Salário para o cargo de Encarregado eletricista de instalações
CBO 9501-05 > Supervisores de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial

Encarregado eletricista de instalações - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Administram equipes, metas e resultados de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial. Elaboram orçamento, planejam as atividades e controlam o processo para sua realização. Elaboram documentação técnica e zelam pela segurança, saúde e meio ambiente.

Quanto ganha um Encarregado eletricista de instalações

Um Encarregado eletricista de instalações trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 2.044,96 e R$ 6.095,10, com a média salarial de R$ 3.029,74 e o salário mediana em R$ 2.500,00 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Encarregado eletricista de instalações

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 3.029,74 36.356,92 757,44 13,91
1º Quartil 2.044,96 24.539,47 511,24 9,39
Salário Mediana 2.500,00 30.000,00 625,00 11,48
3º Quartil 4.648,38 55.780,57 1.162,10 21,34
Teto Salarial 6.095,10 73.141,15 1.523,77 27,98


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores em serviços de reparação e manutenção
    • Polimantenedores
      • Supervisores de manutenção eletroeletrônica e eletromecânica
        • Supervisores de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 2.090 - 6.104 3.300,28 2.089,77 3.136,00 5.039,17 6.103,59
Belém - PA 1.676 - 3.229 2.208,86 1.675,79 2.292,78 2.665,86 3.228,97
Belo Horizonte - MG 1.760 - 5.320 2.898,05 1.760,15 2.690,78 4.392,43 5.320,24
Rio de Janeiro - RJ 2.066 - 8.946 3.833,80 2.066,17 2.985,84 7.386,28 8.946,48
Aparecida de Goiânia - GO 2.021 - 3.205 2.230,65 2.020,68 2.145,08 2.646,31 3.205,29
Brasília - DF 1.500 - 3.884 2.175,49 1.500,48 2.000,00 3.206,63 3.883,96
Salvador - BA 2.092 - 4.817 2.748,49 2.092,41 2.393,00 3.977,01 4.817,08
Araguaína - TO 1.774 - 2.752 2.111,54 1.773,75 2.197,84 2.272,41 2.752,41
Goiânia - GO 2.049 - 4.731 2.719,40 2.048,66 2.405,98 3.905,65 4.730,63
Brumado - BA 2.148 - 3.032 2.254,56 2.148,45 2.158,38 2.502,95 3.031,65
São Gonçalo - RJ 1.775 - 3.309 2.202,07 1.774,67 2.171,50 2.731,89 3.308,95
João Monlevade - MG 2.721 - 4.492 3.101,77 2.720,55 2.820,00 3.708,54 4.491,90
Campo Grande - MS 1.900 - 2.723 2.107,70 1.899,84 2.200,00 2.248,05 2.722,91
Bauru - SP 1.992 - 4.032 2.527,80 1.992,32 2.375,00 3.329,20 4.032,43
Manaus - AM 1.869 - 6.704 2.985,85 1.869,17 2.270,00 5.534,75 6.703,85
Parauapebas - PA 2.080 - 5.352 3.080,52 2.079,91 2.938,32 4.418,29 5.351,57
Maceió - AL 1.382 - 2.164 1.626,92 1.382,34 1.653,20 1.786,37 2.163,71
Curitiba - PR 1.393 - 4.908 2.596,75 1.392,75 2.457,40 4.051,94 4.907,83
São João da Barra - RJ 3.725 - 6.643 4.209,96 3.725,20 3.832,40 5.484,15 6.642,57
Serra - ES 2.248 - 4.689 3.130,25 2.247,59 3.194,40 3.871,62 4.689,43


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 2.029 - 6.420 3.274,16 2.029,42 2.813,71 5.300,75 6.420,43
Minas Gerais 1.897 - 8.877 3.782,62 1.897,11 2.990,65 7.328,77 8.876,83
Bahia 1.992 - 4.526 2.586,78 1.991,52 2.290,00 3.736,45 4.525,70
Pará 1.663 - 4.424 2.494,66 1.663,43 2.292,78 3.652,47 4.423,98
Rio de Janeiro 1.934 - 7.285 3.467,55 1.933,93 2.985,84 6.014,62 7.285,09
Goiás 1.959 - 4.662 2.598,96 1.959,08 2.200,00 3.849,28 4.662,37
Paraná 1.834 - 6.009 3.059,39 1.834,13 2.681,80 4.961,10 6.009,03
Rio Grande do Sul 1.605 - 5.898 2.811,94 1.605,23 2.290,90 4.869,15 5.897,66
Pernambuco 1.636 - 5.620 2.890,38 1.635,73 2.696,93 4.639,78 5.619,84
Tocantins 1.594 - 2.846 2.082,54 1.594,48 2.197,84 2.349,59 2.845,89
Santa Catarina 1.879 - 5.021 2.849,45 1.879,27 2.700,00 4.145,26 5.020,86
Distrito Federal 1.500 - 3.884 2.175,49 1.500,48 2.000,00 3.206,63 3.883,96
Mato Grosso do Sul 1.861 - 4.048 2.363,88 1.861,36 2.200,00 3.342,09 4.048,04
Espírito Santo 1.676 - 5.030 2.867,29 1.676,44 2.805,76 4.152,41 5.029,52
Ceará 1.627 - 4.917 2.588,03 1.627,29 2.279,47 4.059,24 4.916,68
Alagoas 1.457 - 4.604 2.156,79 1.457,01 1.710,00 3.801,26 4.604,20
Amazonas 1.869 - 6.704 2.977,88 1.869,17 2.270,00 5.534,75 6.703,85
Maranhão 1.794 - 5.178 2.946,69 1.793,85 2.882,09 4.275,40 5.178,49
Mato Grosso 1.862 - 6.219 2.997,81 1.862,35 2.261,84 5.134,07 6.218,54
Rondônia 1.850 - 4.345 2.345,41 1.850,42 1.985,71 3.587,46 4.345,24
Paraíba 1.531 - 6.091 2.557,09 1.530,53 1.701,36 5.028,69 6.090,90
Piauí 1.575 - 5.669 3.009,35 1.575,35 3.217,50 4.680,14 5.668,73
Roraima 1.889 - 4.962 3.529,38 1.889,37 4.096,40 4.096,40 4.961,68
Rio Grande do Norte 1.657 - 8.400 3.376,53 1.657,18 2.715,53 6.935,07 8.399,97
Sergipe 1.316 - 12.481 3.881,29 1.315,72 1.756,50 10.304,48 12.481,09
Amapá 2.800 - 3.544 2.828,00 2.800,00 2.800,00 2.926,00 3.544,06


Principais locais de trabalho

Supervisores de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial atuam na fabricação de produtos alimentares e bebidas, têxteis, de metalurgia básica, químicos, de borracha e plástico. Os profissionais são assalariados com carteira assinada e trabalham em equipe, com supervisão permanente. O trabalho é presencial, realizado em ambiente fechado e a céu aberto, em rodízio de turnos (diurno/noturno). Trabalham sob pressão, o que pode levá-los à situação de estresse e, em algumas atividades, permanecem expostos a materiais tóxicos, ruído intenso, altas temperaturas e periculosidade.


O que é preciso para trabalhar na área dos Supervisores de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial

Para o exercício desse cargo requer-se ensino médio concluído e curso técnico na área de atuação oferecido por instituições de formação profissional ou escolas técnicas. O pleno desempenho das atividades ocorre com aproximadamente cinco anos de experiência profissional.


Funções e atividades do Encarregado eletricista de instalações

Supervisores de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial devem:

  • elaborar documentação técnica;
  • controlar o processo de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
  • administrar metas e resultados de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
  • elaborar orçamento para manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
  • planejar as atividades de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
  • demonstrar competências pessoais;
  • administrar equipes de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
  • zelar pela segurança, saúde e meio ambiente;

  • Atividades

    • estabelecer prioridades de manutenção;
    • registrar as atividades de manutenção;
    • comparar resultados de manutenção com os resultados estabelecidos;
    • avaliar prioridades de investimento;
    • registrar informes e atas de reuniões de manutenção;
    • verificar as atividades de manutenção;
    • selecionar profissionais e serviços terceirizados;
    • cumprir normas técnicas;
    • mediar trabalhos da equipe;
    • interpretar dados estatísticos do processo de manutenção;
    • demonstrar autocontrole;
    • identificar as necessidades de manutenção;
    • controlar estoques de insumos e material;
    • requisitar componentes eletroeletrônicos e material de consumo;
    • dimensionar equipes de trabalho;
    • avaliar riscos de manutenção;
    • acompanhar itens de controle;
    • antecipar eventos e ações;
    • identificar condições inseguras;
    • disseminar normas de segurança, saúde e meio ambiente;
    • planejar autodesenvolvimento profissional;
    • redigir solicitações de recursos e materiais;
    • liderar equipe;
    • estabelecer ações de contingência;
    • avaliar satisfação dos clientes;
    • calcular custos de manutenção eletroeletrônica industrial, comercial e predial;
    • elaborar relatório de atividades de manutenção;
    • cumprir cronograma de manutenção preditiva e preventiva;
    • programar férias, folgas e jornadas extras de trabalho;
    • estabelecer cronograma de atividades;
    • interpretar desenhos, esquemas e diagramas;
    • providenciar a eliminação das condições inseguras;
    • redigir procedimentos operacionais de manutenção;
    • avaliar o desempenho profissional;
    • fixar metas;
    • demonstrar flexibilidade;
    • estudar alternativas de redução de custo;
    • elaborar gráficos de monitoramento dos sistemas;
    • demonstrar senso de organização;
    • identificar necessidades de treinamento;
    • assegurar cumprimento de normas de segurança e ambiental;
    • estabelecer logística de manutenção;
    • elaborar pareceres técnicos;
    • demonstrar imparcialidade;
    • avaliar causas potenciais de problemas;
    • elaborar organogramas da área de manutenção;
    • participar de eventos de segurança, saúde e meio ambiente;
    • demonstrar raciocínio lógico;
    • comunicar-se com eficiência;
    • negociar prazos, valores, metas e procedimentos;
    • inspecionar sensitivamente condições das máquinas e equipamentos;
    • propor soluções para o processo de manutenção;
    • controlar a vida útil dos componentes eletroeletrônicos;
    • identificar necessidades de investimento de curto e longo prazos;
    • distribuir atribuições e atividades;


    Setores que mais contratam Encarregado eletricista de instalações no mercado de trabalho

    • Instalação e manutenção elétrica
    • Construção de estações e redes de distribuição de energia elétrica
    • Manutenção de redes de distribuição de energia elétrica
    • Obras de montagem industrial
    • Serviços de engenharia
    • Construção de edifícios
    • Outras obras de engenharia civil
    • Outras obras de instalações em construções
    • Comércio varejista de material elétrico
    • Montagem de estruturas metálicas




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: