Salário para o cargo de Cortador de bobina de papel
CBO 7663-20 > Trabalhadores do acabamento gráfico

Cortador de bobina de papel - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam a execução do serviço, ajustam e operam máquinas de acabamento gráfico e editorial. Preparam matrizes de corte e vinco, fazem gravações a máquina (hot-stamping) e realizam manutenção produtiva dos equipamentos. Trabalham em conformidade a estritas normas e procedimentos técnicos, de qualidade, segurança, meio ambiente e saúde.

Quanto ganha um Cortador de bobina de papel

Um Cortador de bobina de papel trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.342,99 e R$ 3.474,56, com a média salarial de R$ 1.852,58 e o salário mediana em R$ 1.674,20 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Cortador de bobina de papel

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.852,58 22.230,95 463,14 8,50
1º Quartil 1.342,99 16.115,85 335,75 6,16
Salário Mediana 1.674,20 20.090,40 418,55 7,68
3º Quartil 2.649,85 31.798,15 662,46 12,15
Teto Salarial 3.474,56 41.694,69 868,64 15,93


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores nas indústrias têxtil, do curtimento, do vestúario e das artes gráficas
      • Trabalhadores da produção gráfica
        • Trabalhadores do acabamento gráfico

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Juiz de Fora - MG 1.147 - 1.505 1.184,10 1.146,63 1.161,87 1.242,31 1.504,72
São Paulo - SP 1.724 - 4.199 2.482,28 1.723,91 2.385,30 3.466,32 4.198,52
Cajamar - SP 1.673 - 2.453 1.760,51 1.672,94 1.674,20 2.025,24 2.453,03
Guarulhos - SP 1.320 - 3.368 1.876,68 1.319,51 1.730,00 2.780,90 3.368,31
Curitiba - PR 2.055 - 3.403 2.427,04 2.055,45 2.394,00 2.809,34 3.402,76
São Bernardo do Campo - SP 1.943 - 4.427 2.632,82 1.942,61 2.400,00 3.654,78 4.426,77
Jaraguá do Sul - SC 1.362 - 1.739 1.395,73 1.362,48 1.392,60 1.435,48 1.738,69
Rio de Janeiro - RJ 1.584 - 3.182 2.034,50 1.584,32 1.921,40 2.627,49 3.182,49
Santo André - SP 1.644 - 3.821 2.192,74 1.644,29 1.800,00 3.154,30 3.820,58
Belo Horizonte - MG 1.321 - 3.191 2.004,65 1.320,87 2.000,00 2.634,12 3.190,53
Diadema - SP 1.532 - 3.465 2.099,40 1.531,54 1.956,00 2.860,65 3.464,91
Serafina Correa - RS 1.213 - 1.955 1.406,49 1.212,70 1.430,00 1.614,17 1.955,13
Osasco - SP 1.588 - 4.817 2.805,77 1.588,07 3.028,56 3.976,88 4.816,92
Fortaleza - CE 1.045 - 2.589 1.443,37 1.045,00 1.305,98 2.137,29 2.588,75
Campinas - SP 1.813 - 3.661 2.337,77 1.812,58 2.181,60 3.022,29 3.660,69
Blumenau - SC 1.488 - 3.124 2.019,32 1.487,58 1.962,00 2.579,00 3.123,76
Goiânia - GO 1.303 - 2.328 1.650,42 1.302,89 1.734,29 1.921,68 2.327,60
Pomerode - SC 1.353 - 2.435 1.672,58 1.352,80 1.635,00 2.010,00 2.434,57
Concordia - SC 1.192 - 2.025 1.388,12 1.192,00 1.325,00 1.672,21 2.025,43
São José dos Campos - SP 1.617 - 3.196 1.980,51 1.616,55 1.756,21 2.638,54 3.195,88


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.572 - 4.006 2.241,54 1.572,16 2.000,00 3.307,57 4.006,23
Minas Gerais 1.142 - 2.234 1.336,40 1.142,32 1.189,17 1.844,78 2.234,45
Santa Catarina 1.292 - 2.677 1.628,12 1.292,46 1.404,50 2.210,12 2.676,96
Paraná 1.305 - 3.224 2.036,49 1.305,37 2.253,60 2.661,45 3.223,62
Rio Grande do Sul 1.269 - 2.580 1.606,60 1.269,42 1.515,00 2.129,97 2.579,88
Rio de Janeiro 1.281 - 2.996 1.823,39 1.281,44 1.762,64 2.473,67 2.996,18
Ceará 1.053 - 2.281 1.356,02 1.052,69 1.304,78 1.883,04 2.280,79
Goiás 1.227 - 2.635 1.660,73 1.226,58 1.676,20 2.175,11 2.634,56
Pernambuco 1.091 - 2.309 1.460,07 1.091,38 1.350,00 1.906,51 2.309,22
Pará 1.193 - 2.715 1.675,67 1.193,39 1.546,59 2.241,87 2.715,42
Espírito Santo 1.122 - 2.832 1.665,07 1.122,43 1.507,13 2.338,49 2.832,45
Mato Grosso do Sul 1.354 - 2.360 1.597,03 1.353,51 1.529,31 1.948,83 2.360,49
Mato Grosso 1.232 - 2.430 1.474,80 1.231,88 1.293,64 2.005,89 2.429,59
Bahia 1.067 - 2.393 1.423,18 1.067,00 1.290,03 1.975,84 2.393,20
Rondônia 1.267 - 2.313 1.538,39 1.266,80 1.500,00 1.909,49 2.312,83
Paraíba 1.094 - 1.818 1.236,80 1.093,58 1.177,91 1.501,13 1.818,22
Distrito Federal 1.517 - 3.448 2.071,44 1.516,67 1.946,31 2.846,32 3.447,54
Piauí 1.055 - 1.385 1.084,14 1.055,29 1.078,78 1.143,73 1.385,32
Rio Grande do Norte 1.045 - 1.804 1.248,26 1.045,00 1.238,58 1.489,00 1.803,52
Alagoas 1.045 - 1.808 1.151,89 1.045,00 1.091,00 1.492,50 1.807,76
Amazonas 1.152 - 3.488 1.852,23 1.151,91 1.781,07 2.880,05 3.488,40
Maranhão 1.080 - 1.817 1.200,08 1.080,00 1.169,21 1.500,00 1.816,85
Sergipe 1.300 - 3.223 1.697,27 1.300,00 1.588,31 2.661,00 3.223,08


Principais locais de trabalho

Trabalhadores do acabamento gráfico atuam em indústrias gráficas ou em setores de embalagens e gráficas de empresas industriais, comerciais ou de serviços, inclusive ensino. Organizam-se em equipe, sob supervisão permanente. Trabalham em ambiente fechado, geralmente durante o dia, expostos a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.


O que é preciso para trabalhar na área dos Trabalhadores do acabamento gráfico

O acesso às ocupações requer escolaridade mínima, que varia da quarta à sétima série do ensino fundamental. O operador de guilhotina e o preparador de corte e vinco são qualificados em cursos básicos profissionalizantes de duzentas horas-aula. As demais ocupações são aprendidas na prática. O desempenho pleno das atividades é alcançado com menos de um ano de prática. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Cortador de bobina de papel

Trabalhadores do acabamento gráfico devem:

  • gravar a máquina (hot-stamping);
  • realizar manutenção de máquinas e equipamentos;
  • planejar o serviço de acabamento gráfico e editorial;
  • trabalhar com segurança;
  • demonstrar competências pessoais;
  • preparar matrizes de corte e vinco;
  • controlar qualidade dos produtos;
  • operar máquinas e equipamentos de acabamento gráfico e editorial;
  • ajustar máquinas e ou equipamentos de acabamento gráfico e editorial;

  • Atividades

    • lubrificar as máquinas e equipamentos;
    • serrar madeira para matriz de corte;
    • refilar material;
    • vincar material;
    • respeitar área de segurança;
    • fixar matriz de hot-stamping;
    • imprimir o produto;
    • destacar material;
    • demonstrar meticulosidade;
    • demonstrar acuidade visual;
    • controlar fluxo de entrada e saída dos produtos;
    • montar matriz de corte;
    • projetar-se utilizando o equipamento de proteção individual;
    • cortar material;
    • registrar ocorrências (troca de material, tiragem, desempenho, etc.) do processo de produção;
    • cortar laminas para montar matriz;
    • exigir os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
    • montar matriz de hot-stamping);
    • verificar medidas e legendas do produto;
    • realizar prova (teste) do produto;
    • corrigir falhas de acabamento;
    • limpar máquinas e equipamentos;
    • alcear material;
    • demonstrar senso de organização e zelo;
    • detectar problemas de funcionamento;
    • espiralar material;
    • definir máquinas e equipamentos de acabamento gráfico e editorial;
    • traçar gabarito sobre a madeira;
    • costurar material;
    • demonstrar criatividade;
    • demonstrar sociabilidade;
    • demonstrar acuidade métrica;
    • substituir acessórios (correias, facas, etc);
    • demonstrar habilidade motora;
    • consultar manuais de máquinas e equipamentos;
    • serrilhar material;
    • colar material;
    • definir etapas de acabamento;
    • dobrar material;
    • monitorar o reparo das máquinas e equipamentos;
    • alimentar a máquina e equipamentos;
    • informar a supervisão dos defeitos dos dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
    • emborrachar matriz;
    • sinalizar a área com indicativos de periculosidade e ou equipamento;
    • testar os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;
    • analisar visualmente o produto;
    • laminar material;
    • tirar prova de faca para comparar com original;
    • providenciar material para execução da etapa de acabamento;
    • grampear material;
    • demonstrar dinamismo;
    • posicionar película de pigmento;
    • furar material;
    • coletar amostras para análise de qualidade;
    • selecionar aparas e sobras para reciclagem;
    • analisar o produto com base na ordem de serviço e tipo do original;
    • realizar prova (teste) de gravação;
    • manter os dispositivos de segurança das máquinas e equipamentos;


    Setores que mais contratam Cortador de bobina de papel no mercado de trabalho

    • Impressão de livros, revistas e outras publicações periódicas
    • Edição integrada à impressão de cadastros, listas e outros produtos gráficos
    • Impressão de material para outros usos
    • Impressão de material para uso publicitário
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Fabricação de embalagens de material plástico
    • Fabricação de embalagens de papel
    • Fabricação de produtos de papel, cartolina, papel-cartão e papelão ondulado para uso comercial e de escritório, exceto formulário contínuo
    • Serviços de acabamentos gráficos, exceto encadernação e plastificação
    • Serviços de pré-impressão




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: