Salário para o cargo de Produtor da cultura de coco-da-baia
CBO 6127-15 > Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas

Produtor da cultura de coco-da-baia - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Selecionam a área, preparam o solo, produzem mudas e sementes, plantam, realizam tratos culturais e beneficiam a colheita de oleaginosas tais como amendoim, canola, colza, coco-da-baía, dendê, palma, girassol, linhaça, linho, mamona e soja. Administram e programam a produção.

Quanto ganha um Produtor da cultura de coco-da-baia

Um Produtor da cultura de coco-da-baia trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.233,99 e R$ 1.803,64, com a média salarial de R$ 1.304,76 e o salário mediana em R$ 1.375,53 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Produtor da cultura de coco-da-baia

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.304,76 15.657,10 326,19 5,93
1º Quartil 1.233,99 14.807,83 308,50 5,61
Salário Mediana 1.375,53 16.506,36 343,88 6,25
3º Quartil 1.375,53 16.506,36 343,88 6,25
Teto Salarial 1.803,64 21.643,63 450,91 8,20


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores agropecuários, florestais e da pesca
    • Produtores na exploração agropecuária
      • Produtores agrícolas
        • Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Santo Antônio da Patrulha - RS 1.269 - 1.666 1.360,37 1.269,40 1.375,53 1.375,53 1.666,08


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Rio Grande do Sul 1.269 - 1.666 1.360,37 1.269,40 1.375,53 1.375,53 1.666,08


Principais locais de trabalho

Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas o trabalho é exercido por proprietários e arrendatários que trabalham em plantações de portes variados. As culturas de dendê e coco são produzidas em pequenas propriedades, a soja é cultivada em pequenas, médias e grandes plantações. O trabalho é exposto a variações climáticas, a riscos de acidentes na manipulação de instrumentos, máquinas e agrotóxicos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas

O acesso ao trabalho é livre, sem exigência de escolaridade ou formação profissional. O desempenho pleno das atividades dessas ocupações requer cinco anos de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Produtor da cultura de coco-da-baia

Produtores agrícolas na cultura de plantas oleaginosas devem:

  • plantar mudas e sementes;
  • preparar solo;
  • beneficiar colheita;
  • programar colheita;
  • demonstrar competências pessoais;
  • produzir mudas e sementes;
  • administrar produção;
  • selecionar Área de plantio;
  • realizar tratos culturais;

  • Atividades

    • descascar coco, mamona e amendoim;
    • demonstrar força física;
    • colocar cobertura morta ao redor de mudas;
    • regular semeadeira;
    • limpar terreno;
    • expor mamona ao sol;
    • estabelecer periodicidade de colheita;
    • expurgar pragas de grãos armazenados;
    • escolher equipamentos de colheita;
    • captar recursos financeiros;
    • podar raiz nua de coco;
    • desbastar plantas de mamonas;
    • inverter planta de amendoim;
    • quebrar dormência de sementes;
    • demonstrar capacidade de liderança;
    • padronizar soja, canola, amendoim, girassol, linho e dendê;
    • administrar custos;
    • demonstrar poder de decisão;
    • extrair óleo da polpa de dendê;
    • romper camada compactada do solo;
    • retirar impurezas da soja, canola, amendoim, linho e girassol;
    • selecionar matriz;
    • verificar perdas de colheita;
    • inocular sementes;
    • demonstrar visão empreendedora;
    • comercializar produtos;
    • induzir polinização;
    • adubar covas ou sulcos;
    • monitorar estado fitossanitário da cultura;
    • pesquisar técnicas;
    • debulhar dendê e mamona;
    • aclimatar mudas;
    • pesar produtos;
    • inspecionar área;
    • testar germinação e vigor;
    • replantar mudas e plantas;
    • tratar semente com fungicidas, inseticidas, nematicidas, micronutrientes e outros;
    • investigar profundidade e textura de solo;
    • colocar iscas e armadilhas para captura de insetos;
    • pesquisar mercado e preços;
    • selecionar mudas e sementes;
    • restolhar girassol;
    • contar produção de coco;
    • arar solo;
    • repicar mudas;
    • definir espaçamento de plantio;
    • manejar restos culturais (trituração, roçagem, retirada etc);
    • transplantar mudas de viveiro para cova;
    • capinar plantas invasoras;
    • coletar amostras de solo;
    • roçar plantas invasoras;
    • coroar cova de muda transplantada;
    • classificar dendê segundo maturação;
    • providenciar secagem de soja, canola, amendoim, linho e girassol;
    • preparar canteiros;
    • manifestar sensibilidade com a terra, homem e animais;
    • abrir covas ou sulcos;
    • eliminar plantas contaminadas por nematóides;
    • transportar produção;
    • arrancar plantas atípicas;
    • dessecar área de plantio;
    • consorciar culturas;
    • armazenar colheita;
    • gradear solo;
    • orçar produção;
    • identificar topografia;
    • divulgar produtos em meios de comunicação;
    • monitorar umidade do solo;
    • arrancar planta de amendoim;
    • identificar fauna e flora;
    • despalmar folhas secas de dendê e coco;
    • aplicar produtos fitossanitários químicos e biológicos;
    • elaborar relatório de produção;
    • solicitar interpretação da análise do solo;
    • peletizar sementes;
    • classificar coco e amendoim segundo peso e tamanho;
    • enviar amostras para laboratório;
    • verificar ponto de colheita;
    • acondicionar mudas e sementes;
    • irrigar culturas;
    • balizar áreas de plantio;
    • regular equipamentos de colheita;
    • comunicar-se;
    • definir épocas de plantio;
    • definir métodos de conservação de solo;
    • demonstrar persistência;
    • aplicar corretivos em solo (calcário, fosfato, gesso agrícola etc);
    • distribuir sementes pré-germinadas em viveiros;
    • aplicar tratos culturais em viveiros;
    • demarcar área;
    • aterrar cova;


    Setores que mais contratam Produtor da cultura de coco-da-baia no mercado de trabalho

    • Moagem e fabricação de produtos de origem vegetal não especificados anteriormente
    • Extração de areia, cascalho ou pedregulho e beneficiamento associado




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque:

    Salário para o cargo de Educador social de rua
    Trabalhadores de atenção, defesa e proteção a pessoas em situação de risco e adolescentes em conflito com a lei

    Educador social de rua