Salário para o cargo de Manipulador em laboratório de farmácia
CBO 3251-10 > Técnico em farmácia e em manipulação farmacêutica

Manipulador em laboratório de farmácia - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Realizam operações farmacotécnicas, conferem fórmulas, efetuam manutenção de rotina em equipamentos, utensílios de laboratório e rótulos das matérias-primas. Controlam estoques, fazem testes de qualidade de matérias-primas, equipamentos e ambiente. Documentam atividades e procedimentos da manipulação farmacêutica. As atividades são desenvolvidas de acordo com as boas práticas de manipulação, sob supervisão direta do farmacêutico.

Quanto ganha um Manipulador em laboratório de farmácia

Um Manipulador em laboratório de farmácia trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.284,17 e R$ 3.251,97, com a média salarial de R$ 1.737,53 e o salário mediana em R$ 1.515,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Manipulador em laboratório de farmácia

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.737,53 20.850,35 434,38 8,22
1º Quartil 1.284,17 15.410,00 321,04 6,08
Salário Mediana 1.515,00 18.180,00 378,75 7,17
3º Quartil 2.480,09 29.761,06 620,02 11,74
Teto Salarial 3.251,97 39.023,60 812,99 15,39


Categorias profissionais do cargo

  • Técnicos de nível médio
    • Técnicos de nível médio das ciências biológicas, bioquímicas, da saúde
      • Técnicos de bioquímica e da biotecnologia
        • Técnico em farmácia e em manipulação farmacêutica

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.552 - 4.191 2.238,58 1.552,00 1.960,25 3.460,09 4.190,97
Goiânia - GO 1.213 - 4.499 1.984,23 1.212,83 1.471,61 3.714,06 4.498,58
Rio de Janeiro - RJ 1.281 - 3.119 1.711,12 1.281,40 1.500,00 2.575,35 3.119,34
Campinas - SP 1.777 - 4.725 2.520,91 1.776,94 2.232,46 3.900,78 4.724,74
Belo Horizonte - MG 1.126 - 2.314 1.493,73 1.125,74 1.500,00 1.910,59 2.314,17
Curitiba - PR 1.264 - 2.255 1.492,76 1.264,39 1.385,00 1.861,34 2.254,51
Salvador - BA 1.111 - 1.874 1.281,10 1.110,70 1.250,00 1.547,23 1.874,05
Barueri - SP 1.604 - 2.816 2.029,93 1.603,70 2.133,04 2.325,00 2.816,11
Uberaba - MG 1.098 - 2.252 1.418,13 1.098,16 1.491,52 1.859,27 2.252,00
São Luís - MA 1.150 - 1.666 1.220,80 1.149,61 1.189,84 1.375,27 1.665,77
Recife - PE 1.189 - 2.580 1.530,28 1.189,11 1.375,00 2.130,02 2.579,94
Florianópolis - SC 1.568 - 2.520 1.745,70 1.567,86 1.671,03 2.080,76 2.520,27
São José do Rio Preto - SP 1.540 - 3.012 1.909,03 1.540,04 1.838,00 2.486,95 3.012,27
Maringá - PR 1.390 - 1.957 1.521,65 1.389,87 1.549,77 1.616,01 1.957,36
Belém - PA 1.252 - 1.753 1.326,89 1.252,10 1.295,93 1.446,92 1.752,55
Santo André - SP 1.306 - 3.385 1.829,65 1.306,43 1.600,00 2.794,53 3.384,81
São José dos Campos - SP 1.523 - 1.941 1.569,04 1.523,00 1.559,00 1.602,69 1.941,23
Brasília - DF 1.217 - 4.148 2.043,11 1.217,39 1.600,00 3.424,82 4.148,25
São Gonçalo - RJ 1.184 - 2.619 1.435,49 1.184,40 1.191,80 2.162,02 2.618,71
Aracaju - SE 1.089 - 1.900 1.244,63 1.088,70 1.150,00 1.568,94 1.900,35


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.504 - 3.971 2.168,73 1.504,43 1.950,00 3.278,58 3.971,12
Minas Gerais 1.083 - 2.210 1.395,56 1.083,13 1.350,00 1.824,92 2.210,40
Rio de Janeiro 1.238 - 2.883 1.610,58 1.237,74 1.350,00 2.380,02 2.882,75
Paraná 1.254 - 2.464 1.562,88 1.253,55 1.500,00 2.034,41 2.464,14
Goiás 1.131 - 4.119 1.854,56 1.131,49 1.471,61 3.400,91 4.119,28
Bahia 1.091 - 2.120 1.317,97 1.091,36 1.201,00 1.749,97 2.119,61
Santa Catarina 1.324 - 2.507 1.618,47 1.323,85 1.563,00 2.069,58 2.506,74
Pará 1.079 - 2.308 1.375,26 1.079,20 1.295,93 1.905,76 2.308,31
Pernambuco 1.136 - 2.388 1.457,75 1.136,09 1.300,00 1.971,15 2.387,51
Rio Grande do Sul 1.290 - 2.697 1.577,67 1.290,41 1.387,00 2.227,06 2.697,48
Espírito Santo 1.239 - 1.913 1.347,17 1.238,81 1.307,13 1.579,56 1.913,21
Maranhão 1.150 - 1.722 1.231,50 1.149,61 1.194,65 1.422,02 1.722,39
Mato Grosso 1.193 - 2.793 1.588,98 1.193,32 1.395,95 2.306,04 2.793,14
Distrito Federal 1.217 - 4.148 2.043,11 1.217,39 1.600,00 3.424,82 4.148,25
Ceará 1.049 - 2.268 1.455,83 1.048,60 1.500,00 1.872,34 2.267,84
Sergipe 1.089 - 1.900 1.244,63 1.088,70 1.150,00 1.568,94 1.900,35
Mato Grosso do Sul 1.074 - 3.308 1.636,74 1.073,50 1.349,28 2.731,00 3.307,87
Piauí 1.112 - 1.712 1.217,49 1.112,13 1.151,98 1.413,11 1.711,60
Alagoas 1.045 - 1.634 1.153,01 1.045,00 1.100,00 1.348,93 1.633,86
Rondônia 1.132 - 2.740 1.472,46 1.132,27 1.308,00 2.262,58 2.740,50
Rio Grande do Norte 1.045 - 2.789 1.495,23 1.045,00 1.100,60 2.302,75 2.789,15
Paraíba 1.065 - 1.670 1.170,34 1.064,51 1.164,42 1.379,17 1.670,49
Amapá 1.045 - 1.881 1.145,40 1.045,00 1.064,70 1.553,00 1.881,04


Principais locais de trabalho

Técnico em farmácia e em manipulação farmacêutica atuam no comércio varejista - farmácias de manipulação - e na indústria de fabricação de produtos químicos como assalariados com carteira assinada. Trabalham em equipe, com supervisão permanente. O trabalho é presencial, realizado em ambiente fechado, durante o dia.


O que é preciso para trabalhar na área dos Técnico em farmácia e em manipulação farmacêutica

Para o exercício desse cargo, requer-se ensino médio e curso básico de qualificação profissional com mais de quatrocentas horas- aula. O pleno desempenho das atividades ocorre entre quatro e cinco anos de experiência profissional. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Manipulador em laboratório de farmácia

Técnico em farmácia e em manipulação farmacêutica devem:

  • conferir fórmulas;
  • demonstrar competências pessoais;
  • realizar operações farmacotécnicas;
  • controlar estoques;
  • atender clientes;
  • realizar testes de qualidade;
  • documentar atividades e procedimentos;
  • efetuar manutenção de rotina;
  • trabalhar de acordo com as boas práticas de manipulação e dispensação;

  • Atividades

    • seguir procedimentos operacionais padrões;
    • repor estoques de medicamentos;
    • dar provas de concentração;
    • emulsionar componentes da ficha de manipulação;
    • controlar temperatura de equipamentos e do ambiente;
    • repor matérias-primas e embalagens;
    • medir ph;
    • separar medicamentos em drogarias hospitalares;
    • higienizar equipamentos e utensílios de laboratório;
    • documentar o processo da manipulação;
    • utilizar recursos de informática;
    • fazer pedidos;
    • filtrar componentes da ficha de manipulação;
    • verificar quantidade das unidades formuladas;
    • controlar condições de armazenamento e prazos de validade;
    • rotular fórmulas acabadas;
    • demonstrar iniciativa;
    • manifestar autodisciplina;
    • conferir peso e volume das fórmulas;
    • aplicar técnicas de segurança e higiene pessoal;
    • sugerir genéricos e similares;
    • revisar embalagens utilizadas;
    • separar material para descarte;
    • fracionar matérias-primas;
    • participar de campanhas sanitárias;
    • registrar compra e venda de medicamentos de controle especial;
    • interpretar ficha de manipulação;
    • abastecer recipientes com água purificada;
    • tamisar componentes da ficha de manipulação;
    • manter legibilidade dos rótulos das matérias-primas;
    • documentar dispensação de medicamentos;
    • vistoriar rotulagem das fórmulas;
    • conferir embalagens;
    • medir ponto de fusão;
    • calibrar equipamentos;
    • espatular componentes da ficha de manipulação;
    • evidenciar capacidade de assumir erros;
    • triturar componentes da ficha de manipulação;
    • demonstrar dinamismo;
    • efetuar trocas de produtos;
    • examinar características organolépticas;
    • preparar formulações homeopáticas da ficha de manipulação;
    • pesar componentes da ficha de manipulação;
    • utilizar equipamento de proteção individual (epi);
    • anotar temperatura e umidade do ar;
    • dispensar medicamentos;
    • trabalhar com segurança;
    • examinar peso médio das cápsulas;
    • encapsular componentes da ficha de manipulação;
    • separar embalagens da ficha de manipulação;
    • transmitir confiança;
    • higienizar local de trabalho;
    • solicitar manutenção preventiva e corretiva de equipamentos;
    • homogeneizar componentes da ficha de manipulação;
    • dinamizar componentes da ficha de manipulação;
    • conferir matérias-primas;
    • sugerir consulta com profissional habilitado;
    • relacionar produtos vencidos;
    • dispersar componentes da ficha de manipulação;
    • solubilizar componentes da ficha de manipulação;
    • orientar consumidores sobre uso correto, reações adversas e conservação dos medicamentos;
    • armazenar matérias-primas e embalagens;
    • carimbar receita na substituição do ético pelo genérico ou similar;
    • acondicionar fórmulas acabadas;
    • aferir densidade das matérias-primas;
    • registrar dados do controle de qualidade;
    • encaminhar produtos vencidos aos órgãos competentes;
    • interpretar receitas;
    • encaminhar para descarte o material contaminado;
    • calcular componentes da ficha de manipulação;
    • assinar ficha técnica de assistência diária;
    • registrar entrada e saída de estoques;
    • separar materiais de trabalho;
    • cumprir prazos estabelecidos;
    • trabalhar em equipe;
    • assumir responsabilidade técnica pela drogaria;
    • documentar aplicação de injetáveis;
    • dar provas de capacidade para cálculos;
    • testar solubilidade das matérias-primas;
    • listar manutenções de rotina;
    • realizar farmacovigilância;
    • evidenciar habilidade manual;


    Setores que mais contratam Manipulador em laboratório de farmácia no mercado de trabalho

    • Comércio varejista de produtos farmacêuticos, com manipulação de fórmulas
    • Atividades de atendimento hospitalar, exceto pronto-socorro e unidades para atendimento a urgências
    • Atividades de apoio à gestão de saúde
    • Laboratórios clínicos
    • Comércio varejista de produtos farmacêuticos, sem manipulação de fórmulas
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares para atendimento a urgências
    • Fabricação de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal
    • Fabricação de medicamentos alopáticos para uso humano
    • Atividades de associações de defesa de direitos sociais




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Estalageiro
    Gerentes de operações de serviços em empresa de turismo, de alojamento e alimentação

    Estalageiro