387,75 7,12
3º Quartil 2.740,12 32.881,49 685,03 12,58
Teto Salarial 3.592,93 43.115,19 898,23 16,50


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores da transformação de metais e de compósitos
      • Montadores de máquinas e aparelhos mecânicos
        • Montadores de máquinas, aparelhos e acessórios em linhas de montagem

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Caxias do Sul - RS 1.338 - 4.417 2.063,11 1.338,35 1.706,12 3.646,48 4.416,73
São Bernardo do Campo - SP 1.598 - 3.225 2.082,42 1.598,48 2.272,00 2.662,39 3.224,76
Manaus - AM 1.075 - 1.895 1.369,38 1.074,72 1.493,00 1.564,13 1.894,53
São Paulo - SP 1.350 - 2.888 1.719,79 1.350,38 1.550,00 2.384,75 2.888,48
Curitiba - PR 1.373 - 2.419 1.620,07 1.372,69 1.535,86 1.997,45 2.419,38
Santo André - SP 1.209 - 2.366 1.408,75 1.209,13 1.224,63 1.953,38 2.365,99
Limeira - SP 1.504 - 2.254 1.674,44 1.504,48 1.656,48 1.860,94 2.254,03
Campinas - SP 1.150 - 2.702 1.421,46 1.150,29 1.155,77 2.231,12 2.702,40
Guarulhos - SP 1.600 - 3.188 2.107,09 1.600,00 1.956,00 2.631,77 3.187,68
Campo Alegre - SC 1.448 - 1.902 1.506,11 1.447,59 1.509,00 1.570,42 1.902,14
Carlos Barbosa - RS 1.604 - 2.218 1.678,17 1.604,37 1.661,00 1.831,29 2.218,11
Maravilha - SC 1.372 - 1.744 1.400,34 1.372,23 1.394,60 1.440,00 1.744,18
Cachoeirinha - RS 1.311 - 2.082 1.432,40 1.310,70 1.320,00 1.718,62 2.081,65
Loanda - PR 1.261 - 2.044 1.502,38 1.261,12 1.551,00 1.687,71 2.044,21
São Leopoldo - RS 1.369 - 2.249 1.505,73 1.368,65 1.408,00 1.856,94 2.249,18
Jacareí - SP 1.542 - 2.517 1.857,20 1.541,60 2.004,98 2.078,29 2.517,28
Araquari - SC 1.440 - 1.959 1.492,93 1.440,38 1.445,40 1.617,74 1.959,45
Juiz de Fora - MG 1.682 - 2.342 1.829,10 1.682,07 1.850,00 1.933,63 2.342,07
Itajobi - SP 1.440 - 1.915 1.504,53 1.439,79 1.525,95 1.581,27 1.915,28
São José dos Campos - SP 1.482 - 31.830 7.632,27 1.481,56 1.555,61 26.279,00 31.829,91


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.325 - 4.938 2.188,61 1.324,75 1.637,73 4.077,14 4.938,36
Rio Grande do Sul 1.319 - 3.209 1.758,37 1.319,25 1.515,80 2.649,34 3.208,95
Santa Catarina 1.348 - 3.269 1.743,74 1.348,10 1.460,00 2.699,15 3.269,29
Paraná 1.314 - 2.560 1.642,09 1.314,08 1.551,00 2.113,20 2.559,57
Minas Gerais 1.116 - 2.666 1.583,63 1.116,04 1.520,30 2.200,85 2.665,74
Amazonas 1.075 - 1.895 1.369,38 1.074,72 1.493,00 1.564,13 1.894,53
Rio de Janeiro 1.202 - 2.681 1.582,74 1.202,18 1.368,43 2.213,73 2.681,34
Goiás 1.096 - 2.320 1.385,18 1.096,20 1.250,00 1.915,52 2.320,14
Mato Grosso 1.083 - 2.379 1.406,69 1.083,47 1.200,00 1.964,53 2.379,49
Pernambuco 1.077 - 2.298 1.331,36 1.076,75 1.150,00 1.897,34 2.298,11
Ceará 1.079 - 2.455 1.414,30 1.079,40 1.210,88 2.026,70 2.454,80
Mato Grosso do Sul 1.172 - 2.397 1.417,18 1.172,16 1.226,00 1.979,24 2.397,31
Bahia 1.042 - 2.367 1.483,10 1.042,28 1.480,15 1.954,45 2.367,28
Pará 1.091 - 2.322 1.498,16 1.090,97 1.545,41 1.916,85 2.321,74
Espírito Santo 1.176 - 2.877 1.675,51 1.175,53 1.619,41 2.375,54 2.877,32
Paraíba 1.048 - 1.491 1.116,32 1.047,50 1.090,00 1.230,86 1.490,85
Distrito Federal 1.160 - 2.339 1.393,34 1.159,64 1.200,00 1.930,88 2.338,74
Piauí 1.104 - 2.238 1.568,89 1.103,67 1.759,50 1.847,47 2.237,71
Sergipe 1.045 - 2.217 1.309,15 1.045,00 1.100,00 1.830,43 2.217,07
Tocantins 1.048 - 1.569 1.128,66 1.048,15 1.087,68 1.295,23 1.568,82
Rio Grande do Norte 1.055 - 2.263 1.376,58 1.055,04 1.301,73 1.868,53 2.263,22
Maranhão 1.056 - 2.873 1.518,26 1.055,92 1.300,00 2.372,10 2.873,16
Rondônia 1.127 - 1.784 1.241,16 1.127,40 1.128,00 1.473,20 1.784,38
Amapá 1.045 - 1.963 1.202,14 1.045,00 1.097,25 1.621,00 1.963,40
Alagoas 1.045 - 2.301 1.328,13 1.045,00 1.189,38 1.900,00 2.301,34


Principais locais de trabalho

Montadores de máquinas, aparelhos e acessórios em linhas de montagem atuam em setores ligados à fabricação de máquinas, equipamentos e materiais elétricos e de máquinas para escritório e equipamentos de informática. Trabalham com carteira assinada e se organizam em equipes nos postos de trabalhos supervisionados permanentemente. Têm como local de trabalho ambientes fechados e trabalham por rodízio de turnos. Em algumas atividades podem estar expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.


O que é preciso para trabalhar na área dos Montadores de máquinas, aparelhos e acessórios em linhas de montagem

A escolaridade mínima de acesso é ensino médio incompleto, seguido de curso básico de qualificação profissional de até duzentas horas- aula. O desenvolvimento pleno das atividades requer experiência de um a dois anos na área. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Montador de máquinas (montagem em série)

Montadores de máquinas, aparelhos e acessórios em linhas de montagem devem:

  • revisar a instrução de trabalho;
  • organizar local de trabalho;
  • redigir documentos;
  • especificar peças de montagem;
  • confeccionar peças;
  • demonstrar competências pessoais;
  • fazer manutenção preventiva nas ferramentas;
  • montar máquinas e aparelhos eletrônicos;
  • montar peças para máquinas e aparelhos eletrônicos;

  • Atividades

    • verificar se o posto está alimentado de peças;
    • seguir checklist de inspeção;
    • preencher requisição de material de consumo;
    • preencher relatório operacional diário;
    • demonstrar higiene pessoal;
    • verificar material de trabalho no posto;
    • verificar pressão das máquinas e ferramentas;
    • prensar a peça;
    • dispor ferramentas nos locais apropriados;
    • seguir o procedimento para qualificar a operação;
    • limpar posto de trabalho;
    • ler instrução de trabalho;
    • dar provas de agilidade e atenção;
    • verificar falhas de injeção plástica;
    • verificar código das peças;
    • verificar corte padrão da chapa;
    • verificar existência de sujeira;
    • verificar código da peça;
    • estudar o processo de montagem dos aparelhos;
    • verificar tipo de material utilizado em sua confecção;
    • verificar se a chapa está amassada;
    • conectar cabo de força da máquina e ou aparelho;
    • encaixar acessórios;
    • parafusar fonte de alimentação da máquina e ou aparelho;
    • enviar peça para próxima operação;
    • preencher nota de material rejeitado;
    • utilizar equipamentos de proteção individual;
    • preencher relatório de anomalia da máquina;
    • demonstrar organização e disciplina;
    • preencher laudo técnico de defeito de ferramentas;
    • fixar placas nos gabinetes;
    • enviar para linha de montagem;
    • testar o funcionamento das placas;
    • verificar se a chapa está oxidada;
    • enviar para revisão de montagem;
    • conferir cor da peça;
    • verificar a coerência do auxílio visual com a operação;
    • verificar tamanho e pré-forma da peça;
    • revisar montagem das peças e acessórios;
    • verificar se a instrução está de acordo com a operação;
    • passar antiferrugem nas ferramentas;
    • limpar máquinas e ou ferramentas;
    • demonstrar destreza manual;
    • preencher nota de rastreabilidade de peças defeituosas;
    • inserir fios e componentes na pci/pcb;
    • acoplar placa e motor na chapa de ferro;
    • lubrificar máquinas e ferramentas;
    • conferir calibragem das ferramentas;
    • conectar fiação do motor na placa;
    • conferir o padrão da peça;
    • soldar fios e componentes;
    • verificar a nitidez do auxílio visual com a operação;
    • verificar equipamento antiestático;


    Setores que mais contratam Montador de máquinas (montagem em série) no mercado de trabalho

    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Fabricação de caminhões e ônibus
    • Fabricação de outras peças e acessórios para veículos automotores
    • Fabricação de cabines, carrocerias e reboques para caminhões
    • Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores
    • Fabricação de válvulas, registros e dispositivos semelhantes, peças e acessórios
    • Fabricação de material elétrico e eletrônico para veículos automotores, exceto baterias
    • Fabricação de outras máquinas e equipamentos de uso geral não especificados anteriormente, peças e acessórios
    • Fabricação de máquinas e equipamentos para a agricultura e pecuária, peças e acessórios, exceto para irrigação
    • Montagem de estruturas metálicas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: