Salário para o cargo de Motorista de trólebus
CBO 7824-15 > Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários

Motorista de trólebus - Descrição, atividades, funções e salário do cargo

Conduzem e vistoriam ônibus e trólebus de transporte coletivo de passageiros urbanos, metropolitanos e ônibus rodoviários de longas distâncias, verificam itinerário de viagens, controlam o embarque e desembarque de passageiros e os orientam quanto a tarifas, itinerários, pontos de embarque e desembarque e procedimentos no interior do veículo. Executam procedimentos para garantir segurança e o conforto dos passageiros. Habilitam-se periodicamente para conduzir ônibus.

Quanto ganha um Motorista de trólebus

Um Motorista de trólebus trabalhando no Brasil, ganha entre R$ 1.365,07 e R$ 3.205,61, com a média salarial de R$ 1.917,27 e o salário mediana em R$ 1.915,94 de acordo com pesquisa salarial junto ao Novo CAGED, Empregador Web e eSocial.


Faixas salariais do cargo de Motorista de trólebus

Salário Mensal Salário Anual Salário Por Semana Salário Por Hora
Média Salarial 1.917,27 23.007,22 479,32 9,00
1º Quartil 1.365,07 16.380,86 341,27 6,41
Salário Mediana 1.915,94 22.991,28 478,99 8,99
3º Quartil 2.444,73 29.336,78 611,18 11,47
Teto Salarial 3.205,61 38.467,27 801,40 15,05


Categorias profissionais do cargo

  • Trabalhadores da produção de bens e serviços industriais
    • Trabalhadores de funções transversais
      • Condutores de veículos e operadores de equipamentos de elevação e de movimentação de cargas
        • Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários

Cargos relacionados:



Salários nas cidades que mais contratam

Cidade Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
Goiânia - GO 1.328 - 2.680 1.647,30 1.327,86 1.407,50 2.212,65 2.680,03
Fortaleza - CE 1.592 - 2.286 1.779,26 1.592,26 1.783,91 1.887,37 2.286,04
São Paulo - SP 1.206 - 2.672 1.936,85 1.206,31 2.206,08 2.206,08 2.672,07
Recife - PE 2.407 - 3.018 2.472,89 2.407,35 2.491,61 2.491,61 3.017,91
Araranguá - SC 1.405 - 2.979 2.028,09 1.405,00 2.436,00 2.459,20 2.978,66
Três Lagoas - MS 1.821 - 2.958 2.304,00 1.821,00 2.442,00 2.442,00 2.957,82
Buritizeiro - MG 1.581 - 1.915 1.581,03 1.581,03 1.581,03 1.581,03 1.914,99
Oeiras - PI 1.095 - 2.775 2.053,42 1.095,00 2.197,59 2.290,99 2.774,92
Campo Limpo Paulista - SP 1.199 - 2.408 1.830,20 1.199,00 1.988,00 1.988,00 2.407,93


Remuneração nos estados

Estado Faixa Salarial Média Salarial 1º Quartil Salário Mediana 3º Quartil Maior Salário
São Paulo 1.456 - 2.672 1.915,28 1.455,60 1.988,00 2.206,08 2.672,07
Goiás 1.354 - 2.604 1.701,83 1.354,31 1.639,26 2.150,00 2.604,14
Ceará 1.592 - 2.286 1.779,26 1.592,26 1.783,91 1.887,37 2.286,04
Minas Gerais 1.479 - 2.539 1.731,70 1.479,04 1.581,03 2.096,02 2.538,77
Pernambuco 2.166 - 3.018 2.385,69 2.165,84 2.407,35 2.491,61 3.017,91
Maranhão 1.148 - 2.116 1.392,71 1.147,67 1.265,00 1.747,20 2.116,26
Santa Catarina 1.405 - 3.036 2.080,73 1.405,00 2.447,60 2.506,85 3.036,37
Mato Grosso do Sul 1.821 - 2.958 2.304,00 1.821,00 2.442,00 2.442,00 2.957,82
Piauí 1.095 - 2.775 2.053,42 1.095,00 2.197,59 2.290,99 2.774,92
Espírito Santo 1.200 - 3.342 1.888,63 1.200,00 1.706,61 2.759,28 3.342,12
Paraná 1.700 - 2.705 1.998,13 1.700,00 2.124,66 2.233,00 2.704,68
Bahia 1.751 - 2.473 1.983,32 1.750,82 2.041,60 2.041,60 2.472,85


Principais locais de trabalho

Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários trabalham em empresas de ônibus de transporte coletivo de passageiros, urbano, metropolitano e rodoviário de longa distância. São assalariados, com carteira assinada, atuam sob supervisão, de forma individual ou em duplas, nas viagens de longa distância. Trabalham em veículos, em horários irregulares, em sistema de rodízio, sob pressão de cumprimento de horário. Permanecem em posição desconfortável por longos períodos e estão sujeitos a acidentes e assaltos, podendo provocar estresse. A ausência de instalações sanitárias, em paradas de ônibus urbanos de grandes cidades, provoca desconforto. As atividades são desenvolvidas em conformidade com leis e regulamentos de trânsito e de direção de veículos de transporte coletivos.


O que é preciso para trabalhar na área dos Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários

O exercício desse cargo requer carteira de habilitação, ensino fundamental completo, curso básico de qualificação de até duzentas horas, incluindo mecânica e eletricidade de veículos automotores. O pleno desempenho das atividades, ocorre após três ou quatro anos de experiência. Os cargos listados nesta família ocupacional, demandam formação profissional para efeitos do cálculo do número de aprendizes a serem contratados pelos estabelecimentos.


Funções e atividades do Motorista de trólebus

Motoristas de ônibus urbanos, metropolitanos e rodoviários devem:

  • garantir segurança e conforto dos passageiros;
  • orientar passageiros;
  • vistoriar veículo de transporte coletivo;
  • conduzir Ônibus;
  • trabalhar com segurança;
  • controlar o embarque e desembarque de passageiros;
  • verificar itinerário de viagens;
  • demonstrar competências pessoais;
  • certificar-se na condução de Ônibus;

  • Atividades

    • demonstrar zêlo pelo veículo;
    • etiquetar bagagens;
    • telefonar para a companhia em caso de pane;
    • habilitar-se na condução de trólebus;
    • arrumar volumes no bagageiro;
    • parar nos pontos de apoio;
    • bater chave de controle remoto;
    • atentar para os transeuntes;
    • impedir embarque de bagagens de risco;
    • parar em locais pré - estabelecidos para embarque e desembarque;
    • impedir embarque de passageiros alcoolizados;
    • discriminar objetos em condições de baixa iluminação;
    • verificar regulagem dos faróis;
    • discriminar detalhes à distância;
    • verificar canhotos dos bilhetes;
    • conferir estatística da catraca;
    • discriminar ruídos do veículo e do trânsito;
    • procurar auxílios mecânico e elétrico;
    • aguardar embarque e acomodação de crianças, gestantes, idosos, deficientes e pessoas com dificuldade de locomoção.;
    • habilitar-se na condução de ônibus ligeirinho;
    • discriminar cores;
    • controlar velocidade do trólebus nas curvas;
    • orientar os passageiros para permanecerem sentados quando o veículo estiver em movimento;
    • participar de cursos de primeiros-socorros;
    • informar preço da passagem;
    • confirmar solicitação de reparo;
    • habilitar-se na condução de ônibus biarticulado;
    • orientar sobre o uso do cinto de segurança;
    • cumprir horário da rendição;
    • dirigir em condições de alerta;
    • examinar níveis de óleo e água;
    • orientar sobre transporte de volumes no interior do veículo;
    • atentar para sinalização de solo e rede;
    • trocar pneus;
    • participar de cursos de atendimento ao cliente;
    • parar o veículo próximo ao meio-fio;
    • regular sistemas de ar condicionado, aquecimento e iluminação;
    • uniformizar-se;
    • manter o veículo à direita da pista;
    • destacar comprovante para fiscalização;
    • aguardar desembarque de crianças, gestantes, idosos, deficientes e pessoas com dificuldades de locomoção.;
    • prestar socorro aos passageiros;
    • solicitar liberação de lugares para gestante, idoso, deficiente físico e mulher com criança de colo;
    • ler mapas de estados;
    • elaborar boletim de viagem;
    • orientar sobre regras de comportamento no interior do veículo;
    • observar o plano de viagem;
    • demonstrar percepção de profundidade;
    • demonstrar senso de orientação espacial;
    • vistoriar alavanca e carvão;
    • orientar sobre itinerário;
    • colocar alavanca na rede elétrica com chave desligada;
    • impedir embarque de animais;
    • participar de cursos de manutenção;
    • inspecionar carroceria;
    • demonstrar senso de responsabilidade;
    • examinar estado de conservação da parte interna do veículo;
    • fazer viagens longas;
    • observar trechos com neblina e cerração;
    • desencalhar veículo;
    • conferir equipamentos e acessórios;
    • participar de cursos sobre rede elétrica de trólebus;
    • participar de cursos de prevenção de incêndio;
    • registrar saída e chegada do veículo;
    • orientar desembarque de passageiros em caso de queda de rede;
    • habilitar-se na condução de ônibus convencional;
    • demonstrar rapidez de reflexos;
    • calcular em mínima fração de tempo a distância entre objetos e o observador;
    • estacionar em locais permitidos;
    • participar de cursos de direção defensiva;
    • habilitar-se na condução de ônibus articulado;
    • observar sinalização de trânsito;
    • embarcar pessoas com dificuldades de locomoção;
    • mudar de rede elétrica com segurança;
    • orientar sobre o ponto de desembarque;
    • orientar sobre o ponto de embarque;
    • colocar cinto de segurança;
    • solicitar declaração de autorização de menores;
    • examinar validade do extintor de incêndio;
    • realizar pequenos reparos no veículo;
    • abastecer o serviço de bordo;
    • parar no semáforo vermelho;
    • controlar a velocidade permitida;
    • prestar informações ao público;
    • anotar dados do percurso;
    • manter distância do veículo da frente;
    • desembarcar pessoas com dificuldades de locomoção;
    • verificar existência de pessoas ou animais embaixo do veículo após parada de longo tempo;
    • colocar o veículo em funcionamento;
    • controlar tempo de viagem;
    • receber bilhete do passageiro;
    • receber o pagamento da passagem;
    • ler guias de ruas;
    • cronometrar tempo de parada;
    • participar de cursos de prevenção de acidentes;
    • conferir dados do painel de instrumentos;
    • controlar data de renovação de carteira de habilitação e licenciamento do veículo;
    • colocar o veículo em movimento;
    • orientar crianças e responsáveis sobre regras de segurança no interior do veículo;
    • participar de cursos de inspeção de veículos;
    • controlar movimentos do veículo com rapidez e precisão;
    • observar condições da estrada que impedem a visibilidade;
    • iniciar o percurso no horário estabelecido;
    • demonstrar facilidade numérica de contagem;
    • vistoriar funcionamento dos equipamentos internos do veículo;
    • ultrapassar veículos com segurança;
    • tratar passageiros e colegas com educação;
    • vistoriar recuperador das alavancas;
    • prestar contas de valores recebidos;
    • acompanhar motorista experiente;
    • praticar pontualidade;
    • examinar pneus;
    • prestar socorro a terceiros acidentados;
    • respeitar faixa de pedestres;
    • habilitar-se na condução de ônibus de turismo;
    • habilitar-se na condução de ônibus para deficientes físicos;
    • demonstrar atenção com o público;
    • relatar atrasos, acidentes e incidentes;
    • habilitar-se na condução de ônibus executivo;
    • trafegar com velocidade compatível com o local;


    Setores que mais contratam Motorista de trólebus no mercado de trabalho

    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Construção de rodovias e ferrovias
    • Transporte rodoviário de produtos perigosos
    • Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, municipal
    • Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, municipal
    • Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, municipal
    • Obras de montagem industrial
    • Comércio varejista de ferragens e ferramentas
    • Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento, intermunicipal, interestadual e internacional
    • Comércio varejista de gás liqüefeito de petróleo (glp)




    Fonte: Pesquisa Portal Salario.com.br

    Profissões em Destaque: