Salário para o cargo de Agricultor polivalente - conta própria
CBO 6120-05 > Produtores agrícolas polivalentes

Agricultor polivalente - conta própria - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Planejam e administram unidade de produção. Preparam solo, plantam culturas e realizam tratos culturais. Colhem e comercializam produtos agrícolas.

Quanto ganha um Agricultor polivalente - conta própria

Um Agricultor polivalente - conta própria trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.074,60 e R$ 2.390,53, com a média salarial de R$ 1.356,62 e o salário mediana em R$ 1.264,70 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Agricultor polivalente - conta própria

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.356,62 16.279,41 339,15 6,21
1º Quartil 1.074,60 12.895,18 268,65 4,92
Salário Mediana 1.264,70 15.176,40 316,18 5,79
3º Quartil 1.823,12 21.877,48 455,78 8,35
Teto Salarial 2.390,53 28.686,41 597,63 10,95


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Produtores na exploração agropecuária
      • Produtores agrícolas
        • Produtores agrícolas polivalentes

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo - SP 1.076 - 2.173 1.356,10 1.075,94 1.264,70 1.794,27 2.173,27
Curitiba - PR 1.292 - 1.683 1.324,86 1.292,00 1.292,00 1.389,16 1.682,59
Aurilandia - GO 1.139 - 1.434 1.156,00 1.139,03 1.151,04 1.183,64 1.433,66
Riachão das Neves - BA 1.114 - 1.430 1.141,40 1.114,05 1.130,12 1.180,52 1.429,88
Querência - MT 1.067 - 2.059 1.538,84 1.067,00 1.700,00 1.700,00 2.059,09
Juscimeira - MT 1.281 - 1.779 1.353,79 1.281,25 1.300,00 1.468,75 1.778,99
Barro Alto - GO 1.045 - 1.422 1.074,16 1.045,00 1.045,00 1.174,14 1.422,16
Arceburgo - MG 1.045 - 1.696 1.200,18 1.045,00 1.200,00 1.400,00 1.695,72
Nova Londrina - PR 1.940 - 3.018 2.210,41 1.939,54 2.184,41 2.491,97 3.018,34
Atibaia - SP 1.151 - 1.626 1.219,00 1.151,33 1.190,00 1.342,60 1.626,20
São Felix do Xingu - PA 1.223 - 2.598 1.703,35 1.222,50 1.567,50 2.145,00 2.598,09
Sinop - MT 1.045 - 1.266 1.045,00 1.045,00 1.045,00 1.045,00 1.265,74
Prata - MG 1.250 - 1.756 1.365,00 1.250,00 1.400,00 1.450,00 1.756,28
Costa Rica - MS 1.200 - 1.453 1.200,00 1.200,00 1.200,00 1.200,00 1.453,48
Unai - MG 1.063 - 2.321 1.520,69 1.063,33 1.567,50 1.915,83 2.320,51
Ariquemes - RO 1.200 - 1.696 1.280,18 1.200,00 1.291,00 1.400,00 1.695,72
Jussara - PR 1.737 - 3.331 2.241,20 1.737,17 2.184,41 2.750,43 3.331,40
Penápolis - SP 1.145 - 1.387 1.145,00 1.145,00 1.145,00 1.145,00 1.386,86
Teotônio Vilela - AL 1.124 - 1.392 1.143,04 1.123,65 1.149,50 1.149,50 1.392,31
Patrocínio - MG 1.100 - 1.847 1.206,25 1.100,00 1.100,00 1.525,00 1.847,13


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.078 - 2.158 1.348,38 1.077,83 1.264,70 1.781,98 2.158,39
Paraná 1.285 - 2.781 1.592,33 1.284,78 1.337,35 2.296,01 2.780,99
Mato Grosso 1.055 - 2.171 1.426,45 1.055,19 1.370,00 1.792,13 2.170,68
Goiás 1.045 - 1.513 1.138,46 1.045,00 1.151,04 1.249,34 1.513,24
Minas Gerais 1.050 - 2.106 1.320,33 1.050,24 1.201,00 1.739,10 2.106,45
Bahia 1.114 - 1.518 1.159,97 1.114,05 1.130,12 1.253,05 1.517,73
Pará 1.109 - 2.557 1.527,32 1.109,39 1.429,21 2.111,00 2.556,91
Mato Grosso do Sul 1.180 - 1.732 1.254,35 1.180,00 1.200,00 1.430,00 1.732,06
Santa Catarina 1.197 - 3.246 1.645,90 1.197,33 1.460,27 2.680,08 3.246,20
Ceará 1.045 - 1.478 1.088,02 1.045,00 1.045,00 1.220,00 1.477,70
Rondônia 1.200 - 1.696 1.280,18 1.200,00 1.291,00 1.400,00 1.695,72
Rio Grande do Sul 1.190 - 2.180 1.454,66 1.189,74 1.361,80 1.800,15 2.180,40
Alagoas 1.071 - 1.392 1.132,14 1.071,40 1.149,50 1.149,50 1.392,31
Distrito Federal 1.045 - 1.320 1.075,00 1.045,00 1.090,00 1.090,00 1.320,24
Rio Grande do Norte 1.045 - 1.357 1.089,58 1.045,00 1.100,00 1.119,95 1.356,52


Principais locais de trabalho

Produtores agrícolas polivalentes trabalham por conta própria, na agricultura. O trabalho é em equipe formada por familiares, sem supervisão. As atividades são realizadas a céu aberto, durante o dia. Estão sujeitos à exposição de material tóxico, à variação climática e a permanecer em posições desconfortáveis durante longos períodos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Produtores agrícolas polivalentes

O acesso ao exercício profissional é livre, sendo que a escolaridade média é de quarta série do ensino fundamental. O pleno desempenho das atividades requer de um a dois anos de prática. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Agricultor polivalente - conta própria

Produtores agrícolas polivalentes devem:

  • planejar produção;
  • demonstrar competências pessoais;
  • preparar solo;
  • administrar unidade de produção;
  • realizar tratos culturais;
  • colher produtos agrícolas;
  • plantar culturas;
  • comercializar produtos agrícolas;

  • Atividades

    • manifestar resistência física;
    • subsolar solo;
    • contar produtos agrícolas;
    • pesar produtos agrícolas;
    • distribuir sementes em sacos plásticos e bandejas;
    • definir culturas;
    • retirar sacos plásticos de mudas;
    • construir curvas em nível;
    • efetuar pagamentos;
    • verificar uso de equipamentos de proteção individual (epi);
    • solicitar visita técnica;
    • demonstrar persistência;
    • fiscalizar execução das etapas de produção;
    • demonstrar sensibilidade com meio ambiente;
    • capinar ervas daninhas;
    • orientar técnicas de produção;
    • corrigir solo;
    • definir rotatividade de culturas;
    • manifestar versatilidade;
    • adquirir insumos;
    • verificar maturação da cultura;
    • podar culturas;
    • organizar produtos agrícolas para transporte;
    • coletar amostras de solo para análise;
    • registrar produção;
    • cercar área de plantio;
    • definir técnicas de produção;
    • visitar compradores;
    • transplantar mudas para covas ou sulcos;
    • definir área de plantio;
    • desbrotar culturas;
    • selecionar equipamentos agrícolas;
    • armazenar produtos agrícolas;
    • transportar produtos agrícolas;
    • beneficiar produtos agrícolas;
    • imunizar colheita;
    • demonstrar capacidade associativa;
    • definir tipo e quantidade de insumos agrícolas;
    • embalar produtos agrícolas;
    • drenar área de plantio;
    • gradear solo;
    • negociar condições de pagamento;
    • adquirir empréstimos e financiamentos;
    • definir época de plantio;
    • incorporar cobertura morta (orgânica) em solo;
    • higienizar equipamentos agrícolas;
    • aplicar adubos químicos de cobertura de solo;
    • arar solo;
    • identificar mercados consumidores;
    • preparar viveiros;
    • classificar produtos agrícolas;
    • irrigar culturas;
    • escolher sementes e mudas;
    • ralear culturas;
    • propiciar polinização de florada;
    • pulverizar defensivos agrícolas e adubos foliares;
    • contratar meeiros;
    • liderar equipe;
    • cotar preços;
    • roçar área de plantio;
    • selecionar mão-de-obra;


    Setores que mais contratam Agricultor polivalente - conta própria no mercado de trabalho

    • Criação de bovinos para corte
    • Cultivo de soja
    • Serviço de preparação de terreno, cultivo e colheita
    • Locação de mão-de-obra temporária
    • Cultivo de seringueira
    • Atividades de apoio à agricultura
    • Cultivo de outras plantas de lavoura temporária
    • Horticultura, exceto morango
    • Cultivo de outros cereais não especificados anteriormente
    • Cultivo de banana




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Arte educador
    Trabalhadores de atenção, defesa e proteção a pessoas em situação de risco e adolescentes em conflito com a lei

    Arte educador